1. Spirit Fanfics >
  2. A serva do Demônio >
  3. EXTRA - A Fada Demoníaca

História A serva do Demônio - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


E aí pessoal tudo de boa!!? Bem como sabem tou trabalhando bastante mas minhas fics e esse negócio do Corona vírus me faz perde um pouco de ânimo pra escrever mais isso não me impedir.

Por isso trago a vocês esse capítulo extra dessa minha one-shot, eu já tinha feito um extra dela antes, mas tava faltando colocar umas coisas mais agora tá tudo certo espero que gostem!! Agora partiu fic!!

Capítulo 2 - EXTRA - A Fada Demoníaca


Lucy On

Quando mestre E.N.D me contou que faríamos uma “visita”, a minha antiga guilda fiquei chocada, no começo ainda tinha esperanças de eles virem me salvar, mas o tempo foi passando e nada de virem. Todas os dias eu fazia as mesma coisas, treinava minha magia, limpava o quarto do mestre e o satisfazia, com o tempo comecei a ver aquele lugar como minha nova casa, mudei muito desde que cheguei aqui. Antes era uma menina gentil e alegre, agora sou fria, cruel, impiedosa e sem coração, qualquer um que fale grosso comigo ou com mestre E.N.D matou sem pensar duas, o único que me faz feliz nele lugar é o meu senhor. Passei a semana toda pensando como seria o nosso reencontro, bem eu não ligava mais pra nenhum deles, acho que só sentiria pena deles.


***


Eu estava no quarto do mestre, que também é o meu, deitada pensando em tudo que poderia acontecer quando fossemos lá, mas fui tirada dos meus pensamentos quando o mestre entro e perguntou:

End: O que houve pequena parece pensativa demais pro meu gosto.

Eu: E tou mestre.

End: No que tanto pensar?

Eu: Em como será quando irmos visita as fadas.

End: Quando os encontrar, me traíra pequena?

Quando me perguntou isso pulei da cama e gritei:

Eu: Jamais os trairia meu senhor!!! Todo o meu ser pertence por completo ao senhor!!!

End: Então por que está assim?

Eu: Pois mesmo que eles não tenho mais nenhuma importância pra mim agora, ainda lembro de tudo que passamos juntos e isso me deixar confusa sobre o que fazer quando pisar nele lugar

End: Entendo, mas lembre-se que pertence a mim e que carregar meu filho em sua barriga, qualquer ordem que eu a ordenar fazer você realizar

Sim, fiquei grávida dele a mais ou menos dois meses atrás, quando o mestre soube ficou surpreso e feliz ao mesmo tempo, quanto a mim, bem rolou mesmo. Pois sempre quis ser mãe, mas pensava que seria dos filhos do Gray depois que casássemos e não como mãe de filho de um demônio, mas depois que tudo rolou comigo, fiquei alegre teria o melhor presente pra dá ao meu mestre

Eu: Sei disso perfeitamente mestre

End: Então que tal você relaxar pequena, vamos venha

Quando ele disse fui em sua direção e o beijei, comecei a tirar a roupa e ficamos nos relacionando a noite toda. No dia seguinte partirmos em direção a Magnólia, levou dois dias pra chegamos, estava apenas eu, Sayla e é claro Silver também estava, pois queria muito rever o filho mestre só nós quatro, andamos por toda a cidade e a cada passo minhas lembranças vinham em minha mente, revivia cada momento que tinha vivido naquele lugar. Estávamos andando quando Sala perguntar:

Sayla: Lucy-chan, você vai mesmo fazer isso?

Eu: O que dizer com isso Sayla?

Durante o tempo que havia vivido na Tártaros só tinha poucos daquele lugar que eu me dava bem. Esses eram Silver por ser meu ex-sogro e também meu professor, graça a ele pude entende perfeitamente a magia Dragon Slayer Celestial que eu possuía, Sayla que foi a única que veio tentar ser amiga comigo e o mestre é claro.

Sayla: Você realmente conseguirá ferir algum deles, é isso que quero saber. 

