História A Shining Route (Boku no Hero Academia Fanfic ) - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Boku no Hero Academia (My Hero Academia)
Personagens Aizawa Shouta, Asui Tsuyu, Bakugo Katsuki, Lida Tenya, Midoriya Izuku, Mineta Minoru, Personagens Originais, Present Mic, Todoroki Shouto, Uraraka Ochako, Yagi "All Might" Toshinori
Tags Bakugo, Bakugou X Hibiki, Bakugou X Leitor, Midoriya, Midoriya X Hibiki, Todoroki, Todoroki X Hibiki, Todoroki X Leitor
Visualizações 65
Palavras 4.037
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shonen-Ai, Suspense, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olaaaa people!!
Mais um capítulo para seu deleite :3
As vezes eu vou colocar desenhos meus como vocês podem ver pela assinatura ali em cima.
Mas sem mais delongas...
Vamos a história!!!


==============================

Capítulo 9 - Enfrentando suas dores


Fanfic / Fanfiction A Shining Route (Boku no Hero Academia Fanfic ) - Capítulo 9 - Enfrentando suas dores

Todoroki foi muito direto com o que ele queria...ele sempre é...

É aqui estou eu...sentado a frente da mesa com o "presente" que minha avó me mandou a alguns dias...sequer está aberto, é eu já podia imaginar o que era.

Ao rasgar o papel... logo surge de dentro uma tiara com orelhas de gato ornamentadas em cada lado, negras da cor do meu cabelo, lembro muito bem de tê-la usado em uma festa a fantasia quando ainda era pequeno...meus avós ainda cuidavam de min...

Movo minha cabeça negativamente espantando qualquer lembrança triste é sigo até o grande espelho que se encontrava em um canto da sala de espera.

-Isso pode ser estranho para quem vê...mas eu me sinto melhor tendo isso comigo hoje...que seja uma amuleto da sorte - toco meus cabelos é no acessório...era como se ele agora fizesse parte de mim.

-(Respiro fundo) Que venha com tudo... Shoto - eu me olho novamente no espelho vendo as orelhas de gato no topo de minha cabeça...coro novamente imaginando todos me vendo usar isso.

-Hibiki-kun!!! - Midoriya é Iida​ quase arrombam a porta me assustando - Viemos te desejar boa sorte!!! - os dois falam em uníssono.

- Ha-ahah obrigado - eu tampo as orelhas felinas sobre minha cabeça.

- E eu também - Uraraka surge na porta - Não podia faltar a integrante do quarteto - ela da um soco no ar.

- Claro que não!! Está melhor ? - eu junto minhas mãos em meu peito esperando suas explicações.

-Sim é...isso - ela aponta para minha cabeça - É so por causa do Todoroki ?

- O-o-que!!! Não diga besteiras - sinto meu rosto corar intensamente. Me viro para os dois atrás de mim... Midoriya parecia ter sua alma escapando por sua boca após as palavras da garota.

-Uraraka, não faça piadas em um momento tão sério - Iida concerta seus óculos que emitem um brilho.

-Mas eu não estou!! Eu vi os dois é...

-Okay okay!!! Mas...eu estou agradecido de vocês virem aqui pessoal...de verdade - um sorriso brota em meus lábios - Nunca pensei que conheceria colegas tão gentis é atenciosos como vocês - todos os três abrem um sorriso sincero é amável em seus rostos...

- Então.... é para eu dar o meu melhor ? - eu elevo meu punho para o alto.

-SIM!!!!! - cantamos juntos é terminamos rindo.

-E aí está a nossa luta pessoal !! - O nosso sensei gritava em exaltação junto das muitas pessoas presentes.

-Entre o aluno que criou icebergs com seu gelo, derreteu obstáculos com suas chamas, Todoroki Shouto!!!!

-Do outro lado...o Garoto Kawaii da turma 1-A, talvez um futuro Idol, não se enganem com essas orelhas fofas acima de sua cabeça pois ele ja venceu muitos jovens, ----- Hibiki!!!! - A plateia a assistir se exalta...

*Eu ainda não sei porque não tirei essas orelhas de gato na minha cabeça...e como ele sabe que eu vou ser um Idol??*

-Se quer desistir... faça-o agora, eu irei lutar com tudo que tenho agora *Ele entra em posição de ataque *

- (Assopro de desafio) Desistir não está em meu vocabulário...Todoroki...pode vir com tudo!!! - abro minhas mãos em forma de comando para que a água venha.

