1. Spirit Fanfics >
  2. A Terra Prometida >
  3. 2- Sam Winchester

História A Terra Prometida - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


O nosso garoto Sam está aqui.

No final do capítulo terá um aviso importante então é, aproveitem o capítulo.

Capítulo 3 - 2- Sam Winchester


Fanfic / Fanfiction A Terra Prometida - Capítulo 3 - 2- Sam Winchester

"Eu tenho em minhas mãos os meios e, em meu coração, a vontade."

-Desconhecido


POV'S Sam Winchester


Pai e filho


Insónia, é a pior coisa que pode existir, o meu corpo pede por descanso mas o meu cérebro não quer ceder, os pensamentos continuam se materializando, o meu irmãozinho e o Bill... Nojento.


Bill meu grande amigo, conselheiro, um alfa leal a mim assumiu para mim que tá afim do Jack, meu irmão mais novo um ómega, não consigo imaginar eles juntos, não não não não, me nego.


Bom a outra coisa que também está tirando o meu sono, é que amanhã é realmente um dia importante, um ritual de passagem, meu pai vai me levar para caçar, na forma de lobo, quando o primogénito futuro alfa do reino chega aos 16 anos, o atual alfa do reino, meu pai, leva o filho numa caçada, onde irá liderar as tropas, nada muito brutal é mais para aprender a liderar pessoas, e de brinde trazemos o jantar, mas todo o que caçarmos vai para o povo.


Meu maior medo é de passar vergonha a frente do meu pai o big alfa, dos guerreiros e seus seguidores que iram nos acompanhar, para garantir o proteção e tudo mais, tudo baboseiras.


Ah também tem que minha mãe está me forçando a sair mais para conhecer outras pessoas, especificamente ómegas, já que futuramente serei o Alfa do reino, irei precisar de um companheiro que irá me garantir uma futura geração, novamente um monte de baboseiras, na real, o Jack tem mais estrutura para ser o próximo Alfa melhor que eu.

 

-Ei Sammy? - A porta foi aberta levemente revelando apenas a cabeleira loira de Jack olhando diretamente para mim.


-Oi Jack 


-Oi Sammy - O mesmo entrou no quarto fechando a porta atrás de si, e vindo em direção á minha cama, se deitando ao meu lado -Amanhã é o teu grande dia, nervoso futuro grande alfa -O mesmo fez gracinha no final da frase, imitando a voz da nossa mãe.


-E se eu falhar, e se no final eu for um péssimo alfa...


-Huum duvido bastante, e ómega que escolheres vai ser um sortudo por ter um alfa incrivel que nem tu 


-Mamãe parece preocupada


-Sim, ela está, os reis do reino da lua não conseguem engravidar mais, quer dizer que não têm mais herdeiros 


-Então porque ela está preocupada, esse não é realmente um problema nosso - Depois de proferir estás palavras recebi um tapa no minha cabeça.


-Oh seu bobão, a mamãe e a Rainha dos lobos brancos são bastante próximas, por isso se algo acontecer com eles, a Rainha pediu para a gente tomar conta do reino da lua, e a Rainha está bastante doente, depois de ter perdido seu filho ela nunca mais foi a mesma, e o Rei até hoje procura o filho - Jack explicou calmamente.


-Sabes como o filho dele morreu? - Perguntei curioso.


-O filho deles não morreu, acho, bom aquilo que eu sei é que ele foi levado, sabe se lá o porque.


-Espera aí, eles não tem outro filho?


-Eu não sei de muito, as poucas informações que tenho foi o que ouvi de conversas soltas da mamãe do do papai, já experimentei perguntar, mas eles falaram que iria dormir melhor a noite se não soubesse da história toda.


-Será que é possível que o garoto esteja vivo? 


-Pouco provável mas existe sempre uma chance 


-Vais a ver o garoto está com o filho dos Novak, como era o nome dele? 


-Ishi lembro não... Porque será que ninguém fala sobre a quantidade de bebés da família real sumiram nestes últimos anos? 


-Jack existe gente ruim no mundo que faz coisas inexplicáveis que muitas vezes é melhor não entender o porque, vai que estupides pega.


-Éh... se tem razão, a senhora Harvelle chora todas as noites pela nené dela.


-Foi diferente, dessa vez conseguimos pegar um dos sequestradores, a merda é que ele não falou porra nenhuma, e acabou por se matar, lembro até hoje o quando ele tremia, e falava que não podia falar.


-Ele chorou mais que a senhorita Harvelle.


