1. Spirit Fanfics >
  2. A vida de Luiza >
  3. Quem sou eu?

História A vida de Luiza - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Tentarei publicar as sextas e quartas.

Capítulo 1 - Quem sou eu?


Fanfic / Fanfiction A vida de Luiza - Capítulo 1 - Quem sou eu?

Já me questionei diversas vezes, quem sou eu? Hoje resolvi contar um pouco sobre a minha vida "interessante" e seus grandes acontecimentos. (Fala Luiza, com grande ironia)

Meu nome é Luiza tenho 21 anos moro em, em uma cidade Paulistana, mas sou descendente de Franceses meus avós vieram para o Brasil quando minha mãe era pequena vieram para conhecer e resolveram ficar, já meu pai é Brasileiro, veio de Minas gerais também muito novo meus avós trabalharam com café por anos e resolveram vir pra São Paulo e comercializar.

Tenho um irmão 4 anos mais velho Luiz, ele é muito folgado e intrometido mas gosto dele ...... Banana, abacate, abobrinha, chuchu e berinjela. O que você acha da minha redação pra aula de literatura? Ana?Anaa.

Ana estava mais uma vez olhando pela janela a babar pelo Luiz, juro que não sei como ele conseguiu terminar o ensino médio ele é totalmente tolo:

Ana responde: Desculpa estava distraída ... Leia novamente.

Luiza: Ahh não estou de saco cheio de estudar chega! aquela professora não sabe de nada, ela realmente chega a ser pior que a antiga professora.

Ana: Ahhh não Luiza eu amava a Amélia, ela trazia uns livros muito interessantes.

Luiza: Sim claro, livros onde alguém sempre terminava morto e era a dama sempre a bomba ferida .....

Ana: Você sabe que é pra entregar na Sexta!

Luiza: Hoje ainda é Terça.

Ana: Você esqueceu que quarta tem reunião de Francês.

Luiza: Eu realmente não sei se tenho sangue Rrancês, acho que fiquei com a parte  Brasileira da família.

Ana: O seu problema é a falta de interesse, quando não quer você não consegue!

Luiza: E o seu é o excesso, já falei pra você que meu irmão não é um bom partido.

Ana:  Você fala como a minha mãe, credo Lu.

Luiza: Realmente o Padre estáva certo, devemos ouvir nossos pais pois só querem o melhor pra gente.

Ana: Chega, não aguento mais esse assunto! Sempre nos desentendemos quando falamos do seu irmão, vamos voltar pra sua redação, que por sinal está cheia de erros de gramática! Você precisa urgentemente melhorar sua letra.

Ana é minha amiga desde que me conheço por gente, minha mãe e a sua eram muito amigas vieram juntas da França, quando minha mãe morreu a mãe de Ana passou a me ajudar com as questões femininas, ela sempre me sugeria fugir de tipos como meu irmão, que digamos de passagem era a paixão de Ana desde muito pequena, e ele já se via que tinha uma quedinha por ela tambem, ele era sempre o motivo de nossas brigas.

Passamos o resto da tarde estudando, o pai de Ana aproveitou a saída do seu trabalho na câmara, para levá-la e conversar com meu pai:

Pai de Ana: Olá boa tarde.

Diz o pai de Ana entrando na sala meu pai estava a ler o jornal na sala vimos pela janela um carro a se aproximar e descemos até a escada para ver quem era, meu pai levanta em atitude receptiva e o comprimentam:

Pai de Luiza: Boa tarde Sr. Deputado  Manuel. Que prazer receber, como esta?

Manuel: Ora Fernando quanta formalidade, me chame só de Manuel, somos amigos a tanto tempo.

Fernando: É que agora você é deputado, brincadeiras a parte, como vão as coisas.

Manuel: bem meu amigo, por sinal muito bem, estamos fortalecendo o vínculo com os Estadunidenses, que pretendem continuar com a forte exportação de Café Paulista.

Fernando: Isso soa como música para os meus ouvidos.

Meu pai e dono de uma das maiores fábricas de café de são Paulo, e me disse que um dia irá dominar o paladar global com seu café, que hoje tem foco para a exportação, por este motivo ele pega tanto no nosso pé para aperfeiçoarmos o Inglês e o Francês.

Manuel: Teremos um jantar em minha casa no mês que vem com o responsável pela relação política internacional, e você e sua família estão convidados.

Fernando: Que honra, considere aceito.

Ana: Papai! Que saudades.

Manuel: Minha querida vamos?

Ana: Sim. Boa noite.

Diz Ana ao cumprimentando meu pai.

Manuel: Boa noite.

Eu chego logo atrás de Ana.

Manuel: Bonne nuit petite Luiza!

(Francês, e em português: Boa noite pequena Luiza)

Luiza:Bonne nuit monsieur, comment allez-vous?

(Francês, e em português: Boa noite senhor, como está?)

Manuel:Eh bien, merci d'avoir demandé, je suis heureux que vous vous entraîniez.

(Francês, e em português: Bem, obrigada por perguntar fico feliz que tenha praticando.)

Luiza: Merci.

(Em português obrigada)

Manoel: Vamos Ana, sua mãe deve estar nos esperando. Obrigada Fernando pela hospitalidade com Ana.

Fernando: As portas estarão sempre abertas para Ana, sempre será bem vinda em nossa casa.

Ana e Manoel vão embora eu subo para tomar banho e me aprontar para o jantar, jantamos e faço a última revisão da redação rezo e vou dormir.



 


 







Notas Finais


739 palavras


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...