História A Sobrinha (Imagine Suga - BTS) - Capítulo 33


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Amor, Bangtan Boys, Bts, Família, Hentai, Imagine, Incesto, Min Yoongi, Romance, Sexo, Suga, Você
Visualizações 589
Palavras 1.752
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ecchi, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Aqui estou novamente...
Cansada fisicamente, emocionalmente, mas tô aqui rs

Boa leitura :3


Notas finais... vejam

Capítulo 33 - Strike


Yoongi

-Por que me trouxe no boliche Yoongi? - ela ri fraco enquanto entramos no estabelecimento

-É divertido, acho que você vai gostar. - na verdade eu nem sabia onde levá-la, mas surgiu isso em minha mente e me pareceu uma boa idéia. E também, o boliche não ficava muito longe da minha casa, assim me estressaria menos com a questão do trânsito.

Segurei na mão de S/N que pareceu ficar assustada com minha ação, soltei um risinho e ela relaxou um pouco. Só estou tentando deixá-la menos tensa, hoje eu estou num bom humor e pretendo aproveitá-lo.

Deixei meus tênis de lado e calcei o sapato apropriado na minha pontuação, vejo minha sobrinha fazer o mesmo.

-Seu pé é grande Yoongi. - diz olhando-me de canto

-Você sabe o porquê. - soltei uma risada nasal

-Eu sei? - pensou um pouco - Acho que não... - olhou para mim esperando minha justificativa

-Ué, quando um homem tem o pé grande... Tem outra coisa grande também....Ou você vai negar? - sorri malicioso e ela entendeu minha sugestão.

S/N arregalou os olhos. Minha teoria era ridícula, mas pelo menos em meu caso se aplicava.

-Tem razão... Mas acho que isso não se dá com todos os homens, você só deve ter sorte. - diz revirando os olhos

-Ah, pelo menos não negou. - ri fraco

-Quem vai começar? - diz mudando de assunto. Ela se pôs de pé a minha frente e me estendeu a mão

-As damas primeiro. - digo tentando parecer educado, mas saiu bem irônico para nós.

-Tem certeza que ser ganhado assim tão fácil? Tipo... Sem ao menos tentar? - ela ri convencida. É sério isso?

-Você não vai me vencer S/N, ninguém nunca me vence... Em nada. - olhei profundamente para ela. Eu estava mais do que certo.

-Ah é? Que ar orgulhoso você tem. - diz sarcástica - Com certeza existe alguém melhor do que você, sempre existirá. - como ela ousa dirigir tais palavras a mim? Não é querendo me gabar, é apenas a verdade. Eu sou muito bom em tudo que faço, e sempre consigo o que eu quero.

-Vamos ver então quem é o melhor S/N. - puxei a bola de sua mão com certa agressividade.

Ela me olhou com receio, me dirigi até a pista e joguei a bola com toda força e habilidade que tenho.

Strike.

A pior das sensações que eu posso sentir, é a raiva quando alguém diz que eu não sou capaz de algo. Sabe o que é crescer com as pessoas ao seu redor te dizendo que você não é capaz de nada? Eu vivi tudo isso por muitos anos. Meus pais não acreditavam em mim, apenas me desmotivavam. Minha irmã parecia gostar de ver meu sofrimento, e a pessoa que eu chamava de melhor amigo me traiu e me decepcionou. É, não foi fácil, mas eu mostrei para todos eles que poderia ser alguém na vida sem a ajuda deles.

S/N não tem nada a ver com isso tudo, e sei que não está dizendo por mal, apenas por brincadeira, mas ela não tem noção do quanto isso me traz más lembranças.

-Sua vez. - digo me afastando. Ela se aproxima com um pouco de receio, jogou a bola e esperamos pelo resultado... 3 pinos. Nada mal para a pessoa que diz que é melhor que eu. Ri só com meus pensamentos.

Peguei a bola e novamente fiz outro strike. Sorri vitorioso.

