1. Spirit Fanfics >
  2. A vida me levou até você >
  3. Cap.6

História A vida me levou até você - Capítulo 6


Escrita por:


Notas do Autor


Oi gente, cap novo pra vcs, espero que gostem


BOA LEITURA!!!!!

Capítulo 6 - Cap.6


Assim que chegamos na Hatake, Naruto estacionou o carro, descemos, eu peguei Himawari no banco de trás e o loiro tirou o carrinho de bebê do porta mala, o abriu, eu coloquei Hima deitada nele, peguei sua bolsa, e entramos na empresa, passamos pela recepção.

 -  Boa tarde Konan, sabe onde está o pessoal? -  Naruto perguntou.

 -  Boa tarde Naruto, oi Hinata!  - a moça de cabelos roxos nos cumprimentou sorridente.  - Estão todos na sala de reunião - ela respondeu.

 -  Ok, obrigado Konan  - Naruto disse, e fomos para o elevador, subimos para a sala de reunião, chegamos no andar logo indo para a sala, assim que entramos estavam todos ali.

 -  Ora, ora os desaparecidos chegaram!  - Gaara disse sorridente.

 -  Qual o problema de vocês para não atenderem esse celular?  - Ino disse visivelmente brava.

 -  Problema nenhum, apenas nos distraímos no almoço! Mas agora estamos aqui, pode começar a contar para que essa reunião?  - Naruto disse.

 -  Bom, como vocês sabem, nós fomos ao médico hoje -  Sakura começou.

 -  Sim, e o que ele disse? -  eu disse curiosa.

 -  ESTAMOS GRÁVIDOS!  - todos disseram juntos.

 -  O que? -  Naruto disse assustado ao meu lado.

 -  Isso mesmo que você ouviu loirinho, sentimos informar, mas Hima não é mais a caçula do grupo!  - Temari disse abraçada ao noivo.

 -  Uau gente, parabéns!  - eu disse sorrindo, fui abraçar as meninas começando por Tenten.  - Eu disse, não disse? - eu falei no ouvido dela, ela me olhou sorrindo.  - Como você está? - perguntei.

 -  Assustada, sem saber o que fazer, mas tranquila, Neji ficou bem feliz quando soube!  - ela confessou alegre, sorrimos cúmplices, e eu fui cumprimentar o resto das meninas.

 -  Vem cá, vocês decidiram fazer um surubão e nem me chamaram?  - Naruto perguntou, fazendo todos rirem.

- Seu idiota- Ino disse rindo

 - E se tivéssemos feito, não ia ter como te chamar, afinal, você é o único solteiro do grupo. Mas tecnicamente, os bebês foram feitos em meses de diferença.!  - Sasuke disse.

- Pelo andar da carruagem, não vai ser solteiro por muito tempo- Tenten disse maliciosa, olhando pra mim.

 -  Quem é a mais velha? -  perguntei, ignorando a frase dela.

 -  Sakura, depois a Ino, eu, e por último Tenten -  Temari explicou.

 -  O importante é que teremos muitas crianças para mimar, e Hima vai ter muita gente para brincar!  - eu disse abraçando as meninas.

 -  O único que não ficou muito feliz com isso foi o Kakashi -  Neji disse olhando para o chefe.

 -  Feliz eu fiquei, só vou me sentir ainda mais velho quando essas crianças nascerem, eu vi esses moleques entrarem na faculdade, sem nem saber o que queriam da vida, e agora já são pais de família, quando tempo eu dormi?  - o grisalho disse divertido, e nós rimos do seu lamento.

 -  Bom o cabelo branco você sempre teve!  - Gaara disse rindo.

 -  É assim que se demite um funcionário!  - Kakashi disse.

 -  Ele ficou tristinho, chefinho fica assim não, você é velho, mas a gente te ama!  - Ino disse rindo, o grisalho revirou os olhos, rindo logo depois.

