1. Spirit Fanfics >
  2. A sereia de jungkook >
  3. Praia

História A sereia de jungkook - Capítulo 3


Escrita por:


Capítulo 3 - Praia


Soltei a respiração que nem notei ter prendido quando ele passou pelo meu lado, infelizmente - ou nem tanto - estava acompanhando pelo amigo, que eu tinha quase certeza de quese chamava ParkeJimin.

Os dois eram muito bonitos, mas Jeon sempre me chamou mais a atenção. Nem mesmo sabia o porquê, mas esse homem tão peculiar mexia com a minha cabeça e nem mesmo me tocava.

Ah! O amor adolescente...

Tão catastrófico.

Pelo menos não havia me visto, ou me reconhecido. Seria estranho iniciar um diálogo com ele agora, e pelas vestimentas, os dois estavam indo também para a praia.

Talvez encontrar o resto do grupo de amigos que sempre andava junto.

Droga! Vou ter que saltar do ônibus um ponto depois...

A viagem foi até confortável. Os meninos não pareciam saber que eu estava ali, e se sabia eram ótimos atores.

Não os julgava, não éramos amigos era bormal ignorarem minha presença. Mas a beleza de um sereia sempre foi um problema para nossa camuflagem.

Quando o ônibus parou no primeiro ponto para a praia, eles não deram sinal de que iriam saltar. E isso me alarmava.

Se eles não descessem no próximo ponto, teríamos que descer juntos no terceiro, e se ficassemos lado a lado, talvex percebesse quem eu era.

Logo no segundo eles levantaram.

Sorri para mim mesma relaxando os ombros. Quando o ônibus parou, nem mesmo me dei ao trabalho de olhar, pensei que já tinham ido embora.

Me levantei e fui até o fim do corredor estreito, gesticulando com a boca a letra de uma música qualquer.

Mas quando levantei a visão, dei de cara com o rosto bonito me fitando. Os olhos castanhos, quase pretos focados intensamente nos meus azuis.

O vi abrir a boca para começar a falar, mas corri direto para fora, quase tropeçando em meus próprios pés quando corri pelos degrais altos.

Passei a andar rapidamente pela estradinha mal feita, sem olhar para trás e ter a infeliz coincidência de que ele me chamasse.

Não parei de andar até chegar pertos das pedras que tinham. E tomei folego pela caminhada. 

- Droga s/n...

Disse pra nim mesma. Minha garganta quase arranhada pela falta de ar , me apoiando na superfície quente e rochosa que estava perto dágua.

Não havia sinal de qualquer pessoa na região. Apenas por uma garota que tomava Sol e nem notado minha presença tinha, e um senhor que cuidava de uma lojinha ali perto.

Coloquei a mão no rosto, sentindo os raios de sol tocarem minha pele.

Nem uma nuvem se quer pairava no céu azul. Os coqueiros que ficavam perto da estrada dançavam e faziam pouca sombra, e somente o som das aves e das ondas do mar se quebrando tinham presença.

Caminhei em direção a parede de rochas que formavam uma gruta, as algas que cercavam toda a extensão cavernosa só deixava um ar mais bonito -na minha opinião - e até aconchegante.

A água salgada chegava perto de entrar, e sabia que subiria quando a noite chegasse. Mas não era problema. Sabia que em algum lugar deveria ter uma pedra maior que a água não alcançaria.

- Finalmente... Essa caverninha é até bonitinha. - analisei.

Olhei para o mar a minha frente e comecei a descer a alça de meu vestido. O tecido caiu de meu corpo e o recolhi, deixando na pedra alta que encontrei.

Minhas mãos estavam realmente ressecadas, que horror.

Coloquei a cabeça um pouco para fora das paredes, e vendo que ninguém me interromperia, corri para a água me submergindo nas águas claras.



Notas Finais


No próximo ein...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...