1. Spirit Fanfics >
  2. A Secretária - Chanyeol >
  3. 01

História A Secretária - Chanyeol - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Oiiie amores lindos da minha vida iniciei uma nova história espero que gostem💕

Capítulo 1 - 01



E lá estava eu. Em casa tentando cuidar de meu irmão de 12 anos e tentando me vestir e ir de forma apresentável para o meu primeiro emprego.

Até ajudaria estar neste momento alguém por perto para cuidar de Humwon. Mas ninguém está só eu. E irei levá-lo para ir para a festinha dos amigos.

Bem meu nome é Choi S/N. É pois é, sou uma Choi. Algumas pessoas sem nem me conhecer, quando ouvem meu nome inventam uma desculpa e saiem apressadas e nunca mais se apróximam de mim, às vezes até fazem que não me conhecem.

Bem meu bisavô era um assassino de alto comando. Era residente na cidade onde moro, Busan. Ele assaltava, esfaquiava, empreendedor de drogas. Ele fazia qualquer serviço mas esse serviço tinha um preço dependente desse serviço. Ele foi preso. Num crime que ele fez sua máscara caiu junto com alguns cabelos dele, facilitando a busca da polícia. Apodreçeu na cadeia. Minha bisavó às vezes fazia parte de alguns crimes.

As pessoas começaram a ter medo da nossa família, ela é bastante grande pois meus bisavós fizeram 6 filhos. Cada Choi criado e cada Choi segui com sua vida. Mas nós, família Choi não somos muito unidos.

O meu pai um jogador viciado em jogos de casino apostava tudo o que lhe vinha pela frente. Minha mãe traía meu pai com um homem. Antes disso acontecer eles tiveram a minha irmã.

Choi Sam, é o nome de minha irmã. Minha irmã se formou à sua custa de noite estudava e de dia trabalhava. Ela trabalhava em uma cafetaria. Quando minha irmã tinha 6 anos eu nasci. E já depois de eu nascer tinha eu 7 anos quando Humwon nasceu.

Minha irmã se formou e enquanto ela trabalhava naquele café, ela me ensinou a sua receita de café. Ele realmente era muito bom.

O meu pai descobriu que estava a ser traído e minha mãe fugiu para outro país com o amante dela. Meu pai continuou viciando e apostou nossa casa e perdeu.

Minha irmã já maior e vacinada pegou em mim e nosso irmão e alugou uma casa. Mas logo chegou a minha vez de me formar trabalhei de noite fazendo doces em uma confeitaria e estundando de manhã.

Mas minha irmã ao que parece tinha encontrado sua alma gêmea. E então ela e ele, meu cunhado, foram viver sózinhos e mudaram de cidade. E ela me deixou sózinha com meu irmão.

Meus avós seguiram o exemplo dos meus bisavós, eles assustavam e cometiam crimes. Chegavam ao ponto de matar. E vender drogas , chegaram a ser apanhados pela polícia mas quando saíram começou o escândalo todo novamente.

E essa é minha família.

Eu já estava pronta e já tinha o Humwon pronto, mas eu tinha a sensação que algo iria dar errado. Olhei para as horas e me assustei. Já estava atrasada se quisesse chegar a tempo tinha que sair correndo e não pensei duas vezes já estava tudo pronto na minha mala. Peguei em Humwon e o coloquei dentro do carro e me dirigi rápido até onde seria a festinha.

Saí do carro para comprimentar a senhora que parecia ter 40 anos.

- Olá eu sou a irmã do Humwon e vim deixá-lo aqui para a festinha.

- Mas é claro, fico agradecia que tenha possibilidade de o trazer. - disse ela bem simpática com um sorriso no rosto.

- É, eu espero que o meu pequeno não estrague nem faça nada de mal. Se ele fizer me contacte. Ou então me diga quando eu vier buscar o meu pequeno. - entrguei um papel com o meu número.

- Claro, ele não irá fazer mal.

- Tenho de ir, não me posso atrasar para a minha entrevista de emprego, tenho que causar uma boa impressão.

- Ohh então boa sorte.

- Muito obrigada.

- Vaia com deus.

Entrei no meu carro e me dirigi à grande torre.

Estacionei e entrei. Havia uma senhora muito parecida a uma amiga de infância no balcão de recepção.

- Olá, bom dia e seja bem-vinda à empresa Park. Poderia me dizer seu nome?

