História A sacerdotisa solitaria - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bleach, Inuyasha
Personagens Inuyasha, Kagome Higurashi, Kikyou, Miroku, Sango, Sesshoumaru, Shippou, Toushirou Hitsugaya
Tags Bleach, Hitsugaya, Inuyasha, Kikyo, Romance, Toushiro
Visualizações 13
Palavras 1.636
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishoujo, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Ficção, Luta, Magia, Misticismo, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shounen, Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


esse e um trabalho que venho desenvolvendo á algum tempo espero que gostem

Capítulo 1 - Um resplendor gelado


Fanfic / Fanfiction A sacerdotisa solitaria - Capítulo 1 - Um resplendor gelado

Logo depois que narak foi destruído e o pedido da joia de quatro almas ser realizado a mesma trouxe uma alma de volta a vida que logo se mostrou ser kikyo que foi libertada do destino da joia e apareceu na frente dos amigos de inuyasha

 (Uma semana depois)

No vilarejo onde o grupo de inuyasha ficava a antiga sacerdotisa agora renascida acabou retomando de onde sua vida parou junto de sua irmã kaede ajudando e curando as enfermidades dos aldeões mais claro de vês enquando se estranhando com agome mas com o tempo acabaram se acostumando uma com a outra e sempre colhiam ervas juntas para ajudar na preparação de remédios do vilarejo, mas uma coisa elas não aceitavam uma da outra era gostar da mesma pessoa e claro nenhuma das duas queria ceder, e logo o tempo foi passando até que chegou em uma primavera e a sacerdotisa quis declarar de uma vez por todas que amava o meio youkai então o levou para o bosque que ficava perto da cabana de sua irmã

Kikyo – inuyasha se lembra do tempo que passamos juntos antes do narak distorcer nossas vidas..

Inuyasha – sim claro que lembro kikyo aquele tempo foi uma das épocas mais felizes da minha vida

Kikyo – então me diga inuyasha porque não prosseguimos com nossos sentimentos...

Logo a sacerdotisa se vira porque estava prestes a ir aos prantos e nunca foi demonstrar fraqueza e o meio youkai que ouvia tudo aquilo não sabia como reagir

Inuyasha – kikyo...eu...

Mais logo em seguida a sacerdotisa se vira em meio aos prantos e diz

Kikyo – inuyasha...eu TE AMO!!!

Logo a sacerdotisa se joga aos braços de seu amado mas ela logo sentiu que alguma coisa estava errada e logo olhou os olhos de seu amado que estavam um pouco sérios e logo se separou dos braços dele

Kikyo – o que foi inuyasha...

O meio youkai fechou os olhos por um estante e logo abriu os olhos e melancolia e falou

Inuyasha – sinto muito mais...não posso corresponder seus sentimentos como naquela época kikyo eu amo a agome com ela eu sinto que tenho uma ligação que ao meus olhos e inquebrável e a única coisa que sobrou no meu coração sobre você e aquelas lembranças daquela época e são essas mesmas lembraças que estão mantendo o meu ligamento amoroso com você e acho que já esta na hora seguir em frente sinto muito mas...adeus kikyo

Logo o meio youkai deixou a sacerdotisa sozinha no bosque porque sabia que ela precisava superar o golpe que ela sofreu e teria que conviver com isso, depois da despedida a sacerdotisa se encostou numa arvore e se pós a derramar todas as lagrimas que podia por que não importava o numero de inimigos que tinha derrotado até aquele momento o único que conseguia abalar o sentimental dela era aquele que tinha seu coração mas não o aceitou

          (quebra de tempo...)

Depois do acontecido a sacerdotisa decidiu seguir seu rumo antes que seu coração se machucasse mas antes descobriu uma coisa que a fez entender e realmente ela aceitou oque lhe aconteceu más não se conformou muito

Kaede – me diga irmã seu afastamento e por causa do inuyasha certo ?

Kikyo – realmente a idade lhe trousse sabedoria minha irmanzinha realmente acertou não vou conseguir encarar o inuyasha por agora e será muito doloroso ver ele com a agome mais uma coisa eu compreendi...

A anciã tinha receio das próximas palavras que sua irmã mais velha falaria

Kikyo –finalmente sinto as dores daquela garota e com certeza ela ficou assim varias vezes quando me via junto de inuyasha em momentos íntimos bom vou indo

A sacerdotisa antes de sair da cabana sua irmã lhe deu um ultimo conselho

Kaede – minha irmã então me permita lhe dar um conselho antes de sua partida

A mulher de cabelos negros e pele branca como a neve se sentou de costas para sua irmã e começou a escutar atentamente o ensinamento

Kikyo – fale minha pequena irmã...

Kaede – lhe foi dada uma segunda chance de você viver sua vida irmã por favor siga em frente sem sentir rancor ou ódio e tente achar uma razão para sorrir

A sacerdotisa escutou atentamente o conselho de sua irmã e foi embora da cabana bem cedo para não correr o risco de topar com o meio youkai

Logo a hora se aproximava das dez da manhã e inuyasha foi a cabana da velha kaede seguido por sango e miroki que estavam morando juntos perto do vilarejo

Inuyasha – olá velhota kaede você viu a kikyo eu não sinto mais o cheiro dela pelas redondezas...