-Até hoje acredito que ele estava sendo ameaçado, e na minha cabeça todos estes sumiços estranhos estão todos interligados...


-Eu também acredito nisso... Mas papai acredita fortemente que não, todos eles sumiram de maneiras diferentes e foi tudo muito bem planeado...


-Talvez eles sejam mais inteligentes, mas já se passou muito tempo, possivelmente estão mortos.


-Éh, pode ser que não, imagina o sorriso da Rainha ou da senhorita Harvelle em terem seus filhos de volta a casa - A coisa que eu mais admiro em Jack é seu realismo e seu positivismo, mesmo quando a realidade aponta para outra direção ele dá sempre um jeito de nos fazer sorrir, talvez ele tenha razão, talvez eles estejam bem, e iria ser otimo se eles tivessem todos juntos, iria ser engraçado terei que admitir.


-Ei estão fazendo uma festa do pijama sem mim - Bill abriu a porta num estrondo que com certeza acordou o castelo inteiro, o mesmo sem ser convidado fechou a porta atrás dele e se jogou ao meu lado, a cama era bastante espaçosa.


-Do que estão conversando? - Perguntou o loiro mais velho com um olhar curioso.


-Teorias da conspiração sobre bebés que sumiram - Jack respondeu num tom bastante animado mas ao mesmo tempo misterioso.


-Que legal também quero fazer parte do grupinho da conspiração!!! 


-Bem vindo detetive Skarsgård - Falei entrando na brincadeira dos dois possivelmente não aceitando completamente futuro casal que nojeira.


-Ebaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa! - Comemorou animado -Tá qual é a grande teoria da conspiração? 


-Que todos os bebés que sumiram ao longo destes 16 anos estão todos juntos - Respondi olhando diretamente para sua cara que começou por surpreso, para vocês tem problemas e que no final concordou com a cabeça.


-Mas pior que faz sentido maluco, imagina chegar lá e encontrar os cara todo vivendo no mato com macacos! - Ele ficou demasiado animado com a teoria, mas não pude evitar de soltar uma risadinha.


-Ou se não... - Bill parou por um momento e se sentou, Jack e eu acompanhamos seus movimentos atentos, e do nada Bill se botou de pé na cama e continuo -E se na verdade os cara tá tudo fazendo a festa na caverna -Bill fez uns movimentos estranhos com as mãos como se o que ele tivesse dito fosse algo completamente emocionante e inovador.


-EI MENINOS HORA DE DORMIR - Olhamos todos em direção á porta assustados, e apenas vimos lá a senhora alteza minha mãe acordada rindo da gente, a loira mais velha ainda rindo de leve veio em direção da gente, enquanto isso Bill se jogou na cama caindo em cima de mim que resmunguei de dor, nos aconchegamos na cama nos três juntos, e a mesma apenas sorriu doce para a gente.


-Isto me lembra quando ainda eram filhotinhos, costumavam dormir bem assim -A mais velha cobriu-nos com uma manta verde escuro, e depositou um beijo na teste de cada um.


-Boa noite meus filhotinhos 


-Boa noite mamãe 


-Boa noite Tia! - Gritou Bill por fim, Mary apagou as luzes e saiu do quarto fechando a porta.


-Está foi por pouco - Jack falou rindo, logo eu e Bill o acompanhamos, não demorou muito para cairmos no nosso, pequena curiosidade o Bill e o Jack ressonam para um senhor caralho.



(...)


A flor


O sol está tarde está mais quente que o habitual, talvez porque estamos a correr á mais de 2 horas.


-VAMOS SAM CORRE! - Gritou meu papai lindo e maravilhoso que eu quero muito que vá tomar no cu.


-SAM ESTÁS A FICAR PARA TRÁS! - Gritou um dos seguidores, alguns membros do povo gostavam de participar, normalmente são os Alfas que veem, e alguns betas também, raramente ómegas veem, então é normal não termos ómegas presentes.


 Acabei por tropeçar nos meus próprios pés, e cair de cara no chão, continuaram todos a correr á minha frente.


-ESTOU A IR! ESTOU QUASE LÁ - Quando ia me a levantar deixo sem querer a minha mão escorregar, já que cai na lama. 


-Desisto - Reclamei para mim mesmo, ouço passos em minha direção e rapidamente me levanto dando de cara com o meu pai sorrindo divertido para mim.


-Bora lá Sammy, caçar! - Falou animado.


-Eba! - Comemorei sem animação nenhuma.


-Vamos logo idiota - O mais velho me deu um tapinha de leve na cabeça, mas que machucou um pouquinho, começamos a correr mais um bocado desta vez com um ritmo mais fácil de tolerar.


