História A Vadia que atrapalha seu Shipp - Capítulo 23


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Drama, Meu Yaoi, Novela, Romance, Shipp, Vadia
Visualizações 6
Palavras 967
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Ficção Adolescente, Luta, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Ao trabalho.

A roda do Karma girou um pouco mais depressa do que o esperado.

Ao trabalho.

Eu sei como se sente; E que se arrepende como toda gente.

Mas, que me compreende, quando digo que tenho que fazer o que vim fazer.

Ao trabalho vadia.

Capítulo 23 - Expansão - go work, bitch


Fanfic / Fanfiction A Vadia que atrapalha seu Shipp - Capítulo 23 - Expansão - go work, bitch


Já pararam para se questionar porque os bebês choram tanto?
Ouvi dizer que quando nascemos achamos que vamos morrer por qualquer coisa. E por isso começamos a chorar desesperados para que nossas mães nos salvem.
Mas a mamãe não vai vir salvar você sempre. 

Passamos mais da metade da nossa vida centrados em nós mesmos. Algumas pessoas conseguem passar a vida inteira crentes de que o mundo gira em torno de si. 
Mas, a verdade é que enquanto protagonistas das nossas vidas, também somos coadjuvantes de outras histórias. 

Bem vindos à figuração. 
Roberta sentou-se na cama alongando os braços num espreguiçar tranquilo. 
Seu quarto era confortável. E relativamente comum. Paredes bege, uma cama de solteiro. Uma escrivaninha com seu computador. 
O armário branco na parede ao fundo. 

Ela foi ao banheiro escovar os dentes. Depois à cozinha passar margarina no pão. 

Roberta: - Vamos lá... nem meu TCC nem esse capítulo vão ficar prontos sozinhos. 
Ela abriu o Spirit. De tanto que escrevia o login já estava salvo. 

Eu espero, que você não tenha ficado com a impressão de que Roberta é uma pessoa ruim. Ela é bem normal. Ela é exatamente como você.

Criativa. Divertida, inteligente, esforçada. Trabalhadora. E uma amiga muito leal.
Só porquê é impiedosa com as vadias como eu, não quer dizer que ela seja má. 
É claro que ela queria a felicidade do Rafael tanto quanto eu. Só que.. A opinião do Rafael, não importava. E isso não se resumia somente ao Rafael. Se você faz isso na vida real, o que te impede de sair armando barraco na internet por causa de mangá? É apenas um passa-tempo. Tanto faz. 

Queimem a bruxa. 
Matem a Lizzy. A Sakura é tão inútil. Nossa pra quê a Chichi existe? 
De quem foi a idéia estúpida de casar o Leulouch? 
Princesa Peach uma ova! Tomara que o Bowzer a coma. 

Queimem a bruxa. 
Sonhos doces ficam amargos quando você tenta enfiá-los goela abaixo.
Mas quem nunca disse: "Tomara que que ela caia da escada e morra que atire a primeira Nazaré Tedesco."  Desejos humanos são naturalmente egoístas, e isso não é crime. É apenas... Normal.

Roberta era na realidade um doce de menina. E uma autora de fanfics muito boa. 
Sua melhor Fanfic tinha sempre uma média de 30 a 50 leitores. E gentilmente ela se esforçava em responder todos os comentários. Entre as pausas do estágio. O pouco tempo que restava dividia entre os amigos e o namorado. 
Julien. Era um cara ótimo. Não havia do que reclamar; Um moreno baixo, magro com pinta de bad boy. Bem no estilo popular com as garotas. Mas a sortuda escolhida, era ela. Há cerca de 1 ano e 3 meses. 

O Chat subiu na tela do computador: 
Alisson: -Hey... E aí?
Rob: - Oi lindo, como está?
Alisson: - Precisamos conversar. 
Rob: - Ok. Aconteceu alguma coisa?
Alisson: - É sobre o Julien. 
Rob: - O que tem o meu namorado?
Alisson: - ... Ele mandou isso pra mim. 
~~~~ Download. ~~~~ 
Rob: - Está demorando muito pra baixar, o que é?
Alisson: - Tá no grupo do Terceirão. Você lembra do Arthur?
Rob: - O gordinho cegueta que vivia no meu pé?
Alisson: - A gente foi meio sacana com ele naquela época. Fizemos ele ser expulso da escola.
Rob: - Foi sem querer. E ele tava me assustando. Ficava tirando fotos de mim de longe, e mandando bilhetinho, o tempo todo. Quem ia querer sair com um cara daqueles? Até eu tenho auto-estima. 
Alisson: - ... Eu sei, eu ajudei a por a culpa nele, do roubo do celular do professor e botei na mochila dele, pro professor achar. Mas... Eu acho que ele sabe.
Rob: - E daí? Como se eu devesse algo pra aquele idiota. Parecia um psicopata maluco. 
Alisson: - Roberta, o Julien é o Arthur. 
Rob: - Você enlouqueceu??! Não tem como! O Julien é perfeito! Ele é ... 
Alisson: - Exatamente tudo que você sempre disse que gostaria num cara. 
Rob: - Alisson isso não tem graça! 
Alisson: - Eu tô falando sério Roberta. Ele vazou uns nudes no grupo dos ex-alunos da escola! 
Eu já falei que são montagens. Cê não mandou nudes pra ele né?
Rob: - Não mandei, mas eu deixei ele mexer no meu celular.
A respiração de Roberta foi ficando pesada. Sentiu uma tontura tão forte que quase desmaiou. 
Rob: - Não... Não pode ser! 
Alisson: - Manda pra mim as fotos pra eu poder apagar. 
Rob: - Como assim? Porquê ter as fotos ?
Alisson: - Eu preciso do código de imagem. Com o código de imagem eu consigo rastrear cada foto e deletar. 
Rob: - Ok. 


 Roberta mais que depressa selecionou as fotos. E encaminhou. Quando estava no download do terceiro arquivo o celular toca. 


Alisson: - Roberta porra! Cê tá me achando com cara de palhaço?! Marcou comigo as 09:00 aqui na praça já são quase 11:00 e você não chega! 
Roberta: - Como assim?! Eu não marquei nada! Cê tá loko?
Alisson: - Marcou sim! Me mandou mensagem ontem pra gente ir comprar aquela bolsa que vimos semana passada. Tô aqui em frente à loja.
Roberta: - Cê enlouqueceu?! Temos que rastrear minhas fotos! 
Alisson: - Que fotos???!  Alisson olhou ao redor e botou a mão no telefone: - Puta que pariu Rob! Tu não apagou as fotos da Milady ainda?! Cê tá louca?! Falei pra deletar e não mostrar pra ninguém. O que a gente fez é crime! 
Roberta ficou estática olhando a tela do computador. Enquanto conversava com Alisson no telefone o chat seguia ~~~digitando ~~~
Roberta: - Alisson... Cadê seu computador?
Alisson: - Deixei com o Julien pra formatar. Tava com um vírus chato do caralho... Abria um monte de páginas. Sozinho.

~~ Silencio. 

Alisson: - Roberta?

 

 


 


Notas Finais


As vezes a vida faz com que você seja vítima de si mesmo. É a terceira regra Wicca: O bem e o mal que você faz e deseja, voltará para ti três vezes pior.

Eu demorei minha flor de Lycoris... Mas eu voltei.

E eu vim ver você.

I came to see you.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...