História A Verdadeira Vilã - Fnafhs (Hiatus) - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Five Nights at Freddy's
Personagens Balloon Boy, Ballora, Bidybab, Bonnie Hand Puppet (Bonbon), Bonnie the Bunny, Chica the Chicken, Circus Baby, Endoskeleton, Ennard, Foxy the Pirate, Freddy Fazbear, Funtime Foxy, Funtime Freddy, Golden Freddy, Lolbit, Mangle, Marionette, Minireena 1, Minireena 2, Nightmare, Nightmare Balloon Boy, Nightmare Bonnie, Nightmare Chica, Nightmare Foxy, Nightmare Freddy, Nightmare Mangle, Personagens Originais, Plushtrap, Shadow Bonnie, Shadow Freddy, Springtrap, Toy Bonnie, Toy Chica, Toy Freddy
Tags Fnafhs
Visualizações 9
Palavras 1.278
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, LGBT, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Shounen, Slash, Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Pansexualidade, Self Inserction, Spoilers, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 7 - Capítulo 7


Fanfic / Fanfiction A Verdadeira Vilã - Fnafhs (Hiatus) - Capítulo 7 - Capítulo 7

Blair POVs On

Oi, Gente. Blair falando

Bem... Desculpa por aparecer assim do nada mas... A autora me pediu pra ver se vocês querem que ela crie um Amino para dar spoilers da fanfic e também mostrar uns desenhos e edits em Gacha Life daqui

Ela queria fazer isso para que vocês não ficassem sem nada da fanfic por muito tempo e tals. Lá também vai ter enquetes para que vocês escolham algumas coisas que vão acontecer

Bem, Era isso. Bye

Narradora POVs On

 Com Morgan... 

Morgan - Argh! Maldita Verônica. - Disse enquanto corria pela cidade para chegar em sua base

Depois de um tempinho correndo ela chegou

??? - Պ✺Ի❡ᾰℵᾰ? 

Morgan - Senhora... 

??? - ṽ✺ḉê ḟᾰℓℏ✺ṳ ℵ✺ṽᾰՊḙℵтḙ, Պ✺Ի❡ᾰℵᾰ. 

Morgan - Eu imploro pelo seu perdão, Mestra-

??? - ℵã✺ ✺ṳṧḙ ḟᾰℓᾰԻ Պḙṳ ℵ✺Պḙ, Պ✺Ի❡ᾰℵᾰ. - Gritou a mulher de cabelos brancos como a neve

Seus olhos eram totalmente negros e a maior parte do corpo dela estava bugado

??? - ṽ✺ḉê ℵã✺ ṧᾰ!Իá !Պ℘ṳℵḙ ժḙṧṧᾰ ṽḙℨ, Պ✺Ի❡ᾰℵᾰ. ṽ✺ḉê !Իá ṧ✺ḟԻḙԻ ᾰṧ ḉ✺ℵṧḙǭṳêℵḉ!ᾰṧ ժḙ ṧṳᾰṧ ᾰçõḙṧ. 

Horas e horas de tortura... Era assim desde que ela era pequena

Mas Morgan sabia que a verdadeira vítima estava sofrendo pela maldição dela... 

??? Anos Atrás

Hurricane, Utah... 

Natal de XXXX... 

??? - VOCÊ NÃO PRESTA! - Gritou o homem

Este homem é William Afton que neste momento gritava com a esposa, Renata, Na frente dos filhos mesmo

William deu um tapa na cara de Renata

Michael, O mais velho que estava quase do lado deles ignorava enquanto fumava um dos seus melhores cigarros

Kenny os olhava fixamente com lágrimas no rosto, desesperado

Ennard olhava pros presentes debaixo da árvore

Elizabeth tentava parecer feliz enquanto falava animadamente com Kimberly

Kimberly usava um estranho curativo no rosto. Seus olhos sem brilho e estranhamente seu olhos esquerdo possuía a parte de trás branca

Ela apenas olhava fixamente pros olhos de Elizabeth lembrando de algumas coisas

X Anos Atrás

Uma garotinha de cabelos roxos com a raíz preta estava indo até sua mãe

Kimberly - Mamãe, eu tenho uma pergunta. 

A mulher olhou a filha, sorridente

Kimberly - Mamãe, Eu preciso saber! De onde vêm os bebês? - A mulher perdeu o sorriso - Eles vêm de arco-íris e amor? Mamãe, mamãe, fale-me, por favor. De onde vêm os bebês, de verdade?

A mulher fez uma cara indecifrável

Renata - Eles vêm de meninos que gostam de sentar em seus traseiros. Eles vêm de garotas que querem crescer muito rápido, Eles vêm de gritar, lutar, fazer sexo de reconciliação. Eles vêm de menininhas como você

A menininha saiu correndo, gritando

A mulher se ajoelhou no chão... Acabará de traumatizar sua filha

Em outra sala, A menina entrou e foi até seu pai

Kimberly - Papai, de onde vêm os bebezinhos?

O homem franziu a testa

Kimberly - Teddy me diz que eles vêm do céu. Mas nunca explicou, quando perguntei o porquê. - Disse mostrando o ursinho de pelúcia negro

O homem sorriu e suspirou

Kimberly - Eles vêm de anjos apaixonados? Ou eles vêm de demônios com luxúria?

O homem quase caiu da cadeira, Sua filha favorita fora estragada mas ele ainda a amava

Kimberly - Papai, papai me diga por favor. De onde vêm os bebês, de verdade?

