1. Spirit Fanfics >
  2. A Stalker >
  3. Hacker

História A Stalker - Capítulo 2


Escrita por:


Capítulo 2 - Hacker


Fanfic / Fanfiction A Stalker - Capítulo 2 - Hacker

Depois daquele dia que nos falamos, eu me sinto mais motiva pra ir a faculdade, eu realmente estava pensando em desistir de estudar e só ficar trancada no meu quarto, afinal, eu tinha tive o apoio do meu pai pra nada, e minha mãe me abandonou, desde então, tudo que ele faz é beber e me dizer bobagens, mas eu espero que um dia isso tudo acabe quando ele morrer de cirrose.

Nesta manhã eu resolvi me arrumar melhor, soltei meu cabelo, usei um pouco de maquiagem, sei que parece hipocrisia eu tentar me parecer com essas meninas fúteis que você tanto ama, mas eu não tenho outra escolha, preciso que me note ainda mais.

Chego à faculdade com altas expectativas, assisto a primeira aula mais animada, nem noto os olhares estranhos sobre mim das minhas colegas. No intervalo, eu viro o corredor e bato de frente justo com quem? Lisa. Nesse momento eu noto que fico na altura do queixo dela, além ser bonita, Lisa também é alta, o que poderia ser uma enorme desvantagem pra mim, pois ela parece uma modelo, os cadernos dela caem no chão, e eu ajudo a recolher, enquanto ela me encara com aquele olhar soberbo.

- Presta atenção da próxima vez fofinha. – Ela tenta parecer educada, mas noto o sarcasmo na voz dela.

- Eu sinto muito Lisa. – Falo tentando parecer o mais inocente possível, ela sorri pra mim, e sai em seguida sem dizer nada.

Eu te odeio piranha.

Sigo em frente pro refeitório, e escolho a mesa mais afastada pra me assentar como sempre, e não demora muito e vejo você e seus amigos chegarem, hoje você parece melhor, mas eu ainda não consigo deixar de pensar no que te deixou triste naquele dia, será que teve algo a ver com Lisa? Você se meteu em alguma briga por causa dela? Se for por isso, eu jamais irei perdoá-la por isso.

Em um determinado momento, você olha pra mim, e sorri, você me reconheceu, eu sei que por enquanto eu sou apenas a garota da cafeteria, mas o importante é que você se lembra mim, você tem um bom coração Taehyung, você é gentil com as pessoas, não é igual seus amiguinhos que só se relacionam com a elite riquinha dessa faculdade.

Você e seus amigos conversam enquanto comem, e eu escuto o nome de Lisa sendo pronunciado por um de seus amigos, se não me engano é o Jeon Jungkook, o metido a badboy, esse garoto não vale nada, não te traz boas influencias, e parece querer que você volte com Lisa, mas não de ouvidos a ele Tae, ele não sabe o que é bom pra você.

Eu me levanto da minha cadeira, preciso sair desse refeitório, enquanto passo pelo corredor, piso em algo pegajoso, e quando me dou conta, eu estou no chão, literalmente de cara no chão. Algum engraçadinho jogou comida no piso, e eu levei o maior tombo na sua frente, justo na sua frente. Minha cabeça roda, eu fico enjoada, queria desaparecer, vejo o rosto de Jungkook dando altas gargalhadas de mim, mas como num conto de fadas você me vê, e me ajuda a levantar.

- Você tá bem? – Eu olho nos seus olhos, e vejo que você realmente está preocupado comigo. Engulo seco.

- Estou... Meu Deus, que vergonha. – Falo enquanto ele me ajuda a levantar eu seguro em seu braço. Quando fico de pé, ele sorri pra mim.

- Isso acontece. – Ele diz de uma forma fofa, mas os amigos dele não param de rir, não posso evitar meu olhar assassino. – Não liga pra ele, são idiotas. – Ele dá de ombros.

- Eu não ligo. – Minto. É claro que eu ligo, agora eu vou virar motivo de piada na faculdade. Mas o importante é que você me ajudou, como um verdadeiro príncipe encantado faria.

- Você não torceu nada? Tá bem mesmo? – Ele analisou meu pé.

- Felizmente não. – Sorri sem jeito.