 -  Mas vamos falar sério agora?  - Kakashi disse, e todos assentimos.  - Preciso saber quem vai pode viajar para vistoriar a obra em NY, e em Washington?  - o mais velho disse.

 -  Bom segundo o médico todas nós podemos viajar sem problema algum -  Sakura explicou.

 -  Certo, então faremos assim Sasuke, Sakura, Tenten e Neji vão amanhã para NY, Gaara, Ino, Temari e Shikamaru vão para Washington. Naruto sei que você ainda está de licença, mas vou te mandar uns projetos quero que dê uma olhada, e organize o que falta, pode fazer isso em casa mesmo, e depois me mande. Hinata você já pode começar a trabalhar, já conversei com a equipe administrativa, eles estão te esperando, quando seu diploma sair, acertamos o seu contrato de trabalho!  - Kakashi finalizou, todos concordamos. - Bom estamos acertados, por hoje vocês estão dispensados! - o grisalho falou.

 -  Que milagre esse ja liberando a gente mais cedo? -  Temari perguntou.

 -  Bom, além de que a maioria de vocês vai fazer uma viagem amanhã cedo, o dia foi cheio de surpresas!  - Kakashi começou. - Além disso eu tenho um encontro hoje a noite - ele confessou.

 -  Não acredito, finalmente convidou Kunerai para sair? -  Sasuke perguntou.

 -  Quem é essa já? -  Ino perguntou.

 -  Uma amiga antiga de Kakashi que ele sempre gostou, mas quando ela foi estudar fora eles perderam o contato, e agora ela voltou faz uns meses, e ele tava se escondendo -  Neji explicou.

 -  Sim todos precisam saber da minha vida? -  o grisalho disse emburrado.

 -  Só queremos saber quem é a futura Sra. Hatake -  Sakura falou sorrindo.

 -  Tenho que parar de dar muita informação para esses meus funcionários!  - Kakashi disse e todos rimos.

-  Ahh, para Kakashi, somos bem mais que funcionários! -  Ino disse, o grisalho respirou fundo e concordou com a cabeça.

 -  Gente posso fazer uma pergunta? Aproveitando que estamos nessa rodada de  fofoca? - eu disse.

 -  Pergunte -  Kakashi falou.

 -  Eu conversei com Tsunade hoje mais cedo, ela me pareceu um pouco triste, sabem porque? -  eu perguntei.

 -  Ahh, Jiraiya deve está na cidade! -  Kakashi falou.

 -  Quem é Jiraiya? -  perguntei.

 -  Meu padrinho? -  Naruto perguntou

 -  É o amor de infância de Tsunade, mas aqueles cabeças duras nunca se declaram um pro outro, resumindo ela se enfiou nos estudos, ele se envolveu com outra mulher, e se casou! -  Kakashi explicou.

 -  Mas a esposa dele morreu faz uns anos, e eles nunca tiveram filhos, e agora ele voltou para Konoha de vez -  Naruto falou.

 -  Ele veio de vez mesmo? -  Shikamaru perguntou.

 -  Dizendo ele que sim, disse que não tem porque continuar na Itália -  Naruto respondeu.

 -  E se fizéssemos esses dois se acertarem? -  Sakura sugeriu.

 -  Não sei não, se vocês me acham cabeça dura, aqueles dois são piores que eu! -  Kakashi disse.

 -  Não custa tentar -  Tenten incentivou.

 -  Vamos fazer assim, quando voltarmos de viagem vemos o que fazemos? -  Temari propôs, e todos concordamos.

 -  Ótimo, estamos acertados -  Kakashi disse. - Só queria saber em que momento saímos de projetos de construção civil, para a vida amorosa, e o pior virando cupidos?! -  o grisalho disse e nós rimos. Conversamos mais um pouco, quando estávamos saindo da sala de reunião Himawari acordou.

 -  Isso que é sono pesado! -  Shikamaru disse pegando a bebê do carrinho de bebê, ela aceitou tranquila o colo do moreno.

