1. Spirit Fanfics >
  2. A troca >
  3. Capítulo 2 Que merda

História A troca - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Mo vontade de cagar
Se o capítulo nao ficou bom me desculpe eu tentei kkkk
E a vai ser um capítulo Lucy um Lissana ok pdp

Capítulo 2 - Capítulo 2 Que merda


Fanfic / Fanfiction A troca - Capítulo 2 - Capítulo 2 Que merda

MAGNOLIA_08:00

Lucy heartfillia 

Acordo com a luz do sol batendo nos meus olhos e cubro com o anti-Braço olho em volta vejo um quarto todo pintado, parece que atacaram um balde de tinta na parede e deixaram assim mesmo, fico tentando me lembra oque aconteceu só me lembro de ver Sting e Minerva e logo depois desmaiar e de uma ligação misteriosa, quando me acostumo com a claridade vejo que minha pele está mais branca que normalmente e sinto minha cabeça mais leve vou até um banheiro que tinha do lado do armário e quando entro vejo uma menina de cabelos brancos curtos e olhos azuis olho para trás e não vejo ninguém só a parede......

-AHHHHHHHH TEM UMA ASSOMBRAÇÃO NO BANHEIRO-Dou um grito tão alto que se tinha alguém dormindo ja acordou eu ouço porta do quarto sendo aberta bruscamente e um menino de cabelos Rosas vem correndo e para  a porta do banheiro mas fecho a porta na cara dele e a tranco com força. 

Volto a olhar no espelho e faço movimentos leves com as mãos e vejo que a figura faz os mesmos movimentos que eu ,meu celebro demora um pouco para raciocinar- que aquela menina no espelho era eu.....- coloco a maos na boca evitando gritar de supresa mas meus pensamentos são interrompidos pela voz do garoto do outro lado da porta.

-Lissana oque aconteceu?-Ele pergunta

Lissana então esse e o meu nome ou o nome dela- ahh que saco eu devo estar num sonho bem estranho-Dou um beliscão no meu braço e sinto a dor-Também isso não é um sonho ,E infelizmente nao estou no filme "uma sexta-Feira muito louca" -menino continua batendo na porta....Eu precisso sair daqui , mas não tenho pra onde ir nao posso chegar em casa e falar para Virgo que eu sou a Lucy se nao vou ser mandada para um manicômio imediatamente e eu nem sei onde esta meu corpo.

-Lis Você ficou louca ou oque -ouço a palavra daquele menino mas a única que realmente ouço e a parte "louca" Não posso falar para ele que eu sou outra menina ,e não essa tal "Lissana" eu tento me recompor e abro a porta devagar me deparando com um garoto de olhos verdes escuros e cabelos Rosas bagunçados que davam um certo charme para ele , o mesmo estava com uma calça de moletom e sem camisa que dava visão aqueles músculos de deuses se eu nao tivesse em uma situação difícil eu teria babado.

-Lis oque houve?-Ele diz me segurando pelos ombros eu dou um sorriso mas meu sorriso logo se desmancha e vir a um de preocupação pelo simples fato de que eu nao sei o nome dele....-que que eu faço meu senhor passo a mão em meu cabelo e falo com a voz meio remorsa:

-Eu estou bem cara-"cara" Lucy sério cara, olho para ele , ele também parece estar confuso com oque eu falei...

-Lis Você ta bem nunca me chama de "cara"-Parabéns Lucy uma bola fora-Você sempre me chama de Natsu ou de Nat-kun-Natsu então esse e o nome -Ele me dá um abraço forte e começa a falar:

-Lis eu sei que a doença da sua vó abalou todo mundo-Eu ouço a voz dele embargada-Mas não importa oque aconteça eu vou esta aqui contigo -Ele me solta e sorri para mim, eu me esqueco por um momento oque eu ia dizer ,mas Socorro que Sorriso lindo -Eu sorrio de volta , ele coloca a mão no bolso e me dá um celular-Você deixou cair depois do que aconteceu-Eu pego da mão dele e o mesmo sai do quarto , eu olho pro celular por uns segundos e lembro da única pessoa no mundo que não me abandonaria em uma hora dessas , Disco o número da Juvia, eu não tive muitos problemas porquê o celular está desbloqueado coloco o mesmo no ouvido quase choro de alegria ao ouvir a voz da Juvia.