William - Eles vêm de meninos que tomam coisas que não possuem

Eles vêm de garotas que imploravam para serem deixadas em paz

Eles vêm de implorar, gritar: Não, não, não

Eles são um acidente há tanto tempo atrás

Kimberly saiu chorando e gritando

Kimberly - EU SOU UM ERRO!? 

Ela correu até seu quarto onde seus irmãos e irmã dormiam

Kimberly - Que pequena bagunça adorável que fiz. 

Eu jogo leite nas paredes em fúria

Kimberly - Oh, estou tentando apenas esquecer a dor. 

Kimberly correu até onde seus pais estavam e os encarou enquanto brigavam

Kimberly - Mamãe, papai me diga por favor - Eles olham pra ela - De onde vêm os bebês, de verdade?

William - Filha, Os bebês vem d-

Kimberly - Eles vêm de meninos que gostam de sentar em seus traseiros

Eles vêm de garotas que querem crescer muito rápido

Eles vêm de gritar, lutar, fazer sexo de reconciliação

Eles vêm de menininhas como você

Os dois adultos a olham assustados

Kimberly - Eles vêm de meninos que tomam coisas que não possuem

Eles vêm de garotas que imploravam para serem deixadas em paz

Eles vêm de implorar, gritar: Não, não, não

Eles são um acidente há tanto tempo atrás

Eles vêm de meninos que gostam de sentar em seus traseiros

Eles vêm de garotas que querem crescer muito rápido

Eles vêm de gritar, lutar, fazer sexo de reconciliação

Eles vêm de menininhas como você

Kimberly soltava lágrimas pretas

Kimberly - Eles vêm de meninos

Eles vêm de meninas

De gritar, lutar, fazer sexo de reconciliação

Eles vêm de menininhas como você

Ela saiu andando até a escada onde os irmãos (Ennard, Michael e ??!) 

??! - Maninha... - Disse a loira

Kimberly - Sai da frente, Layla. - Subiu até seu quarto

(Autora - Deixem eu lhes apresentar a irmã mais velha da Kimberly: Layla Afton. Ela é uma personagem da minha amiga: Júlia. Layla é loura e tem olhos verdes-azulados e tem uma personalidade tsundere, yandere e gentil ao mesmo tempo, Ela desapareceu) 

X Anos Depois

Kimberly voltou de mais uma das seções de tortura e treino com seu pai

Estava exausta e quase morrendo

Kimberly - Estou todo engasgado

Eu não posso falar

Eu tenho um cérebro fodido, pensamentos fodidos Pensei que estava bem

Mas então eu acho que não

Espero que você saiba que isso é sua culpa

Quero que você se sinta mal

Quando você vai dormir

Espero que você esteja triste quando se lembra de mim

Espero que você esteja se sentindo mal por tudo que você fez para mim
E espero que você fique aí na sua miséria

Ela socou a parede com força ao se lembrar de Layla e de como a irmã a machucou

Verônica entrou no quarto da amiga e suspirou

Verônica - Oi, pequena garota. Você nunca acreditou que há um fantasma dentro de você, Mas está escondido muito fundo. 

Blair também entrou

Blair - Oi, pequena garota

Você nunca imaginou que ficaria um pouco mais velha

Você será abandonado

Uma garota de cabelos castanhos entrou no quarto se sorriu

Leh - Oi, pequena garota

Você sabe que fumar mata

Você realmente não se importa porque ama como se sente

E então sumiu

Blair e Verônica - Oi, pequena garota

Você está caindo aos pedaços

Você realmente não se importa porque eles quebraram seu coração

Elas a abraçaram e a mesma retribuiu, chorando

Kimberly - Eu estou lutando por tudo o que perdi

É minha hora de mostrar quem é o chefe
Eu esperei no escuro por muito tempo
Eu tenho isso agora, então fique forte
Eu sei que você não vai acreditar
Até eu subir no palco
Faça-me sangrar quando não conseguir o que quer
Eu espero que você esteja com medo quando você lembra de mim
Eu espero que você fique aí na sua miséria

Kimberly quase ficou irritada mas suas amigas estavam lá pra ajuda-la

Verônica, Blair e Kimberly - Oi, pequena garota

Você nunca acreditou que há um fantasma dentro de você
Mas está escondido muito fundo
Oi, pequena garota
Você nunca imaginou que ficaria um pouco mais velho
Você será abandonado
Oi, pequena garota
Você sabe que fumar mata
Você realmente não se importa porque ama como se sente
Oi, pequena garota
Você está caindo aos pedaços
Você realmente não se importa porque eles quebraram seu coração

Lágrimas negras caíam dos olhos de Kimberly

Uma Semana Depois... 

Kimberly - ... - Deitada numa maça de hospital - Entrou e sai de recuperação

Lembra quando eu mal conseguia respirar

Sentado na frente dos espelhos pensando comigo mesmo

Não pode ficar mais claro, o que estou fazendo comigo

Entrou e sai de recuperação

Lembra quando eu mal conseguia respirar

Sentado na frente dos espelhos pensando comigo mesmo

Não pode ficar mais claro, o que estou fazendo comigo

Seus pulsos mutilados... E agora ela sabia da doença... 

Ela sabia, Tinha muito mais problemas que TDI e Depressão... Uma doença recém descoberta

Ela ia morrer... 

Atualmente

Kimberly encarava o céu enquanto ia pra escola

Sua doença havia piorado e ela estava cada vez mais perto da morte

O que fazer? Alguém tem que ajuda-la

Continua... 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...