-Ready for the Fight!!! - Uma pausa do sensei e gritos de quem assistia.

- START!!!!!

*Eu vou ganhar!!!*

O garoto lança uma trilha de gelo que ao se aproximar de min se eleva em placas afiadas...eu apenas fico parado posicionando minhas mãos como eu havia treinado.

*Certo, faça como sempre treinou!!! *

Rapidamente como se estivesse desviando algo pesado eu direciono minhas mãos para o lado e logo a corrente gelada tem um desvio passando ao meu lado até o fim do campo.

-O inacreditavel está diante de nossos olhos!!?!Se o garoto aquático consegue desviar todos os ataques de Todoroki...como ele ira lidar com seus ataques? - Present Mic gritava no microfone.

*Se eu consigo desviar os ataques dele porque gelo é água...apenas me resta lidar com a rajada de fogo *

Eu avanço correndo a toda velocidade, batendo em minhas mãos como se limpasse poeira da mesma, crio uma quantidade de água que me acompanha pelo ar.

-Gelo também é água...se espera continuar me atacando com isso - Eu digo enquanto corro...mas sinto um baque e sou jogado para um canto da arena.

Rolo pelo chão, e logo me ponho de pé vendo a ponta do cristal gelado que surge do chão…Todoroki me olhava com seu olhar frio, de seu pé direito uma outra camada​ fina de gelo cobre uma linha reta na direção do cristal.

-Como você havia mencionado...ele pode lidar com essa diferença de dominação se for mais rapido que seu adversário - Aizawa sensei rouba o microfone ao dizer sua tese.

Eu direciono minha mão fechada para todo o gelo do campo o fazendo evaporar em uma fumaça branca que se dissipa em pleno ar.

-(Arfante) -seguro minha barriga...posso sentir a água em minha boca...engulo outra vez.

-Como eu disse...eu darei tudo de min - ele se posiciona para lançar outra trilha de gelo.

*Vc não é o unico...que pode fazer isso *

Outra vez corro em sua direção e as mesmas estalagmites de gelo se elevam do chão...mas outras aparecem na frente se chocando com as do garoto...cacos de gelo voam pelos ares junto comigo e escalo o monte gelado me jogando em pleno ar.

Ele eleva uma plataforma de gelo mas eu dou um soco no ar em sua direção fazendo todo o gelo simplesmente se quebrar ao meio dando passagem para meu pouso.

Ao me aproximar dele eu coloco minhas mãos sobre seu ombro...ele rapidamente agarra meus cotovelo esquerdo congelando-o por cima de minha pele...da mesma forma a água desce por seus ombros fazendo uma grossa camada de gelo se formar por cima de seus dois ombros, começa então uma batalha de quem congela mais rapido.

*Droga...ele já está quase cobrindo meu braço... *

Conforme congela meu braço ele continua a tentar tirar minhas mãos de cima de sua camiseta...eu continuo firme...mas quando eu sinto que vou ceder minha cabeça se inclina para traz ... minha testa se encontra com seu nariz com um golpe, fazendo sua cabeça se afastar para trás com um olhar quase inexpressivo, mas de dor.

Uma linha liquida se forma em volta de minha cintura e a "corda" de água me puxa para longe, me fazendo afastar alguns metros do rapaz.

Ele limpa o nariz do pouco sangue que escorria enquanto me olha com um olhar que não consigo mais identificar...eu sei o que estava por vir .

Eu outra vez limpo o campo de concreto de toda a água e gelo os fazendo evaporar novamente.

- Se quer tentar acabar com isso com força bruta...eu sou mais forte que você nisso - ele diz abrindo sua mão esquerda.

Eu já estava fisicamente exausto...as individualidades não só são efeitos diferentes dos seres vivos...elas também são parte de seu físico como muitos sabem. Cuspo a água que se forma em minha boca no chão e me coloco de pé.

-Quero terminar logo com isso...eu não quero que isso dure mais do que posso aguentar - sussuro.

-Se quer dar um fim nisso ...que seja agora!!! - ele pisa com força no chão e vejo surgir uma parede enorme com pontas geladas se elevar para o céu e seguir em minha direção...

- Não vou deixar​!! - eu estendo minhas mãos enquanto todo aquele gelo cobre tudo a minha volta, uma bolsa de ar se forma ao meu redor e não vejo mais nada além de gelo enquanto contínuo a impedir que o ataque me enterrase vivo.

