História A strange love - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Undertale
Personagens Error Sans, Ink Sans
Visualizações 21
Palavras 801
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Magia, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Por favor, me perdoem, eu estava totalmente sem ideias e com preguiça de postar, desculpa, desculpa ;=;
Mas aqui está o terceiro capitulo, aproveitem!
Aliás, desculpem pela imagem grande, achei muito fofa e deu preguiça de editar, :P

Capítulo 4 - Poeira - Parte 2


Fanfic / Fanfiction A strange love - Capítulo 4 - Poeira - Parte 2

NPP - Ink

Hm? Lá estávamos nós novamente, de frente um para o outro, ele tentou me atingir com suas cordas, eu desviei facilmente, como se algo estivesse errado, eu estava senti algo errado nesta linha do tempo, senti que aquilo estava se repetindo, que aquilo já havia acontecido, no fundo da minha alma um sentimento ressoava, um sentimento de surpresa e preocupação, além da sensação de déjà vu, Error não estava se esforçando para me matar, eu decidi sair dali, apenas ignorei...

Continuo sentindo isto, além de que recentemente eu tenho tido uns pesadelos relacionados ao Error, momentos bons e tristes, não consigo ver muito, e não consigo esquecer, eu acho, na verdade, tenho certeza que esta linha do tempo recebeu um reset verdadeiro, mesmo assim eu consigo me lembrar, talvez seja por isso que o mesmo não estava me atacando, será que ele ainda sente algo por mim? Depois de um reinicio, ele ainda demonstra sentimentos que não deveriam se reais, eu o vi morrer, eu o vi virar pó, foi a ultima coisa de que me lembrei, até que senti tudo voltar, tudo reiniciar, e agora estou aqui refletindo sobre meu rival, não posso acreditar que os opostos se atraem...

NPP - Error

Eu sabia de tudo que havia acontecido, afinal depois do Ink, todos os sanses existem fora da linha temporal, não há nada que não possamos enxergar, não há nada que podem esconder de nós, eu tentei fugir e fugir, mas ele me prendia ali com seu sorriso de sempre, não acredito que mesmo depois daquilo ele pode sorrir para mim, eu precisava de um tempo para pensar.

NPP - Ink

Eu estava sozinho, Dream e Blue continuavam em suas linhas do tempo, afinal eles são necessários para elas se manterem intactas, decidi visitar o universo clássico, teleportei para um lugar aleatório, e logo percebi que estava num corredor com flores ecoantes, eu ainda me sinto culpado, pelo o que eu fiz, afinal tudo que ocorreu a ele foi por minha causa, e eu não consigo mais aguentar esse sentimento dentro de minha alma.

- Error...me perdoe, por que nós somos assim? Eu não tenho uma mera coragem de dizer que lhe amo...

Fui embora sem perceber o que eu havia feito.

NPP - Error

Fui para um lugar onde poderia ficar sozinho, de qualquer forma, eu sempre estou, fui para Waterfall, no corredor das flores ecoantes, eu gosto delas, pois ela repete tudo que sussurramos para ela, e há pedras brilhantes encravadas no teto, simulando as estrelas da superfície, não andei muito, me sentei numa cama de flores perto dali, e não propositalmente acabei escutando uma flor ecoar.

"Error...me perdoe, por que nós somos assim? Eu não tenho uma mera coragem de dizer que lhe amo..."

Eu não queria reconhecer aquela voz, eu não queria admitir que havia ouvido aquilo, eu não queria saber que sentia o mesmo, ela iria repetir, por impulso a esmaguei, por um segundo ouvi passos, mas acho que foi só a flor morrendo.

~Quebra de tempo~

Depois de muito andar, encontrei alguém deitado numa cama de botões dourados, eu não o reconheci de inicio, mas ao me aproximar mais, logo o reconheci, tentei sair sorrateiramente, mas ele acabou me percebendo, e suspirou, eu não podia mais ir embora a partir dali.

Era Ink, ele se aproximou e caiu no chão de joelhos, eu me sentei, ficando próximo de seu rosto, percebi que tentava se segurar, mas acabou se afogando em suas mágoas.

- Eu arruinei tudo não foi? - Sussurrou abaixando a cabeça. - Tudo isso foi culpa minha...

- Olha Ink, não foi você. - Tentei lhe consolar.

- Se eu não tivesse dito aquelas palavras, você não teria morrido, e nossa linha do tempo não estaria bagunçada.

- ...

- Eu sou um completo estúpido! Como pude deixar meu próprio universo se quebrar?

- ...

- Como pude deixa-lo se corromper?

- ...

- Me perdoe por favor, faça o que quiser comigo, me mate... - O chão já estava molhado, e as flores já haviam murchado, eu via sua forma se esvaindo.

Aquela era a oportunidade perfeita para me livrar dele, levantei meu braço e ergui o gaster blaster, ele já estava pronto para descarregar, eu via o seu sorriso me contagiando, senti aquele amor passar por minha pele, ele apenas fechou os olhos e esperou meu ataque, algo em mim dizia para não atirar, e eu não o fiz, eu não queria fazer isto, mas não posso esconder a verdade dentro de mim por muito mais tempo.

NPP - Ink

Eu já havia aceitado meu fim, eu merecia aquilo, esperei algum tempo e nada, senti algo quente e doce em mim, senti uma respiração nervosa, seria aquele o meu fim? Não parecia como da primeira vez...


Notas Finais


Heh, foi isso, sinceramente, não espera esse tanto de palavras, mas tanto faz, foi só para completar o cap anterior, espero que tenham gostado, e se eu não postar novo cap amanhã podem me matar.
E só para deixar claro, aquilo no final, "Não parecia da primeira vez", para quem não sabe o Ink já se suicidou uma vez, então não vão pensar merda.
Desculpem pela expressão :v
~Bye, fuhuhuhu


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...