 -  Vamos concordar que ela tem a quem puxar! -  Sakura disse rindo,

 -  Eiiiii, eu não sou assim não -  Naruto disse emburrado, todos rimos, entramos no elevador, assim que chegamos no hall do prédio cumprimentamos a recepcionista, e saímos da empresa.

 -  Hina -  Naruto me chamou, me virei para ele.  - Passo para te pegar sábado às 8 horas, tudo bem? -  ele perguntou.

 -  Claro, até lá -  eu disse sorrindo, caminhei até o carro com Neji e Tenten, e ele seguiu para o seu com Himawari. Assim que entrei no carro a pergunta logo veio.

 -  O casal vai sair sábado é? -  Neji perguntou.

 -  Vocês são horríveis! -  eu disse fingindo aborrecimento.

 -  Nós não, ele que falou na nossa frente, só queremos saber o que vocês marcaram? -  Tenten disse.

 -  Ele me convidou para jantar -  eu disse logo.

 -  Huumm, só vocês, ou a Hima vai também? -  Neji perguntou.

 -  Só nós dois -  eu respondi.

 -  Até que enfim, achei que ele ia usar a filha para sempre! -  Tenten disse rindo.

 -  Amor tem coisas que ele não ia poder fazer com Hima do lado! -  Neji disse malicioso.

 -  Credo Neji -  eu disse envergonhada.

 -  Credo o que? Ora por favor Hina, você já é bem crescidinha, só tome juízo! -  meu primo disse, eu logo mudei de assunto, e fomos conversando assim até em casa, logo que chegamos eu fui para meu quarto estudar para a minha defesa que seria na segunda feira.

No dia seguinte Tenten e Neji viajaram para NY e eu fiquei em casa praticamente o resto da semana, eu e Naruto trocamos mensagens todos os dias, era incrível como sempre tínhamos assunto, eu estava ansiosa para que o sábado chegasse logo, sentia que esse jantar seria incrível.

Na sexta feira eu estava em casa, treinando minha apresentação para a defesa de TCC,  quando meu telefone tocou, peguei o aparelho em cima da mesa de cabeceira do meu quarto, vendo o número de Neji na tela, logo atendi.

 -  Oi primo -  eu disse.

 -  Oi Hina, tô ligando para avisar que tô embarcando, daqui uma hora estamos chegando em Konoha, pode ir nos buscar no aeroporto? -  Neji falou.

 -  Claro, vou me arrumar e vou para o aeroporto -  eu disse, olhando no relógio vendo que eram sete da noite.

 -  Ok, até mais então! -  Neji disse, nos despedimos, e desliguei o telefone.

Entrei no banheiro, tomei um banho rápido, logo sair enrolada na toalha, fui até o guarda roupa vesti um short floral azul clarinho, uma blusa azul, de alças, e uma jaqueta jeans branca, calcei uma sapatilha preta, amarrei meus cabelos em um rabo de cavalo alto, passei meu perfume, depois de pronta peguei minha bolsa e meu celular, desliguei meu notebook, saindo do quarto fui até a cozinha fiz um lanche rápido, peguei as chaves de casa e do e carro e sai de casa, entrei no elevador indo para a garagem, entrei no carro já o ligando e saindo para o aeroporto, assim que cheguei estacionei, saindo e trancando o carro, entrei no aeroporto, fui até o painel vendo o horário de chegada do voo de Neji, ainda faltava uns vinte minutos até ele chegar, aproveitei para olhar algumas lojinhas que tinha por ali, quando deu a hora fui para o portão de desembarque, e logo Neji e Tenten saíram, ele carregando duas malas.

 -  Boa noite Hina -  Tenten disse sorridente, veio até mim, me abraçando.

 -  Boa noite, e aí como foi a viagem? -  eu perguntei, abraçando Neji também.

 -  Tirando Tenten querendo jogar umas das aeromoças pela janela, foi ótima! -  Neji comentou, enquanto caminhávamos para fora do aeroporto.