A anciã fechou os olhos e disse

Kaede – minha irmã kikyo decidiu seguir sua vida então ela foi embora do vilarejo bem cedo por que não queria acabar encontrando com você inuyasha...

Miroki – nossa ela foi embora

Sango – eu a entendo eu não iria querer ficar perto daquele que amo sabendo que ele não sente o mesmo e ainda sabendo que ele já tem um amor em sua vida

Inuyasha – entendo...

Logo inuyasha estava indo embora da cabana quando a anciã lhe perguntou

Kaede – você não vai atrás dela ou vai inuyasha...

O meio youkai só falou as seguintes palavras

Inuyasha – do mesmo jeito que fiz minha escolha ela fez a dela...

E logo foi em direção a arvore que gosta de ficar e ficou observando o céu azul

( em outro lugar...)

A linda mulher de cabelos negros chegou a uma pequena cachoeira onde decidiu meditar para clariar sua mente que andava confusa depois de todos os acontecimentos e la ficou por pelo menos uma hora quando sentiu uma energia maligna perto de si então logo se preparou para atirar uma flecha purificadora

Kikyo – quero saber quem está ai porque já senti sua energia e não adianta se esconder

Logo um youkai de forma humana saiu de trás dos arbustos trajando vestes brancas e pretas tinha estatura parecida com a sacerdotisa cabelos brancos e um olhar frio e a cor dos olhos a um azul congelante

??? – pelo visto me percebeu...

Kikyo – sim e queria saber quem é você ?

??? – não digo meu nome a humanos insolentes só estou de passagem

Logo a sacerdotisa atira uma flecha purificadora que acerta a arvore que estava do lado do youkai

Kikyo – não estou perguntando se me acha digna ou não quero que diga seu nome sé não a próxima flecha vai ser na sua cabeça

O youkai de de cabelos brancos dá um sorriso mínimo e diz

??? – você tem coragem humana de me desafiar mas não vou sujar minhas mão então me despeço

Logo o youkai desaparece pulando de galho em galho e deixa a sacerdotisa se perguntando quem era aquela figura tão incomum, após o acontecido a sacerdotisa cobre suas vergonhas e se retira dá agua em seguida vestindo suas roupas e seguindo seu caminho ao caminhar de sua jornada já era final da tarde e estava sé aproximando de um vilarejo quando ouviu gritos vindos floresta adentro e pareciam ser de crianças, logo ela foi em direção aos gritos e viu um youkai gigantesco em forma de besouro prestes a comer duas criança tão aterrorizadas que nem conseguiam se meche logo a sacerdotisa gritou

Kikyo – DEIXE ESSAS CRIANÇAS EM PAZ!!!!

E logo disparou um flecha purificadora que não surtiu efeito por causa da grossura da carapaça do besouro que logo falou

Youkai B – pare de me amolar humana vou me alimentar desses moleques e você vai ser aproxima então espere sua vez

Logo o youkai ia abocanhar os dois em uma mordida oque fez a sacerdotisa se desesperar

Kikyo – NÃOOOOOO!!!

Mas antes do besouro se quer encostar nas duas criança um vulto passou e carregou os dois oque surpreendeu a mulher e que o vulto se mostrou o youkai de mais cedo

??? – vocês não podem fazer barulho em outro lugar eu estava tirando um cochilo quando ouvi o grito desse dois fedelhos

Kikyo – e você o youkai de mais cedo 

Logo o jovem de cabelos brancos percebeu a presença que se mostrou a humana que ele tinha esbarrado na cachoeira mais cedo

??? – então nos encontramos de novo garotinha insolente

Isso fez o sangue da sacerdotisa ferver afinal nunca tinha sido tratada de um jeito tão insolente mais deixou isso de lado quando o o youkai em forma de besouro tentou atacar o jovem de cabelos brancos que logo olhou pra trás

??? – então e você o maldito que não esta deixando eu tirar meu cochilo bom saber más antes de eu acabar com você...

O jovem bloqueou a pata do besouro com uma espada que tinha acabado de sacar de sua cintura o que ocasionou na decepação da mesma e o congelamento da parte que foi cortada e logo em seguida olhou para trás e disse  

??? – ei sacerdotisa qual seu nome ?

A mulher se surpreendeu por ele ter se dirigido com um pouco mais de cordialidade e disse

Kikyo – sou kikyo...

??? – me nome é hitsugaya toushiro e agora eu cuido desse lixo

Youkai B – quem você pensa que esta chamando de lixo seu isso...

Toushiro – alguém que já foi cortado e nem percebeu

Logo o jovem youkai já estava atrás do oponente guardando sua arma enquanto os cortes brotavam pelo seu corpo más invés de se desfazer em pedaços ele foi completamente congelado pela energia vinda da própria espada que o cortou oque fez ele se desfazer e virar cristais de gelo espalhados por todo o ambiemte ao redor quem vice diria que estaria nevando em plena primavera

Toushiro – pronto esta acabado deixo esses dois fedelhos com você até qualquer dia...

 Logo o youkai se foi deixando a sacerdotisa que sé perguntava que tipo de youkai era ele mais de uma coisa ela tinha certeza ele era forte

                                                 ( continua...)


Notas Finais


espero que tenham gostado até outro dia abraço


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...