História A Vida é Mais Que Uma Rotina - Capítulo 72


Escrita por:

Postado
Categorias Originais
Tags Seventeen
Visualizações 4
Palavras 920
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 72 - Meu antigo diário


Depois do almoço Joshuan foi conversar com Rebeca para saber melhor dessa história, eu resolvo mexer em uma das minhas caixas antigas, acho meu antigo diário, sento em um canto da parede para ler, eu amava desenhar e queria ser médica, eu queria ter uma família, eu tenho uma, eu escrevia muito, estou nas primeiras páginas do meu diário e já lembrei de muita coisa, coisas que me deixavam tristes e coisas que me deixavam feliz, nunca mais coloquei os fones de ouvido, continuei lendo, e vi uma lembrança que eu não queria de jeito nenhum lembrar, quando eu era criança estava no carro dos meus tios, um caminhão tombou e vários carros bateram, vi meus tios morrerem quando eu tinha 6 anos, eu fiquei perdida no meio dos carros, fecho os olhos e vejo tudo, pessoas gritando, o som dos médicos, as lágrimas escorrem e eu resolvo fechar o diário, tive que fazer anos de terapia para esquecer isso, levanto e resolvo me deitar, eu apago, acordo com Joshuan passando a mão no meu rosto, ele sorri para mim, eu levanto e resolvo tomar um banho, saio me visto e vou para a varanda, coloco meus fones no máximo e escuto Annie Lennox - I Put a Spell On You, sempre escutava quando lia livros de romance e quando eu queria pensar um pouco, sou arrancada dos meus pensamentos por Joshuan:
              - Amor?
              - Oi
              - Tudo bem?
              - Tudo sim
              - Você não me parece bem, sumiu a tarde toda
              - Precisava de um tempo
              - Vamos jantar?
              - Sim
              Vamos comer, Rebeca está bem animada, sentimos falta de Gabi, ela não quis voltar, disse que ia passar mais uma semana lá, tudo bem, comemos pizza, eu começo a espirrar e resolvo tomar meu remédio para alergia, ele sempre me dá muito sono, quando terminamos de comer vamos assistir um filme, eu apago no sofá, não consigo assistir divertidamente completo, acordo na cama ao lado de Joshuan, é 5:00, resolvo fazer uma trança boxeadora, meu cabelo já está no ombro, coloco um short de caminhada acima da metade da minha coxa, ele é preto e coloco uma camiseta azul marinho com um sapato preto, pego meu celular e meus fones, deixo um recado ao lado da cama avisando Joshuan que vou correr, saio e coloco meus fones no máximo, dessa vez escutando Sia - Salted Wound, as pessoas não estão na rua, corro bastante, vou até o local da batida, meu coração está quase saindo pela boca, começou a tocar Annie Lennox, a mesma músicas que eu estava escutando ontem, foi a mesma que estava tocando no rádio dos meus tios no momento que eu fiquei sozinha, vem na minha cabeça as lembranças, eu começo a chorar, começa a chover, essa música é minha favorita, mas ela me trazia coisas ruins, eu corro de novo, corro até em casa, a chuva aumenta e a música continua, resolvo lembrar dos livros de romance que eu lia, mas a lembrança ruim não vai embora, essa música é pra ser uma música bonita que me lembra coisas boas não ruins, me sinto sufocada, eu chego em frente de casa, fecho os olhos, depois que eu percebi que o local da batida não era longe de casa, fico ali parada na frente do porta, resolvo entrar pela garagem, são 6:15, entro no quarto meio molhada e com frio, ainda com os fones de ouvido, agora estou escutando Guns N' Roses - Don't Cry, essa música me faz querer chorar mais, escorrego pela porta e sento no chão, colocando as pernas contra o peito e a cabeça nos joelhos, sinto as mãos de Joshuan tocarem as minhas, ele está com o olhar carinhoso, ele me ajuda a levantar e eu tomo um banho, conto a história inteira pra ele, eu não queria que ele ficasse sabendo, mas foi bem melhor eu dormi nos seus braços, quando eu acordei resolvi colocar os fones novamente, dessa vez Laura Welsh - Undiscovered, quando desço as escadas tem um homem meio velho, ou ele pode ser novo e estar acabado, tinha uma mulher com cara de autoridade, pareciam estar conversando tranquilamente com Joshuan, Rebeca estava com suas coisas, esqueci de perguntar o que ele tinha resolvido, mas acho que descobri, vou diretamente para cozinha, vejo o cara meio acabado dar um abraço no Joshuan, coloco um copo com água, tomo dois goles e fico passando o dedo na borda pensando nas coisas que passei, Joshuan tira com carinhos os meus fones:
               - Como está Cat?
              - Bem, o que resolveu?
              - Liguei para os pais dela e conversei com eles, por incrível que pareça eles aceitaram numa boa
              - Que bom, como se sente?
              - Bem e com saudades das maluquices de Gabi
              - Também sinto falta dela, mas ela quer ficar na avó
              - Vem vamos fazer alguma coisa
              - O que?
              - Não sei
              Resolvemos fazer uma viagem, estamos programando,mas não decidimos se vamos para Veneza ou Los Angeles, ou para algum outro lugar, ele fecha o pc e resolve me beijar, ficamos só nos beijos, é bom, ele para e olha pra mim, seus olhos tem um tom misterioso, eu não curto muito, eu não gosto de ficar sem saber de alguma coisa nele, seu sorriso é assustador, tão branco, seus dentes parecem tão afiados, uma das mechas do seu cabelo cai, tão macio, os lábios dele são tão carnudos, um desenho perfeito, ele volta a me beijar e eu me perco em desejo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...