História A vida continua - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Espelho da Vida
Personagens Afrânio Nunes (Bola)/Benamim, Alain Dutra/Gustavo Bruno de Luris (Marquês de Torga), Américo Valência/Eugênio Castelo, Cristina Muniz Valência (Cris)/Julia Castelo, Daniel Marques/Danilo Breton, Isabel Ferraz/Isadora Monteiro (Dora), Marcelo Vendrini/Lucas, Mariane Cardoso/Brigite, Mauro César Pereira, Personagens Originais, Priscila Ferraz Dutra/Teresa Monteiro Castelo
Tags Espelho Da Vida
Visualizações 3
Palavras 638
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Festa, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 2 - Mistery


Fanfic / Fanfiction A vida continua - Capítulo 2 - Mistery

      Margot já tinha melhorado da ressaca e estava com o irmão e o pai (que já tinha voltado) fazia comida para comerem depois.

- O sorveteiro?! 

- Não, o papa Francisco!

- Uau! Desencalhou foi?

- Cale a boca! - Sussurrou André. - Para todos os efeitos eu neguei.

      Os gêmeos não sabiam mas pelo silêncio na casa, Daniel ouvia perfeitamente (confuso e calado) a conversa.

- Qual o nome dele?

- Luan.

- Idade?

- 27.

- SHIT! Um cara 10 anos mais novo que você te chamou para sair?

- É, o mais estranho é que ele sabia que era meu aniversário, a idade que eu estava fazendo e o meu nome.

- Ele pode ter pegado seu nome e sua idade com alguém. - Disse Margot.

- Verdade, mas e o meu aniversário?

- Provavelmente ele é amigo de algum jovem que foi na nossa festa.

- Tem razão, mas eu fiquei morrendo de medo.

- Don't be afraid... - Cantarolou a moça.

- Quem é Luan?

- Aí pai que susto! É um cara que me chamou para sair.

- Quantos anos? 

- 20.

- Mentiroso, você fica. O encontro vai ser?

- Ás 16 horas, posso dizer que não vou?

- Vai.

      André foi até o seu esconderijo secreto e ligou para Vicente lhe encontrar lá.

- Oi Vicente amigo querido, sabe que eu te amo não é? Você é um cara massa e....

--- Tá legal, o que você quer?

- Cobertura para sair com o Luan.

--- Eu quero um favor.

- Qual?

--- Sua moto, quero passear com ela.

- Perfeito! Eu digo que vamos andar de moto juntos.

--- Ótimo quando vai ser?

- 19:30, me busca meia hora antes e ás 21:00 você me pega na sorveteria.

--- Combinado.

      André desligou e voltou para casa dizendo que o homem aceitou o furo. Quando deu 19 horas.

- Oi tio Daniel, vim buscar o André para passear na moto dele.

- André o Vicente chegou!

- Finalmente, beijo pai, beijo Got.

      O Marques desceu e pegou a moto, pegou dois capacetes e parou.

- Quem dirige?

- Eu! Te dou uma carona para o seu encontro.

- Obrigado V.

- De nada.

    Vicente e André foram o caminho todo conversando, ao chegarem se abraçaram e desejaram um ao outro um bom passeio.

- Quem é ele André?

- Meu futuro cunhado, Vicente Dutra. V ele é o Luan.

 - E aê? Como vai? Cuida bem do meu Dedé.

- Vou cuidar muito bem dele. - Disse o sorveteiro pegando André por trás, pressionou bem seu corpo contra o do mais novo que tentou se afastar (sem sucesso e) constrangido.

- Tchau V, me pega aqui ás 21:00.

- Tá, tchau garotos. - Vicente saiu dirigindo.

- Qual é sua música preferida?

- Every Breath You Take-The Police e Tag You're It-Melanie Martinez.

- Vamos logo fazer algo?

- Não seja apressada princesa, temos muito tempo para nos divertimos.

- Prince....! - Tudo que ouviu um "Calma, logo começa a diversão" antes de cair nos braços de Luan, temporariamente inconciente.

Duas horas e meia depois...

- O que você vai dizer sorrindo?

- O encontro foi maravilhoso, ele me tratou super bem, acho que nos encontraremos mais vezes! - André deu um sorriso falso.

- Muito bem princesa.

- Oi Dedé! Cheguei!

- V!

      André o abraçou forte sussurrando: "Não faça perguntas apenas me tire daqui!", se separou sorrindo.

- O encontro fou maravilhoso, o Luan foi mega educado, me tratou super bem, acho que nos encontraremos mais vezes!

- Que bom, mas seu pai já está perguntando de você. Vamos embora, se despeça do Luan.

      O mais velho o abraçou e lhe disse: "Não conte nada para ninguém" fazendo o mais novo assentir assustado.

- Até mais André.


Notas Finais


Tentem adivinhar, o que aconteceu com o André? Só vou mostrar ou falar quando acertarem, aceito críticas e é isso. Beijos da Ana


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...