História A Stone In My Way (Jikook) - Capítulo 23


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bangtan Boys (BTS), Hoseok, Jikook, Jimin, Jungkook, Namjoon, Seokjin, Taehyung, Yoongi
Visualizações 83
Palavras 2.195
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fluffy, LGBT, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


ai gente, deu até enjoo escrever no carro
socorro

Capítulo 23 - Twenty and Three - Bath with the Piggy.


Fanfic / Fanfiction A Stone In My Way (Jikook) - Capítulo 23 - Twenty and Three - Bath with the Piggy.

Seoul, 13/04/18

11:30

Lalisa Manoban On

Estavamos todos na area externa da casa, Jungkook e Yugyeom estavam na piscina, Chanyeol disse que cuidaria do nosso churrasco e Eu, Sooyoung e Jimin estavamos dentro de casa conversando sobre nossas vidas, eu estava conhecendo melhor o, agora, namorado do meu melhor amigo e estava amando. Realmente, Park Jimin é muito interessante e ele também é lindo, eu me pergunto aonde o Jungkook arrumou esse garoto porque eu quero um.


- Fala bastante com a sua mãe?- Indaguei curiosa para saber mais sobre a mãe do garoto.


- Ás vezes. Ela é ocupada e eu também então nos falamos quando podemos.- Explicou.


- Sua mãe parece ser uma ótima mulher.- Sorri olhando o mesmo fazer o mesmo.


- E ela é.- Abriu mais o sorriso em seu rosto.- Inclusive, ela mandou um beijo para você, Soo.- Olhou para a outra garoto ao seu lado.


- Diga a ela que eu mandei outro.- A garota respondeu sorridente.


- Tudo bem, agora nos conte mais sobre você e o Jeon.- Pedi e ele riu soprado.


- O que querem saber?- Indagou se ajeitando no sofá.


- Sente desejo por ele?- Sooyoung perguntou, ela é bem direta ás vezes.


- Desejo?- Jimin franzindo o cenho em uma cara de confuso para a garota.


- Desejo sexual.- Explicou e Jimin abaixou a cabeça, provavelmente envergonhado.


- Se não quiser, não responde.- Acrescentei.


- Tudo bem, vocês são confiáveis.- Ele disse.- E... Eu não mentir, já senti desejo sexual por ele esses dias.- Confessou e eu vi suas bochechas rosarem.


- Jura? Você ficou dur-


- Sim.- A interrompeu, não conheço o Jimin muito bem mas sei que ele está morrendo de vergonha. Eu estaria.- Podemos mudar de assunto?- Perguntou sorrindo, ele estava nervoso.


- Antes, nos conte o que te fez... Você sabe.- Pedi, tentando não deixar o garoto mais envergonhado e matar minha curiosidade ao mesmo tempo.


- Jeon tem costume de sair apenas de toalha do banho.- Começou.- Eu não olho muito pra ele quando ele está de toalha mas no dia eu olhei.- Ele estava começando a ficar com vergonha novamente, sua voz estava baixa.- Sem querer, eu olhei pro... Ah, vocês sabem.- Sooyoung riu baixo e Jimin olhou confuso para a garota.- O que foi?- Indagou franzindo o cenho.


- Você é muito tarado.- Disse rindo.


- Não sou não.- Fez uma cara levemente emburrada.- Eu disse que foi sem querer.- Tentou se explicar.


- Tudo bem, isso é normal.- Tentei confortá-lo, não gosto de envergonhar as pessoas, já a Sooyoung...- Ele é seu namorado agora, você pode olhá-lo.- Pousei minha mão em seu ombro e sorri, ele apenas retribuiu o sorriso.


- Pode até se tocar pensando nele.- Sooyoung acrescentou rindo.


- Cale a boca.- A repreendi, dando um tapa leve em seu ombro.


- Chanyeol mandou avisar que tem carne pronta.- Jungkook pronunciou enquanto entrava na sala, estava com sua bermuda e cabelos úmidos por conta da piscina e tinha uma toalha jogada sobre o ombro esquerdo.- O que estão fazendo aqui dentro?- Indagou se aproximando de nós.


- Apenas conversando.- Jimin respondeu antes que Sooyoung dissesse algo para expor o mesmo.


- Sobre o que?- Jeon Jungkook é realmente muito curioso.


- Apenas nos conhecendo melhor.- Agora foi eu quem respondi.


- Interessante.- O senhor delicado me empurrou e se sentou ao lado de Jimin.- Eu estava com saudades.- Sussurrou após deixar um selar sobre a bochecha do garoto.


Olhei para os dois, Jimin sorria feito um bobo enquanto Jungkook deixava selares por todo seu rosto. Sinalizei com a cabeça olhando pra Sooyoung para que fossemos comer e deixarmos os dois sozinhos.