Não demorou muito para encontrar mos o resto do pessoal que conversava bastante animados, Bill estava um pouco mais afastado junto de Charlie, irmã mais velha de Bill, me aproximei dos dois irmãos que carregavam um ar divertido.


-Então um passarinho me cantou que o pequeno Sam caiu na lama - Charlie se conteve para não rir, já Bill depois da  sua fala não segurou e começou a rir histericamente, parecia um ananas dando á lua um elefante.


-Ei meninos vamos! - Gritou John meu pai, começando a correr de volta sendo seguido por os demais.


-Vamos? - perguntou Charlie diretamente para mim, acenei com a cabeça e começamos a correr acompanhando o ritmo deles.


-ACHEI UM JAVALI! - Gritou alguém que faço a menor ideia de quem seja.


-SAM ORDENS! - Gritou o meu pai para mim esperando uma reação.


-ATRÁS DELE! -Gritei de volta meio que sem saber exatamente o que fazer, todos correram atrás do coitado do javali e eu foi andando calmamente, deixa os cara correr que eu posso andar. 


A medida que andava e olhava ao redor da grande mata, algo acabou por me chamar a atenção, uma flor que emitia um brilho vibrante, acabei por me desviar um pouco do caminho e andei até a flor.


-Oi pequenina? - Falei pegando a flor com delicadeza, ela tinha um cheiro estranho, emitia um cheiro forte de morte, mas não era venenosa, o seu cabo verde era bastante grande, e suas belas patolas vermelhas estavam manchadas com um liquido metálico, sangue...


Aproximei a flor do meu nariz sentindo o cheiro de sangue misturada com morte e... felicidade? Anh? 


-SAMMY?! 


-AQUI!!! - Olhei em volta e vi meu pai me procurando junto de Bill, assim que me avistaram correram em minha direção.


-Tá tudo bem filho? - Perguntou o mais velho claramente preocupado.


-Huum sim, eu achei isto - Mostrei a flor para ele que logo fez um cara de pânico, o mesmo pegou a flor da minha mão de maneira bruta mas não ao ponto de me machucar.


-Vamos! - O mais velho me pegou pelo braço e me levou dali. 


-EI Salvatore! Leva os garotos de volta e chama tudo o mundo, a expedição acabou, temos um código lilás em nossas mãos. 


-Certeza? - Perguntou o guarda de volta para o meu pai, que apenas mostrou a flor que ainda brilhava.


-TODO MUNDO VAMOS VOLTAR!!



(...)



Já no castelo, mamãe pediu para eu, Bill e Jack irmos para a sala de reuniões ela parecia bastante alterada e com bastante medo, as feromonas dela estavam bastante fortes.


-O que raios aconteceu nessa caminhada? - Perguntou Jack preocupado.


-Uma flor aconteceu - Respondeu Bill.


-Uma flor? - Jack estava bastante confuso.


-Yap - Respondi acenando a cabeça positivamente.


A porta foi aberta e revelou a figura dos meus pais entrando um o beta e conselheiro do meu pai, titio Bobby, para ele estar aqui foi porque eu toquei numa droga ilícita.


Papai e mamãe se sentaram de frente para nós e Bobby no canto da mesa, encostando-se preguiçosamente contra o acento da cadeira.


-O que está acontecendo? - Perguntei claramente nervoso..


-Á muitos anos atrás, onde todos nós lobos vivíamos em paz, o reino do sol e o da lua viviam como um só, até hoje somos um pouco assim, mas não tínhamos muralhas que nos separa do outro lado da mata, quando eram pequenos nos perguntaram o que havia do outro lado e eu respondi que quando chegar o momento iriamos contar, e chegou o momento.


-A razão daquele lado da floresta ser proibido é porque acreditamos que os demónios estejam á solta - Continuou o mais velho, Bobby.


-Demónios? - Perguntei.


-Deixa terminar, numa noite vários corpos de lobos foram encontrados mortos, a carne toda comida deixando apenas os ossos, e tinha está flor que nascia por entre os ossos, uma flor vermelha que emitia um brilho... Muitos morreram nessa noite, no dia seguinte todos os reinos se juntaram e fomos a procura dos responsáveis, e encontramos, dizem que eles parecem humanos mas não são, eles não conseguem se transformar em lobos, mas tem um velocidade admirável, eles se alimentam da nossa felicidade e comem a nossa carne como petisco e bebem nosso sangue como bebemos vinho, os olhos deles são completamente negros, e possuem dentes afiados capazes de arrancar um braço com apenas uma mordida.


