História Guardians of Empathy - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Adolescente, Amizade, Aventura, Ficção, Filosofia, Furry, Heróis, Sociedade, Superação
Visualizações 43
Palavras 549
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Ação, Aventura, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Magia, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 1 - Planos


No começo da criação dos mundos e universos não havia muita coisa para se observar, somente um profundo e infinito vazio emanado pelo espaço, a vida ainda não existia na época.

Com o passar do tempo uma forma de estrutura começou a ser construída no universo que conhecemos hoje.

Três reinos foram criados para assim dividirem a vida no imenso vazio:

O humano: Habitado pela raça humana, as plantas e os animais, basicamente bem frágeis, porém com um poder desconhecido.;

O Terreno: Um plano mais complexo onde as leis da física e biologia são irrelevantes. Esse reino é o lar dos espíritos dos seres humanos. Tais espíritos aparecem através do nascimento de seres na Terra, ou seja, para cada humano, existe um habitante deste reino, que nasce com o propósito de guiar e proteger seu humano respectivo. Geralmente adotam formas de animais com características humanas. Sua aparência também pode se tornar algo semelhante á personalidade enraizada de seu parceiro.

O sagrado: Um plano onde deuses e criaturas angelicais habitam, extremamente proibido aos mortais. Esse reino tem o objetivo de garantir a homeostase dos outros dois, interferindo se for necessário, para que assim não ocorra nenhuma catástrofe.

Os três reinos então foram criados, e permaneceram interligados. Porém seres humanos não podiam se misturar com os seres do plano terreno, muito menos enxerga-los, mas podiam senti-los.

 Cada humano consegue sentir seu parceiro interior, e só será possível enxergá-lo caso a pessoa esteja em extremo perigo. Poucos tiveram essa proeza e dizem que os que conseguiram nunca voltaram a ser a mesma pessoa.

A paz permaneceu por alguns anos até que uma catástrofe ocorreu no mundo humano.

Devido á intensa força dos humanos em seus sentidos, não demorou para que ocorresse uma condensação de trevas pura na superfície do planeta, isso ocorreu devido aos longos e deprimentes pensamentos negativos dos seres humanos, isto é, inveja, ódio, tristeza depressão e frustação. O mundo se tornou o inferno na terra e logo a entidade da escuridão responsável pela morte de toda e qualquer vida foi criada e liberada no planeta, seu nome era Thánatos um deus sedento por destruição. Seu objetivo era a aniquilação dos três mundos.

Esse período no mundo humano ficou conhecido como “Idade das Trevas”, e foi nessa época que o Deus da  morte  tentou atacar a Terra.

Uma guerra foi travada entre ele e os humanos, que acabaram precisando da ajuda do mundo terreno, essa também foi a primeira vez que humanos e animais se aliaram, sendo que cada pessoa lutava ao lado de seu parceiro para proteger a Terra.

Houveram muitas baixas, tanto humanos quanto animais sucumbiram, mas diante de seus esforços, o mundo divino mandou ajuda, e assim conseguiram aprisionar Thánatos em uma pequena porção de terra envolta pelo Oceano, não podiam mata-lo por ser uma força de influência criada pela mente dos humanos, então escolheram um local para sela-lo.

Infelizmente a prisão não duraria muito tempo e chegaria o momento em que teriam que confronta-lo novamente, pois seres humanos sempre pioravam suas ações, querendo sempre se sobressair perante os outros. Os sentimentos negativos o trariam de volta.

Agora seria uma batalha completamente diferente da primeira, uma batalha que poderia levar a destruição de tudo e que só poderia ser evitada por quatro pessoas e seus respectivos espíritos. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...