História A Sexy Anatomy - Capítulo 17


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Jiraiya, Kakashi Hatake, Karin, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Sai, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Shino Aburame, Shion, Shizune, Temari, TenTen Mitsashi, Toneri Otsutsuki, Tsunade Senju
Visualizações 142
Palavras 4.547
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Ecchi, Famí­lia, Festa, Harem, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 17 - Love sence


                       ( Naruto on )

Depois da confusão com o Menma eu fui com a minha Hime para a pediatria e depois fui ver meu pai. E quando eu entrei vi meu irmão abraçando minha mãe que sorriu ao me ver.
_ Naruto meu filho!! Olha quem está aqui!_ ela falava animada. Depois do nosso desentendimento a um ano atrás meu pai o colocou para fora de casa dizendo que se ele tinha idade de fazer merda também tinha idade de se virar sozinho. Minha mãe não se meteu só acatou a decisão de papai já que ela sabia que ele tinha razão. Menma é um bom cirurgião plástico. Na verdade esse idiota é um dos melhores do país. Eu ignorei Menma e me voltei para o meu pai, que estava sentado olhando para Menma com uma expressão indecifrável.
_ Oi mãe. Como você está papai?_ ele me olhou e deu um sorriso pequeno.
_ Bem... E sua... Namorada? A médica?_ sua fala ainda era arrastada e cansada. Ele precisa de um fonoaudiólogo. 
_ Ela está bem pai. E que bom que está melhor. Eu vou voltar ao trabalho vejo vocês depois._ eu estava saindo quando minha mãe me chamou outra vez e me segui para fora do quarto.
_ O que foi mãe?_ ela suspirou e cruzou os braços.
_ Meu querido, sei que você e o Menma não se dão bem. Mas por mim e seu pai , tente perdoa-lo. Ele é seu irmão. Não podem se tratar como desconhecidos. Seu pai acordou e temos que comemorar. Então por mim, faça um esforço._ eu suspirei fundo e a puxei para um abraço.
_ Vou tentar mamãe._ ela me abraçou forte e me deu um beijinho.
_ Que bom, porque ele vai trabalhar aqui também..._ eu não deixei ela terminar de falar e saí caminhando para longe ou eu jogaria Menma pela janela do quarto de meu pai. Idiota de merda. Mais perto da minha Hime ele não vai ficar. Não mesmo. Eu fui para o PS porque precisava me distrair dessa bomba que mamãe jogou no meu colo. Dr Jiraya estava lá me olhando e acabou vindo até mim.
_ Dr Uzumaki, você poderia atender esse paciente por favor. Karin está me bipou. Eu já volto._ eu peguei o prontuário e fui até a paciente. Era uma senhora que estava com a mão machucada. Fiz o seu atendimento rapidamente e logo atendia mais pessoas e assim as horas se passaram e eu me desliguei do meu irmão. Eu já estava calmo e a noite havia caído. Eu prometi contar tudo para a minha Hime e assim farei. Eu voltei para a pediatria e ela estava com as amigas lá e eu me aproximei lentamente.
_ Boa noite doutoras._ elas se voltaram para mim.
_ Boa noite Naruto._ elas falaram juntas.
_ Hinata eu gostaria de conversar com você se for possível._ ela me olhou como se não estivesse entendendo nada mas depois sorriu.
_ Claro que podemos conversar. Vem comigo._ ela saiu na frente e entrou na sua sala e eu a puxei pela cintura e a beijei fazendo tudo tomar conta do meu corpo novamente. Eu a sentei na mesa lhe beijando inteira. 
_ Hime me promete que vai ficar longe do Menma. Por favor... Só me promete isso._ eu sei pareço um idiota carente. E talvez eu esteja mesmo. Hinata mudou algo em mim desde aquela noite em Vegas. Mas não é algo que eu queira pensar no momento. Eu a olhei nos olhos que brilhavam.
_ Naruto o que aconteceu entre vocês dois? Ele é seu irmão. Por que essa distância?_ eu toquei seu rosto de anjo ficando calmo e no controle de minhas emoções no mesmo instante.
