1. Spirit Fanfics >
  2. A Última flor de Inverno(Kakairu) >
  3. Deveríamos ser amigos

História A Última flor de Inverno(Kakairu) - Capítulo 1


Escrita por: La_Alvesss e APoetaDoFoda-se

Notas do Autor


Oi pessoal, só quero dizer que eu tô fazendo essa fanfic em parceria com a @APoetadoFoda-se e ela também tá postando no perfil dela no Spirit. Nós duas esperamos que vocês gostem da fanfic

Boa Leitura❤

Capítulo 1 - Deveríamos ser amigos


Fanfic / Fanfiction A Última flor de Inverno(Kakairu) - Capítulo 1 - Deveríamos ser amigos

Tirou suas mãos do quadro ao ouvir o sinal bater, e todos correram para fora com o barulho do sinal. 

– Não esqueçam da lição de casa! - gritou mesmo que eles não fossem ouvir.

Suspirou se virando para sua mesa e começou a guardar suas coisas. Seu olhar se desviou para janela, faziam duas semanas desde de que o pequeno havia ido embora com Jiraiya-sama, não iria mais se surpreender no final do dia com Naruto entrando em sua sala pela janela e o chamando para comerem lámen no Ichiraku. Ainda que estivesse orgulhoso e soubesse que Jiraya cuidaria bem dele, sentia um aperto em seu peito, desde o dia em que havia salvado Naruto junto com Kakashi haviam se tornado quase inseparáveis... Se sentia como um irmão mais velho para o loiro, por mais que soubesse que ele provavelmente o via como uma figura paterna.

Riu sozinho, nunca pensou que diria aquilo, mas estava com saudade do loiro o pertubando para que acabasse logo de corrigir suas provas para que fossem comer no Ichiraku, ou de ouvi-lo gritar “dattebayo”. Desde que ele havia ido, seus dias pareciam mais monótonos, de um jeito ou de outro Naruto sempre o fazia rir no fim do dia. 

❅❅❅❅❅❅

– Kakashi-sensei, Kakashi-sensei! Vamos!

Fechou seu livro, ouvindo a voz de Sakura o chamando, se virou na cama e olhou para o relógio: marcavam 19:30. Nem havia notado o dia passar. 

– Já estou indo, Sakura! 

Ao sair do seu apartamento, a rosada sorriu, começando a contar de seu dia com Tsunade-sama. Sabia o quanto aquilo era importante para ela, estando sempre se comparando com Naruto e Sasuke com poderes e chacra exuberantes. Sabia o quanto a rosada se pressionava para que quando os dois voltassem, pudesse estar ao mesmo nível que eles. Ela é realmente muito boa, e está aprendendo rápido. Aposto que chegará ao nível da Shizune, ou até mesmo alcançará a Godaime com seu ninjutsu médico.

– Parabéns, Sakura. - disse bagunçando o cabelo da mais nova ao acabar de ouvi-la.

Estavam indo ao Ichiraku comer alguma coisa, havia se tornado uma rotina para os dois, todos os dias depois de seu treinamento Sakura batia em sua porta. Desde que Sasuke foi atrás de Orochimaru e Naruto foi treinar com Jiraiya, eram os que haviam sobrado do time, e não queria perder o contato com a mesma, mesmo que não fosse de ligar muito para essas coisas eles eram seus primeiros alunos, tinha um carinho por eles e sentia falta. É como uma família, e agora que todos seguiram seus caminhos, talvez ainda tenha algo o esperando pela frente. Kakashi só quer que estejam todos juntos novamente. Ele tem medo, e não quer acabar sozinho como já aconteceu.

– Boa noite Teuchi, dois lámens médios por favor. -Ele faz o pedido assim que chegam ao seu destino, e ele se senta ao lado de sua aluna.

Pouco tempo depois, escuta alguém se aproximar do local. Deveria ser apenas mais um cliente. Ele estava certo.

– Iruka-sensei! Sente-se aqui com a gente! –Sakura convida seu antigo professor para se juntar a eles.

Olhou de canto para o mesmo, não se lembrava da última vez em que haviam conversado. Era estranho, mesmo que tivessem tudo para serem grandes amigos, o vendo toda vez que iria fazer uma missão, ou por seus laços com o time sete nunca foram realmente próximos. 

–Oi Sakura, olá Kakashi-sensei. -Ele parecia um pouco triste, mesmo com um sorriso no rosto. –Não quero incomodar vocês.

– Você não incomoda. -Me pronuncio, e ele sorri em agradecimento. O mesmo faz seu pedido enquanto se senta ao lado de Sakura, que fica entre nós.

– Você está bem sensei? Parece meio triste. 

– Estou sim Sakura, só um pouco de fome. 

– Você parece meio distante, Iruka. -Kakashi é sincero ao perceber que algo incomodava o professor. 

– É só saudade... do Naruto. - Ele admitiu. – Vínhamos aqui sempre que podíamos, é bobo. 

