História A Última Herdeira - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Mitologia Grega
Personagens Personagens Originais
Tags Guerreira, Hades, Mitologia Grega, Romance, Semideuses, Vingança
Visualizações 5
Palavras 1.177
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Magia, Misticismo, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir culturas, crenças, tradições ou costumes.

Notas do Autor


Como informei nos capítulos anteriores, a estória começa a ficar bem mais quente a partir de agora.

Boa leitura! :)

Capítulo 3 - Desejos Aflorados


Fanfic / Fanfiction A Última Herdeira - Capítulo 3 - Desejos Aflorados

Ao ouvir aquilo, Lya estremeceu. Continuou a despir a armadura de Hades sem se desvencilhar de seu corpo. Um novo beijo se iniciou: quente, cheio de desejos ocultos que afloravam dos dois. Hades estava quase todo despido de suas armaduras quando colocou as mãos nas coxas de Lya, a erguendo e apoiando-a na parede. O beijo passou rapidamente dos lábios ao pescoço e Hades automaticamente começou a despir Lya daquela roupa tão sensual, tão macia e pequena. Logo, ambos estavam despidos e as roupas ao chão.
Lya então apoia as mãos sobre o ombro másculo do deus enquanto o mesmo a coloca sobre a superfície macia que estava no chão. Ela o olha com aqueles belos olhos negros, com desejo e prazer, enquanto ele termina de se despir da parte de baixo da armadura. Lya está preocupada com uma coisa: sua virgindade.

Sim, era virgem, como a maioria das irmãs eram. Não era velha, muito pelo contrário, era jovem e bonita, mas não encontrava nos homens o desejo que esperava e por isso, decidiu que ficaria dessa forma até encontrar alguém que a fizesse querer. Ao olhar para Hades despido, sentiu um leve calafrio na espinha que logo foi aquecido pelos beijos e carícias dele. E ele, até aquele momento, não havia provado dos prazeres da carne que outros deuses tiveram a ousadia de provar... Um louco desejo passava pela cabeça dele a cada parte do corpo de Lya que ele tocava. Ela estremecia, sim, a guerreira implacável e invencível estremecia nos braços fortes e musculosos daquele para o qual decidiu se entregar, de corpo, coração e alma.

Continuaram a se beijar e acariciar, sempre com muito desejo. Até que ele, por curiosidade, decidiu colocar seus dedos sobre a intimidade de Lya que, a essa altura, já estava mais do que molhada. Ela inclinou a cabeça para trás e soltou um leve gemido de prazer, mas logo se ajeitou e o olhou nos olhos. Ele estava provando do mel que seus dedos puderam alcançar.

- Tão doce quanto o vinho... - Disse, com um olhar sem pudor algum e um sorriso malvado.

Após dizer isso, ele beijou cada parte do corpo de Lya: Seus lábios, pescoço, ombros, seios, barriga, até chegar onde mais queria... Ali ele se deliciou por completo. Sua boca desvendava cada detalhe da intimidade de Lya, que estava em êxtase, segurando nos cabelos dele e aproveitando cada toque de sua língua quente em sua intimidade. Estava enlouquecendo de prazer pela boca do deus da morte. Os gemidos foram ficando cada vez mais altos e gostosos aos ouvidos dele que, ao perceber que estava a agradando, continuou, certeiro. As mãos dela seguravam os cabelos dele enquanto ele se deliciava sem pudor algum.

- Hades... - O gemido dela soou como um sussurro nos ouvidos dele, que não parava por um momento sequer de se lambuzar no mel de sua rainha. Ao notar que os puxões em seus cabelos afrouxavam, continuou a se deliciar até sentir algo quente, grosso e doce em sua boca. Lya tinha chego ao êxtase do prazer carnal pela sua boca. Mas isso não pararia por aí.

