História A Vida Dupla De Sofia Morris - Capítulo 4


Escrita por: ~

Visualizações 16
Palavras 850
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Festa, Ficção, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Ooiiii dei umas mudadinhas nos capitulos anteriores pra dar mais sentido a historia 😅
Boa leitura 😙

Capítulo 4 - Vou ou não ?


Fanfic / Fanfiction A Vida Dupla De Sofia Morris - Capítulo 4 - Vou ou não ?

Fui até ele e cutuquei seu ombro.

- oi Sofia ! (ele disse meio surpreso ao mim ver.)

- oi Ian… oque faz aqui ?

- só dando uma olhadinha…

- em joias femininas ??

- estava pensando em comprar uma pra minha namorada…

- mim engana que eu gosto !

- olha. Até que você apareceu em boa hora. Tenho uma proposta pra você sô

- diga.

- não aqui… você pode ir na minha casa hoje as 11 ?

- da noite ?

- sim.

- ian… não sei não…

- vamos dar um pouquinho de emoção na sua vida. Vai sofia… aceita.

- vou pensar. Talvez eu apareça lá.

- isso ai ! Você vai curtir. Tenho certeza !

- espero mesmo em.

Então saimos de lá. Ele foi dar umas voltas e eu fui de encontro com a Sibele que mim esperava na praça de alimentação com um sanduíche do tamanho do mundo, e um copão de sorvete.

- vamos logo Bele. Não quero mais ficar aqui.

- pra que a presa ? Mal chegamos.

- você pode vir aqui outra hora. Agora vamos logo !

Eu praticamente a pequei pelo braço e sai puxando ela até o estacionamento.

- Sofia. Oque está acontecendo ?

- Aquele cara Bele! É o Ian ele vai se enfiar em roubada!

- como assim ?

- te esplico depois.

- ok… ele é gato né ? Nem nos apresentou…

- claro que não né Bele !

- kkkk miga. Ele é seu crash ??

- oque? Não! quer dizer… Não sei…

- olha elaaaaaaaaa cheia dos Crashs kkkkk ficar sozinha por muito tempo derreteu seu celebro kkkk até onde mim lembro você era a durona coração de pedra kkkk.

- ele não é meu crush! Só um amigo. Vou na casa dele resolver umas coisas mais tarde. oque há de mal nisso ? Nada !

- quero ser madrinha.

- oque ? De que ?

- do casamento e dos filhos de vocês.

- Tá louca sibele ???

- kkkkkkkkkk tá ficando vermelhinha Sofia ??? Kkkkkkkkkkk

- NÃO!!! Vamos embora logo! Chega desse papo.

Depois que a Sibele finalmente conseguiu parar de rir entramos no carro e ela deu a partida. Colocando uma música pra tocar logo em seguida.

- quer ir pra onde Sô ?

- não sei. Estou com fome, Não comi nada ainda. Se quiser, pode ir mim deixar lá em casa.

- não. Você vai pra MINHA casa. A gente aproveita e faz uma decoração tumblr no meu quarto.

- tudo bem então. RS

Curtimos as músicas durante todo o trajeto e quando chegamos na casa dela. Ela estacionou o carro na garagem e entramos. a Madalena foi logo nos receber.

- oi Mada.

- olá senhorita Morris. Quanto tempo.

- só Sofia por favor.

- como preferir Sofia.

- tô com fome Mada.

- e quando você não está Sibele? Kkk o almoço Já está proto jaja eu sirvo vocês.

- obrigada Madalena.

Ela deu um sorriso meio de lado e saiu limpando a mão no avental. Deixei minha bolsa no cabide e subimos pro quarto dela. Ele era enorme e todo branco com todos os detalhes em vários tons de rosa. A gente deitou na cama olhando pro teto cheio de pisca-pisca.

- mim fale oque você fez quando fiquei de castigo ?

- nada. Fiquei de castigo junto com você… Passei os dias aqui no meu quarto ligando pra sua casa.

- kkkk tadinha… Ela não vive sem mim né ?

- não idiota. só liguei pra saber se estava viva.

- sei kkk

- é serio !

- kkk ok !

- vamos comer ?

- vamos.

Depois de ter comido e passado o resto do dia com ela, redecorando aquele quarto no tema de unicornio fui pra casa. Ao chegar lá vi meu pai decer da escada todo arrumado falando ao celular. Quando mim viu tratou de ir logo conversar com migo.

- oi filha ! Como foi o dia ?

- bem Pai. É… onde vai ?

- estou indo no aeroporto com sua mãe. Vamos passar a noite pra lá. Vê se se comporta beleza ?

- tá pai. Vou mim comportar…

- espero mesmo. Já jantou ?

- sim. Vou subir pro meu quarto.

- tchau-Tchau.

Subi as escadas correndo. Entrei no meu quarto e tranquei a porta. Então mim joquei na cama. Aquilo não daria certo. Ou daria ? Eu poderia ir na casa do Ian, ajudar ele, e voltar pra casa. Ninguem descobriria nada. Eles passariao a noite fora. Não teria como mim pegarem. Talvez… só talvez… seria uma boa adrenalina. Uma emoção a mais na minha vida. Mais é errado ! Não posso fazer isso ! Porque roubaria ? Eu já tenho tudo e mais um pouco. Que sentido há nisso ?

Droga eu não sei oque fazer !

Nesse momento o celular toca. Dei uma olhadinha na tela acesa. Era o Ian.

- oi…

- Sofia?

- sim ?

- já desidiu se vai ou não nos ajudar ?

 - sim. Já decidi !



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...