- Bom dia, claro meu nome é Choi S/N.

- S/N??

- Ryujin??

- Há quanto tempo.

- Pois é.

- E vens aqui fazer o quê?

- Vim falar com o senhor Park para trabalhar aqui.

- Então vai lá. Ainda tens 3 minutos.

- Estou bonita, apresentável??

- Claro só que o Sr. Park não gosta de maquiagem como você fez S/N.

- Então me faça rápido. E uma que ele goste.

- Chegue aqui.

Ela começou a fazer uma maquiagem leve. E no fim das contas ficou muito bonita. Eu estava com o cabelo às ondinhas. E com um terno de mulher. * notas finais *

Ela deu a indicação e eu sentei na sala de espera vazia do 8 andar daquele prédio onde era o escritório do Sr. Park.

Estava com a minha mala, eu abri ela e vi todos os meus currículos e papeis dizendo que eu voluntariei. Também tenho meu registro criminal limpo. Por isso estava à vontade.

Ouvi o meu nome ser dito e para eu entrar na sala do Senhor Park.

Quero que ele não me julgue pelo meu nome.

Entrei na sala. E lá estava ele de costas. Olhando para a paisagem que conseguia ver, por conta de que seu prédio, seu arranha-céus.

- Se sente- Ecoou a sua voz grossa e rouca.

Eu lhe obedeci. Ele se virou e fez contacto visual, eu não desviei seria uma falta de educação.

- Olá, bom dia.

- Bom dia Sr. Park

- Me mostre o seu currículo, registro criminal e se tiver alguns papeis de voluntariado.

- Claro. - Comecei a tirar tudo da bolsa, e lhe mostrei.

Ele pegou no currículo e analisou com atenção e leu os meus voluntariados. E por fim pegou no meu registro criminal.

- Hmm interessante, pensei que você senhorita S/N seria da família da máfia e dos drogados e viciados, mas afinal me enganei.

- Não senhor Park eu sou sim da família da máfia.

- Mas a sua família era... esqueça. Pelo que eu vi você tem o perfil perfeito para ser minha secretária. Por isso está contratada. Assine aqui.

- Muito obrigada. - assinei o papel e me levantei e me curvei perante meu novo chefe

- Pode começar já amanhã.

- Claro.

- Agora pode sair.

Saí da sala dele. E como eu esperava, ele ía me criticar por conta do nome. Em qualquer lugar que eu passe tenho que ser criticada. Eu não tenho culpa de como minha família foi.

Saí e dei de cara com alguns senhores que pareciam importantes tal como meu novo chefe.

- Deverias ter cuidado com aqueles cara ali e com o seu chefe. - disse Ryujin

- Como assim?

- Aqueles também se acham mas seu chefe é mesmo maniento e mandão.

Os caras começam a se aproximar de mim e da Ryujin e eu falo para ela.

- Perdi seu número pode me dar?

- Claro, só não sei ele - ela deu uma risada baixa.

Peguei uma caneta do seu balcão e tirei um postit e escrevi meu número ali.

- Toma! Depois me liga para combinarmos algo, aliás temos que meter as fofocas em dia.

- Tu me conheces. - ela deu um sorriso de orelha a orelha.

Eles chegaram comprimentando a Ryujin.

- Quem é essa Ryujin? - perguntou um de cabelo cizento meio para o amarelo, e bem que Ryujin disse já não gostei nada deste agora faltam os outros.

- Essa é a S/N nova secretária do Sr. Park Chanyeol, Sr. Byun.

- Hmm, nada mau, vamos ver quanto tempo aguentas. - eu estava inclinada no balcão da Ryujin e eu me viro lentamente.

- Também acho, tenha um bom dia. - e saí de lá

Como o meu irmão está na festinha, eu irei comer fora e ter uma tarde só minha, já não a tenho faz algum tempo. E amanhã começando o meu trabalho não irei ter tempo para fazer isto e ainda terei de tomar conta do meu irmão.

Almoçei bem, bastante bem por acaso. Iria ao salão fazer aquilo que já não fazia à algum tempo, fazer as minhas unhas e tratar do meu cabelo aliás eu quero causar umas boas impressões nos meus primeiros dias de trabalho.

Continua???


Notas Finais


Terno: https://pin.it/13PMcHH
Espero que tenham gostado💕
Até à próxima


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...