-Tá vendo S/N? Quem é melhor agora heim? - digo sério a olhando, eu sentia uma raiva me percorrer. Era como se eu estivesse dizendo aquelas palavras para as pessoas que tanto me fizeram mal.

-Calma Yoongi, eu estava só brincando. - diz se afastando

-Não me importo se estava brincando ou falando sério, que fique bem claro, ninguém zomba de mim. - meus olhos estavam opacos e eu continuei num tom autoritário

S/N nada disse, continuou me olhando.

-Joga. - falo com os braços cruzados

Ela então fechou a cara e continuou o jogo. E assim ficava, ela jogava, eu jogava. Tudo muito chato e aquilo começou a me irritar mais ainda.

-Olha aqui S/N de for pra ficar desse jeito, era melhor nem ter vindo.

-Mas foi você que começou. - diz indignada

-Eu comecei? Você que ficou me irritando, como sempre faz.

-Como sempre faço? Então porque você anda comigo? Não te obriguei a vir até aqui. - continuou no mesmo tom, ela estava indignada

-Não mesmo, foi eu que quis vir com você, mas pensei que seria divertido.

-Seria divertido se você não ficasse se irritando com tudo.

-Você que não mede suas palavras antes de dizer, eu passo o dia trabalhando na porcaria daquela empresa, passo horas no trânsito pra chegar até em casa... E quando saiu pra me divertir você tem que me lembrar das coisas ruins que passei e dizer que não sou capaz de fazer algo.

-Se eu falei alguma coisa que te machucou, que fique bem claro que não era minha intenção. Você sabe muito bem que eu nem conheço sua história direito, por isso não estou te julgando, nem nada. E a única pessoa que está sendo irritante aqui é você por se achar superior e ser tão egoísta. O pior Yoongi é que você nunca admite seus erros, se acha melhor em tudo e por esse motivo sempre coloca a culpa em outras pessoas, que nesse caso sou eu.

-Egoísta? Quem é que está te dando um teto pra morar? Quem que paga sua escola e tudo pra você? Quem suporta você, sua mãe e aquele seu namoradinho chato todos os dias heim?

Vi os olhos de S/N se enchendo de lágrimas, ela colocou as mãos na boca e saiu correndo dali. Olhei ao redor e vi que algumas das pessoas nos olhavam assustadas.

-Fodam-se todos vocês. - levantei o dedo do meio para eles e sai atrás da garota.

Vi S/N encostada na carro, ela chorava silenciosamente. Pelo menos não tentou fugir, porque se fizesse isso eu a deixaria para trás.

-Anda, entra no carro. Vamos embora daqui. - digo e vou para o meu lado do veículo.

Ela me obedece, deu partida e seguimos para casa.

-Por que está chorando heim, S/N? - suspirei vendo ela limpar os olhos com as palmas das mãos

-Você ainda pergunta? - suspirou desviando o olhar - Suas palavras me machucam tanto Yoongi, não tem como segurar as lágrimas.

-Você que só sabe chorar, eu já passei por tanta coisa nessa vida, e simplesmente levantei a cabeça e continuei em frente. Chorar não leva a lugar nenhum.

-Eu não tô nem aí pro que você pensa, só me deixa em paz. - aumentou o tom

O caminho até em casa foi apenas escutando as lágrimas dela caindo e a sua tosse seca. Ao chegarmos em casa parei o carro e continuei dentro do veículo.

-Sabe Yoongi - S/N começou - Por meros segundos, eu pensei demais. Eu me enganei sabe, porque eu achava que você talvez estivesse mesmo afim de mudar por mim, mas não... Você continua a mesma pessoa de antes. Não se aproxime de mim. - tirou o cinto de segurança e saiu do carro.

Suspirei passando a mão no cabelo.

-Que porra você fez heim, Yoongi? - falei para mim mesmo e bati no volante irritado 

Demorei mais alguns minutos ali pensando. Eu precisava falar com S/N, mas eu tenho certeza que ela nem quer me ver.

