História A Última Chance - Capítulo 6


Escrita por: e Johmin

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, CL (Chaelin Lee), EXO, Got7, VAV
Personagens Ayno, Jackson, JB, Jennie, Jeon Jeongguk (Jungkook), Jisoo, Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Lee Chaelin "CL", Lisa, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Rosé
Tags Jimin
Visualizações 1
Palavras 2.181
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drabble, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Fluffy, Hentai, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 6 - CAP6- Meu novo amigo


Fanfic / Fanfiction A Última Chance - Capítulo 6 - CAP6- Meu novo amigo

J-Hope, Jin, Tae , vão no carro do Namjoon. No carro do Suga, Joosie, JungKook e Lisa, no carro do Jimin, Joh e Jeniee. 

Mas acabou que no carro do Jimin foi eu, Jimin, Rouse e Jeenie, pois ela começou a falar um monte, e acabamos cedendo. 
Adentramos no carro e fomos em direção a festa seguindo o carro de Suga e Namjoon. 
- Por que demoraram tanto? -Pergunta Jimin, lambendo os lábios. 

- Eu tive que resolver alguns problemas antes de sair. -Digo, bufando. 

- Posso saber que tipo de problemas? -Pergunta Rouse revirando os olhos. 

-Não, não pode, e não quero falar disso agora ta legal. -Digo, revirando os olhos.  

Todos assentem e abaixam a cabeça. 

- Você está tão gostosa com esse vestido. -Fala Jimin colocando sua mão na minha coxa, e acariciando a mesma.- E esse decote está me deixando louco. -Jimin morde os lábios. 

  E consigo ver o quão excitado ele está, o volume na calça dele estava me deixando louca. 

- Para com essa putaria ai. -Fala Jeniee, dando gargalhada. 

- Só faltam começar e se comerem aqui dentro do carro né. -Fala Rouse revirando os olhos. 

A observando pelo retrovisor, para provocar um pouquinho, pego a mão de Jimin e coloco nos meus peitos, fazendo o mesmo os apertar. 

- O carro é do Jimin, se quisermos nos comer aqui mesmo, vamos nos comer, não é mesmo meu amor? -Digo, dirigindo a palavra ao Jimin dando gargalhada. 

- Quer fazer sexo aqui mesmo? Agora não quer esperar nem chegar no meu apartamento? -Pergunta Jimin, dando gargalhada. 

- Claro que ela vai esperar. -Fala Jeenie, dando gargalhada. Todos sorrimos menos Rouse, que ficava fazendo som de vômito e revirando os olhos. 

5 minutos depois chegamos em frente a uma casa com um quintal gigante, com pessoas vomitando, usando drogas, dançando, se pegando. 

Todos saímos do carro e fomos em direção a porta principal da casa, entramos e avistamos um bar, fomos em direção ao mesmo, sentamos e pedimos nossas bebidas. Jungkook e Lisa foram para um quarto no andar de cima, pois os dois já estavam bêbados, Tae e J-Hope, Jin e Namjoon também subiram para um quarto, no andar de cima, Rouse ficou se pegando com uma menina na nossa frente e foram para o quarto, não sabia que ela era bissexual. Joosie e Suga foram para a piscina e Jeenie, encontrou o amor da vida dela e foi para o banheiro com ele, não quero nem saber o que vão fazer, deixando apenas eu e Jimin sozinhos encarando os copos de vodka.1...2...3...4 copos de vodka e eu e Jimin bêbados fomos para a pista de dança, dançar ao som de Sorry de Justin Bieber. 

- Você está bem? -Pergunto ao Jimin que fazia uma cara engraçada quando mexia os quadris. 

- Estou ótimo, vem comigo, preciso te mostrar umas coisas. -Fala Jimin me puxando pelo braço. 

Saio cambaleando por esta bêbada tentando alcançar o Jimin, que logo perco de vista, vou andando em direção à uma escada que tinha bem na minha frente tirando os meus sapatos que eram muito altos, com as vistas embaçadas por causa do efeito do álcool, sento na mesma e fico parada gritando "ChimChim" até sentir alguém sentar ao meu lado. 

- Oi, o que faz aqui sozinha, com tantas pessoas nesta festa? -Pergunta um garoto de cabelos brancos e olhos castanhos, era simplesmente lindo. 

- O-oi, não estou sozinha, apenas perdi meu amigo de vista, quem é você? -Pergunto coçando os olhos, pois não estava enxergando nada. 

- Ah me desculpe, meu nome é Seok  Jackson, e o seu? -Pergunta, o tal Jackson estendendo a mão para mim. 

Mas me recuso a aceitar e continuo coçando os olhos ignorando totalmente a existência do tal Jackson... Até olhar para frente e ver Jimin me encarar feio. 