_ Eu vou te contar o que aconteceu._ eu sentei na sua cadeira e a puxei para o meu colo. 
_ Eu conheci a Shizuka a um pouco mais de um ano. Ela também é médica. Ela era residente do primeiro ano e eu seu médico do staff, eu lhe ajudei assim como ela me ajudou então tudo aconteceu. Logo ela era presença constante na casa dos meus pais e Menma morava com eles ainda. Os dois se tornaram amigos. Uma noite estava chovendo muito e eu disse que não poderia lhe ver havia muita coisa para fazer no hospital e ela estava de folga. Mas Sasuke e Shikamaru me disseram que eu poderia ir eles tomavam conta de tudo e se fosse preciso me avisariam. Eu acabei indo despreocupado até ela. Eu abri a porta da frente já que eu tinha a chave e ela morava sozinha. Logo de cara eu vi as roupas espalhadas pela sala e caminhei em direção ao quarto. Eu abri a porta e ela estava de quatro com meu irmão lhe fudendo por trás. Eu só levantei a sombrancelha e saí de lá depois que os dois me viram. Simplesmente dei as costas e saí. Ela me procurou na mesma noite na tentativa de se explicar mas foi em vão. Eu não queria lhe ouvir e depois de tudo o que eu vi eu não consegui sentir nada por ela. Nada de remorsos ou ciúmes. Simplesmente não senti nada. Absolutamente nada. Era como se eu estivesse dormindo e acordei só isso. Eu acordei._ ela ficou me olhando como se procurasse algo em mim ou nos meus olhos.
_ Se você não sentia nada por ela, por que o socou daquele jeito mais cedo?_ eu sorri e coloquei a mão por dentro do seu cabelo e a puxei para um beijo quente.
_ Porque você é minha. Só minha._ eu a beijei e ela retribuiu. Hinata levantou só para sentar no meu colo com uma perna de cada lado.
_ Então se eu sou sua me tome agora. Me mostre que sou toda sua._ ela estava com a voz rouca e meu corpo está quente só com suas palavras. Eu comecei a tirar seu jaleco e ela o meu. Nossos uniformes foram ao chão. Eu a puxei para o meu colo outra vez deixando ela totalmente esparramada e com as pernas lindamente abertas para mim. Eu a beijava enquanto explorava seu corpo lhe arrancando gemidos de satisfação. Meu membro já pulsava por ela, tanto que estava batendo na sua intimidade louco para entrar. Em meio a beijos quentes eu a fiz levantar um pouco e depois a fiz sentar no meu pau. Ela estava tão úmida que ele foi tão fundo nela que arrancou gemidos de nós dois ao mesmo tempo. Eu a fazia quicar me olhando nos olhos e isso é enlouquecedor. Minha Hime só minha.
_ Minha... Toda minha._ eu a segurei com força pelas coxas e ela estava trêmula. A cada estocada meu pau ia mais fundo e ela gemia deliciada e jogou a cabeça para trás e eu beijei seu pescoço e sei que vai ficar uma marca enorme mas ela não parece se importa muito com o fato já que está puxando meu cabelo com força.
_ Na-ru-to... Hmmm..._ ela está me apertando e é tão gostoso. Ela fechou os olhos. Ela vai ter um orgasmo quente.
_ Vem Hime... Vem para mim..._ eu estou a ponto de explodir também. Mas não irei antes dela. Ela me abraçou forte deixando eu tomar o seu corpo por completo. E eu só a segui e nunca me senti tão bem como agora com ela nos braços e seu cheiro delicioso. Nunca fiz sexo em uma cadeira ,muito menos no trabalho. Mas a adrenalina deixou tudo mais gostoso.
_ Tá vendo como você é só minha. Só eu posso te fazer sentir assim. Agora me promete que vai ficar longe dele. Não quero te perder nunca minha Hime_ eu a fiz me olhar e tirei alguns fios de cabelo da sua testa suada e a beijei calmo nos lábios.
_ Eu prometo Naruto. Vou ficar longe de Menma, mas o seu primeiro deslize pode ser o último. Eu também não divido nada._ eu sorri feliz. Parece que minha Hime não é tão mansa como eu imaginei. Mas para mim é perfeita.
      
