História A Sad Girl e A Popular - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Assexual, Auto - Mutilação, Bissexual, Chantagem, Lésbica, Popular, Romance, Sad Girl, Tortura, Yuri
Visualizações 29
Palavras 1.105
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Festa, Ficção Adolescente, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Suspense, Violência, Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


~Hello guys
~Turu bom? Espero que sim
~Quem já assistiu Citrus? Melhor anime yuri pra chorar pakas :^

~Desculpa a demora. Motivo? Preguiça e outras coisas que aconteceram
~Desculpa qualquer erro (se alguém estiver lendo esse troço)
~Fique com mais um capítulo...

Capítulo 6 - .Capítulo 04


Fanfic / Fanfiction A Sad Girl e A Popular - Capítulo 6 - .Capítulo 04


*Nossa...que linda...Realmente ela é muito bonita,  mas, espera, ela me lembra alguém...ai que raiva, sempre fui ruim no quesito de lembrar das pessoas. Me sento, olhando a garota, que agora estava com um olhar surpreso me observando*

-Eu não acredito!!!  *Esclama a garota que pra mim ainda é desconhecida,  então ela me abraça*

-A-ah,  me desculpa,  mas eu te conheço?   *Pergunto após me separar do abraço apertado. Acho que nesse momento deve ter um tanto de pontinhos de interrogação a minha volta (kkk). Ela me olha e sorri. É parece que sim, mas eu não me lembro.*

-Estava com muita saudade Misaki

*Inclino a cabeça um pouco pro lado em sinal de confusão .-.*

-Você continua linda!  *Tah agora tô com medo, quem é esse ser? *

-E eu continua sem saber quem és tu intrusa

-Contínuas fraca de memória, néh. *Ela fala e me dá um peteleco na testa, que não doeu muito*

-Ei!!!  *Resmungo passando a mão no local em que fui agredida*

-Sou eu! Naomi! 

-Aaahh, você!  *Exclamo e nesse momento começo a me lembrar quem era a garota com pares de olhos azuis e cabelo rosa agora... Naomi mudou bastante, ela tinha cabelos pretos e era baixinha, continua sendo, éramos vizinhas e muito amigas, ela realmente me fazia um bem maior*

/Flash Back On/

-Vem logo Naomi! Você é muito lenta.   *Eu gritava eufórica, depois de correr um quarteirão,  já em frente ao parquinho, vendo e esperando a pequena Naomi se esforçando correndo*

-Nha, você é rápida de mais Mei

-Obrigada. *Ela revira os olhos e chega do meu lado ofegante*

- Sua gorda.  *Falo zoando a garota que procurava ar depois da corrida*

-Você que é.  *Coloca língua pra mim, eu ri e entramos no parquinho, que por sinal estava vazio por já ser noite*

-Vamos no balanço, vamos!   *Digo puxando Naomi até os balanços*

-Tah, tah.    *Sentamos nos dois únicos balanços dali, ficamos balançando em silêncio durante alguns minutos, apenas aproveitando a companhia uma da outra, mas em um silêncio confortável, sentindo o vento gelado batendo contra nossos rostos*

-Sabe...meus pais andaram brigando de novo e parece que dessa vez...nós vamos nos mudar definitivamente

*Ela para de balançar e e eu olho pra baixo*

-Quando?   *Ela pergunta*

-Eles já estavam brigando sobre isso a duas semanas...e...a gente vai se mudar essa semana ainda, já está tudo pronto...  

-É sério?   *Ela pergunta, porque parece não acreditar*

-S-sim

*Vejo seus olhos lacrimejarem e a mesma começa a chorar, derrubo uma lágrima tentava segurar o choro a todo custo.  Eu também não queria que isso acontecesse,  não queria me separar dela, Naomi era a única pessoa que eu tinha, ela me protegia, me entendia, me acolhia, ela era o meu abrigo, me sentia bem perto dela, ela me fazia esquecer dos meus maiores problemas*

-Não chore.   *Digo secando suas lágrimas passando a mão por sua bochecha, tentava segurar as minhas mas estava impossível*

-P-promete não se esquecer de mim quando eu partir?  *Pergunto em meio ao choro*

-P-promete Mei

*Dito isso nos levantamos, ela me jurou de dedinho e nos abraçamos*

(....)

/Flash Back Off/

*Sinto uma pontada forte na cabeça após essa lembrança, odiava um pouco me lembrar do passado*

-Lembrou?   *Naomi pergunta*

-Uhum.  *Sinto vontade de chorar mas seguro o choro e a abraço* -Não acredito que nos encontramos novamente

-Eu nunca me esqueci de ti, Mei-Mei, eu cumpri a promessa.  *Separamos do abraço*

-Você mudou tanto que quase não te reconheci.  *Digo observando a mesma*

-Gostou da nova cor de cabelo?  *Ela pergunta tocando o cabelo*

-Sim, ficou muito bonito! Mas Mas sua  mãe? Aprovou?   *Pergunto tocando os cabelos macios de Naomi, a mãe dela era bem rigorosa no aspecto de cor do cabelo, por isso o mesmo era preto antigamente, até hoje não entendo o motivo, mas okay*

-Ela foi obrigada a aceitar. *Ela sorri de um jeito travesso*

-Não me diga que você pintou o cabelo escondido e depois mostrou ela!?  