 -  E qual o motivo da revolta? -  perguntei, mesmo sabendo o motivo, Tenten era ciumenta, e qualquer mulher que olhasse tempo demais para Neji era motivo o suficiente para ela se irritar, e Neji não era diferente.

 -  Aquela criatura dando em cima de Neji na minha cara! -   a morena se justificou.

 -  Amor, eu já disse que você não deve se estressar com isso, faz mal para o bebê! -  meu primo argumentou.

 -  E queria que eu fizesse o que? Deixasse ela sentar no seu colo? -  ela perguntou emburrada quando chegamos no carro

 -  Primeiro que se ela tentasse, eu não deixaria, e segundo ela não me interessa nenhum pouco, sou muito bem casado! -  Neji disse guardando as malas no porta malas.

 -  E tem amor a vida -  eu brinquei.

 -  Muito amor a vida! -  Neji complemento sorrindo.

 -  Ten, Neji tem razão, você não pode se estressar principalmente no seu estado -  eu disse.

 -  Eu to grávida não doente! -  ela disse emburrada entrando no carro, nós rimos, eu dirigir até o prédio, fomos conversando sobre a viagem, como foram as coisas em NY, a festa que meus tios fizeram ao saberem que seriam avós, e fomos assim até o prédio, chegamos, subimos para o apartamento.

 -  Hina como estão as coisas por aqui? Sua defesa está pronta? -  Neji perguntou enquanto estávamos na cozinha eles estavam lanchando.

 -  Sim, está tudo certo, mas quero que vocês vejam e me digam o que acham -  eu disse.

 -  Certo, amanhã não temos trabalho, podemos fazer isso -  Tenten disse, e eu assenti. - E o jantar com o Naruto de amanhã tudo certo também? -  ela perguntou.

 -  Sim, sim, um pouco ansiosa, mas é normal -  eu confessei.

-  Fique tranquila, vai ser um ótimo jantar tenho certeza! -  Neji disse se levantando. - Eu vou tomar um banho, você vem amor? -  perguntou para a esposa.

 -  Já vou querido, vou só ajudar Hina a limpar a cozinha -  Tenten respondeu, ele assentiu, e foi para o quarto.

 -  E aí Ten, como estão as coisas? -  perguntei começando a lavar a louça.

 -  Com Neji perfeitas, ele está ainda mais carinhoso e atencioso, verdadeiramente meu marido é perfeito! -  ela disse sorrindo.

 -  Mas? -  eu continuei.

-  Falei com meus pais…  - ela disse um pouco triste.

-  Eles não aceitaram bem? -  perguntei e ela assentiu, os pais de Tenten nunca viram com bons olhos a relação dela com Neji, queriam que a filha se casasse com um filho de um amigo deles que era candidato ao senado, mas Tenten deixou tudo para ficar com meu primo.

 -  Eles disseram que deixei de ser filha deles no momento que casei com Neji…  - ela disse.

 -  Neji sabe disso? -  perguntei.

-  Sim -  ela respondeu.

-  O que ele disse? -  perguntei preocupada, ela sorriu, e eu sabia que meu primo tinha sido perfeito.

 -  Ele foi perfeito, como sempre, disse que estará sempre comigo, e que se essa criança é uma Hyüga, assim como eu -  ela falou.

 -  Você sabe que estamos todos ao seu lado não sabe? Que pode contar comigo sempre? -  disse cúmplice.

 -  Eu sei, os pais de Neji me disseram a mesma coisa -  ela contou. - Eu estou tranquila quanto a isso, sei que tenho meu marido, a família e os amigos, e essa criança que vai nascer vai ser muito amada, e isso é o que importa -  ela disse sorrindo, conversamos um pouco, já pensando sobre o enxoval do bebê, a decoração do quarto, posso dizer que estávamos empolgadas, depois que limpamos a cozinha ela foi se deitar, e eu também, entrei no quarto, tomei um banho rápido, vesti uma camisola e fui me deitar, logo caindo no sono.