                                         ( Naruto off )

                            ( Sasuke on )

Nunca me passou pela cabeça que isso poderia acontecer. Eu ajudando a resgatar um bebê que foi abandonado. Ainda estou bem chocado na verdade. Karin pediu para eu ir conversar com a polícia junto de Sakura para dá um depoimento. Afinal uma criança foi abandonada e nos dois que a encontramos. Faz todo o sentido nos dois irmos falar com os policiais. Sakura foi chamada por Hinata e Karin foi junto. Eu fui até a lanchonete comer algo. Aconteceu tantas coisas em um único dia que nem lembrei que sou humano e preciso comer. Neji veio e sentou na minha frente com o Shikamaru. Não faço ideia de onde os outros dois estão. 
_ Ei cara. O que aconteceu? Tenten saiu feito uma bala por causa de um chamado das outras garotas._ eu respirei fundo.
_ Eu e Sakura encontramos um bebê dentro de uma lixeira nos fundos do hospital. Creio que tem algo haver com isso._ ele ficaram com a mesma expressão de choque que eu. Isso já havia acontecido no outro hospital onde trabalhávamos só que os bebês eram abandonados no berçários e creio que só foram duas vezes. Se bem um abandono já é ruim. Eu ainda olhava para o café que já estava frio quando meu celular tocou. Eu atendi no automático.
_ Alô..._ e eu fiquei bem surpreso com a voz do outro lado da linha.
_ Oi irmãozinho. A quanto tempo._ eu despertei na hora com suas palavras.
_ Oi Ita. A quanto tempo. Como vai tudo na França?_ eu realmente amo o Itachi mesmo estando distante.
_ Sasuke eu não estou mais na França. Vou dá uma palestra em um hospital de Konoha e quero te ver. Sinto sua falta e dos rapazes._ eu sorri para meus amigos.
_ Bem então quando chegar estaremos te esperando. Quero que você conheça alguém._ eu ouvi ele rir do outro lado da linha.
_ Espero que minha cunhada cuide bem de você. Eu preciso ir agora Sasuke nos vemos quando eu chegar._ eu não falei mais nada porque ele desligou. Eu olhei para os rapazes agora mais relaxado.
_ Itachi está vindo para cidade. Disse que quer nos ver. Acho que o Naruto vai gostar de saber disso. Mas por falar em Naruto, o Menma está no hospital e disse que vai trabalhar aqui. Espero que ele não nos traga problemas._ eu vi os olhos dos dois se estreitarem eles não gostaram de saber disso pelo visto. 
_ E não acaba por aí. Ele já estava dando encima da dra Hyuuga e o Naruto viu e o derrubou com um soco. Só espero que isso não faça com que ele vá a caça de sua prima Neji. Da outra vez ele simplesmente ignorou e foi embora. Mas acho que com a Hinata é diferente. Ela é diferente. Não é nada parecida com a carente e problemática Shizuka. Não chama atenção para si. E é forte e independente. Perfeita para o Naruto. E pela cara dele para o irmão acho bom ele não pensar em mexer com ela. Mas ele já foi avisado de não tocar mas doutoras. Ele só deixa o rastro de destruição por onde passa. Mas realmente espero que desta vez seja diferente._ eu vi Sakura passando com Temari pelo corredor e quase fui atrás. Mas não fui. Posso lhe falar mais tarde, no aconchego de nossa cama. Que droga já estou falando assim: nossa cama?!?! Eu nem sei o que temos. Já estou rotulando as coisas como nossas. Mas minha análise esquisita foi interrompida por Neji. Graças a Kami. Meus pensamentos estão confusos demais.
_ Sasuke, acho que devemos ficar de olho. Menma é nosso amigo também, mas ele não vai fuder a vida do Naruto outra vez. Muito menos mexer com minha prima que é um anjo de pessoa ou com as amigas dela. Eu acabo com ele antes que ele tente._ apesar de não querer isso concordo com Neji. Eu sorri e Sai veio até a mesa e sentou também. Ficamos conversando até Naruto chegar com uma cara de satisfação. Espero que ele não tenha transado no hospital.
_ Ei que cara é essa Naruto?_ por favor não diga que fez sexo aqui.
_ Sasuke sabe o bebê que você e a Dra Haruno encontraram?!_ eu só acenei confirmado. É bom mudar de assunto.
_ O Toneri irá pedir a guarda dela. Ele vai adotar a pequena Sumire. Parece que o dia não foi tão ruim assim. Mas já deu minha hora. Estou cansado._ ele deu um sorriso preguiçoso e levantou saindo da lanchonete.
_ Parece que nos preocupamos a toa. Bem, vamos embora também. Mas eu diferente do Naruto não vou mentir. Irei ter uma conversa com a Temari. Nos vemos depois._ Shika levantou também. E logo eu estava só então sai caminhando pelo hospital a procura de Sakura para lhe ver e se ela quiser lhe levar para a minha casa. Eu a encontrei conversando com uma mulher de cabelo castanho. Ela era bonita e creio que só um pouco mais velha que Sakura não mais que dois anos. Me aproximei das duas.
_ Boa noite._ Sakura sorriu para mim e meu coração acelerou. Tão linda e doce que me deixa louco.
_ Boa noite Sasuke. Esta é minha prima Dra Izumi, Izumi esse é o Dr Sasuke Uchiha._ ela ficou branca como papel quando ouviu meu sobrenome.
_ Uchiha... Fudeu...

