História A secretária. - Capítulo 20


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Amor Psicopata Etc, Bts, Vingança, Violencia
Visualizações 92
Palavras 2.035
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Ficção Científica, LGBT, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Necrofilia, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura sz
(Desculpe qualquer erro.)

Capítulo 20 - Cap.20


Fanfic / Fanfiction A secretária. - Capítulo 20 - Cap.20

           -8 DIAS DEPOIS-

                   -16:35-

 

Oito dias se passaram, oito dias quase não sai de casa, oito dias só passava no noticiário sobre Jungkook pois pelo que parece a maioria dos bancos estão sendo assaltados por homens de terno mascarados....oito dias recebi "Presentes" e bilhetes de Jungkook. Bilhetes como "Estou te observando agora mesmo querida." "Eu posso estar mais perto do que imaginas." entre outros desse tipo. Eu estava enlouquecendo com tudo, estava criando paranóias de tudo...Anni notou minha mudança mas não tenho coragem de dizer a ela o que está acontecendo. Ela anda estranha também mas diz que está bem, quase não vi ela esses últimos dias. Eu não entendia pois a cada carta de Jungkook ele mandava uma rosa vermelha. Eu não conseguia dormir direito por medo...Esse homem me deixou completamente louca, ele mexeu com o meu psicológico de uma forma inexplicável.

 

Estava sentada na poltrona da sala olhando para o nada...minhas janelas estavam fechadas, não as abri mais por que sempre acho que alguém está me vigiando. Tomo um susto com a merda do interfone tocando, levanto da poltrona e atendo.


 

S/n:Que? -Passo a mão em meus cabelos dando uma leve bagunçada.


 

Porteiro:Senhorita, tem um homem querendo subir..


 

S/n:Quem é? Nome dele? - Pergunto já ficando nervosa.


 

Porteiro:Jaebum. - Respiro fundo.


 

S/n:Pode deixar subir.. - Desligo o interfone. Que alivio...Engraçado, Jae não avisou que viria. Escuto a campainha e vou até a porta..destranco ela e abro a porta vendo Jae.


 

Jaebum:S/n! - Ele sorri me olhando e se aproxima envolvendo seus braços me abraçando.


 

S/n:Jae.. - Retribuo o abraço. Ele me solta entrando em minha casa...Fecho a porta e vou para sala, ele senta no sofá e eu na poltrona.


 

Jaebum:E ai... - Olha em volta vendo todas as janelas fechadas e me olha. - Como tu está..?


 

S/n:Enlouquecendo.. - Dou uma risada me encostando na poltrona.


 

Jaebum:Eu imagino..para quem trabalhava em uma das maiores empresas que na verdade o dono era um traficante bem famoso...Deve estar mesmo.. - Começo a rir com seu comentário pois era verdade.


 

S/n:Até você sabe...


 

Jaebum:Quem não sabe disso....acho que metade do planeta já sabe..


 

S/n:É...tens razão. - Ele dá uma risadinha.

 

Passamos a tarde toda assim...rindo, conversando sobre muitas coisas, tomamos café juntos e outras coisas...Jae falou das coisas que aconteceram na lanchonete, falou que Jackson quase foi despedido pois brigou com um dos clientes que tirou sua paciência, contou também que Mi-Cha cansou de "sofrer" por Jackson e agora esta "um pouco" fora de si...Diz que ela esta mudando e esta um pouco ligada no foda-se acha que ela e Min andam se paquerando...Admito que já estragava Min... Já eram 19:40...Jae estava levantando de seu lugar pronto para ir embora.


 

Jaebum:Vou indo....Outra hora eu apareço ai... - Vai até a porta e eu vou atrás dele.


 

S/n:Pode vir...


 

Jaebum:Tens que aparecer lá também infeliz.. - Ri e me abraça.


 

S/n:Juro que tentarei.. - Falo baixo..Se eu estiver viva e não estiver internada em um hospício. Abro a porta para ele sair....Ele saí e me abana. - Tchau..se cuida.


 

Jaebum:Pode deixar.. - Ele desce e eu fecho a porta. Esqueço de trancar ela e volto para a sala.


 

Olho a sala em volta pensando e vou para meu quarto...ao abrir a porta vou até meu guarda roupa. Separo uma roupa e coloco sobre a cama...olho para o canto de meu quarto e vejo as cartas, rosas e caixinhas que Jungkook ficava mandando a cada dia que passava. Paro de olhar e vou até meu banheiro...entro e pego uma toalha da gaveta...Ligo o chuveiro e tiro a roupa. Entro no box e deixo a água morna cair em meu corpo me deixando um pouco relaxada.

