1. Spirit Fanfics >
  2. A seleção ( BTS ) >
  3. Mesmo se...

História A seleção ( BTS ) - Capítulo 21


Escrita por: e Avva


Capítulo 21 - Mesmo se...


~~~


O Som do tocar de seus sapatos ao encontro com o chão era a única coisa da qual poderia se ouvir naquele corredor vazio , Dahyun nunca estivera tão desconfiada em sua vida ao ponto de seguir alguém.


Mas em seu pensar apenas se passava uma única coisa " Se ele é mesmo um guarda , porque estaria indo em direção oposta das coordenadas dessa noite "


Na virada do corredor Dahyun percebeu que ele seguia para a ala médica do Palácio, sem ao menos notar que estava sendo seguido , ou talvez não tivesse tempo para notar mas era melhor tomar medidas precavidas.


- oh Sinto muito. - Disse a mesma passando rapidamente pelo homem do qual achava suspeito , bem se ele fosse mesmo um espião ou um rebelde não teria motivos para mata-lá já que nem atenção ela pareceu lhe dar  fora que chamaria ainda mais atenção.


Assim que Dahyun virou o corredor , se abaixou sobre a parede prestando atenção sobre o objeto que estava caído " acidentalmente no chão " enquanto havia se esbarrado no "soldado" estava ali , um pequeno espelho usado para sua maquiagem virado no ângulo perfeito para que pudesse ver as ações do homem.


- O que está fazendo? - A jovem levou um susto quando se deparou com uma voz um tanto irritante e conhecida para a mesma .


- Shii.....Sana, abaixe-se...- A mesma teria vários motivos para gritar e fazer o oposto do que se fora pedido mas resolveu direcionar seu olhar pra frente , o que não deu um resultado melhor do que isso.


- AAAHH.... - o grito de surpresa foi alto o suficiente para poder chamar a atenção de qualquer pessoa que estivesse ao menos a dez metros de distância - D-Dahyun....a-quilo é sangue ?

Embora fosse evidente que provavelmente Sana não fez de propósito o olhar julgador de Dahyun logo fez com que ela ficasse com medo do que estava acontecendo . Mas pouco Dahyun conseguiu fazer ao ouvir passos se aproximando , ele iria matalas se pudesse , quanto mais mortes mais silêncio 

-....Droga! Corra Sana , corra - Gritou Dahyun dando uma última olhada para o espelho jogado no chão encontrando a imagem de dois guardas caídos no chão juntamente com gotas de sangue no reflexo do espelho.


~~~/


- Assim? Assim como querida ? - Perguntou Jimin em dúvida - Ele parecia tão intimidador daquela forma como se soubesse jogar um tipo de jogo que até agora foi desconhecido por mim.


- Q-Quero dizer....b-bem , porquê quer tanto que eu o beije ? - Perguntei sem mais nem menos, como poderia simplismente me sequestrar e pedir que eu o beije e não ter nada nem um soco na cara como resposta? Ao menos uma pergunta óbvia teria que ser feita.


- Se quer esconder seus pensamentos é melhor melhorar essa cara - Disse o mesmo depois de analisar melhor minha feição e  ver meu tom leve de fúria misturado com sarcasmo - Apenas , não quero que vá embora...parece injusto.


- Porque pareceria injusto? - Bem, ao menos minha raiva de cinco minutos atrás teria se transformado em dúvida real nesse momento.

Jimin parou para analisar o local uma única vez com uma corrida rápida de olhar juntamente com um leve suspiro cansado e exaustivo,  talvez não conseguia mais suportar seu próprio silêncio , talvez tudo aquilo fosse de mais pra ele


- Bem...Os olhos do príncipe se iluminam quando você invade suas vistas...ou seu coração que bate mais forte quando você se aproxima cada vez mais, seu cheiro que invadem todo o seu espaço pessoal deixando sua pele emitindo calor quando pensa em você , gotas de suor causada pela ansiedade de quando não sabe como você está, aonde está. Acha que seria justo se você simplismente fosse assim? Está gravado seu nome no corpo dele em todas as suas reações, em todas suas partes , em toda sua essência e DNA, não pode ir embora Como se fosse só você , como se fosse cada um por si.


seus olhos estavam profundamente conectados com os meus como se fossem uma confirmação de que o que ele tinha dito era a mais pura verdade em todo o século...mas não entendo como....como...