                           ( Sasuke off )

                           ( Izumi on )

Depois de rodar o mundo eu voltei para Konoha. Não que eu não gostasse de viajar, eu gosto sim e muito. Mas na minha última viagem a Paris me trouxe uma pequena dor de cabeça. Acho que me apaixonei e isso é inadmissível para mim. Eu não me apaixono isso é para Sakura e as meninas que são boas garotas eu não faço o tipo amorzinho de ninguém. Mas lá na cidade luz eu vivi o romance mais quente e viciante da minha vida. Mas eu tive que fugir. Então quando tia Tsunade ( que ela não me escute lhe chamar assim) me convidou para uma palestra no seu hospital conversador e cheio de velhotes que não transam eu não pensei duas vezes e peguei o primeiro avião para longe dele. Mas admito que Itachi Uchiha o mais brilhante cientista que eu já conheci o cara me levou ao delírio verbal e me deixou de quatro por ele. Não só de quatro mas em todas as posições. Mas eu sou inamorável isso não faz parte de mim. Meu negócio é sexo eu sou a Dra do sexo. Ao menos era o que eu achava até ele me mostrar os quatro cantos do seu laboratório. Mas isso não importa agora. Eu estou longe dele , que nem me ligou. Não deveria está decepcionada mas acho que fiquei sim. Não eu não fiquei. Não posso. Cheguei em Konoha e vi o Toneri com uma linda garota fiquei com vontade de me jogar na cama com eles e pegar os dois. Me deu tesão ver os dois de conchinha tão lindos. Mas a garota surtou e picou a mula indo embora. Que pena. Poderia ensinar alguma coisas para ela. Mas depois disso eu fui para o hospital com a Hinata e lá fui fazer o meu trabalho. A minha palestra ou melhor meu seminário se chama : NOVE RAZÕES MEDICAS PARA FAZER SEXO. Eu falei com tia Tsunade e fui para o auditório onde darei aula sobre sexo. Coloquei um coque no cabelo e peguei meus óculos, fechei meu jaleco como a boa médica que sou. Tudo cena vai por mim. Entrei na sala silenciosa onde havia vários senhores e algumas mulheres maduras e bem bonitas. Até a nazista estava aqui. Adorei. Hora de trabalhar.
_ Bom dia a todos e sejam bem vindos a minha palestra que se chama: Nove razões médicas para fazer sexo._ eu já esperava pelos sussurros e murmúrios indignados. 
_ Senhores prestem atenção em mim._ eu soltei meu cabelo tirei óculos e abri meu jaleco. 
_ Agora sim essa sou eu. Sou a Dra Izumi, especialista em sexo. Ou como sou conhecida Dra Orgasmo._ houve outro momento de estranhamento entre os convidados e tia Tsunade escondia um risinho. Eu sabia que ela fez de propósito.