*Não... não vou ceder!!! NÃO VOU!!! *

Eu ja havia perdido o controle do ataque do rapaz a muito tempo.

-Não posso crer no que estou vendo! Hibiki foi enterrado pelo ataque gelado de Todoroki-kun​!!!

Todos sussuram questionando o meu paradeiro.

Alguns minutos depois se é ouvido um ruido.

Uma rachadura quebra o gelo ao meio...em seguida ela se trinca por inteiro é se quebra. Partes gigantes congeladas flutuam...em seguida derretem formando uma quantidade absurda de água do topo da arena até o campo onde nos encontrávamos.

Um túnel se abre na água e andando eu saio com minhas roupas rasgadas e cortadas, varios ematomas e cortes estão visíveis em meu corpo e rosto.

-Outro fenômeno incrível, ele foi capaz de derreter um iceberg inteiro - Present Mic deixa seus óculos caírem.

-Porque​ está tão surpreso? Ele apenas tem um ótimo auto controle - Aizawa suspira entediado.

-(Arfante) Minha vez - eu estendo minhas duas mãos abertas para o garoto e as gotas de água giram em torno de minhas mãos antes do tsunami gigantesco de água ir em direção dele .

A água se choca contra o rapaz enquanto sinto o líquido descer meu nariz... coloco uma mão sobre ele para parar o vazamento...a água inteira se derrama pelo campo evaporando em pleno ar ao se aproximar da parede do outro lado da arena, a fumaça branca cobre o campo inteiro impedindo que todos vejam o que houve.

*Com essa força ele deve ter saí...?!? *

Após a água evaporar por completo ... Todoroki estava com as costas apoiadas em uma parede de gelo atrás se si...suas mãos seguravam o gelo com força pela contração dos músculos de seus braços, seus cabelos molhados balançavam e pingavam água conforme ele arfava.

*Ele...sequer saiu do campo!!!

Aquela parede de​ gelo segurou ele quando lutou contra o Midoriya, não pensei que seria resistente ...vou ter que acabar com ele aqui dentro *

-Oto-san...Oka-san...vou me tornar um herói... - eu mordo meus lábios...sinto minhas mãos tremerem, mas as junto as impedindo de se moverem outra vez.

*Eu vou fazer tudo pra ser um !!! *

Corro em sua direção, a água em meus pés a cada passo voa e flutua atrás de minhas costas.

-Não vou perder !!! - eu lanço minha mão no ar atirando com velocidade mais cacos de gelo.

Ele consegue defender atirando uma rajada fogo em minha direção me engolindo.

A plateia engasga ao ver todo o fogo me cobrindo... uma fumaça branca se expande de onde eu estava e uma parte do fogo se apaga revelando a camada de água a minha frente impedindo seu ataque de me queimar...meu rosto raivoso e determinado é visível após a água se expandir.

* Não vou desistir *

Eu atiro outra rajada de projéteis gelados em sua direção o fazendo se desviar...mas dessa vez eu giro meu braço no ar fazendo outra uma placa de gelo surgir do chão acertando seu queixo o jogando para o alto.

Pulo e elevo meu punho para trás o congelando.

Antes mesmo de eu perceber qualquer coisa, ele agarra meu pulso e eu sinto outro soco em meu estômago, vendo a placa de gelo me acertando e me jogando outra vez para longe.

Voo pelo ar e logo sinto outra pancada em minhas costas me jogando para o alto...a tiara com orelhas de gato cai de minha cabeça pousando no meio do campo...e logo sinto as picadas e golpes das estalagmites geladas...e por fim o pior...ao cair parabólicamente me choco contra o chão batendo em cheio meu ombro, a dor toma conta de todo meu braço como se ele estivesse sendo arrancado.

Em seguida rolo pelo chão...meu ombro tumonizando de dor como se estivessem me esfaqueando, meu uniforme da academia rasgado e cheio de cortes e ematomas.

-Desista agora...ou o próximo será para te desacordar - Todoroki eleva sua mão direita a fazendo projetar uma pequena chama.

Arfando e suando...eu coloco minha mão esquerda sobre o chão e fico de joelhos, o meu ombro direito machucado está caído...

-(Gemidos de dor) Eu ja disse.... não se lembra?... não vou desistir - conforme levanto meu rosto cansado e dolorido mostro o cortes e o suor que descia meu rosto.

