1. Spirit Fanfics >
  2. A Striper (IMAGINE JEON JUNGKOOK) >
  3. Eu vou te derrubar

História A Striper (IMAGINE JEON JUNGKOOK) - Capítulo 29


Escrita por:


Notas do Autor


NOVOS LEITORES SEJAM MUITO BEM VINDOS 😱💜💜💜💜💜
Chegamos a 251 FAV PQP vocês são [email protected] eu não conseguiria nada disse sem vocês, o apoio é essencial muito obrigada galerinha.


Boa leitura e desculpa pelos erros.
Capítulo Com algumas revelações.

Capítulo 29 - Eu vou te derrubar


Fanfic / Fanfiction A Striper (IMAGINE JEON JUNGKOOK) - Capítulo 29 - Eu vou te derrubar

(...)

-Esta melhor? – Perguntou seriamente Hoseok se encontrando na beira da mesa me olhando com os braços cruzados. Ele tinha uma expressão seria e seus olhos me julgavam de cima a baixo.

-Esta está passando, obrigada! -Agradeci devolvendo o copo de água na sua mão e ele voltou a mesma posição de antes. Por fim coloquei a mão na minha barriga respirei fundo fechei os olhos e os abri novamente soltando o ar pra fora do meu pulmão.

- Vou chamar o Jungkook e...

- Não! -Gritei me levantei toquei em sua mão antes que ele pegasse o telefone e novamente ele volta a cruzar os braços, o clima estava tenso e eu não entendia o porquê ele me tratava assim, cruzei também meus braços o olhando firme.

-Hoseok qual seu problema comigo? – Perguntei serena e ele sorriu soprado olhando pra baixo me voltando com um olhar frio.

-Pra ser sincero e bem objetivo? – Ditou quase que rude e eu engoli minha sensibilidade Assenti com a cabeça sem mudar meu olhar.-Bom! Eu não confio em você S/N.

-Ah não? – Perguntei debochada, ele soltou os braços colocou suas duas mãos nos bolsos e andou até a janela encarando o movimento de carros que passava na rua.

- Jungkook é um cara muito bom, sério! Ele é dono de um coração enorme o único defeito é que ele é muito intenso.-Pausou sua fala olhando o celular e guardou novamente no bolso.

-Intenso? – Perguntei me aproximando do seu corpo.

- Sim! -Se virou pra me encarar.-Em tudo ele sente demais, digo no sentindo amoroso, familiar, amizades e etc, pois ele realmente se entrega de corpo alma em tudo. A anos o conheço e sei o quanto ele sofreu com essa intensidade, o quão doloroso foi pra ele se erguer depois que a ex mulher o abandonou pra ficar com um velho rico.

-E por acaso você pensa que vou fazer o mesmo? -Perguntei e ele fez uma pausa me olhando depois se voltou a janela.-Olha eu entendo que é seu amigo mas você não pode generalizar as coisas.-Ele não me respondeu apenas permaneceu com as costas viradas.

- Você realmente o ama S/N? – Perguntou de costas.

- Como nunca amei ninguém! -Completei ele se voltou mim me encarando nos olhos.

-Acho bom você o amar mesmo, eu não vou tolerar que ele passe por mais uma decepção, eu juro que se você fizer algo que o prejudique...Eu acabo com você, pode ter certeza!

- Posso ter passado a metade da minha vida vivendo como prostituta mas pode ter certeza que eu tenho é caráter, aliás suas desconfiançaa devem ser por isso, você não tem coragem de dizer que não gosta de mim pelo fato de não achar que sou usuficiente para o seu amigo, pelo fato de eu não me encaixar nos padrões de família das moças da cidade.

-Ha' agora é você que está generalizando as coisas.-Ditou sarcástico.

