História A Seleção ( Primeira temporada ) - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Visualizações 35
Palavras 3.256
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - Capítulo 03


||Jeon JungKook On||


Eram 07:50 da manhã, estava no campo junto de Misawa e em nossa frente estavam todos os Ômegas da seleção.

Olhei para o ômega Jimin que assim ao reparar que eu o olhava, corou abaixando a cabeça, hoje ele usava uma blusa de algodão branco de manga longa e que cobria o seu pescoço, sua bermuda era cinza e bem apertada mostrando a perfeição que era as suas cochas redondinhas.

- Eu sei que acordar cedo neste frio é ruim - Continua - Mas está manhã o Sr. Jeon veio tomar um belo café da manhã, mas, quem irá prepara-lo serão vocês - Todos começaram a murmurar e animados, eu? Bom, eu vou ter que comer umas 10 vezes, apenas isso - Ao lado de vocês tem tudo oque é preciso para um bom café da manhã, peguem as suas bandejas e caprichem.

Quando o velhote Misawa mandou o tumulto começou, era muvulco pra cá e pra lá, a única pessoa que eu prestava a atenção era no ômega Jimin, ele parecia despreocupado e olhava para os Ômegas que brigavam pela comida, de longe eu pude ver um baixinho sair do muvulco e caminhar alegremente para o lado do Jimin.

Pude ver que em sua bandeja tinha dois copos de leite, dois pães franceses que parecia recheado com presunto e moçare-la e uma maçã, ele caminhava alegremente na direção do ômega Jimin mas foi empurrado propositalmente por outro ômega que passava ao seu lado, estava ele mais dois Ômegas que riram.

Eu ia repreende-los mas fiquei estático ao ver oque aconteceu em seguida.


||Park Jimin On||


Grande merda, eu ia era arrumar um ótimo lanche era para mim, tinha tudo naquela mesa, quando o velhote falou para agente começar, eu até pensei em ir mas ai aqueles selvagens pareciam desesperados quando rodearam a mesa cheia de comida, Jhope como ele era pequeno entrou facilmente entre eles, eu até fiquei preocupado, mas quando vi ele sair com a bandeja com algumas comidas não resisti em sorrir em sua direção.

- Jimini, eu consegui - Fala animado caminhando em minha direção, estava quase no meu alcance quando alguém lhe empurrou fazendo a bandeja cair no chão, olhei sério para o ômega que fez isso que estava com mais dois atrás de si que dispararam a rir.

- Ops, perdão, eu não havia te visto - Falou sarcástico fazendo meu sangue ferver.

- Tudo bem, não foi nada - Jhope se agachou pegando as coisas que tinham caído, Há! Mas não está bem mesmo.

Me aproximei dos quatro e ajudei Jhope a pegar o restos das coisas, quando agente se levantou, olhei para a bandeja de cada um e sorri para o ômega que havia empurrado o pequeno, mandei Jhope colocar sua bandeja na mesa quando ele já estava longe foi minha deixa.

Cruzei os braços lançando um sorriso que não foi retribuído pelo embuste ruivo que empurrou o meu amigo, joguei uma das minhas pernas para traz e a joguei novamente para frente com velocidade, em um estante o embuste ruivo estava encharcado de chá e sua comida estava tudo no chão.

- Ops, desculpa - Me aproximei dele que recuou mas não tirou a cara de raiva - Meu pé tem vida própria - Caminho em direção do ômega que estava ao lado esquerdo do embuste e pego sua bandeja, ele ia protestar mas eu o olhei com um sorriso que apenas eu tinha, ele afastou e bufou.

Caminhei na direção do meu amigo que já havia deixado sua bandeja em cima da mesa e vinha se virando para mim, ele sorriu fraco.

- Você também conseguiu - Lhe estendo a bandeja que foi recusada - Não, é sua.

- Não é minha, o amigo do embuste ali lhe deu como um pedido de desculpas, pegue - Falo sorrindo ao ver ele sorrir e pegar a bandeja.

- E você Jimini?, sobrou algumas coisas na mesa.

Olho para a mesa vendo algumas coisas que sobraram, foi ai que eu tive uma brilhante ideia.

Deixei minha bandeja na mesa e peguei o pote de Sucrilhos, pego uma vasilha pequena mediana redonda e despejo um pouco do Sucrilhos dentro, pego novamente dois copos de leite e despejo na vasilha redonda, pego uma colher e deixo ao lado da vasilha. Volto onde o pequeno ômega estava vendo o grande sorriso em seus lábios ao ver minha bandeja.

- Agora que todos estão com as bandejas prontas, que o número 1 mostre o seu preparado para o café da manhã.