- Ei... Espera, eu me lembro de você de algum lugar... estamos na mesma turma? – Ele me encarou tentando se lembrar.

- Eu te ajudei na cafeteria. – Respondo a ele, que faz um “o” com a boca com se tivesse se recordado.

- Isso mesmo, bem, você me ajudou, eu te ajudei. Estamos quites parece. – Ele sorriu divertido.

- É, que coincidência. – Sorrio feito boba, e nesse momento percebo que ainda estou segurando no braço dele. Soltou o braço dele em seguida, sentindo minhas bochechas ficarem rubras, e ele sorri divertido, enquanto volta pra mesa dele, e se senta com seus amigos. Jungkook olha pra mim como se eu fosse um inseto, e eu sigo em frente saindo dali antes que comecem a rir de mim novamente.

 

[...]

 

 

Vou ao banheiro feminino antes de voltar pra sala, preciso lavar meu sapato que está sujo de um tipo de molho de ketchup que me fez escorregar, enquanto o lavo na pia, Lisa e suas amigas entram no banheiro, estou sem sorte hoje, encontrar essa piranha duas vezes no mesmo dia nessa faculdade enorme.

Ela parece nem notar minha presença assim, como se eu não fosse nada, começa a se maquiar na frente do espelho, abre a bolsa rosa cheia de batons e blush e começa a passar na cara, enquanto suas amigas ficam puxando o saco dela, dizendo que tal cor combina e essas bobagens, estamos a alguns metros de distância, e então ela começa a falar sobre Taehyung, e nesse momento eu congelo, finjo estar lavando o sapato, que na verdade já está limpo, só pra ganhar tempo, ela parece do tipo que não tem vergonha de falar da vida na frente de estranhos, no caso eu.

 

- Eu to dizendo Kimi, ele me traiu com a Irene, mesmo que ele negue, eu vi os dois juntos na festa da Sooyoung. – Ela fala com uma certa mágoa na voz.

- Mas vocês não estavam separados? – A amiga dela questiona.

- Estávamos voltando, mas o Taehyung não muda, não sei com eu ainda pude confiar nele. – Ela bufou.

- Ai amiga esquece ele, você pode conseguir alguém melhor, tipo... o Jungkook, ele vive olhando pra você. – Diz amiga dela.

Isso mesmo Lisa, você deveria seguir esse conselho e deixar o Taehyung em paz. E sobre a Irene, eu vou descobrir se isso é verdade e tomar as providencias eu mesma.

- Eu não consigo olhar pra outro homem, eu amo o Taehyung, ele foi meu amor de colégio, e continua sendo, e eu sei que vai voltar comigo, eu só fiquei com o Jungkook daquela vez que estávamos brigados, mas eu não sinto nada por ele. – Ela disse pra amiga dela.

 

Isso está ficando interessante. Parece que temos um certo triangulo amoroso aqui.

Ah Tae, você não merece isso. Lisa está apenas brincando com você.

 

Mas eu te juro que ela não fará isso mais, você precisa saber a verdade sobre Lisa, ela e seu melhor amigo estão te traindo, bem na sua cara e você faz ideia sobre isso.

 

[...]

 

Chego em casa, preparo meu miojo, meu pai está largado no sofá falando sobre minha mãe, falando sozinho como sempre. Eu nem dou mais moral pra essas coisas como antes, sinto de longe o fedor de cerveja barata.

 

- Scarlett! Cadê meu almoço? – Ele grita.

- Faça você mesmo seu verme. – Respondo dando as costas pra ele e subindo pro meu quarto. Não cuidou de mim quando eu precisei, agora não vou cuidar dele quando precisa. E que se foda.

Subo na cama enquanto como meu miojo (eu também não sei cozinhar muita coisa além disso), pego meu notebook, e tento fazer algo que não sei conseguirei, mas preciso tentar.

Vejo alguns tutoriais de como hackear instagram, e tem um método, mas a pessoa precisa ser muito burra pra cair nele. Mas quem disse que Lisa é inteligente?

Como minha conta fake no instagram, quando o link que pode me dar acesso a conta dela, coloco na legenda que é algo sobre um sorteio de maquiagem, como eu sei que ela nem vai ler direito, funciona, quando ela fica online, vejo que ela clica no link que mandei, em seguida, eu excluo a conta fake, e ela nunca vai saber o que aconteceu.

