História A triste realidade da vida - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Armin, Castiel, Kentin, Lysandre, Nathaniel, Priya, Rosalya
Visualizações 13
Palavras 524
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


AEEEE CARAIO VOLTE

Capítulo 11 - Mas que merda....Que grande MERDA !


* SEGUNDA DE MANHÃ *
     Era estranho acordar sozinha,sem ter que ouvir criança correndo ou gritando no corredor,sem ter barulho de panelas batendo ou qualquer outro tipo de coisa barulhenta.Na verdade,era até que bom,mas estranho.Pelo menos não estou atrasada como de costume,da tempo de me arrumar e ficar calma,colocar tudo em dia.
     Levantei e fui logo pro banheiro,tomei meu banho,troquei de roupa e arrumei meu cabelo.Desci pra cozinha,que estava até arrumadinha pra uma pessoa bagunceira como eu,impressionante.Bom,to sem fome,mas acho melhor comprar algo no caminho pra eu não desmaiar.Chaves,bolsa e dinheiro,ta tudo ok.
     Sai,mas antes conferindo se eu tinha trancado mesmo a porta.Enquanto caminhava pro elevador apareceu do nada um cachorro,DO NADA,correndo na minha direção
 - Oi cachorrinho,que fofo,onde esta seu dono ? - falei isso fazendo carinho na barriga dele,até que eu percebi uma coleira  - Então,seu nome é Zeus.Oi Zeus.   
   ???- Você está aí - eu olho pra frente pra ver de quem era aquela voz e vejo uma linda garota,ela tinha olhos...lindos,na verdade,ela é linda.Meu Deus,o que eu to falando ? - Meu desculpa,ele é fujão- Ela falou isso enquanto me dava um sorriso,meu Deus,ele é ainda mais bonito - Você é nova por aqui ?
 - Ah,sim sim,Emily,prazer em te..conhecer - Estendi a minha mão pra ela,meio sem graça é claro,também tive a leve impressão de que meu rosto ficou um pouco quente.
 - Priya,prazer em te conhecer também.Bom,infelizmente,tenho que ir,foi muito bom te conhecer.Até logo - Ela acenou e foi embora com o cachorro.
    O que ela quis dizer com " infelizmente" e "foi muito bom te conhecer" ? Eu acho que estou ficando paranoica,ou sei lá.Eu sinto minhas bochechas quentes,muito,muito quentes,meu coração batendo rápido e minha respiração um pouco rápida.Mas por quê ? Eu acho que estou doente,não é possível eu ter me apaixonado por uma garota que eu mal conheço.Enquanto pensava nisso,quase esqueço que estou parada no meio do corredor e que preciso ir pra escola.Por´quê eu ainda estou pensando nela caramba,amor a primeira vista ? talvez.Apertei o botão do elevador e entrei,mas pra minha surpresa alguém colocou a mão na frente das portas antes delas se fecharem completamente.
   Era ela,meu Deus,era ela,eu nunca me senti assim sabe,tipo...feliz o suficiente pra dizer que o dia esta maravilhoso,cantar pro sol e falar com os animas.Nunca me senti assim com uma garota,não que seja um problema mas meu senhor,eu estava apaixonada por uma pessoa a dias atrás e agora eu to cagando pra ela.Mas que merda ta acontecendo,eu não era assim.Eu não me entendo mais.
- Me desculpe haha. - Ela deu uma risada de nervoso e depois entrou no elevador. - Você vai pro térreo ?
- Vou - Merda,to sentindo minhas bochechas pegando fogo,de novo.Droga,droga,droga.
 - Bom,então eu vou junto com você.
    Acho que hoje,realmente,já não começou um dia tão bom assim.
 - Então,pra onde você vai ?
- Você vai querer me sequestrar ou algo assim ? - Dei um sorriso sarcástico,tentando esconder minha vergonha,o que por sinal provavelmente não deu certo.
- Que droga,você é tão estraga prazeres.
    Nós duas rimos em uma sintonia bem bonita,o sorriso dela é tão lindo,eu já falei isso ?  



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...