O primeiro ômega se aproximou e deixou a bandeja na mesa de frente do Alfa, ignorei aquilo tudo ao sentir um cheiro que eu amo... Café, olhei para a mesa vendo uma jarra de café e ao seu lado alguns copos, deixei a minha vez chegar para andar até a mesa e pegar dois copos de café, volto para onde o Alfa estava e coloco a bandeja em sua frente, ele nem examina a comida, da um grande sorriso e pega a colher para começar a comer.

Me sento na cadeira e pego o copo de café e dou um pequeno gole vendo o Alfa comer todo o Sucrilhos com o leite, limpou a boca com um pano fresco para depois pegar o copo de café e dar um gole.

- Você misturou as duas coisas que eu mais gosto - Sussurra me fazendo corar intensamente e sentir algo estranho na barriga, me levanto da mesa envergonhado deixando o alfa para traz sentado - Próximo.

Depois de vários minutos o último ômega se afastou da mesa do Alfa que suspirou aliviado, coitado deve ter engordado uns 40 quilo.

- Vocês fizeram um ótimo trabalho, a mesa foi reabastecida, mas agora é para vocês se servirem - Olhamos para a mesa que eu nem tinha visto que estava sendo reabastecida, e olhei com amor para o moce de morango e as barrinhas de cereais


>>Quebra de tempo<<


Hoje eu não podia estar mais entediado do que estou, nada nessa merda de mansão é emocionante, até as provas para os selecionados foi chata, tenho certeza que era um testa para ver alguma habilidade de nos, e claro, demostrei a habilidade de querer bater naquele embuste, se eu pudesse ia esfregar aquela cara cheia de creme no asfalto.

Quando estou entediado eu tento procurar algo pra fazer, e era oque eu estava fazendo hoje, caminhava pelos corredores dos quartos da outra ala, era onde o Alfa dormia, entrar pelo corredor e sentir o cheiro do Alfa me deixou mais curioso, havia um quarto que exalava o cheiro do Alfa, então eu entrei apenas com a cabeça, certificando que ele não estava, entrei no quarto e observei todos os lados.

No meio do quarto tinha uma cama bem grande com lençóis vermelhos, um guarda roupa ao lado esquerdo e uma enorme estante de livros na direita, eu estava prestes a fuçar a estante quando vejo um retrato pendurado na parede quase ao meu lado, nela estava um retrato de uma mulher muito bonita, seus cabelos eram cacheados em um loiro atingido e seus olhos azuis como as águas cristalinas, aquilo me deixou mais curioso ainda.

Por que no quarto do Alfa líder tem um retrato de uma mulher escrito " Love "

Estava prestes a mexer nas coisas dele quando ouço o barulho de pés na escada, deixei o quarto, olhei desesperado para os lados tentando encontrar algo que eu possa me esconder, rapidamente me escondi atrás de uma enorme planta que tinha um cheiro estranho, quando a pessoa passou pelo corredor pude perceber que era uma mulher, certamente uma camareira do próprio Alfa.

A mulher olhou para os lados me fazendo trancar o cu, ela deu de ombros e saiu caminhando novamente entrando em um quarto, essa foi a minha deixa de sair correndo de onde eu escondia, desci as escadas correndo e parei na sala vendo que Jhope estava vendo TV juntamente com alguns Ômegas. Caminhei vagarosamente sem fazer barulho para não chamar a atenção deles, estava quase no pé da escada da minha ala de quartos quando alguém chama meu nome.

- Jimin? - Olhei para a pessoa fazendo eu quase engasgar com minha própria saliva.

- Suga? Meu Deus Suga é você - Falo correndo para poder abraçar meu amigo, eu não devo ter mencionado mas, Suga é um alfa.

- Idiota - Recebo um tapa na cabeça me fazendo gemer e massagear o lugar onde doía - Como não me falou que você ia participar da seleção de Ômegas para o líder da alcateia?

- Ashi Suga, meu Omma me fez prometer quando eu estava bêbado, agora estou esperando eles me eliminar, você sabe que eu não me encaixo em ser ômega obediente e certinho.

- É oque eu penso - Vejo ele olhar atrás de mim e sorrir, olho para onde ele olhava vendo meu amigo Jhope que nos observava, ou melhor, observava o Suga - Quem é a gracinha?

- Um amigo que eu conheci aqui na seleção - Falo sorrindo sapeca para ele, imediatamente eu soube que ele havia se interessado pelo ômega - Jhope venha cá.

Vejo o ômega apontar para si mesmo e se levantar envergonhado, ele caminha até nos e para ao meu lado.

- Sim Jimini.

- Hope, esse aqui é o meu melhor amigo, Suga, Suga esse é o Jhope, meu novo amigo - Falo lhes apresentando, Suga da um sorriso meigo e puxa a mão do ômega que se assusta vendo ele beijar sua mão.

- Um nome bonito para um ômega bonito - Galanteador do inferno, Suga sempre foi assim.