{Algum tempo atrás}

Seus braços me impediam de escapar de seu olhar congelante, elevo uma mão ao peito, seu hálito tinha cheiro de neve quando gelado...

-Quero que me diga...qual a sua motivação em continuar tentando ser o que quer?

-O...que?

-Você sabe do que eu estou falando...muitos como você desistiram a muito tempo, porque ainda se mantém​ de pé? Porque ainda quer continuar?

Seus braços de cada lado me impediriam de escapar... é ele não deixaria eu ir até falar.

- Isso é um assunto que me perturba...uma coisa que eu fiz a muito tempo mais quero esquecer...o motivo pelo qual eu quero ser um Herói...ainda estou a procurar ele...

Ele levanta uma de suas sombrancelhas...respiro fundo.

-Um motivo para continuar vivendo...um motivo para continuar vivo nesse mundo, eu sei que quando me tornar um herói eu vou achar ele - meus olhos agora estavam vidrados em suas orbes de duas cores.

- É se não encontrar? - ele questiona sem mudar sua expressão.

-Então eu vou continuar a procurar...mas eu sei que quando me tornar um...eu vou encontrar esse motivo...eu desisti a muito tempo, eu desisti de estar aqui nesse exato momento... é quando percebi no que eu iria me tornar se tivesse completado o que iria fazer, prometi a mim mesmo que eu não iria desistir mais.

Suas mãos sobre as paredes descem até a altura da minha cintura...ele abre a boca para dizer algo, mas desiste a fechando novamente, seus lábios seguem para meu ouvido onde ele pronúncia...

- Você me convenceu...

{ Momento da luta }

Cambaleando, é com dificuldade para me manter em pé, eu seguro meu ombro...a dor exorbitante se espalha por ele...

*Não vou... *

{Na arquibancada }

-Hibiki-kun... - Uraraka já curada quase chora pelo meu estado deplorável em luta...

-Ele tem que se render...nesse ritmo ele vai... - Iida reclama com gotas de suor descendo de seu rosto.

-Porque ele não avança...o que houve com ele... - Kirishima parece não entender a situação.

-Porque...ele... descolou o ombro.. - Midoriya assume de cabeça baixa ao perceber.

{Arena }

Caído de joelhos na arena...acabado...feito de fraco, eu ainda resistia, enquanto sentia meu braço retumbar de dor...meus olhos derramavam lagrimas, as gotas subiam pelo ar conforme eu coloco minha mão sobre o ombro caído...me lembro daquele dia...

{Anos atrás }

Eu estava sentado sobre a cadeira da funerária...meu rosto coberto de lagrimas...uma criança daquela idade não entenderia nada daquilo...mas eu entendia, sabia que eles não iriam voltar...mas naquela hora tive o que mais precisei e que muitos querem nesses momentos...um colo de avó.

-Esta tudo bem...esta tudo bem - ela me balançava em seu colo enquanto eu apertava o tecido negro de seu vestido longo - Você ainda tem a nós agora Hibiki - ela me abraçava também.

-Oba-san...eles não vão voltar não é? - eu dizia enquanto as lagrimas desciam por meu rosto pequeno.

-Não meu querido... não vão...mas sabe o que você precisa fazer? - ela levanta meu rosto com a ponta de seus dedos.

-Oque...

-Precisa ser forte meu neto... você precisa superar isso...mesmo triste - ela diz com a mesma voz de mãe que acalma toda criança.

-Mas como obaa-san? - suas mãos limpam as lagrimas de meu rosto.

-Transformando essa dor em força, seja forte para continuar querido... que essa dor me deixe forte...repita comigo.

-Essa dor...minha força - falamos juntos, em seguida recebo outro abraço.

-Seja forte meu pequeno...eu sei que você vai se tornar aquilo que seus pais desejam.

É assim naquele aquele dia se eternizou...eu me tornei mais forte do que jamais fui.

{Momentos atuais }

Minha mão se agarra a meu ombro...o aperto sentindo a dor emanar pelo meu corpo...mas eu ja não me importava com isso.

Da arquibancada da minha sala e das outras todos viam eu me manter de pé com dificuldade.

-Ele... não vai? - Midoriya dizia enquanto todos olhavam perplexos o que eu estava prestes a fazer.

Todoroki olhava para mim, seus olhos se arregalaram ao perceber o que eu iria fazer.

