1. Spirit Fanfics >
  2. A Striper (IMAGINE JEON JUNGKOOK) >
  3. Não pode ser!

História A Striper (IMAGINE JEON JUNGKOOK) - Capítulo 28


Escrita por:


Notas do Autor


Olá amooooores! Saudades 😍
Novos leitores Sejam muito bem vindos! Amo todos vocês pelo apoio 💜💜💜💜

Um capítulo quentinho 😍☻

Boa leitura e desculpa pelos erros!

Capítulo 28 - Não pode ser!


Fanfic / Fanfiction A Striper (IMAGINE JEON JUNGKOOK) - Capítulo 28 - Não pode ser!

(...)

-Uffa! Finalmente vou me livrar de vocês.-Disse após me sentar na cama retirando meus sapatos. – Amor me ajuda abrir o zíper? – Disse me virando de costas e logo sinto as mãos geladas dele abrindo meu zíper até em baixo, sinto meu vestido cair nos meus pés, me arrepio toda ao sentir a boca quente do Jungkook no meu pescoço.

-Hummm.-Gemi manhosa me contorcendo, ele sorriu soprado mordendo o lobudo da minha orelha aperta minha cintura me encoxando.

-Vamos tomar um banho juntos? – Disse roucamente no meu ouvido e sorri assentindo ainda de costas e logo sinto ser empurrada delicadamente até o banheiro.- Faz tanto tempo que a gente não faz amor...

Ele então fecha a porta vai até o boxer do banheiro liga o chuveiro e volta me olhando sensualmente.

O olho mordendo os lábios com um leve sorrisinho então com a ponta dos dedos ele vai se desfazendo do meu sutiã e quando percebo já estou sem minha calcinha, ele rapidamente tira sua roupa me puxa pelo braço até entrarmos de baixo do chuveiro, a água morna cai sobre nossos corpos ele me vira de costas pega o sabonete líquido despeja um pouco sobre mim começa a deslizar suas mãos pelo meu corpo, massageando levemente meus seios, morde o lobudo da minha orelha fecho os olhos já ficando excitada sentindo seu membro já dando sinal na minha bunda e desço minha mão até em baixo o segurando nas minhas mãos. Ele então me vira de frente logo o ataco segurando pelos seus cabelos da nuca, entrando em um beijo feroz cheio de desejos, mordia seus lábios os deixando vermelhos e inchados, nossas línguas disputavam espaço ficamos sem ar ele para o beijo me dando vários selinhos e se volta ao meu pescoço me chupando, mordendo, deixando vários chupões pelo meu colo.

-Kokkie eu quero te chupar! – Ditei o masturbando com minha mão ele arfa jogando a cabeça pra trás sorriu fazendo “Não “ com o dedo e lhe lancei um olhar de negação.

Sou rapidamente virada de costas e prensada na parede gelada respingada pela água então com a mão esquerda ele acaricia meu corpo dando um tapa gostoso na minha bunda me fazendo gemer com um sorrisinho, com sua mão direita desce até a minha intimidade estimulando meu clitóris enfiando aqueles enormes dedos por toda minha vagina enquanto continuava com sua boca no meu pescoço subindo até meu ouvido falando algumas safadezas me fazendo arfar necessitada.

-Kokkieee...Mor quando for colocar vai devagar! – Disse aos gemidos enquanto ele me virava de frente e descia beijando, mordendo meus pontos que eu sentia mais prazer, colocou uma das minhas pernas no seu ombro e abocanhou minha intimidade me invadindo com sua língua quente e húmida fazendo movimentos deliciosos de vai e vem, seguro firme em seus cabelos contendo meus gemidos pois as crianças estavam em casa.

- Eu sei o que estou fazendo amor.-Disse com a voz rouca subindo ate o meu rosto sorrindo sacanamente de lado.-Vira pra mim, vai! – Sorrir ao ouvir dizer tão autoritário me virei ele veio até meu ouvido.-Empina bem e se segura firme.

-Huummm...-Gemi manhosa ao sentilo me invadir devagar com seu membro ereto, ele segurava minha cintura com as duas mãos enquanto me estocava lentamente, a gravidez não ajudava muito ele tinha medo de me machucar, então toda vez que fazíamos sexo era assim de forma que me deixasse mais confortável porém a vontade que eu tinha de subir em cima de dele era surreal, porém ser comida de costas escutando os gemidos roucos do Jungkook era bem melhor.