- P-prazer em... - Fomos interrompidos imediatamente por uma voz atrás de nos, nos viramos para a pessoa vendo o Alfa líder nos olhar sério.

- Quem é você? - Ia me pronunciar antes que algo sério acontecesse quando Suga da alguns passos para o lado do Alfa líder e se curva em uma reverência.

- Me chamo Min Yoongi Sr. Jeon, estou aqui para ver meu amigo Jimin - O olhei erguendo uma das sobrancelhas, dez de quando Suga é formal?

- Amigo de um dos meus selecionados? - Questiona me olhando e depois olhando para mim - Não me informaram sobre um dos meus selecionados terem uma visita hoje... tudo bem, seja rápido.

Suga confirmou e vimos o Alfa líder passar por nos, ele estava muito sério e parecia atento para todos os lados. Olho para Jhope que se afastava e puxo Suga para irmos até a cozinha, de lá deparamos a conversar e Suga não parava de fazer perguntas sobre o meu amigo ômega, logo ia escurecendo e Suga teve que ir em bora, estava prestes a ir para meu quarto quando vejo Jhope ser barrado por um trio de Ômegas na entrada da escada.

- Hey - Falo ao me aproximar deles - Está atrapalhando o caminho do meu amigo, anda Jhope, temos que tomar banho antes do almoço.

- Ele não vai passar até nos contar sobre o Alfa que veio aqui hoje - Fala um deles se aproximando do meu amigo que se encolheu.

- Ele veio me ver, ele é meu amigo para a informação de vocês - Empurro eles para o lado e puxo o ômega que estava encurralado - Se tem algo para perguntar, pergunte a mim, e você vá pro quarto para tomar banho - Jhope confirma se virando.

Fizeram um monte de perguntas idiotas, tipo, se ele gosta de sexo selvagem e eu lá vou saber se aquele galanteador de uma figa gosta disso, eu já estava cansado, então deixei eles falando sozinhos, entrei no meu quarto e fui direto pro banheiro, eu apenas pretendia tomar um banho e me deitar, foda se o jantar, eu só queria a minha cama.


||Jeon JungKook On||


Eu estava preocupado, primeiro eu descobri pelos meus seguranças que tem um Alfa que fica de mau intenção para cima dos meus Ômegas da seleção, e segundo eu não vi Jimin no jantar, perguntei para os Ômegas mas ninguém soube responder, depois do jantar eu subi para o quarto onde os Ômegas estavam hospedados e bati na porta onde o cheiro que eu reconhecia ser de Jimin exalava, mas nada veio abrir a porta, preocupado eu a abri e apertei os olhos ao ver a cena.

Jimin estava na cama sendo pressionado de barriga para baixo, suas duas mãos estavam sendo presas atrás de suas costas pelo Alfa que eu reconheci na hora, ele estava prestes a tirar a calça que usava. Rosnei com raiva vendo que havia chamado a atenção do Alfa que se assustou largando as mãos do ômega.

Estava prestes a avançar quando vejo o Alfa ser empurrado fazendo o mesmo cair no chão, Jimin se levanta e chuta a cabeça do Alfa com toda sua força fazendo ele bater a cabeça na parede resultando em um desmaio, Jimin saiu da cama e ia para cima do Alfa, já desmaiado, corro em sua direção lhe agarrando o pulso para impedir que o mesmo avançasse no Alfa, ele merecia mas seria melhor leva ló para ser julgado do que mata lo.

- Me solta, eu vou matar esse desgraçado - Puxei ele para os meus braços que foi recusado na hora, mas o segurei com um pouco de força para não escapar, logo ele parou de se mexer e começou a soluçar com o rosto escondido em meu peito, eu sabia que ele estava chorando.

- Levem ele daqui, e o prendem, irei cuidar dele mais tarde - Falo vendo meus seguranças pegar o homem desmaiado no chão, quando todos já haviam ido, me afastei um pouco do ômega que virou o rosto evitando que eu o olha-se - Você está bem? Ele te tocou? - Ele negou com a cabeça e não disse mais nada, apenas se afastou de meus braços fazendo meu corpo querer mais contato com o dele.

- E-eu estou bem - Sussurra indo se deitar na cama mas eu o impeço segurando sua mão.

- Vamos para a cozinha, come algo ai você pode voltar quando quiser - Falo ao lembrar que ele não havia jantado hoje, ele só firma e pega o casaco que ele usava no primeiro dia que o vi, só agora eu tinha percebido as roupas que usava, ele estava com um short preto que ficava colado em seu corpo e uma blusa rocha de manga longa. Quando meus olhos pararam em suas pernas grossas, uma delas era cheio de tatuagens, ergui a sobrancelha e ao perceber ele arregalou os olhos e tentou esconder as pernas com o casaco.

- E-eu... - Interrompo sua fala sorrindo carinhosamente.