-Juvia-Digo Feliz em ouvi-la -Amiga eu acho que eu -Olho de relance para a porta ao meu lado rezando para o Natsu nao aparecer falo mais baixo-Eu acho que eu morri e troquei de corpo....

moça desculpa mas acho que ligou pro número errado-Diz a Juvia prestes a desligar mas falo antes-

-Juvia sou eu Lucy, Lucy hearthfillia-ela ri do outro lado da linha diz

Moça não sei quem e você mas e impossível você ser a Lucy , porque a Lucy está aqui com Juvia  na cama do hospital-

-Hospital! Não Juh eu sou a Lucy pergunta qualquer coisa que eu sei muito bem....

Hum-ela parece pensar por alguns segundos - quando juvia tinha 10 anos , Juvia foi parar no hospital por quê? 

dou uma risadinha de leve lembrando do que aconteceu - Porque você Engloiu um chiclete e acho que ia morre e o dia inteiro fez o drama para sua mãe te levar no hospital...

Lucy e você mesmo mas como você esta ai e aqui ao mesmo tempo?!-

-Olha juh , eu também não sei mas você e a unica que posso contar no momento -Digo baixo para o menino não ouvir-Eu estou em-Abaixo a tela do celular e no canto estava escrito "magnólia" - Magnolia tem como você vim para cá.

Luh dentro de 3 dias eu vou estar ai , espera juvia quando juvia chegar juvia te manda mensagem-

Desligo o telefone e olho para a porta que ainda estava fechada então o menino não veio olho-suspiro aliviada - em volta àquele quarto era bem como posso dizer rústico olho para o armário que tinha fotos dela e dos amigos e tinha muitas fotos dela com o garoto de cabelos Rosas Abro o armário e quase desmaio 

-Olha uma coisa e eu vim parar em um corpo de uma menina -Digo para mim mesma pasma-Mas outra coisa e ela ter um péssimo senso de moda-Passo as mãos pelos cabides e só tem roupa rústicas -pego uma blusa azul calro escrito "I'm new Black " essa aparentemente e a mais normal e uma saia preta coloco ambas e vou ver meu cabelo -Mesmo eu nao curtindo muito cabelos curtos me sinto mais leve ela e bem bonita tem a pele clara e olhos azuis e cabelos branquinhos que não passavam do pescoço 

Sai do quarto Desço as escadas e o Natsu graças a Deus estava de camisa ele me olha e logo fica mais confuso ainda eu me sento no sofá mesmo eu ainda querendo voltar para casa nao posso ir assim sem dinheiro e em outro corpo não vou estragar a vida da menina então e melhor eu ajir normalmente por enquanto meus pensamentos são interrompidos por a voz de Natsu :

-Lis oque houve com você- ele dá uma risada-bateu a cabeça no banherio e agora está se vestindo como uma garota normal e não uma que acabou de ser vomitada por um unicórnio-isso explica muita coisa das roupas dela.

-Bom eu só queria me vestir melhor hoje -Ele se levantado sofá e vai até a porta pega uma chave e olha para trás e me chama com a mãos-Oque foi?-Pergunto indo até a porta

-Você não quer ver sua vó- Ah é a vó dela está doente acho que ela gostaria de ver a neta eu assento  com a cabeça e nós saímos de casa.

Quando saio olho para o Natsu que usava um camiseta preta e jeans azuis escuros e seus cabelos Rosas bagunçados e tatuagens amostras -que otimo lucy foi de um cafajeste para um deliquete-Vamos ele me entregá um capacete de MOTO olho para ele com olhos arregalados ele sobe nela e faz sinal para eu subir.

