1. Spirit Fanfics >
  2. A Seleção de Ahren Schreave >
  3. Alianças

História A Seleção de Ahren Schreave - Capítulo 16


Escrita por:


Notas do Autor


Oieee hoje o capítulo não está com muitas palavras, mas está decente. - Considerando o último - Bom, eu tenho estado em uma correria com a minha fanfic imagine e como está está na reta final e aquela no comecinho eu comecei a embaralhar tudo na cabeça ai eu precisei de uma pausa. Mas já está aí.

Como uma leitora pediu e um pedido de vocês é uma ordem. Eu vou fazer um especial e queria saber a opinião de vocês, qual personagem vocês querem que faça o pov no próximo capítulo? Eu tenho umas idéias, mas acho que vocês que deveriam escolher. Mas enfim fica por conta de vocês, boa leitura.

Capítulo 16 - Alianças


Fanfic / Fanfiction A Seleção de Ahren Schreave - Capítulo 16 - Alianças

- Você tem noção do que nós fizemos? - O loiro já havia se levantado e se vestido. A morena ainda estava sobre a cama, diferente dele que estava todo preocupado ela estava, rindo? Ahren mal podia acreditar no que ele estava vendo.

- Óbvio ou será que eu fui a única que não cabulei a aula de biologia básica? Ahren... Que feio. - O mais velho revirou os olhos e fez careta.

- É claro que eu não cabulei as aulas. Mas, como você pode estar tão calma... Nós... Você era..

- Ahren! Você está surtando, se acalma. Eu não sou nenhuma menininha, não fez nada contra minha vontade. Agora se veste e vaza daqui, que eu preciso me arrumar então xô! - Ela se levantou enrolada no lençol

- Espera pra ver seu estado. E você vai querer surtar - Despachou o loiro, ela não podia estar tão ruim. Ela esperava que nenhuma selecionada o visse saindo de seu quarto naquele estado, bom, cabelo bagunçado, roupa amassada e vestida as pressas. De qualquer modo, ela também não devia satisfação a ninguém, era a vida dela, ela podia fazer o que ela quisesse.

Margareth, foi tomar um banho e se arrumar. Aquela noite havia sido agitada, ao se olhar no espelho deu um grito que rapidamente foi abafado. eu pescoço estava inteiramente marcado, e sua cintura e barriga também, até os pulsos não resistiram a noite intensa com o príncipe. Ela mal podia acredita no que estava vendo, como iria disfarçar aquilo tudo? A boca havia um pequeno machucado, provavelmente ela havia a mordido na tentativa de abafar... esquece. A questão era... E agora? Como ela ia disfarçar tudo isso?

- Ahren... Eu vou te matar! - Ela tomou um banho e tentou cobrir aquelas marcas com base e pó e afastou as criadas, apesar de confiar nas meninas ela, não queriam que as pessoas ficassem sabendo de quaisquer intimidade que ela tivera com o príncipe. A jovem estava tão absorvida de todos aqueles pensamentos, que se esqueceu da busca pelo vestido perfeito, infelizmente quanto mais ela procurava, mais ela ficava confusa. Seus vestidos em sua maioria, teciam longos decotes e nunca cobriam o pescoço. Mas ela achou um azul celeste fininho, levemente transparente. Cheios de babados, cobriu perfeitamente todas as marcas de seu corpo.

Ela saiu e foi pro café da manhã, foi intensamente elogiada. Aquele vestido havia ficado radiante nela e só de pensar que sequer o teria usado se seu corpo não precisasse ser totalmente coberto. Ahren havia soltado um risinho debochado, era óbvio que ele estava guardando comentário. Ele havia me deixado toda marcada e agora estava achando engraçado, eu ter que "improvisar' uma solução pra um problema que ELE causou. Eu não estava irritada, mas ele podia ter pegado um pouquinho mais leve.

Após aquele horário, a morena preferiu ir pra um lugar mais calmo, desde o dia da eliminação de Valentina, que ela sabia que tinha sido muito mais que merecida, havia se afastado das outras selecionadas. Era impossível conviver com todas aquelas acusações que apesar do tempo pairava no ar. Ela havia entrado na sala de pintura e lá estava a francesa nojenta. "Ah não, não mereço esse encosto." Pensou a morena já revirando os olhos. Ela passou por ela e foi direto até um dos cavaletes... iria ignorar a aquela vaca o máximo que ela podia.

- Se afaste de Ahren. - ai.. respirei fundo e me virei pra ela com a minha pior cara deboche. 

- Ah achei que você era a única dona coração dele. Ops... não é não, sou eu. Então se afaste você do Ahren.

- Você não será uma boa rainha, é sarcástica, egocêntrica, narcisista. Todas as características que não fazem o perfil de uma rainha.

- Falou ela a Madre Teresa de Calcutá, ai deus dai-me paciência, me desculpa ai se eu não sou formada na arte da frescura no rabo.

- Olha aqui non me ofenda! Eu e ele temos une histoire, não vai acabar por conta de uma mera... plebeia.

- Querida a única coisa que posso fazer é lamentar. Agora se já acabou, faça o favor de retirar. Antes que eu mesma resolva fazer o trabalho.