Jeon Jungkook On

- Eu já disse que isso faz cócegas.- Jimin riu baixo, não dei ouvidos e continuei beijando o pescoço do mesmo.- Pare, eu não consigo respirar.- Pediu e eu parei, levantei a cabeça e observei seu rosto, ele parecia envergonhado por alguma coisa.


- Está tudo bem?- Indaguei meio preocupado.


- Você está molhado.- Disse apontando para minha bermuda que ainda estava úmida.


- Quer que eu tire?- Indaguei o olhando e sorri ladino.


- O-o que? Não precisa.- Respondeu, agora mais envergonhado que antes.


- Fica tão lindo quando suas bochechas ficam rosadas.- Falei e ele abaixou a cabeça.- Ei, olhe pra mim.- Levantei sua cabeça e ele sorriu minimamente.


- Você fica lindo de qualquer jeito.- Falou em voz baixa.


- Você também.- Selei seus lábios brevemente.- Está com fome?- Indaguei me levantando.


- Não.- Mentiu, Jimin não sabe mentir.


- Por que diz que não está com fome, quando está sentindo fome?- Me aproximei dele, que agora já estava em pé.


- Mas não estou com fome.- Mentiu novamente.


- Você não sabe mesmo mentir.- Suspirei.- Vem, você vai comer nem que seja até ficar gordinho feito um porco.- Peguei em sua mão e saí o puxando.


- Pare de me chamar de porco.- Resmungou.


- Não estou dizendo que você vai ficar igual um porco porque você é gordo e fedido.- Parei de andar e olhei para ele, ele riu.- Estou dizendo sobre aqueles mini porcos pequenos, fofos e rosados.- Baguncei o cabelo dele.


- Eu realmente acho que são fofos.- Confessou.- Mas eu não sou pequeno e nem rosado, muito menos fofo.


- É sim, agora vamos.- Voltei a puxar ele até a parte que havia a churrasqueira.- Sente-se, meu porquinho.- Ele revirou os olhos e se sentou no banco.


Me sentei ao lado dele e comecei a comer algumas carnes que Chanyeol havia preparado junto a todos ali sentados. Não sabia que Chanyeol sabia assar carnes tão bem assim, me surpreendi.


20:48

O sol já havia desaparecido e a lua havia chegado, estava uma noite bonita mas fria, estavamos todos sentados em volta de uma fogueira na área externa da casa e cobertos por cobertores finos. Chanyeol e Sooyoung estavam sentados juntos em um pedaço de árvore, Lisa e Yugyeom em outro e eu e Jimin em um outro.


- Que tal cantarmos um pouco?- Sooyoung propôs.


- O que podemos cantar?- Yugyeom indagou.


- Minha tia tem um violão que ela comprou para cantarmos quando quisermos, se quiserem eu pego.- Lisa ofereceu.


- Se não for muito incomodo.- Pedi.- Tenho uma música em mente.- Expliquei e Lisa assentiu com a cabeça.


Lisa se levantou e entrou na casa sem pressa nenhuma, logo a mesma voltou com um violão claro em seus braços, ela veio até mim e me entregou o instrumento. Coloquei o violão sobre meu colo e comecei a tocar nele a única música que me lembrei.

Your little brother never tells you but he lives you so.

You said your mother only smiled on her tv show.

You're only happy when your sorry head is filled with dope.

I hope you make it yo the day you're twenty-eight years old.


You're dripping like a satured sunrise.

You're spilling like an overflowing sink.

You're ripped at every edge but you're a masterpice.

And now I'm tearing through the pages and the ink.


Everything is blue.

His pills, his hands, his jeans.

And now I'm covered in the colors pull apart at the seams.

And it's blue.

And it's blue.


Assim que acabamos de cantar, coloquei o violão sobre o chão e passei meu braço sobre o ombro de Jimin o puxando para mais perto, selei sua testa brevemente e ele deitou a cabeça sobre meu peito.


- Eu te amo.- Sussurrei ao perceber que os outros conversavam entre si e não escutavam nada.


Percebi que Jimin não me respondeu e então olhei para ele, seus olhinhos fechados e respiração leve indicam que ele adormeceu, beijei sua bochecha e acariciei seus cabelos.


- Vou levar Jimin pro quarto.- Avisei baixo e me levantei devagar para não acordar o último citado.


Peguei Jimin no colo assim que todos assentiram e entrei na casa indo até o quarto onde havíamos se instalado, abri a porta e entrei fechando a mesma com o pé. Fechei a porta forte e ela fez um barulho alto ao bater, o que acordou Jimin.


- Onde estamos?- Perguntou provávelmente com os olhos meio abertos, não sei dizer pois a luz está apagada e há somente a luz da lua batendo na janela do quarto.


