História A Vida de Bob, o Cachorro - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amizade, Amor, Cachorro, Família, Gato, Oneshot
Visualizações 29
Palavras 646
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Famí­lia

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Olá pessoas, estou aqui trazendo mais uma fanfic :'3 eu tive inspiração para fazer ela após ver uma foto de uma raposa, estranho, não? Kkkkk. Enfim, é isso, espero que gostem, tenham uma boa leitura.

Capítulo 1 - Capítulo Único


Sou um cachorro. Bom, é o que dizem. Meu nome é Bob e foi minha humana que me deu este nome. Ela me disse que era o nome de seu cachorro de pelúcia quando ela era criança. Eu não entendi muito bem, mas fiquei feliz por receber um nome. Ela sempre brinca comigo, coloca a minha comida e água e diz que me ama, e eu também a amo. Ela é uma humana diferente de qualquer outro humano. Enquanto todos passaram por mim, na rua enquanto chovia e me ignoraram, ela parou, me olhou, e então disse:

“Como alguém pode deixar um cachorrinho na chuva?! Vou levá-lo para minha casa!”

Eu fiquei feliz. Ela me pegou em seus braços, mesmo eu estando todo molhado, e me levou para aquilo que hoje é meu lar. Ela cuidou de mim e me fez me sentir tão bem. Ela comprou algo para mim que chamam de coleira e botou meu nome nela. No início, eu não gostei daquilo, mas quando vi que ela ficou feliz por eu usar aquilo, eu resolvi aceitar, e hoje, eu me acostumei, nem me incomoda mais.

Todos os dias ela sai de casa e vai para aquilo que os humanos chamam de trabalho. Eu sinceramente não sei pra que ela tem que sair, sendo que pode ficar comigo, mas eu aceito e a espero todos os dias deitado na cama que ela comprou para mim. As vezes ela chega mais tarde do que o normal, mas ela sempre volta. Quando ela volta, faço questão de correr até ela e pular nela e a ficar lambendo, e parece que ela sempre gosta.

Um certo dia, depois de voltar, ela rejeitou meu carinho. Eu voltei para minha cama e ela foi para aquilo que chama de quarto. Após um tempo, fui no quarto. Ela não parecia bem. Escorria água de seus olhos, acho que era aquilo que chamam de lágrimas. Ela estava dizendo coisas estranhas como “eu quero morrer, eu quero morrer!”. Eu subi na cama e comecei a lamber seu rosto e ela pareceu ter se animado, pois deu um sorriso. Eu amo quando ela sorri. Ela me deu aquilo que os humanos chamam de abraço e ficamos assim por um tempo.

“Eu te amo, Bob. Obrigada por me animar”

Foi o que ela disse. Fiquei feliz por conseguir ajudar. Eu decidi que nunca a deixaria ficar mal novamente. E foi o que fiz. Nesse mesmo dia, ela me levou para passear. Fazia um tempo que eu não saía assim. Ela disse que eu era um bom cachorro e que não precisava de guia pois eu era educado e não fugiria. É claro que eu não fugiria, não tenho para onde ir e ela é a única pessoa com quem quero estar.

Enquanto andávamos, nós vimos um gato. Ele estava magro e parecia que não comia a dias. Minha dona se abaixou e o pegou, apesar dele ter rejeitado bastante. Ela o levou para casa e eu não gostei muito, não queria dividir minha casa e minha humana com um gato. Ela me explicou que devíamos ser amigos, mas eu não aceitei no início. Nós brigávamos muito e já chegamos a quebrar algumas coisas na casa. Minha dona sempre brigava com a gente quando chegava do trabalho, pois não gostava daquilo. Bom, após muito tempo, eu e o gato, o qual recebeu o nome de Nico, fizemos amizade. Quando nossa dona chegou, estávamos deitados juntos na minha cama. Ela ficou tão feliz com aquilo.

Eu e o gato, Nico, fizemos uma promessa um para o outro. A promessa era: Nunca mais iriamos brigar, seríamos amigos, assim como nossa dona queria, e sempre a faríamos feliz. E foi o que fizemos. E nisso, viramos uma família. Uma família feliz. Brincando juntos todos os dias, se divertindo, e as vezes quebrando as coisas, mas no final, sempre terminava com um sorriso da nossa amada humana.


Notas Finais


E esta foi a fanfic. Eu sinceramente não sei se é assim que os cachorros pensam, afinal, não sou um cachorro kkk, mas sei que eles gostam de nos ver felizes, gostam de brincar com a gente e adoram quando voltamos para casa. Eles são uns amores :3 enfim, espero que tenham gostado kkk, tenham um ótimo dia ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...