Lya o olha com todo prazer e desejo que poderia sentir naquele momento e, rapidamente, o beija de forma selvagem e quente. É a vez dela, e ela não deixaria passar. Ela passa a língua quente pelo pescoço de Hades que solta um leve gemido e o deita. Desce com a língua pelo pescoço, passa pelo abdome sarado de Hades e segue, sentido sua intimidade. Antes de qualquer coisa, o olha, para ter a certeza de que ele está sentindo o mesmo que ela: muito prazer.
 

Ao se certificar de que ele estava tão entorpecido quanto ela, continua a passar a língua pelo corpo de Hades até chegar aonde mais queria. Estremeceu novamente, pegando-o com as mãos, o fazendo delirar com aquela cena. Passou devagar a língua quente e ouviu um gemido que a fez querer mais. Lambeu toda extremidade dele, o fazendo delirar de tesão e desejo. Continuou, mas dessa vez, decidiu devorar a intimidade de Hades, devagar, sentindo cada pedaço dele em sua boca quente, fazendo um movimento de vai e vem enquanto o o olhava, certificando-se de que ele estava adorando aquele momento tanto quanto ela. Continuou a saborear Hades, alternando os movimentos e o salivando por completo. Apertava com seus seios a parte de baixo enquanto o devorava por cima, aquilo estava delicioso.

- Ah, Lya... - Hades gemia a todo momento o nome daquela que o deixava louco.

Ela continuou a prová-lo com muito desejo, até que ele chegou ao ápice do prazer, a fazendo provar de seu líquido sagrado. Espesso e doce. Ela se deliciou com aquilo e o beijou loucamente, enquanto ele colocava o corpo por cima do dela. Apesar de te chego ao ápice, ele ainda estava duro e latejante, o que significava que não havia acabado, e nem poderia acabar assim. Por cima dela, ele se desgrudou do beijo avassalador e aproximou seu íntimo devagar, notando no olhar dela um pequeno sinal de medo.

- Quer parar agora? - Pergunta, docemente. 

- Não mesmo. - Lya responde, em tom desafiador.

O sorriso estampado no rosto de Hades é a confirmação de que ainda iriam se provar muito aquela noite. Ele aproximou um pouco mais e encaixou perfeitamente.

- Devagar, Hades, eu... - Lya sussurra para ele, que passa a mão em seu rosto delicadamente.

- Eu sei Lya. Eu sei...

Ela sente uma leve pressão quando os dois se encaixam. A dor é parecida com alguns cortes a espada, sendo assim, para ela, é totalmente suportável. Ele intensifica os movimentos, a fazendo gemer alto e fechar os olhos, por pouco tempo. Ao abri-los, ela pede mais e mais, quer sentir ele inteiro dentro dela.

- Hades... n-não para...

Ele se coloca por inteiro dentro de Lya e a sente estremecer a cada movimento que faz. É delicioso, como ele ainda não havia provado aquilo? Continuou até que ela chegou ao êxtase novamente, com um gemido doce e agudo, de seu nome.
Com um movimento rápido, ela se coloca por cima dele, o olhando descaradamente e sorrindo de forma maliciosa. Ele entende o que ela quer com isso e não exita. É a vez dela dominar.

Se movimenta maravilhosamente, sentindo cada parte de sua intimidade engolir o membro de Hades, com maestria, precisão e com certa força. Ele a acaricia por inteiro enquanto se sente devorado mais uma vez.

- Deliciosa... - Ele geme. - Minha rainha...

Ela continua a se mover por cima dele, o fazendo delirar com tudo aquilo. A força e a rapidez dos movimentos aumenta, assim como a respiração de ambos, até chegarem ao ápice juntos.

Os gemidos eram tão sincronizados quanto os corpos, eles se amaram muito e da melhor forma que se conhece... devorando um ao outro.

Lya, sem tirá-lo de dento de si, deita sobre seu peito, o fazendo sentir mais uma vez o aroma doce de seus longos cabelos ruivos. Estão acabados, e assim, adormecem. Um dentro do outro.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...