História A Vida de uma garota problemática - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Jeon Jungkook, Kim Namjoon, Kim Seokjin, Kim Taehyung, Min Yoongi, Park Jimin
Visualizações 61
Palavras 1.255
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Famí­lia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Lemon, Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 14 - Um relacionamento e uma tragédia


Fanfic / Fanfiction A Vida de uma garota problemática - Capítulo 14 - Um relacionamento e uma tragédia

Eu ja estava realmente caidinho por ela... Eu coloquei uma mão no bolso, tirei a caixinha e abri me ajoelhando, a mesma levou uma de suas mãos até a boca e eu vi as lágrimas começarem a escorrer.

Ketlyn Mantovani saiu meio enrrolado mas saiu (risos) você aceita me fazer o homem mais feliz do mundo ?

- Ai gente - ela estava chorando - claro que eu aceito meu amor - me abraçou - eu que vou acabar sendo a mulher mais feliz do mundo

- Eu te amo tanto Lyn, eu sei que fazem menos de 2 meses, mas o que eu sinto por você é real, e eu quero oficializar isso, antes que venha alguém e tome o meu lugar, eu adoro estar perto de ti, todo beijo teu é sempre melhor e inovador, e nesses dois dias que estamos aqui eu percebi o quão bom é acordar e te ter nos meus braços, ter você comigo de manhã é a melhor sensação e eu não quero nunca ficar sem você.

- Eu te amo tanto Suga - eu tinha tanto medo daquelas palavrinhas, mas agora saíram sem que eu percebesse - você fez eu me sentir outra pessoa, você me faz muito bem e eu não quero também pensar na hipótese de te perder

- E você não vai me perder

Ele ainda se encontrava com a caixinha das alianças na mão, até que ele colocou em meu dedo, e a aliança era linda demais, depois de admirar muito aquele anel em meu dedo eu logo tirei e li o que estava escrito lá dentro, e la estava escrito assim "11/10/2017 - Min Yoongi ♡" e na dele estava escrito o meu nome, eu realmente chorei, ele me ama de verdade cara, e eu o amo também, nunca senti nada parecido em relação ao que eu sinto por ele... Nós estavamos indo pro hotel, daqui dois dias era o aniversário do Chim, o Guk e o Hobi estavam planejando tudo pra fazer uma festinha surpresa pra ele aqui no Hotel mesmo, e eu ia falar com o pessoal da recepção pra ver se podia, e amanhã logo cedo eu vou atrás das coisas com o Suga pra fazer a festinha dele, e dois dias depois do aniversário dele era o meu, mas quem sabia disso além dos meus pais ? Ninguém, eu nunca tive uma comemoração de aniversário descente, meus pais sempre me davam dinheiro pra eu ir fazer alguma coisa, mas nunca me deram um "Feliz aniversário" nem nada, e eu estava pensando sobre isso enquanto voltava pra casa com o Yoongi, meu olhar ficou triste e ele percebeu.

- Ei meu amor, o que foi ? Não está feliz ? - segurou mais firme ainda a minha mão

- Não é isso, estou só pensando em algumas coisas 

- Quais ? - me fitava curioso - posso saber

- Nada demais amor - sorri fraco pra ele - não vamos estragar o nosso dia ta ? - levei sua mão até minha boca e a beijei ja deitando no ombro dele e o mesmo passou sua mão em volta de mim

- Só quero te ver bem - beijou o topo da minha cabeça

Chegando no hotel eu fiquei quietinha o resto da noite, e o Yoongi tentou novamente saber o que estava me deixando triste, eu via o olhar preocupado dele, mas ele apenas respeitava a minha decisão de não querer estragar o nosso dia e me abraçava forte, eu sorria fraco mas o que eu queria mesmo era chorar por não ter uma família de verdade, chorar por nunca ter tido uma festa de aniversário, por nunca ter recebido amor e carinho de ninguém, mas nesse momento eu devia estar feliz e dar carinho ao meu namorado, mas eu não estava fazendo isso, ao contrário disso eu estava fazendo ele ficar preocupado, eu estava sentada na cama e do nada eu deixei que aquelas lágrimas teimosas caíssem sem mais nem menos, ele viu.

- Ta, Lyn, eu entendo que você talvez não queira me contar, então vou chamar o Jin porque eu realmente estou ficando preocupado com você, a gente estava tão bem e agora você está chorando - ele se abaixou na minha frente - eu fiz algo de errado ? Não gostou da aliança ? Ou você não quer mesmo namorar co... - o interrompi

- Não diga isso, eu estou muito feliz com o pedido de namoro, estou mais feliz ainda por ser sua namorada, eu só estou mal por causa dos meus pais, é só isso, não quero que fique preocupado e nem que preocupe o Jin - sorri - por favor

Ele assentiu e me abraçou por alguns segundos, nós deitamos por volta das 23hrs e eu acabei dormindo bem rápido, não vi o que o Suga ficou fazendo ou se ele dormiu logo em seguida.

{...}

Eu não estava acreditando no que estava acontecendo, ele estava sendo encaminhado agora para o hospital, eu fui junto na ambulância e o Hobi foi com o carro avisar os meninos o que havia acabado de acontecer, na ambulância ele não estava dando sinal de vida, mas eu queria acreditar que eu simplesmente não sabia ver essas coisas, eu vi os enfermeiros tentaram reanimar ele, mas ele teve três paradas cardíacas, e os enfermeiros continuavam tentando e tentando, chegando no hospital eles tiraram a maca e correram com ele para uma sala com mais aparelhos e mais recursos, mas o coração dele ja não batia mais, e eu chorava igual uma condenada, porque eu ja sabia o que estava acontecendo, mas eu não estava acreditando nisso, e ainda por cima eles não deixaram eu entrar, eu fiquei ali sentada chorando com a cabeça baixa até sentir alguém me abraçar, era o Jin e eu o abracei e desabei mais ainda no ombro dele, porque isso estava acontecendo comigo ? E logo agora que a gente começou a namorar... depois de um bom tempo ali esperando um doutor chegou na sala de espera com uma prancheta em mãos.

- Quem são os familiares de Min yoon..yoongi, ta certo ? - português

- Somos nós, sim é Min Yoongi, como ele está doutor ? - me levantei ja me aproximando dele (português)

- Infelizmente ele não resistiu, após as três paradas cardíacas que ele teve, aqui na sala tentamos reanimar ele, mas o coração ja havia parado, não tivemos muito o que fazer, o corpo vai ser liberado amanhã por volta das 14hrs - ele simplesmente saiu

- Eu não acredito - eu chorava demais, meu rosto ja estava muito inchado e por mais que os meninos não tenham entendido o que ele falou, e nem eu dei a notícia completa, mas eles ja sabiam o que tinha acontecido

Todos choraram ali naquela sala de espera, mas resolvemos ir pro hotel, quando saímos do hospital tinha vários fotógrafos e várias pessoas ali, quando aparecemos eles ficaram tirando várias fotos e quando passamos pelo corredor que os seguranças do hospital fizeram para a gente poder passar, entramos no carro e fomos embora, eu só sabia chorar e chorar, o Jin me abraçava mas o que eu precisava mesmo era chorar sozinha, só eu e o meu choro, quando chegamos no Hotel eu ignorei tudo e todos e me tranquei no quarto, me joguei na cama com uma blusa do Yoongi na mão e a apertava contra o meu peito, o seu cheiro ainda estava ali o que me dava mais saudade ainda, e no meio desse choro todo eu acabei dormindo....

"Um dia bom e outro ruim..."




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...