– Não é bobo, Iruka-sensei! Você é praticamente o pai do Naruto! 

– Obrigado, Sakura. Como andam suas aulas com Tsunade-sama? 

Assim que acabou de comer, pegou seu livro para esperar que os dois também acabassem, e se levantou ao ver que os dois estavam saindo e os seguiu. Iruka e Sakura conversavam animadamente a sua frente. Iruka sempre foi bom com seus alunos, não era uma surpresa que os dois se davam bem. Pararam ao chegarem na casa de Sakura.

– Obrigada por me trazerem em casa, Kakashi-sensei e Iruka-sensei. Por que vocês não tentam conversar? Vocês têm muito em comum. - A rosada disse rindo enquanto entrava em casa.

Se virou para Iruka, que sorriu sem jeito com as palavras da mesma.

– Você está indo pra casa, Iruka? 

– Sim. 

– Eu te acompanho, se não for incômodo.

– Eu não quero te atrapalhar, Kakashi-sensei. Você deve ter alguma coisa para fazer, não? 

– Não, na verdade Tsunade-sama me deu alguns dias de folga. Então, eu posso te acompanhar?

– Já que é assim... Você pode sim. -Ele disse ajeitando a bolsa que carregava em seu ombro. Tinha a impressão de que estava pesada, por isso pegou a bolsa do mesmo e colocou em seus ombros. 

– Kakashi-sensei! – o Umino gritou, suas bochechas ficavam vermelhas.

– Eu carrego pra você, tá bem pesada. 

– Eu posso carregar, de verdade. São só algumas provas e outras coisas minhas. 

– Eu te devolvo quando chegarmos na sua casa, pra que lado ela fica?

O mesmo suspirou começando a andar. Seguiu o mesmo em silêncio, não haviam muito oque falar, engoliu em seco olhando para a bolsa do mesmo, pensando no que poderia dizer. 

– Como vão as coisas na academia, Iruka? 

– Vão bem. Você disse que está de folga, você teve alguma missão difícil nos últimos dias?

– Não exatamente, eu tive uma missão fora da vila, só isso. Se eu pudesse eu já estaria em outra, quando estou de folga não tem muita coisa para eu fazer, ao contrário de você... Você parece ter muito trabalho aqui. – apontou para a bolsa.

– Você acaba se acostumando com o tempo. Não é como se eu não gostasse do meu trabalho.

– Eu sei, ainda me lembro daquele dia com o Sandaime, você estava muito certo do que queria fazer. 

– Você ainda se lembra disso?! – ele coçou a nuca envergonhado. – Achei que depois de tanto tempo já teria se esquecido. Pensando bem, você é um dos responsáveis por eu ter me aproximado do Naruto, você me encorajou e me fez lembrar de umas das regras para ser professor.

– “ Você não será capaz de abrir a mente dos outros ao menos que tenha a mente aberta. ” – disseram em conjunto.

Riram juntos, enquanto andavam. 

- Sakura tem razão, temos muito em comum. Iruka, deveríamos ser amigos. 

– Kakashi!

Bufou vendo Guy, Kurenai e Asuma virem em sua direção. 

– Nós passamos na sua casa e você não estava lá, estamos indo beber você não vem conosco?!

– Eu estou acompanhando o Iruka até em casa. 

– Iruka?! Eu nem tinha te visto! – o mesmo bateu em seu ombro. – Como vão as coisas desde de que, Naruto foi treinar com Jiraiya? 

– Vão bem.

– Iruka, por que você não vem com a gente? Combinamos de encontrar, Genma,Izumo e Kotetsu lá. – Kurenai disse.

– Eu não posso, ainda tenho que corrigir várias provas.

– Gente – Asuma disse rindo – Vamos logo, acho que estamos atrapalhando eles. Kakashi, quando você acabar de acompanhar o Iruka venha nos encontrar e conta pra gente. 

Revirou os olhos e colocou suas mãos nos ombros de Iruka, para continuarem andando. Parou ao ouvir o moreno rir. 

- Você tem bons amigos, Kakashi-sensei.

Riu. 

– Desculpa por isso, eles podem ser incovenientes de vez em quando.

– É isso o que os faz únicos, não?

– É... Acho que sim. Fiquei com medo que você se incomodasse com os comentários do Asuma. 

– Tudo bem, é normal que eles estranhem, nós não somos tão próximos assim. – O mesmo parou de frente a um prédio pequeno. – É aqui, obrigado por me acompanhar. 

– De nada. – entregou a bolsa do mesmo. – Você quer ajuda com isso? Pode ser mais rápido se eu te ajudar. Talvez até possamos ir beber com os outros. 

– Não precisa... Mas se não for incômodo e se você ainda estiver de folga, por que não vai lá na academia? As crianças vão gostar de ver um Jōnin e ex-agente da Ambu como você. 

– Pode ser. Boa noite, Iruka.

- Boa noite, Kakashi-sensei.


Notas Finais


Esperamos que tenham gostado
Até o próximo capítulo. :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...