História A Tal Regra de Três - Capítulo 2


Escrita por:


Capítulo 2 - Ser de Humanas tem lá suas vantagens


Dahyun se sentia aos céus, com Momo e Sana lhe atacando com beijos e mordidas tornava tudo aquilo ainda mais excitante

-Você não deveria ter provocado Kim -Momo sussurrou em seu ouvido escutando o riso baixo de Dahyun como resposta

-Acho que vou ter quer correr o risco

Assim que disse tal coisa sentiu o sutiã ser arrancado de seu corpo em uma rapidez absurda, Momo havia o rasgado sem nem mesmo pensar. Deixando-os livres para que as japonesas desfrutassem e aproveitassem da pele alheia

Sana era mais jeitosa, seu contato era lento e provocativo. Dahyun juraria que poderia enlouquecer pela forma suave que a língua da mulher se movimentava graciosamente por seu mamilo já eriçado

Já Momo tinha toques mais bruscos e desesperados. Dahyun tinha quase certeza que se utilizado de mais força a mais velha arrancaria seu seio fora, mas isto não importava, o prazer continuava sendo incrível

Aos poucos a mais nova se entregava e começou a arfar alto pelo contato genuíno que estava recebendo. As mulheres passeavam com suas mãos pelas coxas despidas de Dahyun e as apertavam gradativamente, a de fios azuis poderia facilmente perder a força nas pernas apenas com aquilo mas as mãos fortes lhe prendiam em pé

-Você sempre foi tão gostosa assim? -Sana perguntou ao abandonar seu seio e passar a lhe encarar. Dahyun sorriu, estava agradecida pelo elogio e demonstrou seu obrigada com seus lábios grudados nos de Sana

Enquanto se beijavam, Dahyun pode notar a incrível diferença no jeito que ambas professoras faziam as coisas. Ao contrário de Momo, Sana foi delicada e tinha toda uma maciez em seu jeito de beijar, chegava até mesmo parecer que eram um casal com anos de namoro e que faziam tudo perfeitamente bem para tornar o momento ainda mais memorável. Momo no entanto já era um pouco mais agressiva, seus beijos e carícias lembravam Dahyun da adolescência, e elas claramente seriam um casal novo que apenas estão curtindo o desejo recíproco que sentem uma pela outra

Eram sensações diferentes e era exatamente isto que fazia com que Dahyun se sentisse ainda mais excitada em experimentar

Dahyun então sentiu Sana se afastar e pôde presenciar uma das visões mais lindas que já havia visto, o rosto da Minatozaki de tão perto e seus lábios ainda um pouco entreabertos pelo beijo. Dahyun só então reparou que seu corpo havia sido suspendido por Hirai que agora tratava de a levar para a mesa dos professores, sem querer perder tempo Sana empurrou os objetos que ainda estavam ali em cima dando o espaço necessário para que Dahyun fosse colocada ali

-Você queria novas experiências certo? Você vai ter -Momo sorriu enquanto se aproximava

Sana ficou encarregada em tirar os sapatos da Kim e por último sua saia, lhe deixando apenas com uma calcinha branca rendada que quase mesclava com a cor de sua pele, começou então a distribuir chupões por toda aquela área apenas a fim de ter Dahyun se contorcendo e pedindo por mais. Recebendo os toques provocativos, Dahyun só pensava em como queria acabar com aquela dor que sentia em seu íntimo que pulsava e necessitava logo de prazer

Mas é claro que Sana não estava nem perto de terminar e em busca de esquecer daquele incômodo Dahyun voltou sua atenção para Momo que distribuía selares por todo seu abdômen e a puxou para mais perto, sem deixar que a mais velha pudesse lhe questionar atacou-lhe o seu pescoço e pode escutar o arfar de alívio da mulher quando suas mordidas se tornaram chupões intensos. Utilizou então suas mãos para apalpar o seio da morena ainda por cima da blusa social que vestia

-Você poderia tirar pra mim hum? -Perguntou baixinho, ainda era difícil de se concentrar

Momo nada disse apenas focou-se em arrancar aquela blusa de seu corpo o mais rápido que podia deixando assim seu colo livre para que Dahyun usasse e abusasse com sua boca. Jogando a cabeça para trás Hirai soltava espasmos de prazer a cada mordida deixada em sua pele, naquele momento não se importava se fosse despedida daquele lugar ou não, ela apenas queria sentir tudo aquilo que há tempos não sentia