_ Bem senhores vou fazer a minha explicação aí poderemos debater da forma que os senhores quiserem. Primeiro tópico. Proteção cardiovascular: estudos apontam que durante a relação sexual, como em um exercício físico moderado, há um aumento temporário do trabalho cardíaco e da pressão arterial. Estima-se que se deve fazer ao menos trinta minutos de sexo. Porém nos sabemos que nem todos conseguem fazer isso. Então há alguns exercícios básicos que pode deixar nossos amigos com um pouco mais de resistência na hora do sexo..._ e assim eu prossegui com meu trabalho e os velhos se mostraram bem interessados no assunto. Menos o Dr Jiraya que só sorria fraco. Acho que ele já usou algumas dessas técnicas com minha tia se bem que ele é uma delícia de coroa lindo mesmo até eu daria para ele. Só eles que pensam que enganam alguém. Eles se comem sempre que tem oportunidade. No final da minha palestra que se estendeu até a tarde eu fui almoçar com tia Tsunade que me fez um convite até que interessante.
_ Izumi o que você acha de ficar aqui em Konoha? Te quero na equipe. Pode continuar sua pesquisa aqui até sobre o orgasmo na hora do parto. Te dou todo o suporte que vai precisar._ eu gostei muito disso. Talvez eu deva ficar um pouco em um lugar só e deixar de ser uma vadia internacional por um tempo e focar em ser uma vadia daqui mesmo. Não quero encarar Itachi gostoso de morrer Uchiha e muito menos tudo o que ele me provoca.
_ Prometo que irei pensar._ ficamos conversando mais um pouco até que já era noite. Eu comecei a caminhar pelo hospital até parar na pediatria onde Sakura estava parada em uma das portas e eu fui até ela. A cena na minha frente era de verás linda. Toneri colocando um bebê para dormir. Eu sorri com aquilo. Eu toquei o ombro de Saky que me olhou e fez um sinal para eu ficar em silêncio e me levou para um dos corredores. 
_ Izumi teremos um bebê em casa._ eu me espantei com aquilo e sacudi a cabeça.
_ Por favor não me diga que você ou algumas das minha vadias está grávida. Eu não quero ouvir._ eu coloquei as mãos tapando os ouvidos e ela deu uma risada gostosa com isso. 
_ Claro que não. Toneri vai adotar aquela fofura de bebê. Até já lhe batizou de Sumire._ eu suspirei de alívio por dois segundos. Até berrar outra vez.
_ O quê?? Ele não pode fazer isso. Lembra da galinha?!? R.I.P Juliana. Lembra do enterro?!_ ela ria mais ainda. 
_ Ele será um bom pai. Estaremos com eles o tempo todo._ eu dei um sorriso já imaginando ele levando a filha paga o balé e usando um tutu só para lhe ver sorrir. Não posso perder isso. Vou precisar tirar uma foto quando este momento chegar preciso ter munição para lhe chantagear. Estou decidida. Irei ficar.
_ Saky o que você acha de eu voltar para Konoha?_ os olhos dela brilharam mas antes que ela pudesse dizer algo alguém a chamou. 
_ Boa noite._ ela ficou radiante na hora e eu sabia que ele estava sendo bem comida pelo galã. Acho que ele é só um pouco mais novo que eu. Mais é bem bonito. 
_ Boa noite Sasuke. Esta é minha prima Dra Izumi, Izumi esse é o Dr Sasuke Uchiha._ eu senti o chão se abrir sob meus pés e falei a primeira merda que me veio a cabeça.
_ Uchiha... Fudeu..._ Kami agora ferrou de vez. 