- Te procurei por toda parte, você está bem? -Pergunta Jimin, me dando a mão para me apoiar e levantar, e não hesito, apenas pego e levanto, sentindo meu corpo mole. 

- E-eu, você... Você sumiu... Aonde foi? -Pergunto sentindo minhas pernas falharem. 

- E isso importa? Você esta bem? -Pergunta Jimin, olhando fundo nos meus olhos.

- A-acho que vou desmaiar. -Digo caindo no chão. Mas Jimin me pegou no colo e subiu as escadas até um quarto, que eu não fazia ideia de quem era. O mesmo me pôs sobre uma cama com cheiro de um monte de perfume misturado, tanto masculino quanto feminino... Deito na cama e Jimin deita ao meu lado. Os dois encarando o teto. 

- Onde estão os outros? -Pergunto, me virando de lado para encarar o Jimin. 

- Se comendo por aí... Ou sei lá, por que quer saber? 

- N-nada eu só queria saber se estavam bem... Mas você não me respondeu, onde foi? 

- Só digo se me disser quem era aquele que você estava conversando. Trato feito? -Pergunta Jimin jogando a cabeça para trás e dando gargalhada. 

- Aah aquele garoto? Não sei exatamente quem é, mas ele disse que nome dele era Jackson, é Seok Jackson, ele perguntou meu nome, mas quando te vi apenas o ignorei. -Digo, voltando a olhar para o teto. -Pronto, agora diga, onde foi? 

- Bom fui até o banheiro para ver se Rouse não estava... Você sabe, e acabei dentro de um banheiro, fazendo uma suruba com 3 meninas. -Fala Jimin, dando gargalhada. 

- Credo Jimin que nojo. -Digo, fazendo som de vômito. Ele da uma gargalhada contagiante. 

De repente a porta é aberta, e então Suga entra desesperado, gritando pelo nome do Jimin. 

- Jimin? Jimin? Porra aonde você estava?! -Grita Suga respirando fundo. Aposto que ele subiu as escadas correndo e bebeu muito, pois as veias de seu pescoço estavam pulando e seu rosto estava vermelho e soado. 

- Suga... O que aconteceu? Por que está gritando? Eu estava aqui o tempo todo. -Fala Jimin levantando e indo em direção ao Suga, que nos encarava confuso. 

- É a Joosie, ela deu um ataque asmático... Você tem que ir lá, ela está morrendo, ela não usa a bombinha á 5 dias, ela... Ela está morren... -Jimin o interrompe. 

- Onde ela está?! -Grita Jimin, com uma feição desesperada. 

- E-ela está no banheiro, ela não quer me deixar entrar, mas uma garota que conseguiu sair de lá me avisou que ela estava dando uma crise. 

- Vamos agora, vamos até ela. -Fala Jimin, que pegou na minha mão e me ajudou a levantar. 

Fomos correndo direto para o banheiro feminino, chegando lá, demos de cara com a porta trancada, então Suga e Jimin começam a bater na porta pedindo para Joosie  abrir a mesma. Mas ela não abria. 

- Abre essa porta... Joosie meu amor, sou eu seu namorado, me deixe entrar, me deixe cuidar de você. -Gritava Suga, confesso que nunca o vi chorar, mas fiquei tão triste ao ver o mesmo se afogando nas próprias lagrimas. 

Até eu ter a brilhante ideia. 

- Vai embora seu babaca, idiota vai embora! -Grita Joosie de dentro do banheiro. 

- Tive um ideia. -Digo, tomando a atenção de Jimin e Suga e todos os nossos amigos que estavam ao redor, tomei até olhares de desconhecidos. -Alguém ai tem uma bombinha para asma? -Pergunto. 

- Sim, tem uma no meu carro, sempre fica uma no meu carro. -Fala Suga. -Vou pegar. 

E então ele sai correndo para pegar a bombinha. 

- Que ideia você teve? -Pergunta Jimin, com cara de confuso. 

- Vou pegar a bombinha e guardar no bolso, então vou fingir que preciso vomitar e entro no banheiro, depois dou passagem para vocês. -Digo, com muitas esperanças. Como dizem muitas pessoas "a esperança é a última que morre". 

- Hum, você é esperta. -Fala Jimin, dando um sorrisinho travesso. 

2 minutos depois Suga chega com a bombinha e então dou continuidade no meu plano infalível. Guardo a bombinha no bolso e bato na porta, peço que o DJ coloque uma música novamente, pois na hora do ocorrido eles tiraram a música, todos os outros começam a dançar novamente. E então bato na porta. 

Toc toc... 

- Joosie me ajuda por favor, eu acho que bebi de mais e preciso vomitar, por favor abre a porta.. Me ajuda por favor, Joosie é a Joh, por favor me ajuda! -Digo implorando para ela abrir a porta. 

