1. Spirit Fanfics >
  2. A Terceira Guerra Mundial! >
  3. A invasão à Cuba! Australianos entram na batalha!

História A Terceira Guerra Mundial! - Capítulo 15


Escrita por:


Notas do Autor


Mais um capítulo diário pessoal! Boa leitura e espero que gostem!

Capítulo 15 - A invasão à Cuba! Australianos entram na batalha!


No dia 22 de junho, vários soldados Aliados partiram do Haiti para Cuba, era madrugada e o sol começava a nascer enquanto milhares de barcos se aproximavam da costa cubana. A invasão iria acontecer na Playa Giron e embora parecesse fácil, iria ser sangrenta, haviam milhares de soviéticos na costa, mas se Cuba caísse, os americanos estariam tranquilos para poderem enviar mais soldados para a Europa e África, o que não seria nada bom para os soviéticos. A costa era muito bem protegida e os soldados Aliados sentiriam na pele o temor do Dia D, os barcos chegavam próximos a costa, e Rodrigo comandava a operação.

Rodrigo: Certo pessoal, chegaremos a costa em cerca de 3 minutos, como sabem teremos apoio de tanques submarinos, não avancem até eles chegarem se quiserem ver suas famílias novamente, muitos morrerão naquela praia, mas aqui faremos história, dando um grande passo para o fim da guerra, assim que eu avisar, todos saiam pelas rampas, usem o canto dos barcos apenas se extremamente necessário, não vão querer ter o risco de morrerem afogados atoa. Boa sorte a todos e mesmo se falharmos, tenho orgulho de tudo que vocês fizerem até aqui. Os mexicanos e norte-americanos irão invadir pelo oeste e noroeste, saibam que de qualquer modo Cuba cairá! — Levantou sua arma e gritou, encorajando os outros.

Os barcos se aproximavam e os tiros começavam a ser disparados enquanto os barcos avançavam, os primeiros chegam a costa e centenas de soldados morriam pelas metralhadoras antes mesmo de chegarem em terra firme, vários saltavam pelos lados dos barcos e se escondiam em alguma pedra tomando cobertura para atirar. Rodrigo correu até uma proteção atirando.

Rodrigo: Não avancem! O lugar está cheio de minas! Esperem os tanques! — Gritou enquanto atrás de uma pedra, a água do mar já contaminada com o sangue de seus aliados molhava não só o corpo dele, mas também de todos os sobreviventes que apenas esperavam pela chance de avançar.

Os barcos continuavam a chegar enquanto mais soldados morriam, o mar já estava começando a ficar vermelho com a quantidade de mortos, 10 minutos haviam se passado e carnificina só aumentava, quando finalmente os tanques Aliados chegaram, atirando nos bunkers e enquanto isso, uma nova grande onda de barcos Aliados também chegava.

Rodrigo: Avancem! É a partir desse inferno que construiremos o céu! — Avançou com tudo, explodindo uma cerca de arames, vários soldados o davam cobertura atirando, enquanto isso os tanques avançavam e os morteiros e canhões inimigos começavam a agir explodindo vários locais, além das minas que explodiam tanques e soldados impetuosamente, os tiros ecoavam sobre a praia enquanto vários soldados gritavam por socorro. — Vão! Não desanimem, acredito em todos. Até aquele bunker ás 8 horas! Iremos tomar o canhão! — Avançava enquanto comandava, ele sabia tanto ser um soldado como um comandante de maneira perfeita. Correu, subindo o morro sobre artilharia pesada com vários soldados. Uma batalha corpo a corpo começou, Rodrigo partiu pra cima e leva uma facada no ombro, porém continuou atirando e ele com seus soldados venceram avançando sobre o bunker.- Preciso de uma faixa rápido, Médico! — Um médico enrolou rapidamente o ombro de Rodrigo, estancando o sangramento. Os soldados avançaram, invadindo o bunker e explodindo-o.

