História A Suicida. - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Orfã, Angelique Boyer, Harry Styles, Isabelle Fuhrman, Justin Bieber, Megan Fox, Paulina Goto, Vera Farmiga
Personagens Isabelle Fuhrman, Justin Bieber
Tags Drama, Suícidio, Violencia
Visualizações 109
Palavras 1.229
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 4 - Vovó morreu...


Fanfic / Fanfiction A Suicida. - Capítulo 4 - Vovó morreu...

No outro dia eu e a minha avó acordamos cedo para irmos a igreja. 

Ela era uma pessoa muito religiosa, desde pequena ela foi criada na igreja católica e sempre foi uma pessoa de muita fé!. 

Assistimos a Missa e fomos embora. 

Acho que agora vocês devem estar pensando o quanto diferente eu era. As vezes não a nada de errado em ser diferente, mas acho que no meu caso, era. 

Depois, a minha avó me levou para um passeio no zoológico. Eu nunca tinha ido em um. Estava tão feliz. 

Depois fomos tomar um sorvete, e ela começou a perguntar coisas que aconteciam naquela casa. 

- Esther, alguém já fez algo de ruim para você? 

-... 

- Esther, responda por favor... 

Então comecei a contar tudo o que passei com os meus pais e o meu irmão. 

Percebi que ela estava chocada com a atitude de todos contra mim. 

Eu estava chorando então ela me deu um abraço apertado e disse: 

- Eu te amo muito minha menina... 

- Também te amo vovó... 

***********************************

Voltamos pra casa na hora do almoço, e minha mãe iniciou uma conversa : 

- Onde vocês duas foram? 

- Fomos pra igreja, depois pro zoológico e por fim a sorveteira... 

- Uau que programa... 

- É melhor do que deixar a Esther sem fazer nada!. Afinal ela gosta de sair comigo filha... 

Conversamos sobre outras coisas mais e nos retiramos da mesa... 

**************************************

Eu e a minha avó aproveitamos o resto da tarde que tínhamos juntas, já que ela iria embora... Ela me contou diversas histórias de quando era pequena... Histórias engraçadas, tristes... 

Então minha avó se levantou e foi em direção a sua mala, e tirou dela uma linda boneca... Ela tinha cabelos negros, era bem branquinha, tinha um lindo vestido e etc. Ela era uma linda boneca de pano... 

Ela veio em minha direção e disse: 

- Trouxe essa boneca pra você... Era a minha favorita quando tinha a sua idade. E eu quero dar essa boneca pra você... 

Então ela me entregou ...

Fiquei muito encantada com a boneca ela era tão linda!. 

- Mas vovó... Essa boneca não era pra estar com a minha mãe? 

- Sua mãe nunca gostou de bonecas de pano, por isso não está com ela... E olha Esther, até se parece com você... 

- É verdade vovó!.

- Bom, vou ajudar a sua mãe com o jantar enquanto você brinca com a sua boneca... 

Ela me deu um beijo na cabeça e saiu... 

**************************************

Eu fiquei um bom tempo brincando com a minha boneca... Claro que eu tinha outras bonecas e brinquedos, mais essa era especial!. 

Minha avó me chamou para jantar e então fomos. 

Quando todos acabamos minha avó disse que queria conversar algo muito sério, então fomos para a sala e ela começou: 

- Bom... Eu quero a guarda da Esther... Quero que ela vá morar comigo!. 

- Oque?! Você tá maluca mãe? 

- Não estou. Estou cansada de ver a minha neta sofrendo desse jeito!. 

Meu pai também se pronunciou: 

- Me desculpe mais isso é um absurdo!. A Esther é a nossa filha e não sua!. 

- Por mim, a Esther pode ir embora quando quiser, não vai fazer falta!. 

- Viu?, o seu filho já disse tudo!. Tenho certeza de que a Esther quer morar comigo, não é?  

- Sim vovó, eu quero morar com você!. 

- Não vou permitir isso!. 

- Você nunca se importou com a menina!. E comigo ela vai estar melhor!. 

- Mais nós somos os pais dela!. 

- Pais? Que pais?. pais que espancam a menina quebra a ferem com palavras, que a humilham? 

- Não importa, mais ela não vai!. 