Fui para meu quarto, tomei um bom banho e relaxei o máximo possível, eu precisava estar de cabeça fria pra aguentar tudo que ela me diria. Mais tarde fui na cozinha e nada de S/N, ela passou o tempo todo em seu quarto mesmo, aproveitei pra tentar cozinhar alguma coisa. Não quero comer nada do que a minha empregada tinha preparado, então juntei alguns ingredientes e fiz um lamen, duas porções. Comi o meu na sala vendo um jogo de hockey, depois coloquei o outro numa tigela e resolvi levar para S/N.

Bati na porta do quarto duas vezes e esperei por uma resposta.

-O que você quer Yoongi? - ouvi sua voz chorosa. Ainda isso, sério?

-Eu fiz lamen pra você. - digo e espero uma resposta

-Não tô com fome.

-Eu quero conversar também...

-Conversar ou discutir o quanto eu sou ruim pra você?

Umedeci os lábios e pensei em algo para falar.

-S/N, eu quero te pedir desculpas... Vai, abre a porta.

Ela não diz mais nada, vejo a maçaneta ser girada e ela aparecer sem me olhar diretamente.

-Posso entrar? - pergunto e ela assentiu, deu espaço e assim eu pude entrar em seu quarto. Deixei o lamen em cima da mesa ao lado da cama, e me aproximei dela.

-Eu só queria pedir.... - demorei para falar a tal palavra - Des...Culpa - suspirei - ... Eu não deveria ter falado aquelas coisas. - suspirei e a vi de braços cruzados. Passei a mão pelo cabelo, eu mal conseguia olhar diretamente para minha sobrinha.

-Yoongi, eu não quero suas desculpas, eu sei que não está fazendo isso com boa vontade. - suspirou

-Eu quero me tornar o homem que você quer ter ao seu lado, mas isso tudo ainda é tão recente, eu mal sei como agir...

-Não precisa mudar por mim Yoongi, você nunca vai conseguir uma coisa dessas. - diz firme

-S/N - segurei sua mão - Eu prometo que uma coisa dessas não vai mais acontecer, eu não posso descontar minha raiva em você, eu sei, isso não vai acontecer de novo, me desculpe. - sorri triste - Só... Tem um pouco de paciência comigo, eu... - antes de terminar minha garota me interrompeu

-Você sabe, minha mãe está trabalhando e já temos um pouco de dinheiro, se quiser mandar a gente ir embora... Tudo bem. Eu vou falar com o Jimin e dizer que ele não pode mais vir...

-Para S/N, eu não vou fazer uma coisa dessas. - suspirei - Eu... Só falei sem pensar. - cocei a nuca

Ela voltou até a cama e pegou o lamém que eu tinha deixado na mesinha. Começou a comer, ela parecia com fome. Sentei ao seu lado um pouco distante, e fiquei em silêncio.

-Yoongi, já pode ir se quiser, eu agradeço por um lamen.

-Eu que fiz, sabia?

-Não, não sabia que você sabe cozinhar....

-Um pouco, mas não gosto muito. - suspirei e ela virou o rosto para me olhar 

Segurei em sua mão e a beijei repentinamente, porém não foi um beijo rápido, mas sim demorado e que transmitia os nossos sentimentos. E quando ela retribuiu era como se tivesse aceitado minhas desculpas. 


Notas Finais


Então... Apesar de eu não estar sendo muito frequente (mas uma vez desculpas kk) eu quero começar uma nova fic. Não só uma... Mas várias, porém uma de cada vez pra não me sobrecarregar.
Até mesmo estive falando com algumas leitoras a respeito disso, e um dos temas será a mitologia (estou juntando duas coisas que amo muito, bts + mitologia grega. Kk)
Pode ser que demore ainda alguns dias, mas fiquem na expectativa, creio que vai ser muito bom.
É isso.
Até mais. Bjs.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...