- É o primeiro ômega que vejo com tatuagens, elas ficaram lindas em você - Falo olhando para seu rosto que se suavizou e corou, ele passa as mãos no cabelo demostrando vergonha com tau fala.

- O-brigado, m-mas não eram para v-você ter visto, agora você acha que eu sou um...

- Como eu falei, elas ficaram lindas em você - Me aproximo dele que não se afastou e lhe aquerencio o rosto vendo seus olhos me olharem e seus lábios formarem em um sorriso vergonhoso - Eu não me importo em você ter elas e ser diferente, eu estava cansado de ver tanto Ômegas iguais, com mesmas formalidades e atitudes, você me deixa muito curioso Jimin.

- O-obrigado, eu acho.

Nisso agente foi para cozinha, tentei preparar algo para ele comer mas riu ao ver meu desespero quando a carne começou a queimar, ele se aproximou abrindo a geladeira tirando de lá a cartela de ovos, o leite e mais algumas coisas que ele colocava em cima da mesa.

- Desculpa, eu não me dou bem cozinhando - Falo envergonhado vendo ele abrir um sorriso e pegar uma vasilha.

- Tudo bem, hoje você vai provar minha torta de frango - Ele coloca o avental e começa colocando a farinha na vasilha, eu o olhava como um bobo, ver ele cozinhando fazia meu peito se aquecer de um jeito que me assustava.

O tempo se passava e conversávamos distraídos, agradeci mentalmente ao fazer ele se esquecer do que tinha acontecido, ver o sorriso em seus lábios passou a ser algo que eu sempre quero ver nele.

Quando o forno apitou Jimin pegou um pano para poder tirar a torta, quando o cheiro atingiu meu olfato, minha boca se encheu de água, em um prato ele colocou um pedaço de torta e estendeu em minha direção.

- Meu Deus, isso está muito bom - Falo ao colocar um pedaço em minha boca.

- O-obrigado - Disse pegando um prato com um pedaço de torta se sentando em minha frente.

- Porque decidiu se tatuar? - Pergunto ao beber um pouco de suco.

- Eu sempre fui muito revoltado, não gostava de como a sociedade tratava um Ômega, para eles Ômegas tinham que ser obedientes e objetos de satisfação sexual de um Alfa - Ele faz uma pausa para comer e volta a falar - Meu Omma foi abusado por um Alfa que estava no cio, ele ficou muito destruído psicologicamente mas nunca culpou esse Alfa, dizia que era a natureza dele e que ele não sabia oque estava fazendo.

- Então eles se casaram?

- Não, o Alfa abandonou meu Omma, ele ficou arrasado mas quando descobriu que estava grávido de mim jurou cuidar de mim e me amar, essas tatuagens, cada uma tem um significado - Observei ele levantar a mão e mostrar seus dedos tatuados escrito " Love" - Essa foi a minha primeira tatuagem, ela significa o amor que meu Omma e eu sentimos um pelo outro, quando eu o mostrei, ele quase surtou.

- Esse Alfa, nunca voltou para saber como você estava? - Pergunto vendo ele negar.

- Ele não sabe que eu existo, e seria bom que continuasse assim, eu de nenhuma madeira irei perdoar ele.

- Intendo, mas é seu Omma? Você já o perguntou se ele sente algum sentimento por esse alfa?

- Não seria possível, esse desgraçado abusou dele - Vendo sua reação, eu me calei - Se um dia ele aparecer, eu vou castrar ele e enfiar as bolas dele no...

- Calma - Falo rindo vendo ele gesticular - Sua linguagem, seu jeito, é totalmente diferente, isso faz minha curiosidade sobre você aumentar mais ainda - Ele riu envergonhado olhando para mim.

- Você também é estanho, pensei que se descobrisse sobre minhas tatuagens, a primeira coisa que faria seria me eliminar e me expulsar de sua casa - Nego sua fala.

- Eu nunca faria isso com uma pessoa adorável - Ele cora violentamente e se levanta da mesa.

- E-eu vou me r-recolher, boa noite - Fala aos gaguejo se virando para sair da cozinha.

- Espera! - Me levanto e caminho em sua direção - Vou lhe acompanhar até a sua ala - Ele confirma e caminha ao meu lado totalmente calado, quando paramos em frente as escadas que levava até seu quarto me virei a ele que estava prestes a se virar para as escadas - Durma bem Jimin, nos vemos amanhã.

- Nos vemos amanhã - Puxo ele e lhe beijo a bochecha que ficam em um tom avermelhado rapidamente.

Ele se vira e sobe as escadas correndo me deixando para traz com um sorriso bobo nos lábios.

Oque você está fazendo comigo Jimin, penso ao sentir meu coração se acelerar e meu estômago se revirar.


                                                    Contínua...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...