História A Simple Story. (Imagines BTS) - Capítulo 23


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts
Visualizações 4
Palavras 340
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fantasia, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 23 - 21. Passados (part.IV)


Shownu


Meu nome é Shownu e tenho 15 anos, e essa é a minha primeira semana semana aqui no orfanato.


O jeito que eu, vim para aqui foi uma história bem legal. Eu tinha 10 anos, então aconteceu entre esses cinco anos.
Eu era filho único com um pai solteiro. Minha mãe? Ela morreu no parto, então eu nunca conheci minha mãe, e também nunca tive uma. Meu pai é um trabalhador de dia, mas de noite ele esquece que tem um filho e vai beber e trazer qualquer mulher para nossa casa.


As mulheres que ele trazia para casa, sempre me maltratavam, me batiam, e o meu pai só observava e ria, ou às vezes ele também me batia e jogava na minha cara que a morte da minha mãe é culpa minha. Em um dia qualquer, ele ia jogar tudo na minha cara de novo, mas eu fui mais rápido e joguei na cara dele. Ele me bateu e me cortou muito, mas eu ainda tinha um resto de forças, eu desci as escadas em silêncio, porque os dois já tinham dormido.


Peguei uma arma que meu pai guardava por segurança, subi as escadas e entrei no quarto dele, destravei a arma e atirei. Me senti bem com isso. A mulher acordou assustada e rapidamente atirei nela também. Eu me sentia bem, parece que tirei um peso das minhas costas. Escutei barulho da polícia e deixei a arma em sua mão fui para o meu quarto fingindo estar assustado.
A polícia chamou meus avós, pois agora eles cuidariam de mim


5 anos depois...


Meus avós queriam me internar, estavam dizendo que eu estava ficando louco, que eu tinha problemas. Durante esses anos meu avós me deram animais de estimação, mas todos morreram, porque eu os matei. Desde que matei meu pai, eu fiquei com esse vício de matar, até que cansei de matar meus animais e matei meu avós, e com isso eu parei aqui no orfanato. Me obrigam a tomar remédio, e aqui estou eu órfão.


CONTINUA...


Notas Finais


Postei e sai correndo...
Beijos😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...