- Você não se importa com ela, não tem nem um pingo de carinho por ela como uma mãe!. Por que você é esse monstro filha, por que?! 

- PORQUE EU NUNCA QUIS A ESTHER!. EU NUNCA QUIS TER UM SEGUNDO FILHO, E AINDA MAIS, UMA MALDITA MENINA!. ERA PRA ELA TER MORRIDO!. EU TOMEI VÁRIOS COMPRIMIDOS PRA QUE ELA FOSSE ABORTADA, MAS ADIVINHA... ELA SOBREVIVEU. TÁ SATISFEITA, MAMÃE?!.

Eu estava chocada ao ouvir isso!. 

Então, eu nunca fui desejada?

Eles nunca me amaram? 

Mil perguntas passavam pela minha cabeça...

Minha avó ao ouvir tudo isso começou a passar mal... Então ela desmaiou... 

***********************************

Minha mãe e meu pai chamaram uma ambulância e foram pro hospital com ela!. 

Meu irmão ficou em casa comigo aguardando noticias... 

Eu estava agarrada com a boneca que ela me deu, então meu pai chegou: 

- A avó de vocês não tem muito tempo de vida... Então vamos para o hospital o mais rápido possível!. 

Então eu corri pro meu quarto e peguei um terço e desci as escadas correndo para irmos embora!.

Fui agarrada com a minha boneca e um terço na mão, e pedindo a Deus que não leva-se a minha avó embora... 

***********************************

Assim que chegamos o médico disse que a minha avó queria falar comigo... 

Então eu fui... 

- Vovó? 

- Oi meu amor... 

Eu cheguei mais perto e segurei sua mão... 

- Não se preocupe vovó, você vai se salvar!. 

- Não minha menina... À minha hora chegou, não tenho muito tempo de vida... Por isso eu queria te ver... 

- Não fala assim vovó... 

Disse chorando... 

- Não tem o porque você chorar, a vovó vai se encontrar com Deus, vai para um lugar muito bonito, cheio de anjos, animais, árvores, muitas flores... 

- Então me leva com você... 

- Não meu amor, ainda não é a sua hora... Eu vou estar com você sempre... Vou sempre cuidar de você... E você tem a sua bonequinha, toda vez que você a vê vai se lembrar de mim... 

- Não é a mesma coisa!. Por favor, não me deixa... 

Então fiquei de joelhos e beijei a sua mão e encostei minha cabeça nela... Já estava chorando muito... 

Então comecei a escutar um barulho... 

Minha avó estava morrendo... 

- Vovó? Vovó o que está acontecendo? 

- Chegou minha hora... 

- Não por favor meu Deus... 

Então ela apertou a minha mão... E ela disse suas últimas palavras, já com sua voz falha... 

- E-eu te amo... Minha... Menina... Então fechou os olhos... Agora ela estava dormindo, pra sempre... 

- NÃOOOOOOOOOOOOOO 

Então o médico que estava atendendo ela chegou e me viu abraçado com ela... 

- Por favor doutor... Salva ela... 

- Sinto muito menina... Não posso fazer mais nada... 

Eu não queria largar a minha avó... 

Então o médico me pegou no colo e foi me acalmando... 

Saímos do quarto e fomos em direção aos meus pais e o meu irmão... 

Minha mãe chorava descontroladamente e estava sendo abraçada pelo meu pai e meu irmão... 

Então o médico me colocou no chão e contou a notícia, de que a minha avó havia falecido!. 

Minha mãe começou a chorar muito mais... Então ela me viu... E veio em minha direção e me empurrou no chão... 

- FOI VOCÊ QUE MATOU ELA, VOCÊ É A CULPADA, SUA MALDITA, EU QUERO QUE VOCÊ MORRA, TÁ ME OUVINDO? MORRA!. 

O meu irmão, meu pai e o médico foram segurar a minha mãe, ela estava descontrolada!. 

Então um médico veio e aplicou uma injeção nela, que fez ela adormecer, então levaram-na pro quarto. 

Me levantaram do chão, e eu fui fazer uns exames no meu braço que estava doendo... 

A minha fixa ainda não havia caído... 

A minha avó morreu... 








Notas Finais


Espero que tenham gostado do capítulo.
Favorite, comentem sua opinião e me sigam.

Beijos 😘 😘 😘.

Bay Bay 👋.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...