História "A very bad daddy." - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Baby, Bad, Daddy, Jeon Jungkook, Punish
Visualizações 60
Palavras 1.400
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Hentai, Lemon, Romance e Novela, Saga, Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - III


Fanfic / Fanfiction "A very bad daddy." - Capítulo 3 - III

anteriormente:

quando estava entrando no nosso quarto jeon me prensa na parede bota minhas mãos pra cima e chupa algumas áreas de meu pescoço 

-" minha baby se comportou direitinho hoje, agora terá sua recompensa."

~~

-"ohh papai." gemi sofrega.

-"hoje você ira conhecer mais um de meus fetiches meu anjo." 

papai me jogou na cama sem nenhum cuidado e então rasgou e tirou meu vestido.

-"papaiii meu vestidoo."

-"calada, eu compro quantos quiser amanhã." Fala sem paciência tirando meu sutiã que abria pela frente, começando a deixar cupões e mordidas em meus seios.

-" vou ir buscar umas coisas, quando voltar quero te ver de joelho em cima da cama me esperando bem comportada." fala se levantando de cima de mim.

-"sim papai." 

assim que papai sai de nosso quarto logo fico de joelhos sentada sobre meus pés esperando ele chegar. 

depois de um tempo papai chega e vem até mim com uma sacola de um sex shop. Logo vem e tira da sacola o que tinha comprado. Papai tira da sacola uma coleira rosa com uma guia da mesma cor e tinha um pingente escrito Daddy, tinha uma tiara com orelhinhas de gatinho e um plug com um rabinho os dois com pelhinhos branco, fiquei surpresa por papai gostar desse tipo de coisa.

-"uoww papai." falei impressionada.

-"gostou me anjo? Espero que sim, pois vai usar querendo ou não." falou enquanto fazia um carinho em minhas bochechas.  Papai botou as orelhinhas de gatinho em mim e fez um cafuné no topo de minha cabeça, pegou a coleira e botou em meu pescoço logo colocando a guia também. 

-"ohh baby como você está me exitando vestida assim." fala passando sua mão em seu membro  que já estava acordado. Papai vai até meu criado mudo que esta do lado da cama e pena um lubrificante.

-"de quatro." ordena autoritário e com a voz rouca. Sem demorar faço o que papai manda, Jeon abaixa minha calcinha e começa a lubrificar minha entradinha traseira.

-"se doer muito me avise que eu paro meu anjo." fala pegando o plug que estava do seu lado em cima da cama.

-"sim papai." falo com um pouco de receio. Logo sinto  algo gelado sendo forçado contra minha entradinha, estava doendo, mas era uma dor suportável então não falei nada e deixei papai continuar, papai estava tentando ser o mais delicado possível, logo papai força rapidamente o plug e ele entra todo, me seguro pra não gritar, a dor logo começa a passar e o incômodo a diminuir. papai dá um tapa forte e certeiro em minha bunda e fala:

-"agora rebola pro papai ver esse rabinho mexendo." sua voz estava cheia de luxúria e desejo. Logo começo a rebolar minha bunda para um lado e para outro provocando papai.

papai pega a guia de minha coleira e me puxa para trás, me dá seus dedos para chupar, começo a chupar os dedos de papai lhe provocando e chupando com vontade, papai puxava minha guia para trás me forçando a ficar mais empinada para si, papai tira seus dedos já bem lubrificados de minha boca e começa a estimular meu clitóris, papai separa meus lábios vaginais e passa seu dedo desde a minha estrada até o clitóris, papai da uma lambida molhada em minha vagina e depois me penetra um dedo, papai acaricia meu clitóris e depois me penetra mais um dedo, nesse momento ja estava gemendo igual a uma cadela no cio, ou melhor uma gatinha no cio, papai começa a mexer seus dedos rapidamente em mim e com a mão livre estimula meu clitóris, estava delirando, papai tira seus dedos de mim e rapidamente me vira de barriga para cima e abre minha pernas, papai começa me chupar de uma maneira totalmente ágil e gostosa, depois de um tempo tenho meu orgasmo e papai faz questão de lamber tudo. Estava ofegante, Jeon tinha me proporcionado um orgasmo avassalador.