-Minha....minha...(Arfando) - eu levanto minha cabeça meu olhar de dor e raiva é visível para o rapaz de cabelos peculiares...

-MINHA DOR É MINHA FORÇA!!!

O som do osso se deslocando de volta ao lugar e ouvido junto do meu gemido de dor abafado mas audível...a plateia se cala presenciando a cena de pura dor e coragem...meus colegas com a feição de surpresa em seu olhar...Iida com a minha mesma cara de dor...Uraraka engolindo seco meu sacrifício doloroso...mas Midoriya estava sério, via o que ele também fazia, tirar da dor a força para prosseguir.

Eu balanço meu braço direito... ja estava no lugar, eu conseguia sentir e não mais sentir a dor que emanava dele, mas agora só queria vencer uma das minhas muitas lutas.

-Eu disse...eu nunca vou desistir!!! - eu digo em um grito e escuto a plateia ruminar gritos animados.

O rosto do rapaz transmite o que eu menos esperava..."Preocupação".

Eu avanço contra ele vendo novamente ele lançar o gelo, que se racha me dando passagem ao comando de minha individualidade.

Ele lança outra corrente de chamas que são apagadas por um jato de água gigante que vem do solo molhado do campo.

Um bloco de gelo é lançado por min com força do chão até o queixo de Todoroki o acertando, aproveitando eu desfiro outro de meus socos gelados. Ele faz rapidamente menção de agarrar meu pulso outra vez, mas logo meu pulso se afasta e meu pé já acertava seu ouvido, ele agarra minha perna e eu o lado da sua camiseta que não estava carbonizado, o desequilíbro e caímos rolando pelo chão molhado.

Com seu corpo sobre min ele coloca sua mão esquerda em minha cintura e outra em meu ombro enquanto sinto o gelo se formar em volta do local de sua mão, já eu agarrava seus ombros na base de seu pescoço fazendo o mesmo local se congelar conforme a água se espalha agora mais rapida.

-Todoroki...

* Esta mais rapido do que antes... *

-Quanto mais você me machuca mais eu forte fico - eu sussuro apenas o fazendo escutar.

-Você luta bem...mas acha que pode ganhar? - após ele falar sinto sua mão esquerda esquentar.

- Não viu nada ainda!!! - eu coloco minha perna em seu peito o atirando para longe, e rolo pelo chão me colocando de pé novamente.Toda a água e gelo do campo é evaporada novamente por min se transformando em um gás branco novamente.

-(Arfante) Falta pouco para você ceder... não pense que pode ganhar tão debilitado - seu braço esquerdo se incendeia.

-(Arfando mais ainda) Nunca soube da expressão: "Tenho uma carta na manga" ? - eu junto minhas mãos, parecida da mesma forma que Uraraka faz quando irá usar sua individualidade.

-Você não percebeu não é? - eu digo levantando meu olhar cansado para o garoto de olhos heterotróficos enquanto esboço um pequeno sorriso - Você e o Bakugou deixam mesmo sua guarda baixa.

Ao terminar de falar o som alto de um trovão ecoa pelo céu...a luz logo diminuí em um piscar de olhos ao mesmo tempo que uma nuvem se formava acima do estádio, os raios dançavam dentro do algodão negro que era essa cúmulos nimbus.

-Não percebeu mesmo que eu evaporava​ toda a água do campo...acho que você sabe o que acontece com a água quando evaporada - Eu agora entrelaço minhas duas mãos fazendo um clarão cobrir todo o terreno - Minha Hidrocinése não se limita apenas ao líquido, como sabe...eu posso fazer um grande estrago.

-Mesmo que você​ possa fazer um raio descer do céu... como pretende faze-lo cair diretamente nesse local - sinto o temeroso de sua voz.

-Será unico molhado aqui...junto do campo quando a chuva cair...e acho também que não percebeu... - eu aponto para a tiara de orelhas de gato a alguns metros do meu adversário...a parte metálica que segura uma das orelhas estava a mostra.

Ao ver o adorno ele logo se prepara para fazer outra corrente de gelo para me impedir, mas em vão, pois eu já me preparava para o ataque mortal.

Eu fecho meu punho direito em direção a ele... seu olhar percorre o campo...seu gelo sequer se eleva do chão apenas se resumindo em um pequeno pátio fino gelado, segurando sua individualidade com uma mão, com a mão em direção ao inimigo toda a água do campo se direciona ao rapaz...com a segunda eu soco o céu com um grito chamando o relâmpago, que corta o ar rapidamente como um feixe de luz acertando o adorno e fazendo a eletricidade correr entre os jatos de água que se direcionavam ao garoto, o som ensurdecedor procede junto do clarão cegante no campo.

