História A Thousand Years - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias As Peças Infernais, Os Artifícios Das Trevas (The Dark Artifices), Os Instrumentos Mortais, Shadowhunters
Personagens Alexander "Alec" Lightwood, Clary Fairchild, Isabelle Lightwood, Jace Herondale, Jem Carstairs, Magnus Bane, Simon Lewis, Tessa Gray
Visualizações 2
Palavras 698
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Festa, Hentai, Lemon, LGBT, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura!

Capítulo 1 - O Começo.


POV Tessa.

Mais um dia se inicia. Um dia não muito comum, por que hoje eu vou realizar meu sonho de ir para Alicante.

Ia fazer intercâmbio de seis meses. Era pouco tempo, por que também o curso que eu ia fazer durava esse tempo. Pra mim já estava ótimo.

Aprender e conhecer outra cultura em um lugar completamente diferente daqui. Sou natural de Londres. Moro com a minha família, que é minha mãe e meu pai.

Dou-me bem com eles, somos todos submundanos, e às vezes, assusto meus pais com absurdos. Isso era muito bom, quando eles moravam aqui.

Minha melhor amiga, Catarina, tem 20 anos e eu 18. Somos quase gêmeas. Ela me leva a lugares diferentes, me dá conselho sobre homens e sexo, que me ajudam e muito, apesar de fazer quase um ano que eu não faço isso, me dá dicas de moda e por ai vai.

Estava um pouco ansiosa para a viagem e também para conhecer essa família.

Eles eram bem legais, por desde quando eu marquei a viagem eles vêm me ligando para ver se estou bem e me enchendo de e-mails. Ainda mais que tem uma garota na família. Ela tem a minha idade, então vou me dar bem por lá. Minhas coisas já estavam arrumadas e eu estava chorando por separar de meus pais, mas tudo bem é por seis meses.

Já no aeroporto eu estava com o estômago dando saltos de ansiedade.

Entrei no avião e fiquei ouvindo as músicas das minhas duas bandas mundanas preferidas, Tokio Hotel e Kittie. A ansiedade me corroia por dentro. Eu estava completamente sozinha. Então para passar a ansiedade eu pedi uma coca-cola para a aeromoça. Estava muito gelada, mas pelo menos ajudou a conter a ansiedade.

Quatro horas e meia se passaram e finalmente anunciaram que o avião tinha chegado ao destino. Finalmente! Respirei fundo e esperei todos descerem. Peguei minhas coisas, coloquei o capuz da jaqueta e desci. O ar daqui é completamente diferente. As paisagens, as pessoas. Tudo é completamente diferente. Fiquei até com um medinho de não gostar daqui, mas desci um pouco mais calma.

Entrei no aeroporto e fiquei procurando três pessoas da foto que eles me mandaram. Finalmente achei. Sorri e fui à direção deles e perguntei.

- Família Carstairs?

- Correto. - respondeu um homem alto e forte.

- Sou eu, Tessa Gray. - disse eu.

- Nossa nem te reconheci. - disse a menina, que se chamava Emma.

Todos me abraçaram e fomos para o carro, enquanto o pai pegava as malas.

- Nossa menina, você é tão linda pessoalmente.

- Obrigado, você também. - respondi estonteante.

Nós ficamos conversando, enquanto o carro nos transportava para a minha nova casa.

Passamos pelo centro de Londres todo e depois que começou a aparecer umas casinhas de uma vila mais tranqüila tive certeza que ali era perfeito.

- Bom chegamos! - disse a Emma.

- Oba. - disse eu, feliz.

O carro foi estacionado em seu lugar.

A casa era linda por fora. Um sobrado bege, com um lindo gramado e algumas flores a frente e um estilo bem calminho. Cara, adoro coisas assim, me alegram mesmo.

Bom, entramos e logo me deparei com uma sala enorme junto da sala de jantar. Mas pela porta aberta eu vi a cozinha. Bem bonita também.

- Eu vou mostrar seu quarto. - disse Emma, subindo as escadas a minha frente.

- Okay.

Nós duas atravessamos o corredor da casa na parte direita. Meu quarto era o último do corredor.

Entrei e adorei só de vê-lo uma única vez.

Era grande. Tinha uma cama de casal, uma escrivaninha com um computador e alguma aparelhagem eletrônica, tinha um terraço enorme que tinha a visão para a casa vizinha que aparentava estar vazia e algumas decorações básicas. O banheiro e o closet eram enormes também e super arrumados.

Passar seis meses aqui vai ser muito bom. Muito mesmo.

Depois de um tempo arrumando as minhas coisas no closet, colocando meus cosméticos no banheiro e ligando para o meu "povo", eu desci e fui tomar uma coca. Aqui eles são apaixonados por coca-cola. Tem milhões delas aqui em casa.

Amei esse lugar.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...