- Não! Não estou! Sabe?Você ainda vive em um mundinho pequeno onde as coisas são simples e fáceis, pelo seu modo de vestir, falar e julgar as pessoas você nunca passou dificuldades na vida, sempre teve família que o amasse e daria tudo por você, teve bons estudos isso explica sua posição na empresa porém não passa de um mesquinho implicante que ainda não descoloriu o mundinho cor de rosa que existe dentro da sua pequena cabeça.-Finalizei irritada o deixando totalmente sem resposta fui caminhando em passos pesados até a saída passei como um furacão pela recepção entrei na minha na “agora" minha sala me joguei na cadeira tentando controlar minha respiração.

“Não vou chorar, não vou chorar.”

Droga de sensibilidade, foi o que pensei ao sentir meu rosto queimar, meu peito apertar e meus olhos queimarem logo sentindo uma lágrima quente e pesada caindo no canto no meu rosto, quanto mais eu limpava mais elas caiam.

“Posso entra?”

- Pode!

Gritei e rapidamente fui tentando secar minhas lágrimas e avisto o corpo do Jin entrar na sala com um sorrisinho notei que ele escondia algo atrás das suas costas.

- Que carinha é essa? – Perguntou se aproximando neguei com a cabeça. “Não é nada.”. – Bom! Trouxe algo pra te animar...

Ele terminar de falar me entrega uma latinha de coca e dois copos descartáveis e logo abro um sorriso arregalando meus olhos.

- Quem nesse mundo não realiza um desejo de grávida? Não quero que o bebê do tio nasça com cada de latinha de coca cola. -Jin falava com minha barriga.

- Você é louco? Se o Kookie descobrir ele vai nos matar.-? Disse e ele gargalhou negando com a cabeça.

-E quem disse que ele precisa saber, gatinha? – Ditou me lançando uma piscadinha sapeca e cai na risada. Ele esticou suas grandes mãos até o lacre da latinha a abrindo e despejando um pouco no meu copo e o resto no copo dele. “Meu bebê parecia tão animado quanto eu, pois esse serzinho não parava de mecher.”

-Thimthim? – Ditei animada levantando meu copo brincando junto ele.

Passamos alguns momentos conversando assuntos aleatórios, eu amava as piadas sem graça que ele contava o seu senso de humor era indescritível sério que eu nunca imaginaria o Seokjin bravo com alguém.

O dia realmente foi longo -Fechei a tampa do notbook respirando aliviada depois de terminar de separar os relatórios que o Hoseok me mandou fazer- O Kookie ficou mais tempo que esperado nessa reunião eu já estava cansada e com sono tudo que eu queria era ir pra casa.

- Posso entrar? -Ouço a voz da Lisa pedindo permissão Revirou meus olhos antes de responder.

- Pode! – Disse e logo abri a tampa do notbook procurando algo mais interessante que olhar pra aquela cara de puta Santa.

-S/N sei que não começamos bem e eu queria me redimir, tive alguns comportamentos infantis e de verdade estou aqui pra te pedir perdão.-Ditou Lisa me olhando nos olhos e minha expressão continuava intacta.”Sentia cheiro de falsidade no ar.”

-Ok Lisa, tudo bem! – A respondi sem muito interesse peguei minha bolsa ao lado da cadeira me levantei em direção a porta.

- Sei que entrou na minha sala sem permissão e eu queria saber o que você ouviu.-Lisa, aperta meu braço esquerdo me fazendo encara-la nos olhos, aqueles que mantinham escuros frios cheios de malícia, maldade como uma cobra pronta pra da o bote.

-O suficiente pra não cair nesse papo de que quer se redimir.-Puxei meu braço bruscamente ficando agora de frente a ela encarando seu olhar firme nos meus.- Quem ainda estava viva, cujo estava atrapalhando seus planos? Por acaso sabe de alguma coisa sobre meu envenenamento?

- Vejo que você escutou mais do que devia S/Azinha, e eu só tenho um aviso pra você. Seu pesadelo não acabou ele só está começando, tudo que eu digo pra você é pra tomar cuidado.-Ela finalizou sorrindo maliciosa colocando a mão esquerda na minha barriga, recuei rapidamente pra trás.