Dahyun então retirou o sutiã da maior e começou a brincar com sua língua, abocanhava o seio na intenção de abafar os gemidos que gostariam de sair de sua garganta e ainda levava Momo as alturas. A Kim massageava com uma de suas mãos o seio direito de Momo enquanto no outro tinha sua boca, poderia continuar desfrutando daquela sensação por ainda muito tempo se um grito de surpresa não tivesse saído de sua boca lhe interrompendo, Sana já tocava sua intimidade e como já era de se esperar Dahyun estava molhada o suficiente para que os dedos da Minatozaki praticamente escorregassem para dentro de seu interior. A calcinha da Kim foi retirada em um momento que a mais nova nem se quer poderia se lembrar, mas não era como se ela estivesse reclamando 

Momo então se distanciou de Dahyun, se aproximando de Sana e descendo em sua direção. Enquanto a loira utilizava de seus dedos, Hirai pensou que seria uma ótima oportunidade de utilizar sua boca

-Ai Deus -Murmurou Dahyun ao se deitar agora completamente na mesa, sem forças nenhuma para sustentar seu próprio corpo

Já havia feito sexo algumas vezes mas a mais nova deveria admitir que aquilo estava sendo a coisa mais gostosa que já havia experimentado. Se contorcendo nas mãos de suas professoras Dahyun agora já gemia em alto e bom som, não parecendo se importar se chamava ou não a atenção de alguém. Gritava por Momo e Sana pedindo por mais contato e cada vez que gemia o nome de uma das mulheres recebia ainda mais prazer como resposta

Estava ao seu limite, e sentia quando as duas invertiam os papéis o que deixava tudo apenas mais agradável. Dahyun sentia o suor escorrendo por sua testa, e assim que teve certeza de que seu ápice havia sido alcançado arqueou as costas em um espasmo alto de prazer. Agora Sana e Momo dividiam o gosto de seu íntimo e até faziam cócegas na garota com suas línguas ágeis

Dahyun tentava regularizar sua respiração e mal teve tempo de se ajustar quando sentiu seu braço ser puxado lhe colocando mais uma vez sentada. Foi surpreendida por um beijo triplo, e como era sua primeira vez se sentiu estranha ao ter duas línguas, mas admitiu ter sido uma experiência interessante no fim das contas

-Por que vocês ainda estão com roupas? Estão me deixando envergonhada -Disse Dahyun ao se separar do contato

Momo e Sana rapidamente se afastaram apenas para se livrarem dos tecidos que ainda as cobria. Dahyun sorriu satisfeita ao observar a cena e por um momento agradeceu mentalmente à Chaeyoung pela excelentíssima ideia dada no dia anterior, se sentindo privilegiada por observar de perto o espetáculo que poderia facilmente ser chmado pelo corpo alheio

Dahyun estava se divertindo e por mais que tivesse tido em alguns segundos antes o melhor orgasmo de sua vida, ela já se sentia prontíssima e revigorada para outro round. Afinal, tinha que agradecer suas unnies de alguma maneira. E foi com estes pensamentos que a azulada se aproximou das duas mulheres e as pressionou na parede mais próxima

-Apenas relaxem e confiem em mim -Falou simples antes de deixar um selinho demorado em cada uma

A mais nova se abaixou em direção à Sana e levou uma de suas mãos para o corpo de Momo. Enquanto estimulava a mais velha das japonesas com seu indicador, utilizava de sua própria língua contra a intimidade de Sana fazendo com que a segunda citada soltasse um suspiro mais alto

Sem querer ficar parada a loira puxou Momo por seu rosto e assim um beijo ali se iniciou. Com formas diferentes de movimentarem suas línguas, Sana e Momo aproveitavam daquela sensação gostosa que eram os lábios uma da outra, enquanto ainda eram compensadas lá em baixo por Dahyun

A própria que parecia focada demais no que fazia, foi esperta ao atacar justamente o ponto G de Sana que não resistiu ao gemido alto que saiu de sua boca, interrompendo assim o beijo com Momo. Hirai decidiu focar-se nos seios apetitosos que Sana esbanjava e por isso não demorou para distribuir mordidas e chupões por toda aquela parte, isto foi a loucura para a loira que contorcia em cada leve toque que era lhe direcionado

