1. Spirit Fanfics >
  2. A secretaria- Fillie >
  3. Capítulo 04

História A secretaria- Fillie - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura ❤

Capítulo 4 - Capítulo 04


P.O.V. MILLIE

Eu saí da sala do senhor Wolfhard com o monte de papéis nas mãos...

Por um segundo eu pensei que o senhor Wolfhard ia me demitir e isso me assusto, por isso comecei a chorar...

Eu estou feliz de ainda ter o meu emprego, porém um pouco chateada por ter que aguentar o Sr. Wolfhard...

Ele disse que se quisesse me demitir, já teria demitido... E se ele não quer me demitir, porque me trata feito um lixo e pede para que eu faça coisas que ele sabe que não posso ou que não consigo fazer...

Eu balancei minha cabeça repentinamente para afastar todos esses pensamentos e então eu voltei até minha mesa, eu tirei cópias de todos os papéis que ele me pediu e logo em seguida eu os organizei por data, para ficar mais fácil para o senhor Wolfhard.

Eu bati na porta da sala dele, e ao ouvir um : "Pode entra", eu entrei fechando a porta logo em seguida.

- Aqui esta senhor Wolfhard , todas as cópias que o senhor pediu e eu as organizei por data para que fique mais fácil. - Eu disse enquanto colocava os papéis em cima da mesa dele...

- Obrigado senhorita Brown. Pode me comprar um café e muffins aqui na lanchonete da frente ?

Eu balancei a cabeça afirmando e ele me deu uma nota 50.

- Com licença.

Eu saí da sala do senhor Wolfhard e fui até a lanchonete, eu fiz o pedido do Wolfhard e voltei para o trabalho.

Eu deixei o lanche de Finn na mesa dele e voltei para o meu trabalho.













(...)

















P.O.V FINN

Eu saí do escritório para almoçar com Noah e Caleb, eles me mandaram mensagem dizendo que estavam me esperando em um certo endereço.


(...)


Depois de almoçar com os garotos, eu vou para a empresa...

Chegando lá dou de cara com Jacob rindo junto com minha assistente, Millie.

Eu não sei porque mas um sangue me subiu a cabeça .

-Jacob, o que esta fazendo aqui ?

Jacob me olhou e deu risada.

- Eu trabalho aqui idiota.

- Eu quis dizer no meu setor... Seu burro.

-Bem...Eu estava conversando com Mills, a minha assistente não é muito bonita, sabe ?

-Sei, contrataram ela para combinar com você ... Agora, vaza.

- Finn, eu não sei se você se esqueceu mas... A empresa também é minha.

-40% da empresa é sua e você  esta no meu setor, eu mando aqui... Então é melhor você  sair antes que eu te tire a força.

Jacob me olhou com descrença mas mesmo assim foi em direção ao elevador e quando eu percebi que ele já tinha ido, eu voltei meu olhar para Millie.

- Não fique de intimidade com o Satorios na sua hora de trabalho Millie.

- Sim senhor, perdão.












(...)





P.O.V. MILLIE

Eu estava terminando de fazer algumas planilhas quando o meu celular toca, era o número da minha tia...

Devia ser importante já que ela nunca me liga em horário de trabalho...

Eu olho para os lados e todas as funcionárias estavam entretidas, umas comiam, outras mexiam no celular, computador e etc.

Então eu atendo a chamada.

- Mills?

-Ava? Oi meu Amor, o que houve ? Aconteceu algo de importante? Eu estou no trabalho e não posso falar agora.

-A tia.

A voz dela saiu como um sussuro, talvez pelas lagrimas que eu tinha certeza que ela tinha derramado.

- O que houve Ava ? Aonde você esta ?

-No hospital.

-HOSPITAL? O que tá fazendo num hospital?Você esta bem?

- Acho que houve alguma coisa com a tia, ela caiu e não acordou mais, aí o tio chamou a ambulância que trouxe a gente para cá... Eu estava jogando no celular dela, quando isso aconteceu, eu tô com medo.

- Fica calma Tá? Eu vou falar com meu chefe e também vou ver se Sads pode me empresta dinheiro para que eu possa ir te buscar... Vai ficar tudo bem Amor, a tia vai ficar bem.

Eu desliguei a chamada e me levantei com as mãos trêmulas, eu já sentia lagrimas molhando a minha face.

-Sr. Wolfhard? - Eu tentei fazer a minha mão parar de tremer e bati na porta.

- Entre.

Eu entrei na sala dele que me olhou estranho.

- Porque está chorando?O que foi ?

- Eu...Eu... senhor...eu... desculpa, aí me desculpa. - Eu coloquei as mãos, ainda tremulas, no rosto para tentar limpar algumas lagrimas.

-Millie, se sente - Ele apontou para as cadeiras em sua frente, aonde eu sentei - O que houve? - Ele se levanto, pegou um copo de água e me entrego- Beba isto.

-A minha tia, a minha irmã.

- Para se enrolação e diz logo o que aconteceu...

- Eu acho que minha tia faleceu e a minha irmã está sozinha lá na minha cidade natal. Eu preciso buscá-la, por favor.

-Como você  sabe que isso aconteceu ?

Eu limpei algumas lagrimas e soltei um longo suspiro, já voltando a ter controle sobre mim mesma.

-A minha irmã, ela acabou de me ligar.

- E o que a gente converso sobre telefonemas em horário de trabalho.

- Eu Sei, eu Sei... Me perdoa por favor, eu preciso muito desse emprego, eu só atendi para dizer que eu não podia falar em horário de trabalho.

Finn soltou um suspiro e olhou dentro dos meus olhos, acho que era a primeira vez que ele fazia contato visual comigo desdo começo do ano.

-Certo, do que precisa?

- Só preciso que me libere,para que eu possa buscar minha irmãzinha.

Finn passou a língua pelos lábios e baixou seu olhar.

-Tudo bem! Mas não demore... Eu não posso ficar muito tempo sem uma secretaria.

- Tá bom, muito obrigada SR. Wolfhard.

-Denada, precisa de algo a mais? Meu jatinho particular para te levar e te trazer mais rapido?

- Ou não, eu não quero incomodar, Eu vou pedir para a minha amiga.

-Ta, então saia logo...

Eu agradeci mais uma vez, e sai da sala, eu sabia o quanto o SR. Wolfhard odiava dispensar funcionários mais cedo, ele sempre diz que cada um que esta lá, serve para algo porque se não servisse ele já teria demitido.

Eu peguei as minhas coisas e sai correndo... Não demorou muito para que eu chegasse na casa da Sadie, já que por ela ser rica, ela morava um pouco perto do bairro da Wolftorius.T ... Eu toco na campainha e logo sou atendida por Sadie, vestida um robe de seda roxo que provavelmente vale mais do que eu possa imaginar.

- Amiga, que surpresa.

- Sadie, eu preciso da sua ajuda... Por favor.

-O que houve?

- Acho que aconteceu algo com a minha tia, Ava me ligou hoje e disse que ela estava no hospital, se ela tiver falecido, como Ava disse, eu preciso ir buscá-la.

-No que você precisa de ajuda ?

-Você  pode me emprestar dinheiro?

- Oh Amor, mais é claro. Voc vai no meu jato particular... Só espera eu me trocar e aí nós vamos.









Notas Finais


Espero que tenham gostado do capítulo ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...