-Empina só mais um pouquinho e abre um pouco as pernas. – Ditou pausadamente gemendo no meu ouvido e fiz o que ele pediu e então suas estocadas se tornaram profundas me fazendo amolecer as pernas. – Posso ir mais rápido? -Assenti com a cabeça então ele começa cautelosamente me estocar agora mais rápido. – Aaah...tão gostosa...Apertadinha do jeito que eu gosto...

- Hummm Jeon...Hummm...

-Já falei o quanto você é gostosa? Olha o tamanho dessa bunda.-Ouvia sua voz pesada entre dentes me fazendo arfar.

-Aaai. -Gruni manhosa ao sentir seu tapa na minha bunda e ele continuo com suas palavras baixas no meu ouvido me estocando fortemente.

“Queria ter a mesma disposição assim todo dia pra tomar esse banho.”

(...)

Acordei no dia seguinte com o peso do braço do Jungkook na minha cintura, olhei rapidamente pra ele que ainda dormia profundamente. Isso era raridade ele acordar comigo pois sempre era o primeiro acordar com as galinhas, só acordava com suas mensagens de bom dia ou ele me ligava quando chegava no escritorio.

- Amor? Você não está atrasado? - Disse lhe dando um beijo na testa enquanto ele se contorcia ainda sonolento.

-Hum? – Resmungou abrindo levemente os olhinhos fazendo um biquininho que logo não aguentei a fofura e o beijei, ele sorriu com os olhos fechados.- Bom dia minha vida!

-Bom dia amor! – Ditei perto do seu rosto fazendo um skimo.

- Vou querer acordar assim todo dia, você está me deixando mimado.-Disse se levantando devagar até ficar sentado. -Vamos nos arrumar?

-Oi? Como assim nos arrumar?-Perguntei ainda deitada coçando meus olhos.

-Hoje é seu primeiro dia na empresa Jeon's, Ué. Quero que minha futura esposa esteja nos meus negócios também.-Ditou animado tirando as cobertas do meu corpo.

-Mas...Mas...como assim?...- Ditei tentando pegar a coberta novamente.

-Vamos mocinha, temos vários relatórios pra fazer. Você não me disse que estava cansada de ficar em casa sem fazer nada? Então! – Disse com a mão na cintura e lhe olhei pasma.

-Mas eu não entendendo nada dessas coisas Kookie. -Ditei cruzando os braços.

-Isso é o de menos minha vida, o Hobi vai te ensinar tudo que o você precisa.-Ditou ele me levantando com seus braços fortes.

-Aah ótimo! JUSTO quem...O Hobi que me odeia desde o dia que começamos a namorar.-Disse desanimada e ele começou a me empurrar pra o banheiro.

- Ele é assim mesmo amor, ele demora pra pegar confiança e vocês vão ser ótimos colegas de trabalho! Vamos já para o banho.-Disse me carregando como se fosse criança.

-Podemos passar em uma lanchonete? Estou com fome, aliás tem uma cria sua dentro de mim que a todo minuto está com fome então...Preciso comer urgente!

- Sim! Hoje eu deixo você comer tudo o que você quiser.-Ditou relaxado acariciando minha barriga.

- Amor estou com desejo de tomar refrigerante.-Ditei fazendo beiço e ele Revirou os olhos abrindo o chuveiro.

-Desejo o caralho você está tentando me enrolar mas não sou trouxa S/A – Ditou com os olhos semicerrados e eu ri sarcástica entrando no boxer do banheiro.

“Era só o que me faltava eu agora terei que ser funcionária do Jungkook.”

(...)

Realmente ele tinha razão as minhas queixas era que eu não fazia nada a não ser comer, jogar com o Minho e discutir alguns assuntos de mulheres com a Emy. Passei praticamente quase minha vida toda trabalhando desde nova sem nenhuma folga, acostumada com a dura rotina de ensaios, dietas e mais ensaios sem descanso. Confesso que não estou reclamando pois minha vida e minha dignidade melhoraram digamos que pra 100%.

Após receber a oferta do Jungkook realmente fiquei surpresa e feliz ao mesmo tempo, estava ansiosa pra sabe como é lidar com os negócios do meu noivo e estou disposta a ajudar no que for preciso. Afinal que mau pode acontecer?

(...) HORAS DEPOIS NO ESCRITÓRIO(...)

- Bom equipe é isso e espero que tratem bem minha mulher.- Ditou Jungkook apontando o dedo ameaçador fazendo graça.