-Nem morta eu vou subir nisso Natsu-Digo olhando para ele-Cadê as portas e se eu cair e morre-Digo entregando o capacete para ele é o mesmo me olha pasmo .

-Você nunca teve medo da moto e se quiser ir andando pode ir mas é la perto da casa da Erza-Olho para aquele carro de somente duas rodas e olho para Natsu me olhando cansando de esperar.

Eu mesmo com medo tento colocar o capacete mas não consigo o Natsu me olha e revira os olhos: 

-sabia que vc bateu a cabeça mas foi feio a queda- ele me ajuda a colocar o capacete Mas com a aproximação eu sinto um cheiro dele que era muito bom era um cheiro amadeirado e confortavel ,mas logo o cheiro se afasta e ele senta na moto batendo na traseira para mim  sentar.

Eu me sento a agarro o canto de sua blusa mesmo que eu tenha sido traida ainda namorava sting e aquela situação pode ter sido um deslize-Lis se eu fosse vc me segurava-Eu nego com a cabeça não vou me agarra a um cara sendo que sou comprometida ela vira para frente -ok então......-Ele acelera a moto e eu seguro ele com força.

Quando abro meus olhos vejo que já estávamos na rua alguns carros passavam por nós e sinto o vento no meu rosto oque me faz ficar calma e me solto um pouco do Natsu e percebo que ele está indo lento -Natsu vá mais rápido até uma tartaruga passa de você - Ele me olha mas depois vira pra frente e acelera como se fosse  uma corrida eu levanto um de meus braços pro alto e grito alto nunca me senti tao livre como nunca andei de moto mas acho que pra tudo tem a primeira vez nos paramos em um hospital e eu desço ele tira o capacete e nos vamos até a Recepcionista 

Quando a mesma quando ve Natsu abre um pouco o seu decote eu olho pasma para ela , o Natsu nem disfarça e olha aquele decote , eu sei que não sou a namorada dele mas pelo menos podia ter vergonha né olhando tao descaradamente comigo do seu lado -Dou um tapa no ombro dele e o mesmo me olha cínico-Mas volto meu olhar até a recepcionista que me olha brava.

-Oi meu nome e Lucy Hearthfillia eu gostaria de ver.....-Paraliso ao ver que falei meu nome e tentei dar continuidade a uma coisa que eu nem sabia olho para Natsu esperando que ele não tenha notado mas infelizmente ele notou o mesmo continua oque eu nao continuei.

-Oi eu sou Natsu dragneel e esa a Lissana Strauss nos viemos ver e Sri Strauss -A recepcionista fala que é o quarto 33 segundo andar nos vamos até o elevador que infelizmente estava vazio. E fica um silêncio desconfortável ele aperta o botão e o elevador fecha mas oque quebra o silêncio foi a gargalhada dele.

-Então "Lucy" -Ele da ênfase na" Lucy "  e da uma risada -  Lucy que nome bosta lis da onde você tirou isso-Uma veia nasce na minha testa olho para ele é empino meu nariz

-Eu acho Lucy um ótimo nome  me lembra a música "Lucy in the sky with Diamonds " Oque não faz sentido e o seu nome-Digo me aproximando do mesmo e ficando bem perto com meu dedo em seu ENORME peitoral- Verão o verão é Alegre e divertido oque você tem dos dois -Sinto as suas mãos agarrarem minha cintura e me aproximarem para perto dele- O-Oque você está fazendo?-Pergunto sentido o cheiro dele.

-Lis Você sabe que não deve ficar perto demais assim desde aquele pequeno incidente -ele sussurra em meu ouvindo sinto os pelos de meu corpo arrepiarem , Porque essa porta não abre penso em desespero- realmente posso ate nao ser divertido e alegre mas eu sou quente Lis-Ele sussurra no meu ouvido eu olho para ele e me sinto uma estupida mas logo dou uma risada ouvindo oque ele falou"quente" eu me afasto ao ver a porta abrindo no segundo andar.  