Tento acessar a conta dela, e dá certo, mas tem uma senha de confirmação. Suspiro de desanimo, não foi tão fácil quanto eu pensava que seria, já tenho o email, mas ainda tem a senha.

Penso na mais óbvia possível “Taehyung”, e... deu certo?

Não posso acreditar que deu certo!

Você é menos esperta do que tenta aparentar, Lisa.

Entro na conta dela, e vejo as mensagens do direct, tem uma mensagem sua com Jungkook de algumas semanas atrás, você manda fotos indecentes pra ele. Printo toda a conversa e as fotos, em seguida vejo outra mensagem sua com um tal de Jimin, e mais fotos comprometedoras, tanto suas quanto dele. Que vergonha Lisa, que tipo de ser humano é você?

Olha na lista de pessoas que você bloqueou e lá está Irene, é vocês realmente não se dão bem. Mas da Irene eu cuido mais tarde, pelo menos temos algo em comum: odiamos a Irene.

Agora, vem a melhor parte. Mando todos os printes pro Taehyung, não melhor, eu posto todos no seu feed como se fosse você. Mas eu não vou tomar seu instagram de você, assim ficaria muito na cara que alguém hackeou, vou deixa-lo com você, não vou alterar nem sua senha nem seu email.

Em outros segundos você recebe uma mensagem no direct de sua amiga Kimi: “O que deu em você pra postar essas coisas? Você ficou louca Lisa?”

Ah essa altura, todos os seus milhares de seguidores viram suas fotos e suas conversas com Jungkook e o tal do Jimin, inclusive Taehyung. E ops, Taehyung te deu block. Awn, que pena.

Fecho o Notebook. Meu trabalho está feito. Eu mal posso esperar pra te ver amanhã na faculdade. Taehyung tinha o direito de saber a verdade e saber que tipo de menina é você, Lisa.

 

~ * ~

 

No dia seguinte você não apareceu na faculdade, deve ter ficado com vergonha, não é mesmo? Awn, eu sinto muito. Na sala escuto Irene falando sobre você, ela parece feliz e comemorando, é uma pena que sua felicidade também durará pouco Irene, porque eu vou descobrir seu ponto fraco também, o da Lisa foi fácil, sendo uma riquinha famosinha superficial, eu sabia que as redes sociais e popularidade dela seriam seu ponto fraco, mas você, você é diferente da Lisa, você não é popular como ela, não tem um exercito atrás de você, mas sei que tem algo que vai te atingir também.

Comemore o quanto quiser. Você não vai ter muito tempo mesmo.

 

No intervalo não se falava outra coisa que não fosse as fotos da Lisa, vi suas amigas te defendendo como leoas protegendo seus filhotes, que toscas.

Mas não gostei nada de te ver sozinho no intervalo Taehyung, você parecia triste, eu não entendo, era pra você estar feliz, sua namorada querida te traiu com seu melhor amigo! Eu te libertei dessa toxidade.

Eu não era boa em consolar as pessoas, mas era o momento certo pra eu me aproximar de você.

 

- Oi, lembra de mim? A garota da cafeteria... A garota que caiu no refeitório. – Falei sorrindo sem jeito. E você sorriu pra mim volta.

- Claro. – Você me olhou com amabilidade.

- É que, naquele dia que tava tão constrangida que eu acabei nem te dizendo obrigado pelo o que fez por mim. – Falei fitando meus pés.

- Não tem que agradecer. – Você sorriu, eu sabia que no fundo estava triste, mas mesmo assim você é gentil com as pessoas, é por isso que eu te amo Taehyung, você é bom, tem um coração puro. E seja lá o que aconteceu entre você e a Irene, eu sei que ela te enfeitiçou, você merece coisa melhor. – Aliás, não sei seu nome...

- É Scarlett. – Respondi sorrindo, você estendeu a mão e me cumprimentou.

- Nome interessante, é bonito. – Você falou surpreso. Você elogiou meu nome, é a primeira pessoa que pronuncia ele correto e não faz piadinhas. – Eu sou Taehyung.

- Prazer te conhecer. Você tá em qual curso? – Eu sabia que era arquitetura, mas eu precisava parecer que realmente não te conhecia.