- Shhh, volte a dormir.- Falei e ele ficou quieto.


Coloquei Jimin sobre a cama e fiquei bem à frente do mesmo, retirei seus sapatos e sua calça jeans porque são desconfortáveis para dormir. Fui até a mala dele e abri a mesma pegando um pijama que Jimin havia trazido, fui até ele novamente e com dificuldade comecei a vestir o mesmo.


Park Jimin On

Abri meus olhos sentindo alguém tocar minhas coxas, percebi que era Jungkook tentando  colocar uma calça em mim após olhar para baixo. Jungkook estava bem próximo do meu membro coberto pela boxer, eu via seu rosto com a pouca luz que tinha no quarto e então ele se aproximou mais do local. Me sentei na cama apressadamente e soltei suas mãos que antes erguiam minhas calças.


- Eu posso fazer isso.- Falei.


- Ainda tem vergonha?- Indagou se aproximando.


- N-não.- Respondi.


- Então por que gagueijou?- Indagou novamente.


- Não gagueijei.- Afirmei.


- Não?- Aproximou mais seu rosto do meu e beijou meus lábios por alguns segundos.


- N-não.


Ele riu soprado e selou nossos lábios em um beijo calmo e... Necessitado? Não demorou nem um minuto e Jungkook já estava adentrando com sua língua em minha boca, sem pedido e nem nada, ele se sentou ao meu lado e me puxou para seu colo. E é nessas horas em que eu agradeço por estar de noite e a luz estar apagada, assim Jungkook não veria que meu rosto está pegando fogo de vergonha.


Senti a mão direita de Jungkook passando por minhas costas por baixo da camisa que eu usava e descendo cada vez mais até chegar em minhas nádegas, Jeon entrou sua mão pela calça que o mesmo havia vestido em mim e apertou minha nádega direita, gemi contra nossos lábios e logo ele separou o ósculo.


Levou sua esquerda até minha outra nádega e apertou novamente, mas agora os dois lados ao mesmo tempo, arfei com os lábios precionados um nos outros. Jungkook sorriu minimamente e selou nossos lábios por alguns segundos.


- Clichê.- Ele disse, não entendi muito bem mas ok.


- O que?- Indaguei confuso.


- Isso é muito clichê.- Reclamou e se levantou após me tirar do seu colo.


- Você está bem?- Indaguei, mesmo que eu não conseguisse ver, ele parecia bravo por algum motivo.


- Preciso de um banho.- Falou entrando no banheiro.


- Ei, eu também preciso.- Me levantei e fui até ele.- Não demore.- Pedi.


- Por que não toma banho comigo?- Indagou de repente, me fazendo recuar para trás.- Tem vergonha de mim?- Indagou novamente.


- Não.- Respondi mesmo que confuso.


- Então tome banho comigo.- Pediu.


- Eu não sei...- Olhei para o chão.


- Por favor.


- Aish, tudo bem.- Me rendi e vi ele sorrir.


- Venha.- Me puxou pelo braço até o banheiro.


- Por favor, não tente nada... Sabe que é cedo demais.- Avisei.


- Eu sei, eu não quero.


- Não quer?- Indaguei.


- Quer dizer, eu quero.- Corrigiu.- Porém só mais para frente.- Explicou e eu assenti.


Então Jungkook e eu entramos no banheiro, ele começou a se despir, ele estava tirando a roupa, na minha frente, ele estava ficando nú comigo bem ali ao lado. Me virei de costas, dando privacidade ao meu namorado e então senti sua mão sobre meu ombro.


- Não tenho vergonha igual a você.- Falou me virando de frente.


- Eu sei, é questão de privacidade.- Expliquei tentando manter a atenção apenas em seus olhos.


- Somos namorados.- Justificou.


Sorri minimamente e sinalizei com a cabeça para que ele se virasse, assim que o mesmo virou de costas me dando a bela visão de sua bunda levemente avantajada, comecei a me despir colocando as roupas no cesto junto as de Jeon. Amo quando ele me lembra que agora somos namorados, mesmo que eu nunca irei esquecer.


- Vou entrando.- Avisou e começou a caminhar até o box. 


Em alguns segundos fui até o mesmo e o abracei por trás, apenas encostando minha cabeça em sua costa, agora, molhada pela água que caía sobre seu corpo. Ele lentamente se virou de frente para mim e beijou meus lábios, um beijo calmo e cheio de sentimentos, mas ainda sim gostoso.


- Ainda está com vergonha?- Indagou após alguns segundos em silêncio.


- Talvez...- Sorri para o garoto, que fez o mesmo


Continua...


Notas Finais


a música q eles cantaram foi Colors da Halsey, não consegui pensar em outrakk eu amo muito essa música.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...