Acordei na manhã seguinte com o barulho do despertador, me levantei indo para o banheiro tomar banho e fazer o restante da minha higiene pessoal, vesti com um short levinho e uma blusa de manga de algodão, calcei uma sandália de enfiar o dedo, amarrei meus cabelos num coque frouxo, sai do quarto indo para a cozinha, encontrando Tenten fazendo o café.

 -  Bom dia Ten -  eu disse assim que entrei na cozinha.

 -  Bom dia Hina. Quer panquecas? -  ela perguntou.

 -  Claro, cadê Neji? -  perguntei me sentando para tomar café.

 -  Está dormindo, pelo visto a viagem o cansou mais do que pensamos -  ela disse se sentando ao meu lado. - Vai fazer alguma coisa agora de manhã? -  me perguntou.

 -  Não, porque? -  eu disse.

 -  Estava pensando em sairmos agora de manhã, queria passar em algumas lojas -  ela disse.

 -  Vamos, eu ia adorar, começar a montar o enxoval no meu sobrinho! -  eu disse sorridente, ela sorriu de volta. - Já pensaram em nomes? -  eu perguntei, mesmo sabendo que é cedo.

 -  Sim, se for menino será Tenji, se for menina Pérola -  Tenten disse.

 -  Lindos os nomes! -  eu disse sorrindo.

 -  Só falta saber o que é -  ela disse rindo. - Vou fazer a primeira ultrassonografia terça feira -  ela contou.

 -  Achei que já tivesse feito! -  eu disse.

 -  Não, só fizemos o exame de sangue -  ela contou, e logo Neji entrou na cozinha, vestindo uma calça de moletom cinza, e uma regata preta.

 -  Bom dia! -  ele disse, me deu um beijo na testa, indo até a esposa lhe dando um selinho, se ajoelhou dando um beijo na barriga da esposa, depois se juntou a nós para tomar café.

Depois que comemos ele arrumou a cozinha, e nós duas fomos nos arrumar para sair, eu escolhi um vestido longo marrom claro e branco, quadriculado, de alças, com um laço da região do decote, calcei uma sapatilha marrom, deixei meus cabelos soltos, passei meu perfume, peguei minha bolsa e meu celular saindo do quarto, cheguei na sala, logo Tenten veio logo depois usando um vestido branco com três faixas azuis, um na barra, uma no meio da saia, e uma no decote do vestido tomara que caia, e um laço branco de destacava na cintura, os cabelos em uma trança lateral.

-  Vamos? - ela disse, eu assenti.  - Amor nós já vamos, não vamos demorar, trazemos o almoço da rua! -  ela disse, Neji saiu do escritório.

-  Ok, qualquer coisa me liguem! -  ele disse entregando a chave do carro para a esposa, e lhe dando um selinho, piscou para mim sorrindo, e voltou para o escritório.

Nós duas saímos, passamos a manhã toda no shopping, vimos e compramos muitas coisas para o bebê, quando deu meio dia, passamos em um restaurante, compramos o almoço, e voltamos para casa, almoçamos com Neji, depois de comermos, arrumamos tudo, e fomos para a sala, eu fiz minha apresentação da defesa para eles, que ajudaram a ajustar alguns pontos da defesa, depois disso eles foram descansar, e eu também, mas não por muito tempo, tinha que me arrumar para o jantar com Naruto, sair com Tenten me ajudou a não passar o dia pensando e ansiando por esse jantar.