-...Como pode afirmar tudo isso sobre Yoongi ? - A dúvida estava um pouco eminente mesmo que seus olhos ja dessem a resposta.


- Yoongi? Bem sem duvidas ele sente algo por você, mas não creio que seja tão intenso , não ainda, não com você. - Mas...O quê?


- V-você...mas você disse que o....príncipe - Oh meu Deus , e se....como não percebi antes ? Os olhos. Cada vez mais brilhosos quanto mais eu invadia seu campo de visão iluminado apenas pela luz da fogueira , oh como brilhavam  pareciam a luz da lua no meio de um céu noturno nublado e sozinho


- S/N...- Com um gesto simbólico de silêncio seu cessar foi eminente, avancei lentamente minha mão para mais perto dele , mais perto do contato de sua pele. Se fosse verdade mesmo precisava sentir , precisa me aproximar


Assim que...encontrei contato por de baixo de sua blusa pude finalmente sentir não só sua respiração desconpensada mas como seu coração acelerado em batimentos fortes , olhei novamente em sua direção que se concentrava ao ponto de ligação entre nossas peles


- Você é quente - soltei enquanto meus dedos deslizavam pela sua pele que vibrava e arropiava cada vez que ousava muda-los de lugar.


-...Você - olhei para seu rosto mais uma vez , enquanto ele se inclinava para passar a mão sobre a lateral do meu rosto chegando a massagear meus cabelos de leve com o polegar em minhas madeixas -...Você me faz quente.


- Está mesmo se declarando para mim agora Jardineiro ? - Seu sorriso se tornou parte do momento quando ouviu o apelido que há muito tempo fora esquecido


- Não, Eu não preciso , você vai descobrir sozinha.


- E quando eu descobrir? Como seria ?


~~~

Naquela mesma noite quando o príncipe descerá para interrogar os suspeitos alguns minutos mais cedo. O tempo pareceu se esgotar 


- O que está acontecendo? - Perguntou o Herdeiro do trono quando alguns de seus guardas estraram no calabouço em que ele interrogava seus prisioneiros que aparentemente alegavam não ter nada a contar.


- Senhor , precisamos que entre em uma dessas celas agora. - Disse um dos guardas presente


- O que ? Porque ?


- Os sulistas senhor! Um deles esteve aqui no castelo , e como previsto....O alvo foi a familia real ?


- Como? Minha mãe a-aonde ela está ?

- A rainha está sobre proteção em um dos esconderijos do castelo , só precisamos esconder você, pensamos em colocá-lo como um prisioneiro já que um dos lugares mais próximo pra se esconder é um pouco longe daqui.


- Não , não irei entrar junto com os prisioneiros. - Todos eles teriam um motivo para fazer algo com o Príncipe, pensou o mesmo.


- Senhor por favor , precisamos que fique seguro. Vamos manter os guardas aqui com você , entre em uma das celas vazias por favor.

- Mas e o rei ?  - Perguntou um dos prisioneiros , ou melhor perguntou robin se escorando na grade.

- O rei está morto -  A resposta do outro guarda foi como uma queda para todos presentes até mesmo para os prisioneiros,  nunca teriam imaginado quando esse dia chegaria 

- senhor! Precisamos protegelo agora você será o próximo rei. Agora entre antes que....


Sem aviso prévio nenhum um alarme sobre o Palácio começou a tocar como os que costumam tocar em casos de emergência, e o príncipe acabou que foi parar na cela mais próxima que seus soldados puderam o colocar.....

......Mesmo se a mais próxima fosse sobre as dos inimigos mais recentes.




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...