Por um momento não se ouve nada a não ser o zumbido nos ouvidos de todos presentes no estádio, os olhos correm pelo campo procurando o vencedor e o perdedor da luta, a poeira com o tempo abaixa mostrando Todoroki jogado ao chão com seu rosto demonstrando dor... já eu... não me encontrava no campo.

-Mas não é possível!! Sera mesmo que o nosso garoto aquático foi sugado pelo céu por seu ataque eletrizante!!! - Present Mic diz em um tom tenso em sua voz alta que agora se resumia em um sussurro.

Aizawa-sensei que estava ao seu lado cheio de bandagens rouba o microfone de sua mão outra vez dizendo com sua voz sonolenta.

-Preste mais atenção antes de falar alguma coisa - ele se vira para o pequeno buraco alguns centímetros de onde eu estava antes do relâmpago.

Os pedaços de concreto se racham...o buraco se abre por uma mão arranhada que emerge do lugar empoeirado me revelando sujo e ainda machucado...com dificuldade saio do esconderijo e cambaleio ficando de pé segurando meu braço.

-Todoroki Shouto está debilitado para continuar!!! O vencedor dessa luta é ----- Hibiki !!! - Midnight grita.

As pessoas gritam e me aplaudem de pé, meus ouvidos ainda não se curará do som agudo do trovão... não esperando os robôs médicos entrarem em campo eu ando mesmo com dificuldade até Todoroki que estava jogado ao chão tentando se levantar.

Eu me jogo de joelhos ao seu lado me sentando sobre minhas pernas, segurando em seu peito e costas o coloco sentado...seu olhar frio transmitia desapontamento por si...ele não conseguiu cumprir o disse a min durante a luta.

"Eu vou ganhar não importa o que aconteça, não se esforce até o seu limite...vai ser melhor para você "

Seus olhos se espremiam assim como alguns de seus músculos definidos que tremiam e se movimentavam com dificuldade...

-Parece que você venceu afinal... - ele agora com um olhar vago olha para mim esperando uma resposta.

E como resposta, algumas de minhas lagrimas caem sobre seu peito agora desnudo do uniforme queimado por sua individualidade flamejante .

-Daijoubu...eu apenas prometi que venceria, não importa quem iria ganhar para mim - eu sorrio enquanto sinto o líquido quente descer meu rosto.

Após algum tempo eu escuto aquela bendita frase.

-Onde quer ir quando sairmos? - ele diz me obrigando a levantar meu rosto corado agora.

-Não se preocupe...apenas se resuma em se recuperar, não usei força total no relâmpago, então seu corpo paralisado deve voltar ao normal em alguns minutos - Eu sorrio e delicadamente beijo a testa do rapaz dividido. Então levanto meu olhar...e todos do estádio me olhavam com um brilho em seus olhares por minha atitude inusitada.

-Que juventude extrema e preciosaaaaaaa !!! - Midnight a mesma sensei que anunciou minha vitória grita e todos presentes gritam extasiados de animação conforme eu corro com minha mão no rosto constrangido após os robôs médicos adentrarem o campo.

*Eu nunca vou aparecer em público novamenteeeeeee *

{Na arquibancada}

-Yaaaaaaay O Hibiki-kun venceu !!!! - Uraraka pulava junto com Hagakure que praticamente dançava entre as cadeiras.

-Aaaargh! E eu achando que o Hibiki-kun era tão frágil...agora eu sei que todos os homens são capazes...mesmo sendo... Kawaii - Kirishima fecho o punho enquanto sussura a última palavra.

-Uma boa estratégia e manejamento de sua peculiaridade, ele parece saber o que faz - Tokoyami diz cruzando os braços.

-Ele derrotou o Todoroki...parece que o que conta mesmo é o uso de sua habilidade...mas outros factores podem- - Midoriya rabisca em seu caderno corando enquanto pensava em algo.

 "Aquele...maldito picolé quente !!! Como esse desgraçado recebe tanta atenção dele??* - Bakugou pensa gritando em sua mente.


Notas Finais


==============================

O que acharam?
Muita ação? Suspense?
Ou um pouco de romance no final da luta? kkkk

Espero a todos no próximo capítulo
^-^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...