1. Spirit Fanfics >
  2. A Serpente e o Leão - Scorose (GRCPNR - Temporada II) >
  3. Última petala

História A Serpente e o Leão - Scorose (GRCPNR - Temporada II) - Capítulo 72


Escrita por:


Capítulo 72 - Última petala


Fanfic / Fanfiction A Serpente e o Leão - Scorose (GRCPNR - Temporada II) - Capítulo 72 - Última petala

POV Thiago

Meu mundo estava colorido depois de uma longa tempestade, nunca diria que estaria casado e quase pai no meu último ano em Hogwarts, Key tinha me tornado um homem melhor e estava ansioso pela chegada de nossos filhos. Era uma rotina pesada, mas tinhamos muita ajuda de nossa familia. Era meu último ano e intensifiquei os treinos para conquistar algum espaço como apanhador em um time oficial.

Precisava sustentar minha familia, sabia que nunca passariamos necessidade caso não conseguisse pelo apoio que tinha da minha familia e amigos, mas queria dar orgulho para meu pai e Key. Ela tinha uma capacidade incrivel de enxergar o lado bom de todos, adorava acordar ao lado dela todos os dias, Key estava ultimamente muito cansada e sobrecarregada com a rotina, mas tentava amenizar tudo fazendo tudo o que podia, minha mãe nos ajudava muito, ela levava o jantar todas as noites e ficava junto com meu pai conosco me ajudando com os afazeres da casa enquanto Key estudava e repousava. Colocava minhas tarefas escolares em dia apenas após eles irem embora e somente certo que Key já estava dormindo. Tinha aprendido diversos feitiços do lar com minha vó e mãe e andava enchendo de orgulho minha adoravel esposa.

A parte que mais gostava era de surpreende-la com seus desejos.

- Amor ainda acordado? -  A ouvia me chamar já tarde da noite, quando estava quase completando os estudos - Thiago acho que deviamos dividir as tarefas, eu posso te ajudar, estou grávida não totalmente inutil - Ela dizia fazendo um pequeno bico que me fazia sorrir, aquela pequena garota me tinha em suas mãos.

- Já acabei, não se preocupe - Mentia, podia colar de uma das minhas primas depois, era o último ano e não pretendia usar poções em minha carreira de apanhador. Me aproximei da cama - Acho que a senhora não consegue ficar sem tudo isso aqui! - Me exibia enquanto Key ria fechando seus pequenos olhos puxados que tanto amava.

- Potter deixa de ser bobo - Ela dizia ficando vermelha - Eu sou horrível como esposa, deve ta exausto....

- Minha rainha está com desejos? - Perguntei zombando da minha timida esposa.

- Ta tarde amor, vem deitar. - Ela dizia culpada.

- Fala ou voute fazer falar  força, sabe que sou o mestre ta tortura e você detesta cocegas - Ameacei já me aproximando com as mãos erguidas.

- Não ouse! - Ela se afastava rindo - Amor só se não for dificil, queria tanto flores açucaradas - Caramba onde ia achar isso aquela hora? Key me observava culpada.

 - Um minutinho madame, tenho certeza que temos na cozinha ainda daquelas que a vovó Molly mandou - Menti e corri pra lareira, tropecei no meu avô que estava na toca exatamente na frente da lareira desmontando uma torradeira.

 - Thiago? Key está bem? - O ajudei a se levantar meu avô apesar da idade parecia cada vez mais jovem sempre que desmontava algum objeto trouxa.

- Sim vô não se preocupe, Key está com desejos de... 

- Flores açucaradas! Fiz hoje de tarde, estão fresquinhas, minha intuição não falha! Ia leva-las mais cedo, mas seu avô fez o favor de me atrapalhar explodindo a cozinha enquanto brincava com itens trouxas. Já falei para Harry não trazer mais esses malditos fogos para o Arthur, mas sabe como é seu pai não sabe dizer um não meu filho! - Minha aparecia na cozinha de pijama e logo me abraçou e me entregou um pacote exagerado de doces. - Arthur Weasley que bagunça é essa na minha sala? Já não bastou o trabalho que me deu para remontarmos a cozinha hoje mais cedo? - Minha vó começava a ficar cada vez mais vermelha, percebi que era o momento de partir.