- Você está sozinha? -Pergunta Joosie, gritando de dentro do banheiro. 

- C-claro que sim, por favor me ajuda. -Digo.

Peço que todos fiquem em um lugar onde ela não poderia avistar os mesmo, e então ouço passos e ela abre a porta me dando passagem, mas quando entrei ela fechou a porta e a trancou colocando a chave no sutiã. 

- Você não disse que queria vomitar? Por que está aqui parada? -Pergunta Joosie revirando os olhos. 

Engulo em seco e me aproximo dela, tocando seus cabelos e seu rosto, acariciando o mesmo. 

- Wo nunca tive a oportunidade de tocar seu rosto. -Digo, mordendo o lábio inferior. Me aproximo ainda mais e colo nossos lábios, coloco minhas mãos na bunda da mesma a apertando delicadamente, a empurrando contra a parede e a prenso contra a mesma, peço passagem com a língua, e sem hesitar ela cede, minha língua explorava cada canto da boca da mesma, apertando a sua bunda um pouco mais forte, a fazendo gemer baixinho, mas ela continuava parada sem reação. Termino o beijo com um selinho e ao olhar o rosto dela, vejo o quão vermelha ela estava, e eu também. 

- O-oque aconteceu aqui? -Pergunta Joosie, confusa. 

- Isso é entre nos okay? -Digo piscando com um olho só para a mesma, que soltou uma risadinha de canto vermelha de vergonha. -Agora me diga, por que nunca me contou que tinha asma? Por que não está usando sua bombinha? -Pergunto, curiosa. 

- É uma longa história, te conto depois okay? O que você quer agora? -Pergunta Joosie, se escorando na parede. 

Pego a bombinha que Suga me deu e entrego na mão dela.-

 Suga estava chorando desesperadamente por preocupação com você, por que não queria deixar ele entrar? -Pergunto, fazendo cara de brava.- O que aconteceu? Você estava o xingando de babaca e à alguns minutos atrás estavam felizes e se pegando em todos os cantos. 

- Você não entenderia. -Fala Joosie, bufando. 

- Claro que entenderia, vai me conta, o que aconteceu? -Digo segurando suas mãos.- Pode confiar em mim para contar o que quiser. 

- Ta... Ta bom eu vou te contar, mas tem que prometer que não va... -Eu a interrompo. 

- Me conte logo, eu prometo que não conto para ninguém. -Digo revirando os olhos, curiosa. 

- Depois que todos vocês sumiram, avisei para Suga que iria ir no banheiro e o deixei no bar bebendo, quando voltei do banheiro, a ex namorada dele estava sentada do lado dele, quando ela me viu, ela automaticamente pulou no colo dele e começou a beijar o mesmo. 

- Mas se você viu que foi ela quem o atacou, por que está fazendo isso com ele? -Pergunto bufando. 

- Porque eu sei que ele não faria aquilo, Suga me ama de verdade, mas fiquei nervosa porque ele a tirou do colo dele e deu um tapa na cara dela, quando me aproximei a ex dele disse "Te encontro amanhã no seu dormitório" e ele apenas abaixou a cabeça e não falou nada. Eu... Eu estou com medo de isso que ela disse ser verdade... E se... Ele estiver me traindo, sabe eu estou com medo. -Fala Joosie, enchendo os olhos de água. 

- Joosie, isso não é verdade, ela disse aquilo apenas para te provocar, o Suga te ama muito e todos sabem disso, se ela foi capaz de pular no colo dele e o beijar só para te provocar ela teria coragem de fazer qualquer outra coisa, olha esculta o que eu estou falando, não faça isso com ele, ele chorou tanto, eu fiquei com muita dó dele, faz uma coisa por mim e por todos os seus amigos que estão lá fora preocupados, e principalmente Suga que está se afogando nas próprias lágrimas. -Digo, soltando as mãos de Joosie e a abraçando encostando a cabeça da mesma no meu peito. 

- Fazer o que? -Ela pergunta limpando as lágrimas dos olhos. 

- Pegue essa bombinha e não a deixe de usar nunca mais, vá lá fora e dê um abraço no Suga e diga o quanto você o ama, diga o quanto você o quer por perto, enxuga as lágrimas dele com as mangas do teu vestido, mostrando que você não se importa se vai molhar ou não, apenas mostre que o que importa é que ele está bem e você também, e agradeça muito ao Jimin e ao seus amigos que estão lá fora, muito preocupados com você. -Digo, dando um beijo no topo da cabeça dela, e sem hesitar ela faz o que eu pedi.

- Tudo bem, me perdoa? -Ela pergunta, dando uma duas, três puxadas na bombinha. -

- Claro que perdoo. -Digo, sorrindo. 

- Eu te amo. -Diz Joosie



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...