- Arquitetura, e você? – Você diz mais empolgado, eu fico feliz que esteja se distraindo.

- Jornalismo. – Respondo sorrindo.

- Você tem mesmo cara de inteligente. – Ele sorri de lado. Sinto meu rosto corar. Agora você me deixou sem palavras Taehyung, eu não sei como agir direito perto de você.

Fico em silencio, e é claro que você percebe o efeito que causa nas meninas, então gentilmente você me convida pra me assentar com você, não sei se fez apenas por cavalheirismo, ou por você estar sozinho ali, mas de qualquer forma, é o momento perfeito pra eu me aproximar mais de você.

Conversamos sobre a faculdade, sobre o clima, sobre várias coisas, e você não toca no nome de Lisa, mas eu sei que você quer desabafar sobre ela.

Quando você me pergunta se eu estou saindo com alguém, ou se eu gosto de alguém, eu preciso negar, eu não posso admitir agora que estou perdidamente apaixonada por você, até ter certeza que você está pronto pra corresponder meus sentimentos.

Então, é nesse momento que você se abre comigo. Não sei que já confia em mim, ou se simplesmente não consegue mais guardar isso com você e precisa desabafar com alguém.

 

- Eu gostava de uma garota, Lisa... Mas, eu acabei descobrindo que ela me traiu com meu melhor amigo... Vi umas fotos dela no instagram com ele, e outras coisas que me deixaram bem magoado. – Você estava se segurando pra não chorar.

- Que horror, eu sinto muito... Acho que ouvi uns comentários por ai sobre isso, mas não sabia de quem se tratava. – Respondi a ele.

- É... Ela diz que foi hackeada, e acha que foi Jungkook que fez isso pra se vingar dela, porque ela disse que nunca quis nada sério com ele. Mas eu... eu não sei no que acreditar. Eu só to muito triste por saber que foi enganado pelas pessoas que eu confiava. – Você engoliu seco, e então eu segurei sua mão.

- A vida é assim Taehyung, nunca sabemos quem realmente é as pessoas que conhecemos, mas é melhor saber a verdade do que sofrer mais tarde, não é? – O olhei com carinho.

Você não respondeu nada. Você estava ferido ainda, mas isso tudo ia passar. Eu sei que iria.

 

- Taehyung, precisamos conversar. – Somos interrompidos por Jungkook.

- Eu já disse que não quero papo cara! – Você olhou Jungkook com ódio.

- MAS VOU FALAR MESMO ASSIM! – Jungkook gritou.

Você ficou calado! Não Tae, não deixa ele falar, manda ele ir embora.

- Não fui eu que hackeei o instagram da Lisa e postei aquelas coisas, e eu admito sim que fiquei com ela, mas me arrependo, ela me disse que estavam brigados, e eu ia falar sobre isso com você, Tae, somos melhores amigos, não podemos terminar nossa amizade por causa dessa besteira! – Jungkook bateu o punho na mesa. Em seguida olhou pra mim. – Pode nos dar licença moça?

- Não, a Scarlett fica, é minha amiga. – Você me defendeu Tae. Sorri para Jungkook em seguida. Você não é o rei da cocada aqui não meu filho.

- Tudo bem, se quer que eu falei na frente de estranhos eu vou falar. – Jungkook bufou. – A Lisa sempre te traiu ok? E não foi só comigo, ou com Jimin, foi com vários. Mas você não pode julgá-la, porque eu sei que você também fazia isso com ela. A relação de vocês foi chifre trocado a vida toda, e agora ela tá na casa dela de cama, ela passou mal quando viu as fotos, o pai dela deu uma surra nela daquelas por ter sujado o nome da família, ela não sabe se volta pra faculdade depois desse vexame, sabe que ela tem problema de pressão. Ela me ligou várias vezes querendo falar com você, e você devia pelo menos perdoá-la. Pense isso.

Taehyung ficou calado, e então Jungkook saiu furioso. Eu sei que ele te deixou pensativo meu amor, mas você não pode perdoar Lisa, ela não merece.  

Eles não merecem seu perdão. Não os perdoe Taehyung. Por favor.


Notas Finais


Tá só começando as loucuras.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...