-Depois de anos de guerra, da mesma maneira que eles apareceram eles simplesmente sumiram, ninguém sabe exatamente o que aconteceu, por isso construímos as marulhas para nos proteger, mas não significa que desistimos de lutar, temos um esquadrão próprio que investiga está parte da historia, a tropa de exploração, eles saem para o lado de fora da muralha e arriscam a sua vida para encontrar algo.


-E está flor é a prova que não estamos a salvo 


-Então isto quer dizer que os demónios estão de volta? - Perguntei ainda tentando assimilar o tanto de informações que acabaram de me contar.


-Possivelmente, está flor só aparece quando um lobo é morto por um demónio, está criança era feliz, consegues ver pelo tamanho e pelo brilho, mas teve uma morte dolorosa por isso tem as manchas de sangue 


-Chega - Pedi já que Bobby achou uma ótima ideia me dar detalhes da morte desse lobo inocente.


-Ouve com atenção está flor dá-te todos os detalhes que precisas, olha com atenção para a flor, sente-a e diz-me quem é - Bobby pegou na flor e jogou em minha direção, peguei na flor com cautela, e olhei em volta, meu pai permanecia serio, e minha mãe me incentivou com o olhar para continuar.


Meus dedos passeavam por todos os detalhes que conseguia, mas algo me chamou a atenção e era o cheiro doce, bastante fraco.


-Era uma criança... tinha 6 anos? E era... uma... não consigo reconhecer o cheiro de quem é.


-Era uma ómega - John conclui -Isso mesmo, os demónios tem uma preferência por carne de ómegas e principalmente de crianças e adolescentes perto do cio.


-Eles são o que pedófilos e tarados? - Bill reclamou claramente puto com a nova informação.


-Talvez um pouco - Bobby que respondeu rindo de nervoso.


-E agora? - Perguntei.


-Essa é a tua decisão este é o teu futuro reino, e hoje ainda é o teu dia de governar, então diz-me o que devemos fazer? - Perguntou John sendo um filho da puta, ai eu sou uma criança... mais ou menos, tá Sam se acalma e usa a cabeça.


-Huum..., Vamos mandar as tropas se espalharem pela floresta e procurem mais flores ou até mesmo um desses demónios, devemos manter as pessoas em segurança então devemos fazer dois grupos, um de soldados para proteger as pessoas e os outros para vasculhar a área, e talvez devêssemos falar com os policias da vida e descobrir se temos alguma criança desaparecida... é acho que é isto! - Soltei tudo de uma vez.


Bobby riu me assustando, ai merda fiz merda.


-E a Mary preocupada que ele não iria conseguir lidar com a pressão, mas olha que o moleque fez uma ótima decisão mesmo sobre pressão. - MEU DEUS FOI ELOGIADO PELO BOBBY, acho que posso morrer em paz agora.


-Ei vocês ouviram, se dividam e comecem as buscam ainda hoje! - Papai gritou para os guardas que estavam na sala, nem tinha reparado nelas na verdade, mas bom, eles saíram da sala, e logo em seguida Bobby saiu me dando um leve tapa no ombro.


Papai se alevantou e veio em minha direção.


-Irás ser um ótimo líder não tens nada para te preocupar, eu te amo filho - O mais velho pegou na minha cabeça com delicadeza e depositou um beijo na minha testa, e logo se voltou para Jack que chorava baixinho e deu um baita de um abraço apertado nele surrando algo em seu ouvido, logo ele e mamãe saem nos deixando sozinhos.


 -Demónios então? 


-Pelos vistos - Respondi para Bill que ainda parecia processando a informação.

-E agora? 


-Esperamos - Respondi olhando fixamente para o meu amigo, quase irmão, que apenas sorriu confiante em minha direção.


-Bom também não é como se eles tivessem uma fazendo de lobos á sua deposição isso iria levantar muitas suspeitas.



Notas Finais


Oii, capítulo grandão né, eu sei a prima aqui tá oh maluca!

Bom deixa explicar algo sobre a estrutura da história, cada capítulo terá um nome de um personagem, apenas os mais relevantes.

E por exemplo este capítulo foi narrado pelo Sam então o próximo será narrado pelo Dean e então depois será o Sam.

Então temos 2 histórias acontecendo ao mesmo tempo a do Dean e a do Sam, então será um capítulo DEAN e o outro Sam.

Bom de qualquer maneira, nos vemos para a semana que vem. 

Com o capítulo número 3!!
Beijão da Tia Kenzie.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...