-Uhum.   *Ela ri e eu também*

-Meu Deus, você continua doida pelo visto

-Obrigada.  *Ela agradece se gabando*

-Não foi um elogio

-Mas vou considerar como um. *Ri da sua ousadia*

-Então como você está Mei-Mei?  *Ela pergunta*

-Bom...eu estou respirando, isso serve?   *Falo e solto um suspiro*

-Iiihhh, continua sendo Sad Girl

-Nunca deixei de ser amore. *Pisco pra ela, que revira os olhos*

-Deixava de ser quando estava comigo

-É, pois é  *Suspiro*

-Estou feliz por ter te encontrado novamente Mei

-Estou também estou! Mas você está ficando aqui no internato?  *Pergunto*

-Sim, meu quarto fica do lado do seu, eu acho, porque eu estava andando e vi o nome seu no quarto ao lado

-Legal, vizinhas de novo

*Nós duas rimos. Continuamos conversando, falamos de tudo, tudo mesmo, lembramos sobre as coisas que fazíamos, contei a ela tudo o que me aconteceu, falamos sobre o presente, futuro e até sobre a Yukka; em falar nela, pensei estar sendo observada pela mesma, mas acho que deve ter sido apenas impressão mesmo*

(O sinal toca indicando o final de todas as aulas)

-Pelos deuses, perdemos todas todas as aulas só aqui conversando. *Falo um pouco espantada*

-Pelo menos somos inteligentes e só uma olhadinha já basta

-Verdade. *Concordo e fazemos nosso toque de antigamente. Nos levantamos*  -É olha que foi você quem veio me acordar pra voltar para a aula e acabou ficando. 

-Claro, eu ia lá saber que era tu que estava dormindo que nem um urso aqui. *Ela fala fazendo biquinho, que fofa, riu da sua cara*  -Vamos gata! 

-Sim. *Pego meu fone, celular, e é claro que o saquinho de batatinhas, neh, eu não iria sujar aquele lugar lindo e...*  -Pera, tu me chamou de gata? Prefiro pandah, mas okay, seu gorila. *Ao chamar ela de gorila levo um tapa no braço*  -Ai agressiva.  *Falo passando a mão no local*

-Sou mesmo, e me chame de gata, porque eu sei que sou.  *Fala se gabando*

-Tah bom, convencida 

-Sou também  *Riu da garota de cabelos rosados. Estávamos andando para os dormitórios*

-Oh poxa  *Bato a mão na testa, e paro de andar*

-O que?   *Pergunta Naomi ao meu lado que também parou de andar*

-Deixei meu material na sala  

-Hahaha si fudeu  *Ela ri*

-Valeu pela consideração de amiga ae, viu   *Digo emburrada pois já estava chegando nos dormitórios*

-Vai lá vai, nós somos vizinhas mesmo, qualquer coisa estarei em meu quarto, e só não vou contigo na sala porque tou com preguiça  *Ela ri e coça a nuca*

-Ta bom frôr  *Rimos, nos abraçamos e despedimos, cada uma foi para um lado*

-Aish   *Pego impulso e força de não sei da onde e saio correndo, aproveito e já jogo o lixo no lixo (em mim mesma kkk), continuo correndo, corro Ben porque antigamente os garotos encrencavam comigo e eu saia correndo, mas no final de tudo sempre apanhava de qualquer forma; os corredores do colégio já estavam praticamente vazios, glória. Após correr uma maratona chego em frente a porta e a abro bruscamente, e me deparo com...Yukka!?



Notas Finais


~Fotenha da...etah poha, esqueci o nome da minha personagem (depois de ler quem era...) fotenha da Naomi :3

~Até a próxima pissuas kkk ;u;

(Eu conversando comigo mesma)

-Escrever em celular e em computador continua sendo ruim pra mim *Falo deitada no chão já desistindo da vida*
-Então escreve mentalmente idiota *Fala um ser desconhecido por mim*
-Mas num tem como poha *Digo choramingando*
-Sinal de que so existe essas duas possobilidades e você nao tem escolha, ou vc escreve em uma das duas opções ou...nao tem outra opção. Vai logo antes que eu te shute *Fala o ser agressivo*
-Ain, ta bom, to indo, nao precisa agredir *Me levanto pegando o celular e escrevendo*

(8000 anos depois)

-Me salva alguém. Escrever em celular é muito ruim T-T


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...