- Não ouse me ameaçar sua vadia e vou fazer de tudo pra te tirar desse lugar e pode ter certeza que o Jungkook vai saber de tudo.- Ditei entre dentes apontando meu dedo e ela gargalhou pra cima voltou seu olhar esnobe pra mim.

-Isso seria uma disputa de quem derruba quem primeiro? – Lisa cruzou os braços arqueando as sobrancelhas.

- Você é infantil de mais.-Disse continuando meu trajeto então sinto um vento atrás de mim ela me vira rápido me abraça me prendendo em seu corpo.

-S/N me perdoa! Eu realmente me sinto arrependida por tudo que eu fiz,, estou envergonhada da pessoa que sou e por favor não faz não me dá as costas.-Lisa, estranhamente estava quase chorando enquanto me abraçava e eu tentava me soltar.

- Amor vamos embora? -Escuto a voz do Jungkook atrás de mim de mim me viro rapidamente o olhando pasma.

-Sr Jeon! - Lisa, faz reverência se volta a mim.- Contei tudo o que aconteceu a Kim S/N sua noiva, pedir perdão e espero que consiga o seu também. – A minha vontade era de esbofetar aquela vádia, Jungkook a olhava agora com leveza acreditando naquele teatro todo.-Eu desejo do fundo do meu coração que vocês sejam felizes. – Lisa, fez uma última reverência e saiu fechando a porta logo em seguida.

“Vádia, pilantra!”

(...)

S/N OFF

LISA ON

-Alô Jennie?...O plano A deu super certo...Diga ao meu irmão que eu tenho tudo sobre controle...Em breve estarei fazendo uma visita...Preciso desligar, vou pensar em como executar o plano B.

Desliguei o telefone coloquei na minha bolsa dei uma última passada na minha sala pra pegar a chave do meu carro abro a porta entro a fechando logo em seguida, reviro minhas gavetas atrás das malditas chaves e suspiro aliviada quando as encontro.

Chego até o estacionamento vou andando segurando a chave do carro pronta pra acionar o alarme porém êxcito quando vejo Jungkook e a S/N andando abraçados caminhando até o carro, fiquei os olhando por um momento e quando percebi meus punhos estavam fechados, meu maxilar se contraia de raiva, porém escuro algo interessante.

“-S/N Você ainda está nessa conversa de ir a academia de dança? Amor você está aqui na empresa agora não precisa mais ter que se submeter a esses tipos de coisa.

- Jungkook é apenas uma visita e não uma entrevista de emprego. Por favor deixa eu ir visitar isso é muito importante pra mim.

- Eu não quero que você esponha o seu corpo novamente, você é uma mulher comprometida.

- Eu sei meu amor, sei de tudo isso Mas é apenas uma visita pra conhecer e nada mais que isso. Por favor deixa eu ir.

-Ta bom Mas você só vai depois que a gente for na ultrassom amanhã.

- Você vai comigo na academia?

- Não S/N Pode ir só me liga ou me manda mensagem qualquer coisa.

-Te amo...Te amo...Te amo...

-Ta bom, chega amor entra logo nesse carro.

- Você é o melhor noivo do mundo.

Fiquei enjoada em ver o beijo que ela deu nele antes de entrar no carro , fixei meu olhar em seu rosto que sorria olhando para o Jungkook que manobrava o carro concentrado.

“Eu vou te derrubar S/N...O Jungkook vai ser meu, vamos nos casar e vou tomar todas as ações dele. Serei a dona dessa empresa e mãe dos seus filhos, em breve! Porém primeiro tenho que te tirar do jogo e já sei como.”

(...) FIM DO CAPÍTULO(...)


Notas Finais


Lisa conhece a Jennie?
Quais são os planos da Lisa?
Quem é o irmão da Lisa? Jackson? Bambam? O segurança que esqueci o nome?
Jennie é do mau então?
E esse chega pra lá da S/N no Hobi.
E essa amizade da S/N com o Jin em?
Ansiosas pra a Ultrasom de amanhã?
Oque será um coelhinho ou uma coelhinha? Sugestões de nomes?

Beijinho me contem o que estão achando baby.
Beijinhos da Missy 💜😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...