Momo não estava tão diferente, suas pernas tremiam e ela poderia sentir facilmente o suor escorrendo por suas costas, sua situação tendia a apenas piorar e isso de fato foi o que aconteceu. Mesmo disposta a trazer logo o ápice de Sana, Dahyun não havia esquecido de Momo nem mesmo por um segundo se quer, tanto que agora lhe introduzia dois dedos que já pareciam o suficiente para que a morena gemesse contra o corpo de Sana

-Dah... Mo... Oh meu Deus -Totalmente desconcertada Sana nem ao menos sabia por qual nome chamar, apenas tinha a certeza que o que aquelas duas estavam fazendo lhe faria chegar ao seu máximo em instantes -E-Eu vou gozar

E foi exatamente isto que Sana fez, a japonesa se desmanchou em um gemido prazeroso que foi acompanhado de um revirar de olhos. Diferente das outras vezes que tinha este tipo de relação com outra pessoa, Sana não poderia simplesmente descansar por alguns minutos de um pós orgasmo pelo simples fato de que ainda havia uma pessoa que ansiava pelo seu momento de êxtase

Momo havia abandonado os seios da loira quando se sentiu ainda mais densa, seu íntimo queimava e ela sabia que necessitava mais do que tudo fazer com que aquilo parasse, precisa chegar ao seu próprio ápice para só assim se sentir satisfeita por completo. Dahyun sabia exatamente disto, tanto que não demorou para limpar Sana com seus lábios para assim dar agora sua total e exclusiva atenção para a morena aflita. Com Momo, Kim utilizava movimentos de vai e vem com sua língua enquanto usava ainda de seus dedos para massagear o clitóris da mulher

-Céus D-Dahyun -Gemeu a mulher com sua respiração um pouco mais acelerada

Sana, afim de não ficar apenas observando o estado necessitado de Momo se aconchegou a mesma, tirou os fios castanhos que cobriam o seu pescoço e começou a beija-la por toda aquela região. Seus atos permitiram que Hirai fechasse os olhos e enfim apreciasse toda a satisfação que era ter duas mulheres lhe satisfazendo com tanta agilidade e ao mesmo tempo ternura. Momo não havia muitos mas com certeza aquele dia entraria na lista dos melhores de sua vida

Diferente de como havia feito com Sana, Dahyun torturava um pouco mais Momo ao fazer as coisas lentamente e o mais dócil possível, sabia que a mais velha estava a beira da loucura e apenas queria deixá-la implorando por mais. Dito e feito

-D-Dahyun, m-mais rápido sim?! -Pediu com uma voz um tanto quanto manhosa fazendo com que quase Dahyun risse da situação

A Kim se perguntava aonde estava aquelas duas mulheres tão dominantes e sérias que com um simples dedo levantado faziam uma sala de quase 40 alunos ficarem quietos. E era isso que poderia ser o mais engraçado, ambas gemendo seu nome enquanto quase imploram para que aquilo tivesse logo um resultado. Dahyun decidiu não contrariar mais, para o bem estar de sua querida professora de física

Por isso acelerou seus toques e suas estocadas, e fazia tudo isso enquanto ainda com sua mão livre arranhava levemente as pernas de Sana, como se lhe fizesse um carinho gostoso. Já a loira estava ainda focada em Momo, que possuía várias pequenas marcas de mordidas em seu pescoço, estas dadas por Sana e anteriormente por Dahyun

E foi com um grito um tanto quanto alto que Momo se desfez na boca de mais nova, esta que por sua vez acabou puxando Sana para que a mesma também pudesse desfrutar um pouco de Hirai. A jovem Kim deixou o espaço para a loira e sorriu ao agarrar o queixo de Momo e lhe dar um beijo, desta vez com certa lentidão e carinho por sua parte

Sana e Momo estavam certas que Dahyun mudava rapidamente da água para o vinho em questões de minutos, e detestavam admitir que isto só atraia ainda mais o desejo de ambas pela coreana

Assim que todas estavam devidamente satisfeitas, tendo em vista que haviam conseguido bem mais do que imaginavam que teriam, se jogaram na larga mesa dos professores, podendo finalmente controlar suas respirações e descansarem

O silêncio reinou. Enquanto encaravam o teto da sala, se perguntavam se realmente deveriam dizer alguma coisa, talvez a vergonha tivesse lhes preenchido

-Acho que minha língua está dormente -Se lamentando Dahyun foi a primeira a dizer, arrancando risadas das duas mulheres

-Nós realmente...