End: Sayla, você quer dizer Lucy não poderá ferir eles, mesmo sobre o meu comando!! 

Silver: Mestre, eu penso o mesmo que a Sayla. Não acho a Lucy seja capaz de matar aquelas fadas mesmo que ela já foi uma delas.

Ainda estava pensando sobre a pergunta que a Sayla fez, eu também me perguntava a mesma coisa, mas eu tinha certeza de uma coisa

Eu: Realmente acho que não posso ferir nenhum deles

End: Lucy...

Mestre E.N.D tentou dizer algo, mas eu o interrompi e assim continuei o que dizia

Eu: Mas posso garante que minha lealdade é apenas ao senhor meu mestre. Mesmo que tentem me levar pro lado deles, sempre voltarei para o seu lado

O rosado sorrio com aquilo, os dois morenos que estavam com a gente também e então foi a vez do Mestre dizer:

End: Acho que chegou a hora de irmos visitar as fadas

Todos nós seguimos em direção a guilda, pude sentir poderes mágicos fortíssimos vindos de lá, acho que devem ter ficado pelo menos um pouco mais fortes nesse tempo. Mas não acho que possam contra o mestre, não demorou muito e já havíamos chegado em frente ao portão do prédio, olhei para os três e tudo que fiz foi acenar com a cabeça confirmando que podíamos prosseguir. Então Silver vai até a porta e há abrir logo entramos e pude ver todos os meus antigos amigos lá e quando notei vir um moreno e esse era Gray que estava na nossa frente com os olhos molhados e tudo que ele diz é

Gray: L-Lu-Lucy!

Lucy off

*********

Gray On

Bem acho que deveria me apresentar, primeiramente meu nome é Gray Fullbuster, tenho 18 anos e sou mago de criação de gelo, com a minha magia posso criar e moldar o gelo da formar que eu quiser. Também sou mago da guilda Fairy Tail, levava a vida de formar livre até conhece-la a mulher que fazia o meu coração disparar seu nome era Lucy Heartfilia, vivemos várias aventuras e confusões juntos no começo só á via como uma amiga mais aos poucos ela foi se tornando do meu coração, precisei ser preso por 7 anos na ilha da guilda pra ter coragem de me confessar a ela, mas totalmente o contrário foi ela que admitiu primeiro que eu, mas claro que não deixar ir, contei os meus sentimentos a ela depois disso começamos a namorar nunca fui mais feliz na minha vida, depois do incidente dos GJM e a lutar com os dragões percebi que poderia há perder a qualquer momento durante as missões que poderíamos fazer no futuro, então a pedir em casamento e claro ela aceito, tínhamos prometido que só teríamos nossa primeira vez depois que estivéssemos cassados, mas as coisas não rolaram como deveria na noite do casamento a minha loira tinha desaparecido. Foi saber disso no dia seguinte enquanto esperava ela no altar, meus amigos virão me contaram nem soube o que fazer, apenas corri atrás dela em todos lugares possível, o resto do pessoal também ajudaram na buscar, passamos horas a sua procurar. As buscas duram dias, que depois semanas e semanas viram meses, depois de três meses foi declarado pelo Mestre Makarov que parecemos de procurar, pois não havíamos encontrado ser quer uma única pista de seu paradeiro. Fui sem chão, tinha perdido a mulher da minha vida fiquei um bom tempo sem pisar na guilda, todos sabiam que eu precisar ficar sozinho e assim fizeram, só Erza e Juvia que vinham me ver como estava, Erza sempre me viu como irmão e a via da mesma forma, já Juvia era ex-membro da guilda Phantom Lord que a mandado do pai de Lucy que a que ia voltasse aproveitaram a situação e atacaram a Fairy Tail e a fiz vir pro nosso lado, mas como bônus ela se apaixonou por mim. Quando comecei a namorar a Lucy, eu via a mesma com um olhar de tristeza e ciúmes pra cima de nós, mas ela nunca fez nada pra nos separar e ainda assim veio me ajudar, quando precisei e assim havia se passado um ano desde o sumiço da minha loira.