Quando deu a hora me levantei indo para o banheiro, tomei um banho demorado, lavei meus cabelos, fiz uma esfoliação na pele, não precisei de depilação, fazia laser, sai do banho, sequei meus cabelos fazendo cachos nas pontas, fiz uma maquiagem de noite não muito pesada, sai do banheiro indo até o guarda roupa, escolhi uma lingerie branca de renda, optei por um vestido branco todo rendado, soltinho da cintura para baixo, até a metade das coxas, manga comprida flare, decote em “v”, e abaixo dos seios um cinto cravejado de brilhante, dando destaque a cintura, calcei um sapato scarpin nude meia pata salto 15 de solado vermelho, usei bastante meu perfume, me olhei no espelho procurando algum defeito no meu visual não encontrei, peguei minha carteira branca, colocando chaves dinheiro, documentos e celular, sai do quarto, quando recebi uma mensagem de Naruto dizendo que já estava me esperando, sorri, respondi que já estava indo, quando cheguei na sala, Neji e Tenten estavam no sofá, ela abraçada ao marido com o rosto enterrado no pescoço dele, que ria, vendo um filme que me pareceu de terror.

 -  Amor, você pediu para ver o filme, e agora está com medo! -  meu primo disse divertido.

 -  Eu não sabia que dava tanto medo! -  ela disse.

 -  Amor é IT, você queria o quê? -  ele perguntou, eu ri da cena, era sempre assim, Tenten tentava dar uma de durona quando o assunto era filmes de terror, mas o final era sempre o mesmo, antes da metade do filme ela estava com a cabeça enterrado no pescoço de Neji.

 -  Eu pensei que essa mania já tinha acabado! -  falei, e Neji pausou o filme, e ambos me olharam.

 -  UAUUUU -  Neji disse.

 -  Tá um arraso Hina, vai deixar um loiro babando! -  Tenten disse rindo de canto.

- Vai matá-lo isso sim! - disse Neji rindo.

-  Parem vocês! -  eu falei sem graça.  - Eu já vou indo, Naruto já está me esperando, não me esperem -  eu disse já saindo na porta.

 -  Euu?? Não tô a fim de virar a noite acordado! -  Neji disse, eu mostrei a língua para ele, que fez o mesmo, e depois caímos na gargalhada. Fechei a porta, indo para o elevador, desci, quando cheguei na portaria, logo vi o carro do loiro na porta, caminhei em sua direção, Naruto desceu do carro, abrindo a porta para mim.

 -  Boa noite Hina, você está divina! -  ele disse sorrindo.

 -  Boa noite Naruto, não é pra tanto. -  eu disse tímida.

 -  É sim, você está simplesmente deslumbrante! - ele disse sorrindo.

 -  Você também! -  eu disse vendo ele vestido uma calça jeans azul-marinho, uma blusa social azul clara, com os três primeiros botões abertos, e um terno esporte fino azul-marinho, o sapato social preto.

-  São seus olhos - ele disse e piscou pra mim, entrei no carro, ele fechou a porta e foi até a porta do motorista entrando, e seguimos para o restaurante, que ficava um pouco afastado do centro da cidade, era um local tranquilo e bonito.

Assim que chegamos fomos levado até nossa mesa, na sacada do segundo andar do restaurante, um lugar bem reservado, decorada com rosas brancas e velas, dando um ar romântico ao local, Naruto puxou a cadeira pra eu me sentar, e se sentou na minha frente.

 -  E aí gostou? -  ele perguntou, enquanto eu observava encantada.

 -  É lindo Naruto! -  eu falei.

 -  Que bom que gostou, queria que fosse uma noite especial -  ele disse sorrindo.

-  Já é especial só por você está aqui comigo! -  eu declarei, ele sorriu segurou minha mão beijando a costa.

-  Especial é você Hina, entrou na minha vida e eu já não me enxergo ela sem você, por mais precipitado que seja, eu sinto que há um sentimento entre nós, se você sentir o mesmo, eu queria muito viver isso ao seu lado -  ele se declarou me olhando nos olhos. - Eu sei que tenho uma filha, e que….. - coloquei minha mão em seus lábios, não deixando terminar.

 -  Eu nunca pensei que Konoha fosse me trazer algo tão grande, quanto o que eu sinto por você, quando te vi a primeira vez senti algo que eu não sei explicar, foi algo tão forte que me fez arrepiar inteira, e confesso que quanto mais eu te conheço maior esse sentimento e eu quero viver ele ao seu lado, e ao lado de Himawari, porque se amor a primeira vista existe, com certeza aconteceu comigo quando te vi, e quando a vi! -  eu declarei, nunca desviando nossos olhares, queria que ele visse no meu olhar que cada palavra dita por mim vinha do meu coração, e sei que pelo sorriso que ele me deu ele entendeu.

