História A verdade por trás da mascara - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Boku no Hero Academia (My Hero Academia)
Personagens Bakugo Katsuki, Midoriya Izuku, Todoroki Shouto
Tags Boku No Hero, Dupla Personalidade, Harem, Máscara, Yaoi
Visualizações 105
Palavras 607
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Harem, Lemon, Luta, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Incesto, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oiiiiiii!
Espero que gostem do capitulo

Capítulo 5 - O pirralho


Fanfic / Fanfiction A verdade por trás da mascara - Capítulo 5 - O pirralho

                         POV IZUKU

                    DIA SEGUINTE 

                 Estava saindo de casa para ir para á escola, e encontrei o Kacchan.

                    -Kacchan tenho uma novidade - Estava sorrindo, queria ver sua reação.

                      - Qual ?  - Ele me olhou desconfiado.

                     - Eu arranjei um trabalho, serei babá - Estava lhe olhada fixamente.

                                - BABÁ ?! QUE PORRA VOCÊ FEZ DEKU ? - Ele parecia estar com muita raiva.

                                   - Calma, calma, eu irei receber - Tentei tranquiliza-lo

                                - É COM ISSO QUE VOCÊ ESTÁ MAIS PREOCUPADO ?!- Ele realmente está irritado -  COMO ISSO FOI ACONTECER ?!?!.

                                  - Eu já mandei se acalmar, e ontem a noite um homem e uma mulher apareceram, e me ofereceram 7 milhões para cuidar do filho deles que a anos a atrás sofreu um acidente e sua mentalidade é de alguém de 6 anos -Ele fez uma cara que  parecia ser de tristeza - O que foi Kacchan ?!.

                                  - Você passará mais tempo com essa criança do que comigo - Ele estava corado,e  olhando para baixo. 

                                   - Que fofo ! O que posso fazer para se sentir melhor ? - Ele  voltou ao me encarar e sorriu.

                                       - Então vamos fazer sexos - Ele estava me encarando de uma forma bem... intensa.

                                     - Tudo bem, se isso irá lhe fazer sentir melhor - Ele me puxou para sua casa, nem se importando com a escola.

                                   Quando chegamos ele me jogou na cama já arrancando minha blusa e me beijando, começou a distribuir beijos e chupom no meu  pescoço.

                           - Ah...ah..ah..hmm,    k-Kacchan... i ah..Isso é t-tão bom - Estava corado e não conseguia parar de gemer.

                        Ele foi descendo até chegar aosmeus mamilos, um ele mordiscava e o outro ele apertava, continuou descendo até chegar ao meu pênis, e o abocanhou inteiro.

                      -Ah...ah...Isso é ...ah ... conti. .ah - Não conseguia dizer nada, estava preso no prazer, e quando estava prestes a gorar, ele parou - P-Por que ...ah...p-parou ?.

                         - Eu não disse que podia gozar - Ele estava sorrindo de uma forma sádica, então ele quer assim, chegei perto dele e sentei em seu colo e  comecei a rebolar.

                        - E-Então quer me torturar,  terei que lhe punir - Ele me jogou de 4 na cama , e me penetrou de uma vez só.

                       -AH,AH...K-KACCHAN ...AH...HMM - Ele continuava com estocadas fortes e rápidas, até gozarmos.

           NO DIA SEGUINTE

                       Acordei com um barulho vindo da porta, deve ser aqueles adultos, o Kacchan já havia acordado, lhe dei um beijo, e me despedi para ir ver a criança.

                     Chegamos em uma casa enorme.

                    - Filho venha aqui  - A mulher gritou, e apareceu um menino maiordo que eu, mais musculoso,e  vestido de coelho, ele derrepente pegou uma nerf e tocou a bala em mim - Esse aqui é sua nova babá Midoriya Izuku - Nem esperaram minha resposta é foram embora.

                      - Bem... Eu vou fazer o café da manhã - Fui para a cozinha.

                       - O que irá fazer ? - Ele ainda estava apontando a arma pra mim.

                      - cereal- Ele começou a me olhar estranho.

                     - Você leu o contrato? - Era pra mim ler aquilo ?

                     - não, eu não li pirralho - falei retirando a arma dele.

                    - Não me chame de pirralho , meu nome é Kirishima Eijirou, e eu não posso tomar leite , e já tomei café da manhã - Ele me olhava com raiva.

                     -Então o que que fazer ? - Me sentei na cadeira.

                    - Está na hora de tomar banho -Ele veio até mim.

                   - Então vá- Ele não foi ao banheiro.

                  - Eu não sei tomar banho sozinho - Ele começoua corar....QUE?

                                   

   


Notas Finais


Espero que tenham gostado


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...