História A seleção - clace - Capítulo 32


Escrita por:


Notas do Autor


Oi oi gente

Estou tendo alguns problemas com o app que eu escrevo as fics, por isso não teve cap ontem.

Eu vou viajar no sabado e já aviso que as fics não vou ter tanta frequência por duas semanas. A maratona vai continuar até a fic chegar ao fim mas vou tentar trazer outras fics junto.

Capítulo 32 - Fugitivos


Capítulo narrado por clary fray 

Fico paralisada quando o guarda da um passo a frente, saindo das sombras.  Consigo ver seu rosto pela luz fraca no corredor.

- Não sabia que era o senhor, majestade - Diz fazendo reverência.

- Sebastian?- pergunto dando um passo para mais perto.

- Clary?- ele arregala os olhos e vê nossos dedos entrelaçados.

- O que está acontecendo, amor?- a voz aparece no final do corredor e vejo ela se aproximar com um sorriso. - Ah, meu deus! Príncipe Jace..

- Heide, vai para o quarto. - diz sebs preocupado.

- Amor? Espera..- Pisco confusa.  - Esse é o guarda que você falou?- pergunto

- O que?- Pergunta Jace me olhando. - Não estou entendendo nada

- Precisamos ir...- Travo a mandíbula. - Eu explico melhor depois.

- Temos um pouco de tempo- ele fala

- Cinco segundo ou menos...- Murmuro.

- Não é o suficiente ?- Jace franze a testa.

- Vou explicar rápido. - Falo. - Jace e Heide, eu e sebs já namoramos mas terminamos antes de eu vir para o Palácio. Heide e sebs, o príncipe não se importa no momento com quem você está namorando pois nós estamos apaixonados. Jace, os dois estão namorando. Sebs, eu e Jace estamos sendo caçados pelos guardas a mando do rei e precisamos fugir, agora!

O silêncio toma o ambiente e vejo apenas olhos arregalados e bocas entreabertas ao meu redor.

- Esse era seu ex?- pergunta Jace

- Vocês namoravam? - Exclama Heide.

- Fugitivos?!- pergunta Sebs

-Sim, sim e sim! - respondo.  - Agora precisamos sair daqui.

- Eu ajudo vocês - diz Sebastian.

- Tem certeza? - Pergunto o olhando

- Claro. Você ainda é minha melhor amiga, clary. - Ele sorri.

- Seu idiota!- vou até ele dando um abraço forte. - Vamos... -Me afasto indo até Jace que me da um sorriso carinhoso.

- por aqui. - Diz ele segurando minha mão e seguimos em direção ao esconderijo.

Tentamos ir o mais rapido que podemos e o mais silêncioso possivel, mas posso sentir que Jace está se segurando para não gritar de dor. As suas marcas vem a minha cabeça novamente e estremeço. Suas costas sagrando em carne viva e ele ainda tentando me proteger para fugirmos.

- Aqui... - Jace sussurra e quando percebo, estamos na frente da portinha que mal me lembrava. - Chegamos.

- Vamos tentar segurar os guardas no castelo. - diz heide.

- Tomem cuidado. - Fala Sebs.

- Obrigada. - respondo abraçando heide.

- Volta inteira. - Ela sussurra. Me afasto vendo seus olhos cheios de lágrimas.

- Não prometo nada. - Murmuro sorrindo.

- Estou ouvindo barulhos..- diz Sebastian

- Vamos. - Falo me virando e Jace abre a pequena porta.

- Estou muito agradecido. - Diz ele olhando para os dois e depois entra no pequeno corredor. A porta se fecha deixando tudo escuro.

Descemos até chegar a area de grama e saimos de frente para o lago. Vamos caminhando pelas areias escuras para perto do Jardim. Uma luz nos atinge e coloco a mão na frente dos olhos para proteger da luz forte.

- São eles!! - grita o guarda. Afasto a mão dos olhos.

- Eu ordeno que não se movam!! - Retruca Jace.

-O rei nos deu ordens para leva-los. -  diz outro guarda.

- Jace..- sussurro e ele se coloca a minha frente.

- Ai! Seu idiota! - Escuto a voz familiar quando um barulho de metal nos chama a atenção. O guarda cai na grama e atrás dele revela izzy com uma frigideira nas mãos.

- Mas o qu...- quando o outro guarda vai se virar, ela acerta a cara dele que se desequilibra caindo.

- izzy! - Exclamo

- Como nos encontrou?- pergunta Jace

- Fiquei sabendo do que tinha acontecido e vim direto para onde a saida secreta dá. - Ela explica

- Espera, como sabia da saida?- ele franze a testa.

- Alec tem um mapa do castelo. - Ela da de ombros
- Precisamos ir.  O rei pediu para que trouxessem vocês...vivos..ou não.- engulo em seco.

Quase duas horas de caminhada pela floresta depois, Jace está muito cansado e parece fraco.  Meu braço já começa a doer com a falta de adrenalina. Apenas apoio a mão boa no braço de Jace, tentando ajuda-lo a andar mais.  Vejo seus olhos abatidos e a pele palida.

-Estamos quase. - Murmura izzy. - Mais um pouco.

- Estou vendo uma luz. - falo olhando para a frente onde enxergo a iluminação.

- É o bairro! - Exclama ela, animada.

- Não consigo...- sinto o corpo de Jace pesando. - Clary...eu não..

- Jace?-tento segurar seu corpo mas ele é muito pesado.

-Ele está passando mal?- pergunta ela se aproximando.

-Ele es...- O corpo dele cai de lado na terra, desmaiando antes que eu o ajude. -Jace!!!


Notas Finais


Espero que tenham gostado


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...