1. Spirit Fanfics >
  2. A Vida é Mais do Que Sobreviver - Woosan >
  3. Um novo amigo

História A Vida é Mais do Que Sobreviver - Woosan - Capítulo 3


Escrita por: beomsgirll

Notas do Autor


Gatilho: ansiedade.

Capítulo 3 - Um novo amigo


    Era domingo e Hongjoong resolveu ir ao park, como de lei fiquei para estudar, ou pelo menos tentar.

Cálculos, fórmulas, regras, folhas arrancadas... senti uma lágrima escorrer pelo meu rosto e pingar sobre as anotações que tinha feito. Estava ficando tenso, senti um calafrio e comecei a tremer. Não era frio, era medo! Começaram a passar vários pensamentos de preocupação na minha cabeça, notas baixas, recuperação, reprovação, não me formar, não ter um futuro... como eu iria sobreviver? Era difícil de respirar e conseguia sentir fortes palpitações, mas nada ali parecia real.

Senti meu celular vibrar no bolso, por um momento não conseguia ter reação alguma, era impossível atender o telefone. Quando consegui me estabilizar um pouco, a chamada já tinha ido para a caixa postal mas por minha sorte retornaram. Era um número desconhecido, mas com todo o desespero que estava sentindo, atender aquela ligação e pedir ajuda era o melhor a se fazer.

- So-socorro. - Foi a única palavra que consegui dizer com a voz afobada pelo choro.

- Wooyoung? Você está bem? - Responderam do outro lado da linha.

- Não, m- me ajuda... San? - Completei reconhecendo a voz.

- Sim, sou eu. Agora só me escuta ok?... Quero que você siga minhas instruções, vou contar até quatro e você vai inspirar, depois mais quatro para segurar o ar para finalmente  expirar lentamente o ar pela boca.

San ficou na ligação fazendo a contagem para que eu fizesse os exercícios de respiração, o que me fez me acalmar bastante.

- Consegue falar Woo?

-Sim.

- Ótimo, me diga cinco coisas que você pode ver.

- Livros, caderno... mesa, garrafa, parede.

- Muito bem, agora quatro coisas que você pode tocar.

- O celular, meu casaco, óculos...

- Vamos lá, só falta um!

- A mesa de novo.

- Isso isso, me fale três coisas que você pode ouvir.

- Pássaros, os carros na rua e você.

- Duas que pode cheirar?

- O amaciante da minha blusa e o livro novo.

- Quase lá, um gosto que você pode sentir?

- Chiclete... de menta.

- Perfeito, continue a respirar fundo... Estou na porta Woo.

- An? Espere.

Desliguei o telefone confuso e abri a porta para San. O mesmo perguntou se realmente estava melhor e me deu um abraço de urso. O abraço mais reconfortante que já tive. Passei meus braços pela cintura de San e o maior aconchegou seu pescoço no meu ombro. Pude sentir o cheiro amadeirado de seu perfume, sentia também a sua respiração calorosa. Sua energia era boa, e me fazia querer ficar com ele para sempre.

San afastou seu pescoço, e ainda abraçados ele olhou nos meu olhos e disse...

- Você anda cheio de preocupações né Woo? Deixe-me lhe mostrar que a vida é mais do que sobreviver?

   Senti uma sensação de felicidade e conforto repentinos, e fiz um sinal de afirmação com a cabeça, fazendo com que San voltasse a colocar seu pescoço contra ao meu novamente. E assim ficamos, abraçados, aproveitando a presença um do outro em um mundinho só nosso.


Notas Finais


Oi anjos, estão gostando da fic? Vou att uma vez por semana, caso eu esteja com um tempo livre venho aqui mais vezes. Se cuidem 🥰


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...