1. Spirit Fanfics >
  2. A Troca >
  3. Quatro; Desculpa, pisei na bola com você

História A Troca - Capítulo 5


Escrita por:


Notas do Autor


Oi, boa leitura!!!!

Capítulo 5 - Quatro; Desculpa, pisei na bola com você


Chanyeol teve o fim de semana todo para pensar naquilo que Baekhyun disse na sexta, talvez o garoto tenha razão, Park não estava fazendo nada pelo loirinho, e mesmo que negasse, Baekhyun estava fazendo um belo trabalho para manter as aparências, ia aos treinos, assistia suas aulas e fazia tudo o que podia e sabia que Park faria normalmente. 

Rolou na cama virando para a parede, lembrava de ver o outro no sábado com Minseok e em como viu ele mesmo escolher um suco de laranja, foi engraçado porque ele tinha certeza que ele queria café, mas… suspirou.

O que eu poderia fazer para agradar Baekhyun, ou melhor, como eu posso ser o Baekhyun?

Pegou o celular e abriu no canal do garoto, tinha começado a assistir a alguns vídeos para ver se conseguiu algumas informações, como por exemplo, no vídeo que ele falava alguns fatos relevantes e respondia algumas perguntas. Agora ele sabe que o loiro pinta o cabelo desde que tinha dezesseis e prefere essa cor loira, mas que gostaria de pintar de rosa, porém não tinha coragem, ou que ele ama anime e que foi seu irmão que apresentou a ele esse fantástico mundo, também descobriu que ele gosta de mangá yaoi. Bem, Chanyeol teve que pesquisar sobre isso e não ficou tão surpreso com essa descoberta, até começou a assistir um anime desse gênero. 

Levantou e foi para o guarda-roupa dele, olhou as roupas com cuidado, a maioria eram moletons largos e camisetas nerds demais para seu gosto. Fez uma nota mental de quais roupas ele poderia usar essa semana e voltou para a cama. Tinha sorte de Jongin ter saiu, assim não tinha que fingir nada.

Baekhyun andava de um lado para o outro dentro do quarto enorme do rapaz, não tinha tempo e nem paciência para aguentar Chanyeol nesse momento, tem coisas mais importantes para ganhar sua atenção, como o aluguel que venceria e ele não podia contar com a ajuda de seus pais, e ele não podia usar o corpo de Chanyeol para trabalhar.

O que ele iria fazer? Ir ao restaurante que trabalhava de garçom nos finais de semana e dizer que veio trabalhar? Desse jeito? Nesse corpo? E seus trabalhos de fotógrafos estão suspensos no momento, seu canal lhe ajudava a ter um dinheiro extra, mas também não podia contar com ele já que não gravava a quase um mês inteiro.

Céus, já tinha se passado uma semana que ele acordou nesse corpo. E duas semanas que estava na universidade, tinha duas semanas pra arrumar o resto do dinheiro para o aluguel e tudo mais, merda, ele conseguia acompanhar sua conta bancária e em como seu saldo ia diminuindo dia após dia. Ele falir até o fim do mês.

― Baekhyun? ― sobressaltou quando sua própria voz chamou por ele  

― O que faz aqui? 

― Eu moro aqui ― Chanyeol abriu os braços 

― Não, você não mora, eu moro aqui até segunda ordem ― se sentou na cama e encarou seu corpo pequeno, sim, estava mais que óbvio que ele era pequeno agora

― Olha, precisamos conversar 

― Falei

― Me desculpa, porra, me perdoa por ter sido um idiota e nem ligando para sua vida ― Park abaixou a cabeça, ele teve muito tempo para pensar nisso ― Eu prometo que vou tentar, realmente, ser você. Não prometo nada

― E quer que eu acredite nisso?

― Sim… Baek… Olha, eu sinto muito mais vou tentar consertar as coisas ― suspirou olhando o outro 

― Onde está Jongin? ― Baekhyun começou seu interrogatório somente para ver até onde o outro conseguiria ir 

― Saiu, disse que encontraria uma tal de Soo

― Namorado dele. ― viu o outro concordar ― O que fez ontem e hoje?

― Passei trancado no seu quarto, Baekhyun, sábado e domingo inteiro trancado lá assistindo um desenho que estava salvo no seu notebook

― Qual? ― agora ele estava curioso 

― Yuri on ice. Ou algo assim ― murmurou sem saber o porque isso tudo 

― O que achou?

― Legal e devo confessar que até gostei, um pouco

― Ok, te perdoo ― sorriu

― Valeu, mas agora eu preciso que você me explique o que é a merda do seu curso porque eu não aguento mais escutar sobre cabos e lentes de câmera e um monte de merda que eu não sei pra que serve.

― Só se você fazer o mesmo comigo 

Rindo os dois saíram do quarto e se sentaram no sofá, passando assim, o resto da tarde e o início da noite conversando sobre seus curso e as coisas que gostavam ou não neles, algumas pausas foram feitas para pedir comida ou para buscá-las na cozinha. Era quase meia-noite quando Chanyeol saiu de seu apartamento, depois de acomodar o outro melhor no sofá e cobri-lo com aquela manta velha, também deixou a roupa que era para Baekhyun usar. 

Agora, tudo o que ele tinha que fazer era conseguir sobreviver nesse corpo até voltar para o seu próprio. Não era de todo o mal, ele constatou, mais ainda sim preferia seu próprio corpo. Porém ele também tinha que pensar no aluguel que Jongin tanto falava, pelo que ele descobriu, Baek trabalhava nos fins de semana num restaurante no centro da cidade, Chanyeol costumava frequentá-lo mas nunca tinha visto o garoto lá, mas também não sabia o que fazer, ele nunca tinha trabalhado e dar seu próprio dinheiro estava fora de questão, sabia que Byun não o aceitaria. 

Bem, talvez fosse isso que ele deveria fazer para provar ao outro que realmente iria entrar nisso de cabeça até eles trocarem de novo.

    Isso não demorou muito para acontecer, até porque, ele dormiu na cama de solteiro no dormitório que dividia com outra pessoa e acordou em seu próprio sofá na manhã fria de segunda-feira.

 


Notas Finais


Obrigade por ler


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...