-Sim -Momo assentiu, já imaginava o que Sana diria

-E isto foi...

-Gostoso -Isto havia vindo de Dahyun -Não é mesmo? -Questionou e sorriu verdadeiramente ao observar as duas concordarem

-E agora? -Momo perguntou um pouco perdida. Dahyun já iria lhe responder se seu celular não houvesse tocado

Levantando-se do meio das duas professoras, a azulada andou até a carteira enquanto agarrava suas roupas espalhadas pelo chão. Percebendo ser uma mensagem de Tzuyu, Dahyun apenas respondeu brevemente e começou a se vestir

-Aonde vai? -Sana perguntou

-Ficamos muito tempo aqui, as aulas das minhas amigas já acabaram. E agora eu tenho que ir -Respondeu enquanto terminava de ajeitar a saia em seu corpo -Graças a você Senhorita Hirai, eu perdi um sutiã novinho -Reclamou ao ter que vestir a blusa sem o outro tecido

-Sinto muito -Sorriu envergonhada a japonesa

-Pode pegar meu blazer, ele vai ajudar a tampar melhor seu busto -Sana ofereceu gentilmente

-Que graça, quem vê vocês assim nem imaginam como são entre quatro paredes -Ditou. Terminando de se vestir adequadamente ajeitou seu cabelos e grunhiu para as marcas em seu pescoço, isto deixaria tudo evidente, havia nascido branca demais -É melhor se vestirem também

Dahyun apanhou as outras roupas e as deu para as professoras que agradeceram enquanto começavam a se vestir. Como se nada tivesse acontecido as três já estavam devidamente corretas e alinhadas

-Eu irei devolver depois -Dahyun se referiu ao blazer de Sana que assentiu como se não fosse importante -Aigoo, a prova...

-Não precisa se preocupar -Momo disse rapidamente -Nós iremos ver de novo o seu caso

-É, acho que calculamos errado no final das contas -Sana concordou com Momo e Dahyun sorriu satisfeita -Mas, queremos saber quanto a nós

-Nós?

-Como nós ficamos depois disto -Momo esclareceu e Dahyun pareceu entender, já que riu baixinho

-Ah claro. Vocês querem continuar tendo isto, eu presumo -Momo e Sana se entreolharam acabando por assentir em um sorriso meio constrangido -Tudo bem, podemos sair no sábado

-Sair? -Sana perguntou

-Tipo um encontro? -Momo também questionou

-É claro. Vocês acham que eu só vivo de sexo? Eu também tenho sentimentos poxa, quero alguém que entenda que as vezes eu quero ser pega no colo e outras quero sentar no colo... Vocês acham que podem ser esse alguém?

Momo e Sana rapidamente assentiram fazendo com que Dahyun então sorrisse da maneira mais infantil que poderia. Os corações das japonesas dispararam ao presenciar a cena e uma feição boba foi formada em seus rostos

Dahyun se aproximou deixando um beijo em Momo e respectivamente em Sana

-Isto é pra você, e isto aqui pra você -Disse ao entregar o sutiã rasgado para Momo e sua calcinha para Sana -Pra vocês não se esquecerem de mim tão fácil

-E você quer algo em troca eu imagino?

-Não será necessário, eu não irei esquecer deste momento que passei com vocês duas senhoritas -Passou a língua por seus lábios e riu -Me mandem alguma mensagem, iremos decidir para onde vamos

-Claro -Ambas responderam prontamente

-Ah e... Sobre a regra de três, creio que eu ainda tenho certas dúvidas. Acho que teremos que ter mais aulas práticas, pelo menos até eu realmente entender toda a matéria

-Eu concordo

-Também estou de acordo

E assim Dahyun se retirou da sala encostando dramaticamente sobre a porta e pensando em tudo que tinha feito, estava feliz e louca para contar as novidades para suas amigas

No final de tudo não havia sido reprovada, havia ganhado a atenção de duas mulheres maravilhosas e ainda um encontro, não poderia ter escolhido um desfecho melhor

-E eu achando que ser de Humanas nunca me renderia nada de bom



Notas Finais


foi isso amigas, não sou expert de narrar sexo mas não odiei completamente isso... espero que tenham gostado :D

irei aparecer mais vezes dessa maneira descontraída de postar ones e tal

talvez eu apareça de novo aqui, quem sabe para fazer um cap mais soft do encontro das três ou sla... Até meus anjos ❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...