A batalha estava intensa, os reforços inimigos não davam trégua e os tanques inimigos continuavam a avançar, uma grande batalha de tanques começava naquele momento, eram mais de cento e cinquenta tanques inimigos contra duzentos Aliados, os Aliados da infantaria contornavam a batalha avançando mais ainda, porém se encontraram com mais soldados inimigos e eles começaram a se enfrentar.

Rodrigo: Morteiros! Rápido! — Os morteiros começaram a disparar rumo aos inimigos e os Aliados ficaram de longe atirando, porém, os inimigos avançaram com tudo e começaram um ataque corpo a corpom assim abrindo vantagem, a batalha ficava mais sangrenta a cada segundo, gritos de desespero e metralhadora se juntavam ao cheiro da carne queimada, aquilo era verdadeiramente um inferno.

A batalha durou dez horas, os soviéticos não retrocediam e acabaram que de mais de 400 mil soviéticos, apenas 20 mil saíram vivos e do lado Aliado, dos 300 mil presentes na invasão 150 mil morreram, porém agora, mais de 500 mil soldados Aliados poderiam embarcar tranquilamente. Mas uma notícia arrasadora havia acontecido, as invasões norte-americana e mexicana haviam falhado, a defesa soviética era muito maior do que o esperado, além disso, o número de Aliados invadindo era de "apenas" 120 mil, sendo que apenas 40 mil sobreviveram, tendo que recuar. O dia passou, e Playa Giron vira um enorme porto de chegada Aliada, o ataque falhado a Oeste iria ser recompensando por uma grande ofensiva ao sudoeste.

Enquanto isso, uma outra ousada invasão acontecia, porém do outro lado do globo e dessa vez aérea, mais de 200 mil australianos pousavam na África do Sul, mais precisamente no País Lesoto, na madrugada do dia 23, antes mesmo do sol nascer, os soldados já desembarcavam, Daku, um capitão de 30 anos estava presente, poucos soldados inimigos estavam lá, por ser uma região montanhosa os soviéticos não acreditavam que uma invasão começaria por lá, os Aliados se instalaram no pequeno vilarejo de Molumong, onde outros paraquedistas já estavam antes para espionagem e também para costurar alianças com os moradores. O dia se passou calmamente, e no fim da tarde, barulhos foram escutados, os soldados foram conferir, vendo vários soldados inimigos que viam das montanhas, eles começaram a atirar enquanto os inimigos avançavam.

Daku: rápido, 32° batalhão, quero todos as 9 horas! — Os soldados se posicionaram mandando artilharia pesada, os soviéticos então conseguiram quebrar a primeira linha defesa e a batalha de verdade começou. Os Aliados avançaram, disparando com tudo, morteiros inimigos caíram sobre o vilarejo explodindo algumas casas, enquanto isso mais soldados avançavam contra seus inimigos, e mesmo tudo parecendo perdido, eles conseguiram expulsar os soviéticos do local, prendendo cerca de 450 e matando mais de 15 mil, após um interrogatório com os presos, todos confirmaram que apenas 50 mil soldados estavam naquele país. Os Aliados se instalaram definitivamente no vilarejo e participaram de uma pequena festa dos africanos que estavam lá, ajudando a cuidar dos feridos e também a reconstruir o que havia sido destruído no ataque.

Enquanto isso, a Turquia estava quase sendo totalmente tomada e os soviéticos começavam a chegar rumo a Bulgária e Síria. Áustria e Hungria começavam a ser reconquistadas e os Aliados presentes na Alemanha agora estavam tentando retomar os territórios reconquistados pelos soviéticos no contra-ataque. A batalha de Hamburgo foi finalmente vencida pelos Aliados que começaram a partir para Berlim.

Na Ásia a Índia começava a virar o jogo, recuperando todos os territórios, além disso, Vietnã vendo a oportunidade, voltou a guerra, lutando contra os chineses dentro do país. Os Australianos também começaram uma batalha contra a Indonésia, que havia declarado guerra aos Aliados e estava ajudando o Vietnã.

 


Notas Finais


Espero que tenham gostado!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...