1. Spirit Fanfics >
  2. A vida de Jacques Diaz >
  3. Sem sono

História A vida de Jacques Diaz - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Para vc-

Estou com sono demais para fazer uma dedicatória.

Capítulo 2 - Sem sono


Fanfic / Fanfiction A vida de Jacques Diaz - Capítulo 2 - Sem sono

Estou com insonia, infelizmente para mim, mas otimo para vcs.

Bem, hoje irei contar a vocês a coisa que mais me entristece, eu sou gay, todos sabem mas uma coisa que não concordo é a visão que o mundo tem dos gays, que todos são afeminados e que todos são parecidos com mulheres, esse foi meu maior problema quando contei para minha mãe que eu sou gay, respondendo uma das perguntas mas questionadas, "seus pais sabem?" Então vamos lá contar como que foi.

Para começar essa historia tenho que conta algo a vocês, eu sou cristão dês de nascença e meus pais são super religiosos, agora imagine a minha vida agora, um cristão gay com a familia super religiosa, eu estou lascado mesmo.

Isso aconteceu nas ferias (de 2019) antes do natal, e eu tava passando o tempo com minha mãe até que eu descide contar para ela, bem eu esperei o momento certo, e foi num sitio, especificamente num quarto de hóspedes, eu olhei para minha mãe e pensei "se acalma Jacques, vc não vai morrer só vai contar para sua mãe", bem foi um grande erro. Eu pensei em varias maneiras de fala para ela mas maneira especial veio de uma conversa com clay que ele tentou se abrir com o pai dele e ele comentou primeiramente para o pai não espressar o sentimento homofobico e que ele só queria a opinião do pai e começou a conversa de verdade falando que tinha beijado um menino (eu), e eu achei que essa é melhor maneira de falar para minha mãe.

Então eu abri a boca e sussurei "mãe, eu beijei um garoto" ela peguntou oq eu falei "mãe, sinto algo a mais pelo os garotos" tentando disfarça oq eu tinha falado antes, e ela engoliu. Ela falou como pode ficou questionando, depois como e tal depois orou na minha cabeça e começou a pesquisar videos para afastar demonios e virou uma bola de neve, ela começou a ficar com medo de me maquia e querer usar vestido e usar brinco, e por isso que não gosto dessa visão do mundo sobre os gays, eu sou um gay intrometido, que gosta de ser homem, que não quer se vestir como uma mulher e que não gosta de nenhum acessório no corpo, e mesmo minha mãe me conhecendo, parace que ao contar eu virei outra pessoa ao os olhos dela.

Piorou quando comecei a namorar com o lucimar, que era um garoto totalmente diferente de mim, ele era fotogenico e tiraca foto de tudo e uma característica que destaca muito nele, ele é safado e muito afeminado e paranoico por mim. Desculpa se estou desrespeitando alguém mas essas três caracteristicas que me encomoda muito, eu só fiquei com ele porque ele parecia legal e eu tava acabado pois tinha saido de um relacionamento com o Clay recentemente e precisava levantar o meu animo, por isso eu dou essa dica para vcs, nunca na vida comece um relacionamento rapido, isso só vai gerar em destruição no final.

Voltando quando comecei a ter um relacionamento depois de eu ter contado a mãe, ela ficou mais atenta e por meu ex ser fotogenico, uma foto vazou e ela viu essa foto, e nesse ponto da história ja tinha falado para ela que não era mais gay que essa fase tinha passado, então ela me proibui de sair de casa, e proveitando a situação eu terminei com lucimar, e bem a nossa relação não tava das melhores.

E depois de tudo isso, o clay mandou uma mensagem, usando o instagram da mãe pedindo para conversarmos, conversa vai conversa vem, e chegou ao ponto de começarmos a brinca de verdade e desafio ou verdade ou verdade, não podiamos fazer muita coisa só falando pelo celular, então ele escolheu verdade e falei "fale uma coisa que vc sempre quis me falar mas nunca conseguiu, e quando termina fala 'pronto falei'." E ele respondeu "eu ainda gosto de vc, pronto falei" fiquei pasmo pois foi ele que tinha terminado comigo, mas isso é uma historia para outro dia.

Mas em geral minha mãe ainda esta no meu pé sobre esse assunto e estou preso em casa, só podendo sair para casa do pai e para a escola, isso vai demorar um tempo, e deixo para outro dia para falar como contei pro pai que sou gay, mas sinceramente, eu confiei em minha mãe pensava que ela iria me ajudar a entender isso mas ela ñ fez muita coisa.

Essa não é o fim da historia, tem mais que quero contar mas podemos deixa para outro dia.

Seu amigo, jacques Diaz, dizendo boa noite


Notas Finais


A foto é uma referencia de como o Jacques estava naquela noite

E esse é um texto que ja tinha feito para publicar por isso vão perceber algumas mudanças


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...