                          ( Izumi off )

                          ( Itachi on )

Quando a bela mulher entrou no centro de pesquisas eu não sabia que era ela a pessoa que faria aqui os estudos sobre sexo. Pensei que fosse um homem chamado Izumo não a bela Dra Orgasmo chamada Izumi. Eu a olhei da cabeça aos pés enquanto ela falava com um dos funcionários do centro. Ela estava completamente a vontade. Cabelo solto no meio das costas cor castanho escuro, pele clarinha, lábios rodados , e um corpo que fazia o meu querer pecar. Eu a olhava descaradamente enquanto ela era conduzida a sua sala de testes. Já havíamos recebido alguns casais que gostariam de participar do estudo. Basicamente era para saber como o corpo, mais precisamente o cérebro e coração funcionavam durante o sexo. O casal entrava em uma cabine similar a de ressonância porém essa foi projetada pelo centro justamente com essa finalidade e ela foi a convidada a fazer o estudo. Enquanto o casal tem relação a máquina é ligada para vermos o que acontece com o corpo durante o ato. Eu fiquei curioso para conhecer seu estudo de perto, e lógico que conhecê-la também. Eu entrei na sala e ela estava sozinha olhando para os monitores e fazendo anotações. Eu me aproximei lentamente e logo seu cheiro delicioso me atingiu. Ela levantou os olhos para mim e não falou nada por alguns minutos. Logo o casal saiu da cabine e ela simplesmente me puxou para dentro com ela. Foi um sexo louco e quente. E depois disso não consegui ficar longe dela. Izumi me levava a loucura e eu sei que fazia o mesmo com ela. A Dra Orgasmo me fez ter os melhores da minha vida. Porém algum tempo depois ela simplesmente sumiu seu estudo chegou ao fim e ela foi embora sem nem se despedir. Mas eu não consigo mais esperar por ela. Não dá mais. Eu descobri algumas coisas sobre ela e principalmente de onde ela era. Konoha , ótimo lugar para começar a lhe procurar. Dois dias sem ela foi uma tortura para mim. Ela me viciou em sua pessoa então aguente. Ela vai conhecer meu lado Uchiha. Cheguei em Konoha na madrugada e fui direto para o hotel. Sasuke já sabia que eu iria. Já havia marcado uma palestra no hospital geral. Não posso simplesmente chegar lá e dizer: Sinto falta de transar com você Izumi. Preciso ao menos de uma desculpa para ter acesso ao lugar. E meu nome abre portas e outras coisas. Acho que vou ampliar meu leque de médicos importantes no meu ciclo. Sempre ouvi dizer que as médicas daqui são fodas. Não há porque não conhecer o trabalho delas. Afinal meu negocio são pesquisas de medicamentos e estudos clínicos como o de Izumi. Eu não dormi direito devido ao fuso horário. Porém não posso chegar tão cedo lá. Preciso pegá-la desprevenida. Minha palestra está marcada para o horário da tarde. Tenho tempo suficiente para descansar. 
_ Há Izumi, você não vai escapar de mim. Não irei permitir. Você despertou meu lado Uchiha meu bem e agora tera que alimenta-lo 

                            ( Izumi on )