- Obrigado vovó, boa sorte vovô. Boa noite! - Segui pra lareira enquanto minha vó dizia "Boa noite querido, mande lembranças a Key!... Acho bom limpar isso e não quero mais um item trouxa nessa casa Arthur!".

Amor! Não acredito que saiu pra buscar! Achei que ainda tinha em casa - Key falava preocupada segurando o pote de doces vazio que deve ter encontrado na cozonha.

- Para de charme Chang, estão fresquinhas, se não quer então eu... - ameacei comer os doces e ela os arrancou da minha mão como um leão.

- Você é inacreditavel Potter! - Key falou enquanto devorava os doces.

                                  (...)

Um dia estava indo buscar minja esposa na sala de sua ultima aula para retornarmos pra casa quando os vi. Meu irmão entregando doces a ela e obviamente ainda tentando uma reaproximação, mas ia colocar aquele fedelho mimado no lugar dele.

- Calma ai cocada, melhor não cara depois vai se arrepender - Fred me puxou - Estão apenas conversando segura esse bichinho verde ao - Ele zombava da situação.

- Ela da muita corda pra ele - Falei impaciente.

- Meu irmão aprende uma coisa, mesmo que você esteja certo, a garota sempre vai achar que tem razão. Aprende com o papai aqui - Ele piscou zombeteiro.

- Nossa prima realmente te enforcou na coleira né? - Falei com ironia o deixando encucado o suficiente pra não perceber que segui em direção a Key o deixando parado com seus pensamentos.

- Oi - Ela se aproximou para me beijar mas virei o rosto, Alvo ja não estava mais por ali. - Thiago? - Ela me olhou confusa.

- Em casa Chang, vamos! - Respondi secamente a ajudei com seus livros como de costume até a lareira da diretora que nos acenou cordialmente enquanto seguiamos pra casa.

Em casa foi uma briga enorme, Key justificava que era absurdo ter tanto ciumes que eles eram apenas amigos e que nunca me trairia, mas era em Alvo que não confiava.

Dormi na sala como protesto da intimidade dos dois e Key seguiu para o quarto ofendida, mas ainda carregando os doces que ganhou de seu ex namorado e meu invejoso irmão.

No dia seguinte no café já em Hogwarts ainda estavamos sem conversar, mas Key como de costume sentou ao meu lado, era a forma de dizer que estava aberta para conversarmos e resolver o problema, mas ainda estava magoado demais e nem um pouco preparado pra aquela conversa. Resolvi tomar meu café em silêncio, quando senti a mão de Key tocar a minha, ela estava fria, a observei e vi ela perdendo a conciência e desabando na mesa.

- Amor? Key? - levantei desesperado a carregando para a ala hospitalar - me ajudem! - Gritava desesperado enquanto meus primos e amigos abriam caminho.

Coloquei Key na cama e logo fui retirado da ala hospitalar, ordenaram que aguardasse no corredor. Rose me consolava, dizendo que tudo ficaria bem, observava Alvo e Malfoy aguardando do outro lado do corredor.

Quando Rose e eu entramos, o Dr. Malfoy estava com uma cara preocupante, assim com Pomfrey. 

- Potter melhor sentar! - observei Key ainda inconciente, ignorei a ordem e corri pra abraçar minha esposa. - Está viva, mas precisamos conversar. - Ele insistiu e me sentei a sua frente  e ao lado de Key. - Key infelizmente foi envenenada, a diretora ja está verificando o caso, pelos meus testes foram flores açucaradas que deve ter ingerido há menos de 24 horas. Não é um veneno grave para pessoas em situação normal, mas dado seu estado de gravidez de trigemeos, a situação se agravou muito, lamento, mas acho dificil que resista ao parto, manteremos ela viva até termos condições de retirarmos os bebês, por sorte eles ainda não foram afetados e consegui neutralizar o veneno a tempo, mas os danos na saúde de Key são irreversiveis, lamento! - Sentia sua mão pesar no meu ombro, afundando meu mundo. Não sentia mais nada, apenas ódio, muito ódio.

- Thiago! - Ouvia Rose tentando me impedir, tinha até esquecido que ela entrará comigo na ala, mas nada impediria de acabar com quem destruiu minha razão de viver. Atravessei as portas da ala hospitalar e dei de frente com ele, seu nome nunca tinha feito tanto sentido, meu Alvo. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...