História A Sala 11 - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Escola, Romance
Visualizações 7
Palavras 606
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Comédia, Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Avisando que os dias onde eu vou (provavelmente) postar os capítulos são: Segunda, Quarta e Sábado
(Mas às vezes posso postar em outro dia)

Era pra esse capítulo ser postado bem antes, mas perdi tudo o que eu escrevi. (Tinha MUITA coisa)
Eu fiquei sem paciência pra escrever tudo aquilo de novo, então provavelmente o capítulo vai ser menor
(tinha ficado perfeitinho aa)

Capítulo 4 - Jake, o azar em pessoa


Fanfic / Fanfiction A Sala 11 - Capítulo 4 - Jake, o azar em pessoa

Acho que nunca vivi um dia tão esquisito em toda a minha vida. E bem, esquisitices são praticamente parte da minha rotina. Apesar de toda a pontualidade e formalidade, meus pais são bem... Excêntricos. E eu amo isso.

Minha mãe ama música, já meu pai é apaixonado em pintar. São de humanas, obviamente, mas trabalham em um escritório. Não tiveram tanta oportunidade pra fazerem o que realmente gostavam, e aquela paixão acabou se tornando apenas um passatempo. Por isso eles acabam me apoiando em qualquer decisão que eu faça.

Bem, voltando para o dia de hoje, vou contar como um simples primeiro dia de aula conseguiu ocupar o lugar de dia mais azarado da minha vida.

Como eu disse antes, meus pais costumam ser bem pontuais. Então cheguei na escola no horário combinado: sete em ponto. O discurso da diretora começaria dez minutos depois, então me dirigi para o ginásio e fiquei lá. Dez minutos se passaram e nada. Às páginas do meu livro e minha paciência já estavam acabando, e quando os dois finalmente acabaram, decidi sair de lá. 

Andei até chegar na biblioteca. Não pensei duas vezes antes de entrar, e acho que essa foi a melhor escolha que fiz até agora. Fiquei olhando todos aqueles livros por um bom tempo, e não prestei atenção em mais nada, nem mesmo no sinal que indicava que a diretora iria começar seu anúncio. Quando percebi, já era tarde demais. Sai correndo da biblioteca para chegar no ginásio. Felizmente consegui chegar antes que acabasse, mas não consegui ouvir nada, já que estava no fundo, onde só haviam alunos conversando ou mexendo no celular (ou fazendo os dois ao mesmo tempo).

Alguns minutos depois fomos liberados, e foi aí que as coisas começaram a piorar pra mim. Não sabia pra onde ir, então comecei a seguir uma multidão de alunos. Enquanto caminhava, tentei pegar a folha que indicava o número do meu dormitório, e adivinhe: quando tirei a mesma da mochila, ela voou pra longe, me obrigando a parar de seguir todo mundo e procurar, e o corredor estava lotado de alunos. Consegui encontrar? Sim, mas quando isso aconteceu já não tinha nenhum outro aluno naquele lugar. Conclusão: estava perdido.

Bem, depois de mais alguns minutos que pareceram horas, cheguei no meu quarto. Nada de interessante, apenas uma cama e escrivaninha no lado direito, e no lado esquerdo a mesma coisa. Deixei minha mala na cama da direita e saí de lá. Decidi voltar à biblioteca e tentar levar algum livro dessa vez.

Andei um pouco distraído, e por isso acabei esbarrando em uma garota. Teria sido um simples acidente, mas acabou sendo a conversa mais esquisita de toda a minha vida.

-Você está bem? Se machucou? Deixa eu te ajudar... - Estendi a mão, mas ela me ignorou e se levantou sozinha, enquanto procurava algo. Vi um livro que estava próximo de mim e peguei.

-Ah, está procurando isso, certo? - Entreguei o livro a ela. - Essa história é ótima. Já vi que tem bom gosto. - Comentei. Ela parecia mais nervosa que antes...

-Ah... Obrigada.

-Me chamo Jake, e você é...? - Disse, tentando quebrar o gelo.

-Hã... Emily... - Nesse momento, ela levantou a cabeça e começou a me olhar. Acabei fazendo o mesmo, por impulso, eu acho. Um pouco depois ela voltou a encarar o chão.

-Eu... Preciso ir embora... Hã... Obrigada pela ajuda, eu acho. - Disse, se apressando para sair de lá o mais rápido possível.

-Tchau...? - O que eu fiz de errado..?

Bem, já não havia mais o que fazer, então continuei meu caminho até a biblioteca.






Notas Finais


Eu disse que ia ser menor, mas acabei não resistindo... Não gosto de desistir 😂

Mas mesmo assim tenho mais coisas pra escrever sobre o Jake, então decidi postar em outro capítulo (Como a Em) porque não queria deixar vocês esperando.

Spoiler: temos alguns personagens novos na parte 2!

Vou tentar não demorar para postar os capítulos dos outros, eu prometo! 😌


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...