Era mais um dia de brigadas e confusões na guilda, todos tavam gritando, batendo, explodindo alguma coisa com o tempo as coisas tinham voltado ao normal, pois depois do desaparecimento de Lucy a Fairy Tail tinha perdido um pouco de seu brilho, mas um ano depois voltou. Eu ainda amava Lucy e ficava me perguntando aonde ela estaria. Estava no bar da guilda bebendo com Jellal e Gajeel quando ouvimos a porta sendo aberta e vemos quatro pessoas atrás. Pude ver um homem de cabelos negros, uma garota com também cabelos pretos, um cara acho que a mesma idade que eu com cabelos rosa e uma... Loira!!!. Quando a vir tiver certeza de quem era, me aproximei pra ter certeza e vir o seu rosto nem tinha percebido que acabei chorando e logo disse:

Eu: L-Lu-Lucy!!

Quando falei isso a guilda toda parou e olhou pra porta e disse:

Fairy tail: LUCY!!

A vir colocar um sorriso no rosto e dizer:

Lucy: Oi pessoal..

Fui andando até a mesma o rosado ao seu lado pareceu não gostar disso, mas ela levantou a mão pedindo alguma coisa e então parou de me encarar e veio até me devagar e disse:

Lucy: Oi Gray....quanto tempo

Eu: Meu amor, não o quando ti esperei tanto poder beijar de novo

A puxei pra nos beijamos, mas ela virou o rosto e falou:

Lucy: Não posso fazer isso Gray

Eu: P-p-por que Lucy?

Quando ela me disse aquilo senti meu coração doer, ela se separou de mim e falou:

Lucy: Por que eu não amo mais você

Então aí meu coração quebrou em pedaços, ela não me amava mais, eu tinha que saber porque

Eu: Como assim Lucy, como assim você não me ama mais que história é essa!!?

Lucy: Ahh... Sabia que seria assim, olha Fullbuster o que falei é verdade, então aceitar e pronto ok. 

Falou com uma voz fria e assustaria até a Erza e falando na ruiva a mesma veio até nós e falou:

Erza: Lucy aonde você tava todo esse tempo!!?

Lucy: Acho que isso não ti diz respeito Erza

Aquela voz cheia de frieza, me fez ficar chocado. Pois nunca tinha visto ela falar assim com ninguém, chocou todos na guilda, mas demorou pra voltarem do choque e em seguida vejo a ruiva dizer:

Erza: Não me diz respeito!! É CLARO QUE DIZ, MINHA AMIGA SOME POR UM ANO E REAPARECER DO NADA, ENTÃO FALAR ONDE VOCÊ TAVA LUCY!

Lucy: Vocês querem mesmo saberem onde estive esse tempo todo?

Olho pra todos nós como se estivesse perguntando com seu olhar se sobreviveriamos a tal informação, logo vir ela suspirar e andar de voltar até o grupo que estava com ela, então se virar em nossa direção levantando sua mão direito, assim miramos nossos olhares nela quando a vimos ficamos chocados o local aonde deveria está a marcada da Fairy Tail estava outro brasão de outra guilda e com isso ela falar:

Lucy: Eu estava com a Tártaros, a minha guilda!

Como assim a Lucy entrou em outra guilda!? Não, isso é impossível! Ela sempre me disse que queria entrar na Fairy Tail então não pode ser possível, ainda no meu choque devido a falar de Lucy vejo Mestre Makarov se aproximar e dizer:

Makarov: POR QUE VOCÊS ESTÁ AO LADO DOS DEMÓNIOS LUCY!?

Espera!! Demônios como assim!!? Que história é essa!!

Levy: Mestre como assim demônios!?

Makarov: A guilda Tártaros é uma guilda das trevas e ela feita inteiramente por demônios do livro de Zeref.

Aquilo me assustou minha loira tinha sido pegar por demônios, isso não vou deixar!