Jeon se senta na ponta da cama e com minha coleira me guia até  sua frente aonde eu ajoelho e desabotou sua calça e puxo seu zíper pra baixo, papai me ajuda a puxar sua calça e sua cueca para baixo e tira sua camisa me dando a visão do seu lindo abdômen malhado. Então sem perder tempo começo a lamber seu membro como se eu fosse uma gatinha fazendo questão de olhar em seus olhos para lhe provocar.

-"oh minha gatinha quero que bote todo meu pau em sua boca, ja te deixei me provocar o bastante." fala impaciente.

logo fiz o que papai mandou, subia e descia minha cabeça em seu pau rapidamente enquanto masturbava o que não cabia em minha boca, papai começou a forçar mais minha cabeça contra seu pau ele queria que eu enfiasse tudo na minha boca mas era muito grande e eu só conseguia engasgar, então papai resolveu me deixar fazer como eu queria, depois de um tempo chupando seu pau papai tem seu orgasmo.

-" bebe todo seu leitinho minha gatinha." fala fazendo carrinho no topo de minha cabeça, engulo todo seu gozo e depois tiro os resquícios do pau de papai.

-" vem cavalgar no papai vem." fala indo se sentar com as costas escorada na cabeceira da cama. Subi na cama e fui engatinhando até papai, ele me ajuda a sentar em seu colo, encaixo seu pau em minha entradinha e desço bem devagarinho me acustumando com seu comprimento, papai deve ter uns 19 cm tirando o fato de ele ser bem grosso, fico um pouco parada e depois de me acostumar começo a subir e descer em seu pau, papai botou suas mãos em minha cintura e me ajudou a subir e descer mais rapido, comecei a dar reboladas em seu pau, sentia o rabinho do plug que papai colocou em mim roçar em minha bunda, papai me tirou de seu colo e mandou eu me deitar de barriga para baixo e empinar bem minha bunda para ele, logo fiz o que ele mandou, papai entro em mim com cuidado e começou a me estocar em uma velocidade razoável, papai aumentou o ritmo de suas estocadas me fazendo gemer auto.

-"ohh papai... a..ssim eu não.. irei ahnn andar amanhã." falei entre gemidos e ofegos.

-" não tem problema baby, o papai cuida de você." fala me estocando rápido e forte, sinto que irei gozar, minhas paredes vaginais se contraem e logo gozo, papai geme em meu ouvido, ele estava quase lá, então papai chega em seu ápice e goza dentro de mim, contraio minha vagina sentindo seu gozo em mim, ele fica parado dentro de mim até sua respiração se regularizar, logo sai de dentro de mim e  tira o plug de mim e se deita ao meu lado me puxando para deitar em seu peito, ficamos abraçados somente com a presença um do outro, papai tira minha guia  e a tiara me deixando somente com a coleira com o pingente, logo ele me puxa para deitar em seu peito e puxa o edredom e nos cobre.



acordo assustada e suando, percebo que ainda está escuro, procuro papai pela cama e não lhe acho, então visto sua camisa cinza de botões que estava jogada no chão do quarto e vou lhe procurar, desço as escadas e encontro ele sentado no sofá de frente para as janelas que nos proporcionavam a vista da cidade. Ele logo nota minha presença.

-"ohh meu anjo, não está conseguindo dormir?" fala se levantando e vindo ate mim logo fazendo um carinho em minhas bochechas.

-"estou tendo pesadelos papai, por que o senhor me deixou? você sabe que quando me deixa eu tenho pesadelos." falo com os olhinhos marejados, fazendo um pouco de drama, adoro quando papai se dedica a mim,  me da sua atenção e cuida de mim.

-" me desculpe baby, eu estava sem sono e não queria lhe acordar, estava tão linda dormindo, mas eu já ia voltar lá meu amor." fala dócil e me dá vários celinhos, me pega no colo e começa a andar comigo até nosso quarto, papai me leva até lá me enchendo de beijinhos por todo meu rosto. Logo ele chega lá e me bota delicadamente na cama e se deitado do lado, estavamos um de frente pro outro, meio afastados então vou mais perto de papai e ele  abraça meu corpo e coloca sua cabeça em minha testa.

-"papai eu amo você." falo com sono.

-"eu também amo você meu anjo. Durma bem, quando acordar eu irei estar aqui." Fala e depois me da um beijinho na testa, depois disso apago.




continua....





Notas Finais


desculpa qualquer erro ^-^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...