Nesse clima passamos todo o jantar sentindo aquele clima agradável, a conversa que cativava, o carinho que fluía entre nós, nesse sentimento forte que nós levava sempre um de encontro ao outro.

No fim do jantar, decidimos dar um passeio pelo parque da cidade, caminhamos de mãos dadas até a frente do lago que ficava ali, sentamos em um banco apenas curtindo aquele momento, um vento frio passou por nós, me fazendo estremecer, Naruto tirou o terno, colocando no meu ombro, me puxou de encontro ao seu corpo, apoiei minha cabeça em seu ombro, e pousei minha mão em seu peitoral, ele me envolveu em seus braços fortes, e não havia mais frio ali, ficamos assim em silêncio abraçados, apenas sentindo o calor do outro, ouvindo a respiração e as batidas do coração.

 -  A noite está linda, perfeita! -  eu quebrei o silêncio.

 -  Linda e perfeita é você! -  Naruto disse beijando o topo na minha cabeça, levantei a cabeça olhando nos seus olhos, aproximamos nossos rostos, ficando a centímetros um do outro, ele roçou nossos lábios, colando um no outro logo em seguida em um beijo calmo, ele pediu passagem com a língua, que eu cedi imediatamente, no começo apenas sentíamos um ao outro, saboreando e explorando um a boca do outro, quando o ar fez falta nos separamos, recuperando o fôlego, abrimos os olhos, fixando nossos olhares, logo nossas bocas se colaram novamente, dessa vez mais intenso, levei minhas mãos para seus cabelos, emaranhado meus dedos em seus fios macios, ele me puxou mais para ele, me apertando contra seu corpo forte, eu estava completamente entorpecida com cada toque dele.

 -  Aceita namorar comigo? -  ele perguntou assim que separamos nossos lábios, o olhei assustada, ainda processando seu pedido.  - Desculpa, fui ra….. - não deixei ele terminar, colei nossas bocas novamente.

 -  Eu aceito -  disse contra seus lábios, ele sorriu, logo voltando a me beijar, ficamos ali que nem vimos o tempo passar, e não nos importava o tempo, apenas eu e ele juntos.

Quando já estava tarde, decidimos ir embora, caminhamos abraçados até o carro, entramos, e ele me levou até meu prédio, assim que chegamos, ele estacionou o carro, eu tirei meu cinto.

 -  Foi a melhor noite da minha vida! -  eu disse sorrindo, olhando para ele.

 -  A minha também, espero que a primeira de muitas! -  ele disse me dando um selinho.

 -  Sim, a primeira de muitas -  eu afirmei, colamos nossos lábios em um beijo calmo.

 -  Te vejo amanhã? -  ele perguntou. - Que tal passar o dia comigo e com Hima? -  ele propôs.

 -  Eu adoraria! -  disse sorrindo.

 -  Venho te buscar para tomarmos café juntos! -  ele falou, e eu confirmei, nos beijamos mais uma vez, nos despedimos, eu saí do carro, ele esperou eu entrar no prédio, e saiu, eu subi para o apartamento, com um sorriso imenso nos lábios, entrei em casa em silêncio, sabia que todos estavam dormindo, fui até a geladeira bebendo um copo de água, depois segui para meu quarto, entrei, e fui para o banheiro, tirei a roupa, tomando um banho rápido, logo sai, vesti minha camisola, e me deitei, peguei meu telefone, vendo uma mensagem de Naruto.

“Boa noite minha linda”

Sorri boba com a mensagem, respondi imediatamente, coloquei o celular para carregar me deitei, e logo adormeci.


Notas Finais


E ai gostaram? me contem, espero que sim

Até a proxima, bjss 😘😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...