Eu: LUCY VOU TI LIBERTAR DO FEITIÇO DESTES DEMÔNIOS!! EU JURO!!

Lucy: Ahhh... Vocês realmente não entendem.

Ela tinha suspirado como se aquilo o maior tédio pra ela, após isso ouço o moreno ao lado dela dizer:

Moreno: Bem acho o que vocês nós contou sobre era verdade, não mesmo pequena?

Lucy: Sim, sensei

Morena: Vai mata-los mesmo Lu?

Matar a gente? Não a Lucy não faria isso! Ela amar demais a guilda!! Não como ela fazer isso!!

Lucy: Se o mestre ordenar... Farei

Seus olhos eram frios como a noite mais escura o brilho que tinha a poucos instantes tinha sumido, logo a vejo olhar pro rosado e dizer:

Lucy: Mestre E. N. D, o que vamos fazer com eles?

E.N.D, esse o nome dele, mas aonde ouvir esse nome. Espera!! Ela o chamou de mestre, então isso significa!!

Makarov: Então resolveu vim você mesmo, líder dos demônios!!!

End: Hahahahah... Pensei que pelo a Lu contou de vocês seria pelo menos um pouco forte, mas qualquer um de nós quatros pode mata-lo com apenas um sopro

Erza: ENTÃO FOI VOCÊ QUE FEZ ISSO A LUCY, SEU MALDITO!! !!

End: Sim, mas ela veio pro nosso lado por vontade própria.

Levy: Lu-chan nunca iria pro seu lado por vontade própria!!! Jamais!!

End: Sério isso, então porque não perguntam a ela.

Quando aquele ser desgraçado disse aquilo, mesmo que ainda chocado com tudo o que estava rolando perguntei.

Eu: Lu, me diz que é mentira o que contou, né!

Lucy: Sinto muito, desapontar vocês mais é verdade, tudo o que o mestre E. N. D falou é a mais pura verdade, eu fui por vontade própria.

Makarov: SEU DEMÔNIO INFELIZ O QUE FEZ COM A MINHA FILHA!!

Mira: POR QUE LUCY!! VOCÊ NÃO É UMA DE NÓS!!

Lucy: Não sou mais uma fada, sou um demônio agora e pra toda eternidade.

Quando ela disse aquilo meu mundo foi destruído, a mulher que amava era outra pessoa agora

Lucy: Mestre posso conta a eles? Não tem por que esconder

End: Não sei porque, mas quero ver a expressão de seus rostos quando souberes disso.

Quando o rosado falar aquilo, fiquei confuso e então perguntei:

Eu: O que mais tem pra nós contar!!!

Lucy: Que eu estou grávida de dois meses do mestre E.N.D

O que!!? Grávida, grávida!!? A mulher que mais amo estava grávida de um demônio!!!!

Erza: SEU DEMÔNIO DESGRAÇADO, COMO SE ATREVE A ENGRAVIDAR A MINHA AMIGA!!! VOCÊ VAI ME PAGAR!!! REEQUIPAR: ARMADURA DA IMPERATRIZ DO FOGO

Vir a ruiva partir pra cima do rosado com sua espada em chamas, mas ela é mandada pra parede da guilda e quando olho pra rosado de novo vejo que Lucy estava em sua frente, ela parou a espada da Erza com apenas uma das mãos e em seguida diz:

Lucy: Qualquer um que tentar ferir o Mestre E.N.D, eu mato.

Eu: Lu, você vai mesmo fazer isso com a gente, somos sua família!!

Lucy: Não me importo nem um pouco com isso, desde o dia que encontrei ele eu pertenço ao mestre E.N.D e naquele mesmo dia também cortei todos os laços possuía com vocês

Realmente perdi a Lucy para aquele desgraçado, mas não vou perder a minha guilda pra ele!! Todos nós fomos pra cima dele quando todos íamos chegar mais perto, vejo Lucy puxar um pouco de ar e dizer:

Lucy: RUGIDO DO DRAGÃO CELESTIAL!!!