Eu saio com o rosto vermelho e o Natsu em seguida dando risada da minha cara nos vamos até o quarto 33 abrimos a porta com cuidado e eu esperava ver uma senhora sentada na cama olhando para a janela mas foi totalmente o contrário ela estava em pe chingando a TV ou melhor chingando o lutador o Natsu olha para aquela cena também e não segura a risada.

A mesma que antes estava vendo a TV ao ouvir a risada do rosado , foi rapidinho para a cama e mudou para o canal de polishop o Natsu entra e eu entro em seguida eu vou até ela , oque me lembra o dia que minha tia estava no hospital oque me partiu o coração foi ver aquela senhora naquele estado que era a mesma situação da minha tia , e me sinto mal em da aquele abraço porque não era para ser eu dando aquele abraço quente e caloroso e sim a menina :

-O minha querida você não acha que uma doença vai afetar a sua vó não é -Ela diz passando os dedos na minha bochecha me afasto da mesma -Eu estou bem querida so tive uma recaida-Ela me olha de cima a baixo e abre os olhos em espanto-Quem é você é oque fez com a minha neta-Ela diz brincalhona e e eu penso"Acredite senhora nem eu sei" -Ou foi seu namorado-Ela diz olhando desconfiada para Natsu.

-Eu não fiz nada o vovó -Ele levanta a mãos em rendimento e vem andando até a cama da "minha vó" e abraça a mesma mas logo a solta e os dois me encaram-Ela acordou estranha assim mesmo  -Ele diz negando com a cabeça:

-Eu só acho que uma mudança no visual as vezes faz bem - Digo com um sorriso no rosto até que ouço meu telefone tocando "Stupid boy" -Com licença -Peço para Natsu e a senhora e saiu do quarto vou para um canto dali e atendendo:

Lucy , Juvia Já comprou as passagens e a lucy de mentira ja acordou e ela insiste em falar com voc..... -aparentemente alguém pegou o celular da mão dela.

LUCY!-Fico surda por um segundo-Eu sou a Lissana , e não sei como você fez isso mas eu quero meu corpo de volta!

-Oi Lissana eu também não sei oque aconteceu mas nos vamos descobrir mas no momento evite falar para qualquer pessoa que trocamos de corpos! Eu não quero ir para o manicômio, a unica pessoa que deve saber disso e a Juvia e....

E a minha vó Lucy como ela está?!-ela pergunta em desespero nao posso discutir pois sei oque ela esta passando-Me diz que ela esta viva! Eu vou para ai com a Juvia so deixa...-

-Não Lissana-Digo meio alto mas volto ao meu tom de voz normal-Você não pode vim aqui , Você vai ficar ai e agir normalmente eu irei te passar a senha do meu celular e a gente conversa melhor mas agora não dá realmente -Digo meio tensa -Por favor! fique aí e só até a gente saber como resolver isso-Digo preocupada mesmo eu querendo tomar as rédeas da situação agora não depende somente de mim -A única coisa que você precissa saber no momento e que eu sou a Lucy hearthfillia e você é a Lissana mas como trocamos de corpos eu nao sei explicar.

Lucy!-ela parece se segurar para nao gritar-Eu nao costumo concorda com ninguem mas como no momento estamos meio que numa situação difícil eu vou concorda.

Suspiro em alívio-Lis eu prometo que vamos sair dessa a senha é "Plueeumcachorro"-ouço ela resmungando do fundo e desligo o celular.

-Lis eu juro que você vai voltar para o seu corpo-Digo calma e suspiro aliviada e viro para trás dando de cara com o peitoral definido do Natsu, que o mesmo  me olha confuso:


-Lis-Ele me olha descofiado-Com quem você estava falando? 

Mas que merda.





Notas Finais


Não sei se faço tipo uma série ou so um mini história então deixo com voces


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...