 

Começo a tomar banho, tomo um banho demorado de tanto pensar no que estava acontecendo. Desligo o chuveiro e pego a toalha...seco meu corpo e enrolo a toalha. Abro a porta do banheiro e vou em direção a minha cama...pego a roupa e começo a vestir a calça escura e a camisa solta que tinha separado. Começo a pentear meu cabelo me olhando no espelho. Largo o pente na estante e vou até a porta do meu quarto....Abro a porta e caminho até a sala. Ao chegar na sala dou de cara com Jungkook sentado na poltrona que fica ao lado de um abajur. Paro de caminhar no mesmo momento e fico olhando ele sem saber o que fazer. Ele segurava uma rosa vermelha com vários espinhos, ele da uma risadinha baixa olhando a rosa.


 

Jungkook:Boa noite S/n. - Ele fala calmamente e leva o olhar até mim. Fico quieta olhando para ele que solta a rosa sobre a mesinha que o abajur estava. - Sentiu saudade? - Fico olhando ele e me afasto mais do que já estava. Começo a caminhar para trás mas sinto braços fazerem a volta  em meu pescoço. Começo a me debater após alguém colocar um pano branco tapando meu nariz e boca. Sigo me debatendo e começo a parar aos pouco....Olho Jungkook novamente, ele sorria de canto me olhando..minha visão começa a embasar e eu começo a sentir um cansaço enorme tomar conta de mim. Eu acabo apagando nos braços de alguém que não consegui ver.



 

Acordo meio tonta....Minha visão estava um pouco embasada ainda mas aos poucos ia melhorando, fico um tempo de cabeça baixa até lembrar do que aconteceu. Ao lembrar levanto a cabeça rápido e olho em volta...Estanho, estava em meu quarto um pouco sentada na cama, tento me mexer mas vejo que meus braços estavam amarrados nas pontas da cabeceira. Tento mexer meus braços puxando com força para ver se soltava mas estava bem amarrado...percebo algo me observar e olho o quarto em volta. Vejo no canto do quarto Jungkook em pé me olhando com as mãos para trás, tento me mexer novamente desesperadamente e escuto sua risada baixa.


 

S/n:Me solta! - Falo alto olhando ele que se aproxima devagar da cama balançando a cabeça negativamente.


 

Jungkook:Por que solitária?


 

S/n:Eu vou gritar! - Falo novamente alto.


 

Jungkook:Pode gritar gritar a vontade querida...Metade do  prédio esta morto...se é que já não morreu todos. - Da uma risadinha e tira as mãos de trás das costas. Olho elas, ele segurava algumas fotos da qual não conseguia ver.


 

S/n:Você é doente! - Tento me mexer novamente.


 

Jungkook:Descobriu isso agora? - Ri e me olha com sarcasmo. A porta do quarto abre...Olho para a porta e vejo um homem alto entrar,ele me olha e olha Jungkook..sorri de canto.


 

??:Deu Jungkook...Todos do prédio já estão em lugar melhor...ou não. - Ri fazendo Jungkook dar uma risadinha também.


 

Jungkook:Ótimo Namjoon...Esperem na sala...Daqui a pouco chamo vocês. - O tal Namjoon confima com a cabeça e sai do quarto nos deixando sozinhos novamente.


 

S/n:Vocês mataram todos os moradores daqui?!


 

Jungkook:Pelo jeito sim...Não vem ao caso. - Ele olha as fotos e me olha...Joga em minha direção com certa força as fotos. Elas se espalham pela cama e eu olho, eram várias fotos de algumas pessoas que eu conhecia. Fotos do Jae saindo da lanchonete...Fotos da Mi-Cha e Min na frente de um lugar que aparentava ser uma festa quase se beijando. - Tem uma que é especial. - Ele se aproxima e pega do chão uma foto...Joga na cama de forma que eu podia ver olho para a foto...Vejo que era Anni com um copo de bebida e um cigarro o meio de várias pessoas. Fico um tempo olhando aquela foto...Meu coração doi pois percebi o por que da mudança dela. ela estava usando drogas...Fecho os olhos e balanço a cabeça negativamente.


 

S/n:Não... - Sussurro e viro o rosto para o outro lado.


 

Jungkook:Belas fotos né? - Ele da uma risada olhando a foto de Anni e me olha. -Enfim....Você tem belos amigos.


 

S/n:Não chegue perto deles. - Encaro Jungkook que me olha com deboche.


 

Jungkook:Não chegar perto? Você vai me impedir? - Senta na ponta da cama e me encara. - Vai? - Ele pega algo do bolso do paletó. Era uma faca meio pequena...Ele passa ela na calça social limpando e me olha.


 

S/n:O que pretende fazer? - Fico olhando ele até ter uma ideia...Pode ser uma ideia louca mas eu tenho que tentar.