Então uma explosão acontecer e mandar todos pra longe, matando também os que não possuíam um forte poder mágico, vejo logo Gajeel se levantar e diz:

Gajeel: COMO A BUNNY-GIRL TEM MÁGIA DRAGON SLAYER!!?

Morena: Simples humano, quando pequena ela encontro a Dragão Celestial Celeste por acidente e a mesma estava preste a morre, com suas últimas fosse deu seu poder Lu-chan antes de perder a vida. Como era muito jovem não se lembro desse encontro, mas a ajudamos a despertar esse poder que dormia nela

Minha loira era uma matadora de dragões!!! E nem ela sabia disso!! Fiquei em choque, mas a logo voltei a razão e assim tentei me levantar mais não conseguia foi aí que notei que meus pés estavam congelados

Lucy: Sayla, Silver-sensei. Não preciso que se intrometam

Sayla: Ok loira

Silver: Poxa, não nem me divertir né norinha

Lucy: Falei pra não de me chamar assim!!!

Espera, norinha!? Silver!? Não, não pode ser. Isso é impossível!!

Eu: P-p-pai?

Silver: Finalmente reconheceu seu velho não é? 

Eu: P-p-por que!!? Por que você também tá com eles!? Por que!!

Silver: Fui revivido graças há uma das maldições de um dos membros da Tártaros. E vou dá uma aviso como seu pai, melhor dizer a sua guilda pra nem tentar lutar contra a Lu, ela pode facilmente matar todos aqui. 

Eu: Por que!?

Silver: Simples, aquela garota só nesse último ano matou mais de duzentas bestas mágicas sozinha depois de despertou seus poderes Dragon Slayer e mato vários assassino, magos negros e etc, sem ter nenhum pingo de piedade. A garota que vocês conheciam, morreu no dia que ela conheceu o mestre, agora ela só escutar ele e vive por ele.

Já não bastava ele ter tirado a minha loira de mim, agora meu pai também está com eles e ainda a Lu vive apenas por aquele demônio! A vejo se aproximar de mim, quando chegar perto o bastante diz:

Lucy: Melhor ouvir o conselho que teu pai ti deu, pois é a mais pura verdade cada palavra que ele falou. 

Eu: E o que vai ser agora?

Lucy: Mesmo não querendo isso tenho que fazer isso. 

Eu: O que?

Lucy: Ti matar Gray...

Eu: Vai realmente fazer isso. Comigo, com nossos amigos...

Lucy: Você não notou né? 

Eu: Notei o que?

Lucy: Olhar ao seu redor

Fiz o que falou e fiquei com o estômago revirado, todos estavam mortos, mas a perguntar é como

Eu: Como fez isso t-t-tão rápido?

Lucy: Simples, depois de lança meu sopro todos inalaram um pouco de pô de estelar, ele é como um veneno de ação rápida que faz o trabalho num instante. Agora é a sua vez.

Depois de disse isso sentir meus pulmões serem esmagados por alguma coisa e ficavam cada vez forte, fiquei me contorcendo e logo me sentia fraco, minha visão foi se fechando e assim minha vida foi embora do meu corpo

Gray Off

Lucy on

Eu realmente tinha feito aquilo, matei todos aqueles que me viam como amiga, sair de perto corpo do Gray indo direto até o mestre que tinha ficado no mesmo lugar a confusão toda, assim que aproximado dele digo-lhe:

Eu: Pronto está tudo acabado senhor

End: Perfeito, agora vamos ao que realmente interessar.

Após as palavras deles, começamos a caminhar em direção ao porão da guilda depois de descer várias lances de escadas até a parte mais profunda da guilda aonde encontramos uma enorme porta e assim adentramos ela, assim a que entramos viu que dentro dela havia um enorme cristal com uma menina loira presa nele e eu sabia quem ela era, aquela era Mavis a primeira Mestra da Fairy Tail e o nosso objetivo Lumen Histore a magia suprema quando o nos aproximamos dela o mestre diz:

End: Agora o poder da magia infinita será meu, Lucy quebre.