- Ahren não sabe a cobra que você é! - Ela apontou o dedo pra minha cara me fazendo rir.

- Querida, nunca subestimei a sua capacidade de piorar a situação, mas assim. Você está desesperada, é compreensível, dado a sua capacidade emocional ser muito instável - Ela me olhou confusa. - Ops, eu vou ter que traduzir não é. Ex insuportável. Saí logo!

- Ahren ainda me ama. Minha mãe está a caminho pra resolver tudo, vou me casar com ele, quer ele queira ou não. - Meu queixo caiu, menininha filha duma égua.

- SAÍ JÁ! - Fui pra cima dela com tudo, ela devia estar blefando. A cobra aqui era ela. Vaca!

Ela saiu me deixando muito irritada, eu descontei toda a frustração no quadro que mais parecia que eu tinha só tacado tinta naquilo tudo, eu queria descontar toda a raiva que eu estava sentindo contra aquela francesinha nojenta que me irritava tanto, mais tanto. Saí de lá na base do ódio, hoje eu não queria encarar mais ninguém muito menos Ahren.

O que ela quis dizer com ele queira ou não? Ele seria obrigado a casar com ela por exatamente quais motivos? Nada poderia ser pior do que ficar imaginando, na pior das hipóteses os dois Estados entrariam em guerra, na menos pior ela estaria grávida e na mais tranquila ela só estava me provocando, que era a que no fundo eu menos acreditava.

Retirei o avental e fui até o Salão de Mulheres, talvez por alguma sorte Eadlyn estivesse lá e pudesse me ajudar. Na pior eu ia conseguir outra briga quentinha diretamente do forno. Desde a última briga eu tinha evitado ficar lá com elas com sorte Helena não estaria tão mais irritada, ela precisava de uma amiga. Quando entrou no cômodo todos os olhares foram até ela, não tinha mais ninguém lá, além de Emma e Helena.

- Preciso de ajuda. – Falei e os olhares de ódio cresceram em um nível. Elas estavam muitíssimo irritadas. – A rainha da França esta vindo pra cá, a Seleção está no fim e... pelo que parece vamos rodar de vez Emma.

- O quê? Mas... Ela não havia deixado a filha participar?

- Sim, mas... Ahren, eles terminaram de vez faz umas duas semanas e ontem... Eles conversaram sobre isso e... rolou uma recaída.

- Como você sabe?

- Ahren me contou, bom não precisamente. Mas pelo que parece a coisa continua igual. Só que agora a coisa ruim veio me intimidar e soltou a bomba, na melhor das hipóteses ela está mentindo, na pior... Ele vai se casar com ela. – Elas estavam com as bocas abertas, até Helena que não tinha mais nada a ver com isso.

- Isso é injusto! Nós demos o nosso melhor pra ela vir aqui com o poder de rainha dela, e foder tudo? – Emma parecia definitivamente irritada. – Eu sei que ele não me ama, mas agora eu finalmente tive uma chance.

- Eu posso perguntar pra Ahren, mas ele está dando pra esconder coisas. Principalmente quando envolve a lacraia da Camille.

- É, agora você é uma mera mortal, não é? Já não é mais a queridinha dele.

- No final das contas se eles se casarem você vai voltar a ser uma mulher normal, não estará mais acima de tudo e de todos. – Helena me olhou cruel.

- É... bem provável que sim. – Ele me esqueceria rápido, até por que eles haviam tido uma história. – Eu não vou perder meu loirinho pra aquela francesa meia boca nem a pau! E só tem um jeito de conseguir isso.

- Querida, nem se você estivesse grávida. Ela é a rainha da França.

- Eu tenho você querida. Ou esqueceu que será a princesa da Itália? – Olhei pra elas. – Nós temos além de nós mais 31 garotas... 31 garotas que estão hiper mega em alta nas mídias e com sorte teremos Eadlyn ao nosso lado e mais 35 ex-selecionados. Eles quebraram a regra da Seleção, ela não tem permissão pra estar aqui, somente cidadãs de Illéa podem concorrer ou seja ela está fora da jurisdição da mãe. Está na hora das selecionadas se unirem. Se acontecer o pior...  Seremos ex-selecionadas, mas não sairemos daqui sem dignidade.  

- Odeio você pelo que fez com Valentina, odeio você por muitas coisas, mas dessa vez vou concordar com você. Não é porque ela é uma puta rainha que vai quebrar a gente. Agora é esperar.

- Se posso aceitar perder ele pra você Emma, mas pra aquela francesa, ah eu não aceito mesmo.

- Idem, Margareth.

E mais uma vez estavam elas ali se unindo pra derrubar a tirana loira com sotaque francês. Ninguém poderia derrubar aquele grupo, elas iriam levar Ahren nem que fosse amarrado pro Altar, mas não perderiam pra presunçosa e arrogante Camille de Sauveterre, a princesa herdeira da França. 


Notas Finais


Oie, quem aqui aumentou o ódio pela princesinha nojenta, mas falsa que aquela lá só duas dela. Mas as selecionadas ainda vão colocar ela no lugar dela, bom assim espero. Vou colocar o link do vestido que eu achei muito lindo ksksks

Vestido: https://pin.it/4ajT9tg


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...