                            ( Tenten on )

Eu assinei a procuração dando plenos poderes ao novo advogado do hospital para que cuidasse do meu divórcio com Kabuto. O pobre homem chegou ontem eu já lhe bombardeio de perguntas e histeria. Ele me aconselhou a entrar com o litigio. O que ocorreu quando não há acordo entre as partes ou no meu caso eu não quero encontrar com ele mesmo. Então o dr Suigetsu Hozuki vai cuidar do meu caso. Ele já havia saído para redigir os documentos necessários. Eu saí da sala dele e fui para a sala dos médicos. A Dra Tsunade estava chamando. Eu entrei e até Izumi estava lá. Ela é louca mas tudo fica mais divertido com ela junto. Pobre do entregador. Achei que ele iria explodir quando ela o puxou para dentro de casa e começou a dançar com ele. Ela balançava a bunda no quadril do rapaz. Ele saiu quase correndo e todo suado. Izumi disse que ele provavelmente iria se masturbar. Ele não parecia ter mais de vinte anos. Eu sentei e logo uma caixinha apareceu na minha frente e eu vi que ela colocou na frente das meninas também. Nos demos de ombros e logo a nossa abelha rainha começou a falar.
_ Bem pessoal eu as chamei aqui para dizer que a cirurgia do Sr Namikaze teve uma enorme repercussão na área médica principalmente na de pesquisa. Por este motivo eu gostaria que você Tenten desse uma palestra para explicar os métodos que usou. Então você aceita? O Dr Hyuuga te dará o suporte necessário e te ajudará a elabora os pontos a serem abordados._ eu sorri feliz por poder dividir isso com outros médicos para que mais pessoas possam ser curadas. 
_ Sim eu aceito. Só dizer o dia._ fiquei realmente feliz. Neji apertou minha mão por baixo da mesa me dando apoio. Fiquei feliz por isso.
_ Bom então faremos a semana médica. Izumi abriu ontem com sua palestra e hoje teremos outro médico vindo diretamente do centro de pesquisas de Paris só para falar sobre seu estudo clínico. Se quiserem participar estão todos convidados. Eu também preciso que vocês meninas façam as palavras nas suas áreas. Temari gostaria que você trabalhasse com Tobirama e com o Dr Nara sobre o garoto do coração partido. Ele ainda está no hospital e muito bem por sinal._ eu olhei para Temari que Shikamaru estava lhe olhando dos pés a cabeça. Os três trabalhando juntos não sei se dará certo. A Dra Tsunade continuou falando o que iríamos fazer até que a reunião acabou. Izumi não nos deixou sair e os rapazes ficaram conosco também. 
_ Meninas abram o presente que eu trouxe para vocês. Comprei de coração._ nos abrimos juntas e fechando também ao mesmo tempo.
_ Que porra é esse Izumi?_ Tema gritou alto e Izumi ficou rindo.
_ É um Love sence. Você coloca lá dentro e o controla pelo celular. É uma maravilha._ ela saiu da sala como se não fosse nada demais. E com isso acabamos esquecendo de quem estava conosco. Neji sussurrou no meu ouvido e eu me arrepiei.
_ Só eu controlo o seu prazer... Então isso fica comigo._ ele pegou a pequena caixa e saiu da sala. E o gesto foi imitado por todos eles. Izumi é louca. 
_ Ainda dá tempo de manda-la de volta para Paris?_ Hina perguntou completamente vermelha. E depois foi impossível segurar a risada. Nos saímos da sala ainda rindo mas paramos no primeiro corredor. Izumi mais parecia uma estatua de sal olhando para um homem realmente lindo. Mas algo de errado não está certo. Ela parecia chocada lhe olhando e o cara estava impassível.
_ Itachi..._ sua voz era um sussurro. E eles se conhecem pelo visto. Ele sorriu pelo reconhecimento dela.
_ Oi Izumi.

 

 


Continua....



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...