Assim que ordenou usando minha magia Dragon Slayer destruí o cristal e assim o mesmo se aproximou dela pondo sua mão sobre o corpo da mesmo que me causou ciúmes e raiva da cena, mas logo pudemos ver uma onda de energia saindo dela e entrando no mestre pelo sua mão, então depois de alguns minutos a energia havia parado de ir o que significava que ele tinha acabado de absorver toda a magia da primeira. Então o mesmo se levantou e veio em nossa direção e disse:

End: Agora vamos não tem mais por que ficamos aqui.

Nós três acenamos confirmando suas palavras, assim caminhamos de voltar a superfície e não demorou muito pra saímos dali e seguimos na direção oposta a guilda e aos poucos vamos nos afastando, os três tavam bem mais frente e fiquei pra trás ainda olhando tudo que tinha feito ali, estava destruído e a minha antiga família estava toda morta, então só aí notei que eu chorava apenas de um olho e foi apenas uma única lágrima a cair. Como ser ela disse-se pra mim, que era o fim daquela história e uma nova estava preste a começar. Após isso seguir caminho até os três e ando os alcancei abracei o braço do mestre e disse:

End: Você um ótimo trabalho pequena, quando voltamos irá ser recompensada

Eu: Adorarei qualquer coisa que vier do senhor, meu lorde. 

End: Minha pequena fada demôniaca

Eu: Sim mestre, sua e apenas sua

Assim continuamos nosso caminho de voltar a guilda e levo dois dias pra voltamos pra Tártaros, assim que cheguei fui direto pro quarto, assim que entrei direi minha roupa e fui me banhar levei meia hora lá, quando sair vir o mestre deitado na cama e o mesmo assim que me viu começar a olhar pra mim, dizendo que era me aproximar, então fiz isso e ele me agarrar me jogando na cama e diz:

End: Está pronta pra sua recompensa, pequena?

Eu: Sim mestre

Ele começou a me tocar e estimular meu corpo graças a marca os toques deles já estimulavam tudo em mim a nível altíssimo, sentir sua mão direita em meu seio e sua língua em meu pescoço, ele se aproximou de mim e disse:

End: Tire as roupas de seu mestre

Assim fiz tirei as roupas deles, o fazendo completamente nu ali, e vir seu pau latejando, devido ao desejo fui até ele e comecei a chupa-lo me deleitando ele, mais ele não ficou pra trás E.N.D me pegou no colo tirou a minha toalha e começou a lamber a minha pepeka como se estivesse devorando um animal. Não demorou pra ambos gozamos na boca um do outro, sem demorar me levantei e fiquei de quatro em sua frente e disse:

Eu: Penetre-me mestre, coloque seu  pau demoníaco em mim, me faça ir ao inferno. 

Ele se aproximou e fez, quando começou a se mover meu corpo ía ao delírio, não demorou pra ele aumentar o ritmo me fazendo perder a cabeça com aquilo e tudo que dizia era:

Eu: M-m-mestre mais.... Mais... Me der mais de pau!!

End: Aproveite pequena, você realmente mereceu isso. Agora tenho uma perguntar pra você Lucy

Eu: O-o-o que o senhor desejar..perguntar...ahh!!

Eu e ele gozamos juntos, seu pau ainda estava dentro de mim e ele se aproximar e diz:

End: A quem você pertence?

Eu: Eu, Lucy Heartfilia, pertenço a Etherios Natsu Dragneel, o demônio E.N.D, líder da Tártaros e é meu único mestre

End: Perfeito, minha serva. 

Nos ajeitamos na cama e ficamos ali sem muito demorar comecei adormecer, tentando prevê o futuro nos reservava, mas tinha certeza absoluta que nunca me arrependeria de me entregar aquele homem, nem agora e nem nunca

Lucy off



Notas Finais


Bem galerinha foi isso, espero que tenham gostado da fic!!
Deixem suas críticas nos comentários!!

Bem era só isso, desejo a todos uma boa noites!! Também fiquem em casa!! Flw gente aproximar!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...