História A viagem de Chihiro- O retorno - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias A Viagem de Chihiro (Sen to Chihiro no Kamikakushi)
Personagens Chihiro Ogino, Haku (Kohaku), Personagens Originais
Visualizações 61
Palavras 602
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Crossover, Fantasia, Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 3 - Reencontro


Fanfic / Fanfiction A viagem de Chihiro- O retorno - Capítulo 3 - Reencontro

Começei a andar em direção a cidade, já que minha mãe já havia me dado minha mesada e hoje era o dia em que chegava carregamentos de diversos produtos para as lojas. O caminho estava bem tranquilo, e agora reparei que há muitos campos floridos aqui. O vento misturado com o aroma das flores me fez muito bem, começei a correr animada, e com o vento batendo no meu rosto, me senti livre.

Chegando lá, havia uma multidão de pessoas. Começei a olhar até "do avesso" o que a feira oferecia. Achei muita coisa linda lá, mas não queria torrar meu dinheiro todo de uma vez, como fiz com minha última mesada. Decidi ser bem seletiva, não vou me deixar levar!

Nesse momento, avistei uma coisa que decidi que levaria: havia uma caixa de música com o símbolo do rio Kohaku nele. Imediatamente, corri em direção da loja e comprei. O estranho é que uma das vendedoras parecia já me reconhecer, sabia até meu nome. Tive a empressão de reconheçe-la.... até que ela riu:

- hihihi!

-O que foi?

- Chihiro, bobinha, não me reconheçeu, "humana"?

-LIN?!

-Até que enfim rsrs. Achei que seria mais fácil de te encontrar vendendo algo com referência ao Haku....- ela parou e abriu um sorrisinho- Ah,  estão namorando?

- O quê?! Não, Lin! Não o vejo há séculos! Ele conseguiu achar os pais dele?

- Hihihi! Não vou dizer nada! 

-LIIIIIIIN!! - ela começou a fugir e fui atrás dela, até que paramos no fundo da loja.

-Está com fome, Chihiro?

-Um pouco.

-VAMOS A FESTA!

Lin foi liberada do trabalho, e começamos a andar pela cidade, contando piadas e uma "conversa-sem-senso", adoro brincar disso. Ela é minha melhor amiga atualmente. O que me irrita é que, aparentemente, ela sabe algo sobre o Haku, mas não quer me dizer, ou não sabe e só quer me deixar curiosa.

-Lin, como saiu de lá?

- A irmã de Yubaba ficou preocupada com você, então conversou com Yubaba, que me libertou.

-Preocupada por quê?

Aparentemente, Lin percebeu que disse mais do que devia, ela arregalou os olhos, sacodiu seus cabelos lisos e falou:

-POR NADA!! POR QUE?! TEM QUE HAVER ALGUM PROBLEMA? É CLARO QUE NÃO!! SÓ ESTAMOS COM SAUDADES DE UM HUMANO DESASTRADO! HIHIHI!

-EU? DESASTRADA?

-E DESAJEITADA, HIHIHI!-falou brincando.

Ela tentou disfarçar com esse risinho e puxou outro assunto. Mas eu sei que ela sabe de algo. Ah, Haku.... você está bem? Você não sai da minha cabeça, mesmo quando tento me distrair.. até ouço sua voz às vezes........

Você, por acaso, jogou algum feitiço em mim quando fui embora? 

Fomos em algumas barracas, compramos bolinhos de arroz e pastéis, e fomos comer em um campo de flores, como um piquenique. Lin contou aventuras hilárias que ela passou, como o dia em que foi trabalhor com a camisa pelo avesso; a vez em que pegou o trem errado e se atrasou  três horas pro trabalho; a vez em que caiu em uma poça de lama com porcos; a vez em que caiu em um rio no meio da reunião de formatura, ou a vez em que a calça dela rasgou quando se agachou para pegar um item que tinha caido da prateleira. 

-Você é doida, Lin! Só pode!

-hihihi! Eu? Doida?

-Sim! Louca, biruta, maluca.... como quiser chamar.

Ela me deu uma leve cotovelada no braço e nos divertimos muito.

Enfim, tenho a prova de que aquela viagem não foi um sonho. Consequentemente, Haku existe. Senti meu coração mais alegre do que nunca, Lin nem percebeu já que estava contando suas atrapalhadas e achou que eu estava me acabando de rir com elas, mas eu sorri por causa de Haku.........

Eu sorri para ele. Sei que ele sentiu, de alguma maneira.....

Tenho certeza disso.







Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...