- Seja muito bem vinda S/N.- Ditou Jin batendo Palmas junto com os outros membros da empresa e apenas sorrir animada.

Lisa, estava no canto da sala me olhando profundamente com os braços cruzados com um bico que estava quase caindo no pé.

Tae, sorria batendo palmas logo correu me abraçou fortemente.

-Estou orgulhoso mana, seremos ótimos companheiros de trabalho.-? Ditou ainda me abraçando e retribui depois lhe dei um beijo no rosto ele se afastou acariciando minha barriga.

-Hoseok, a S/N Será a sua aprendiz até ela se acostumar com a rotina.-? Ditou Jungkook ao ver saindo da sala o mesmo arregala os olhos e Kookie lhe lança um olhar ameaçador e ele apenas assenti com a cabeça.

-Ok.-Disse Hoseok após dar uma grande respirada.

(...)

Terminamos a reunião de apresentação, conversei com alguns funcionários, fui muito bem recebida por todos só ALGUMAS que não porém não dei muita importância.

Jungkook entraria em reunião com o Nam e o Taehyung, o Jin ficou como o responsável por me apresentar a empresa, visitamos vários andares e realmente era um prédio enorme cheio de pessoas muito ocupadas com seus computadores, barulhos de gente falando nesse caso era o Yoongi dando ordens, Jimim esterico gritando “Vamos! Gente cadê os relatórios?”, telefone tocando Nam perdendo a paciência com a secretaria eletronica.

- Vai se foder sua robô burra!-Nam gritou no telefone.

Era realmente uma loucura e agora eu entendo o porquê da maioria das vezes o Kookie chegava em casa tão estressado.

-E por fim essa é a sua sala.-Ditou jin após parar em uma porta de madeira escura, abriu me dando passagem com o braço quase caiu meu queixo. A sala realmente era muito bem decorada, perfeita pra trabalho, bem iluminada e arejada com vista pra cidade e ficava apenas a esquerda da sala do Kookie o que eu achei ótimo. “ S/N sem fetiches pelo amor...”

- Bom! Essa decoração é temporária se você quiser fazer a sua própria é só falar com o seu noivo.-Jin era tão gentil e atencioso lhe dei um beijinho no rosto em agradecimento e por um momento senti ele ficar com vergonha.

-Obrigada eu amei.-Agredeci sorridente ele apenas assentiu com a cabeça sorrindo sem os dentes.

- Vou deixar você sozinha, se precisar e só me chamar, a minha sala também é aqui do lado. – Disse apontando.

-Ta bom! Pode deixar.- Ditei assentindo com a cabeça agradecida e ele sorriu fechando a porta.

Andei alguns momentos pela enorme sala passando as minhas mãos sobre a mobília muito bem escolhida, tudo muito bem detalhado desde ao papel de parede até o piso do chão. Me sentei na cadeira confortável e arrisquei tentar ligar o computador só por curiosidade.” Já vai fazer merda!”

-Merda o que é essa tela azul? – “Falei" Perguntei pra mim mesma e logo pensei em chamar o Jin pra me ajudar, me levantei rapidamente sai da sala caminhei pelo corredor, achei uma porta aberta logo imaginei ser sua sala entrei dando leve batidinhas na porta.

- Você realmente não serve pra nada, ela ainda está viva e atrapalhando todos os meus planos. Diga pra ele que ainda estou no jogo e que está tudo sobre controle.

Lisa, falava ao telefone raivosa olhando pela janela, não pude deixar de ouvir aquela conversa e me sentir apavorada um quente subiu na minha cabeça, sai correndo da sala porém sinto uma tontura me abraço a primeira pessoa que encontro na minha frente.

-Hoseok me ajuda! -Ditei enquanto minhas vistas escurecia e sentir seus braços me segurarem.

“Não pode ser.”

(...) FIM DO CAPÍTULO (...)


Notas Finais


Prontinho!
Continuo?
Gostaram?não? Rsrs

Me ajudem com os comentários eles são importantes pra minha criatividade e também me ajudam a melhorar a cada capítulo pra pode deixar vocês minhas leitoras favoritas satisfeitas.
Beijinhos.

Leitoras fantasmas me digam "oi" e comentem o que estão achando? O que esperam? Teorias? Críticas construtivas, sério eu aceito tudo até Hater via direct rsrs.
Respondo a todos os comentários então me façam feliz 💜💜💜💜💜💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...