 

Jungkook:Primeiramente... - Ele levanta da cama e se aproxima de mim passando a faca gelada de lado lentamente em minha coxa me causando um arrepio. - Te machucar. - Ele aperta um pouco a faca cortando um pouquinho minha coxa. Solto um suspiro de dor e respiro fundo.

 

S/n:Jungkook....Podemos conversar e entrar em um acordo. - Ele solta uma risadinha parando de passar a faca em minha coxa. Jungkook senta na cama ao meu lado e me olha.


 

Jungkook:Senhor Jungkook. - Me corrige. - Um acordo?


 

S/n:Sim, um acordo.


 

Jungkook:Qual seria? - Coloca a faca apontada para meu peito e começa a descer devagar rasgando minha camisa.


 

S/n:Você gosta de dinheiro...você é um grande traficante pelo jeito. - Ele confirma levemente com a cabeça prestando atenção no que fazia com a faca. - O que você faz quando quer vender drogas para alguém de outro país?

 

Jungkook:Não interessa....Vai me entregar para a polícia novamente? - Ri puxando a faca com força abrindo toda minha camisa de uma vez só fazendo eu me assustar. Jungkook fica olhando para meu corpo e leva o olhar até os meus.


 

S/n:Certamente você paga alguém para poder traduzir ou falar por você com alguém americano ou de outro lugar.


 

Jungkook:Aonde você quer chegar? - Ele fica me encarando.


 

S/n:Pense bem...Eu falo inglês e português...Você pode ganhar muito dinheiro fazendo negócios em outros países. - Ele fica me encarando e leva a mão em meu rosto colocando uma mexa de cabelo atrás de minha orelha.


 

Jungkook:Você esta se oferecendo para me ajudar em questão a isso? - Ele ri tirando a mão.

 

S/n:Você pode ganhar muito dinheiro Jungkook! - Ele me olha parando de rir. - Senhor Jungkook. - Me corrijo.

 

Jungkook:Deixa eu ver se entendi...Você quer que eu poupe sua vida só por que sabe falar duas línguas? - Da uma risadinha e leva rapidamente sua faca em meu pescoço sem me deixar movimento. - Péssima jogada querida...Meu tempo com você infelizmente acabou...Últimas palavras? - Ajeita a faca em meu pescoço.


 

S/n:Não vale apena Jungkook...pense bem! - Tento de todas as formas entrar no psicológico dele mas estava impossível.


 

Jungkook:Você fudeu com os meus negócios...Com os meus e de meus amigos...A polícia de todo país esta atrás de nós por culpa sua.


 

S/n:Não se faça Jungkook! Vai dizer que não estava cansado daquela vida? De assinar papéis, ir a reuniões, ficar a noite toda em uma empresa. - Ele fica me olhando. - Você gostava de fingir? Gostava de fingir gostar daquela vida? Eu fiz um favor para você! Para você e seus amigos....Eu sei que você esta gostando agora..por mais que a polícia toda esteja atrás de você, você esta adorando isso..Você gosta do perigo...Você sempre quis ser reconhecido dessa maneira...Você gosta que as pessoas sintam medo, não gosta? - Tento de todas as formas possíveis entrar na cabeça dele...Acho que estava funcionando. Ele leva  olhar para o chão e me olha novamente sem tirar a faca do meu pescoço. - Vai mesmo me matar? Eu posso ajudar você Jungkook...Você pode não ser conhecido como o homem que era dono de uma empresa milionária e sim conhecido como o maior traficante do mundo! - Ele tira a faca de meu pescoço e da uma bagunçada forte nos cabelos olhando para o chão. Ele respira fundo e levanta da cama.


 

Não diz nada...Apenas vai até a porta do quarto, abre com tudo e fecha com força. Respiro fundo com alívio e tento me soltar das cordas novamente....Mexo os braços e paro ao escutar gritos...tipo que um bate boca...Não dava para ouvir direito mas eram coisas como "Você está brincando comigo??" "Não precisamos dela!" "É algum truque  dessa vadia."...Coisa assim...Fico quieta e olho em volta. A porta abre entrando três homens. Um era Jungkook, Seokjin e outro Namjoon. Jungkook me olha.


 

Jungkook:Se você fizer merda novamente eu irei te matar sem dar assunto. - Dito isso ele faz um sinal para que os outros me soltem...Fico quieta.

 

Eu consegui entrar no psicológico dele, Jungkook...Quem agora está ferrado é você.



 


Notas Finais


Oioioi...não tem muito oq dizer SHUSHSUS só queria dizer que quando eu posto as vezes sai errado como "ma" mas na vdd eu queria escrever "na"...não sei se entendeu mas fds..eu to sempre procurando os erros pra arrumar SHUSHAUA desculpa...Enfim..espero que tenham gostado...2bjs 💕


Madrugada novamente...nada a declarar SHSUVSUS


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...