História A Vida Sempre Guarda Surpresas - Capítulo 20


Escrita por:

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Draco Malfoy, Harry Potter, Severo Snape
Visualizações 286
Palavras 1.329
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi gente como vocês pediram estou postando mais um capitulo, infelizmente como ando muito atolada, não estou conseguindo revisar os capítulos, então já peço desculpas por qualquer erro que possa vir a ter nos capítulos, não apenas nesses mais nos próximos também, ok?
espero que curtam bjs.

Capítulo 20 - Perdão e Família


Fanfic / Fanfiction A Vida Sempre Guarda Surpresas - Capítulo 20 - Perdão e Família

Hospital St. Mungus

Todas essas perguntas passavam na cabeça do Harry, porem logo a duvida veio, ele deveria perdoar seu pai? Ele deveria aceitar suas desculpas, mesmo depois dele ter lhe abandonado sem em mesmo lutar por ele? Ele deveria?

- eu te perdoo papai – Harry respondeu correspondendo ao abraço do Severus, que só conseguia chorar ainda mais, seu filho era um menino tão maravilhoso que mesmo ele não perecendo seu perdão ele ainda assim lhe perdoou.

- eu prometo que nunca mais vou lhe deixar Harry, vou sempre cuidar de você meu filho – Severus prometeu e Harry pode sentir a magia do seu pai nas palavras dele.

- eu acredito em você papai – Harry respondeu se aconchegando nos braços do seu papai.

E logo Severus estava sentado do lado do Harry com o moreno menor encostado em seu peito, e foi essa a cena que Draco e Lucius viram quando chegaram no quarto.

- Harry você acordou – Draco falou sorrindo indo abraçar o Harry que sorriu feliz.

- Draco – Harry falou abraçando Draco enquanto sorria – bom te ver dragão – Harry falou sorrindo.

- digo o mesmo leão - Draco respondeu.

- estou vendo que se entenderam – Lucius falou – bom te ver acordado Harry – completou.

- sim senhor Malfoy, obrigado – Harry respondeu.

- hei Harry sabia que o padrinho ficou tão preocupado com você que disse que estava ate disposto a ser sua mãe? – Draco falou sorrindo entregando seu padrinho.

Harry olhou assustado para seu pai que inacreditavelmente estava vermelho de vergonha, enquanto Lucius sorria para a cena, era realmente hilário ver Severus Snape vermelho de vergonha.

- isso é sério papai? – Harry perguntou olhando para Severus.

- é sim filho – Severus respondeu olhando para Harry, enquanto ouvia Draco rindo baixo e Lucius sorrindo.

- então agora eu tenho uma mamãe? – Harry perguntou maroto.

- se desejar – Severus respondeu dando um olhar mortal para Lucius que nesse momento tinha gargalhado do seu amigo.

E Harry sorrindo maroto, demonstrando pela primeira vez seu lado maroto abraçou Severus – te amo mamãe – falou, fazendo não só Lucius como Draco também, gargalharem.

Severus retribuiu o abraço porem olhava para os dois loiros que claramente dizia ”se meu filho não estivesse aqui eu já teria matado vocês dois”.

- também te amo meu filho – Severus respondeu.

- brincadeira a parte – Lucius começou o assunto ficando sério – creio que temos algo para conversar Severus – Lucius falou realmente sério.

 - E sobre o que seria Lucius? – Severus perguntou ficando sério também.

- sobre isso aqui – Lucius falou dando para Severus o papel, porem Harry pegou primeiro.

- Nome: Harry James Potter

Mãe: James Charlus Potter

Pai: Severus Prince Snape

Irmão Mais Velho: Henry Severus Potter

Padrinho: Sirius Orion Black e Remus John Lupin

Madrinha: Lilian Evans – Harry leu em voz alta, tanto Severus, quando Lucius e Draco ficaram em silencio esperando por uma explosão do Harry que nunca veio – então é por isso que me pareço tanto com James, ele me deu a luz, e não Lilian, sou filho de dois homens – Harry comentou calmo.

- não vai surtar? – Draco perguntou e recebeu olhares de aviso dos dois adultos ali presentes.

- na verdade não – Harry respondeu – pois isso faz muito mais sentido – falou porem se virou para Severus – mais mamãe você me disse que tinha dormido com Lilian – Harry lembrou.

- é sobre isso que vim falar com seu pai, Harry, quer dizes com sua mãe – Lucius provocou Severus, porem logo voltou ao ar sério – eu e Draco acreditamos que na verdade, na noite em que Severus dormiu com Lilian, ele dormiu foi com James Potter, que estava usando a poção polisuco.

- por que meu pai usaria a poção para dormir com a mamãe se ate onde eu sei, eles se odiavam? – Harry perguntou.

- esse é o x da questão Harry, por que seu pai, James Potter, iria querer algo com o Severus Snape – Lucius respondeu – acredito que só poderemos teorizar, já que seu pai está morto – Lucius respondeu.

- provavelmente queria me humilhar mais – Severus respondeu rancoroso.

- mamãe, por favor - Harry pediu.

- Harry tem razão padrinho – Draco falou – que filho quer saber que nasceu por que seu pai queria humilhar o outro? – Draco perguntou e Severus meio contrariado concordou.

- está certo, está certo, não está mais aqui quem falou – Severus respondeu abraçando Harry.

- obrigado mamãe – Harry respondeu sorrindo olhando para cima e vendo o rosto do Severus que deu um beijo na testa do Harry.

- quanto a Henry Severus Potter, achamos que... – Lucius começou  a falou mais foi interrompido por Harry.

 - ele está preso – Harry falou com um olhar meio perdido como se estivesse se lembrando de alguma coisa, deixando os outros três ocupantes do quarto assustados.

- o que? – os três perguntaram assustados chamando atenção do Harry – como sabe disso? – Severus perguntou desta vez sozinho.

- eu o vi – Harry respondeu – quando eu morri, senti minha alma indo para longe, e de repente eu estava em uma cela, numa das torres mais altas, dragões voavam pela janela, um menino igual a mim, só que com os olhos da mamãe, estava olhando pela janela o mar, ele sentiu minha presença na cela e se virou pra mim, de repente como se fossemos atraídos um para o outro ele veio ate mim, e quando nossas mãos se tocaram eu senti a magia dele correr por mim, e quando voltei ao meu corpo, eu de alguma forma sabia exatamente quem ele era – Harry respondeu, explicando o que tinha acontecido – de alguma forma eu sabia que ele era Henry meu irmão gêmeo – Harry terminou.

 

Floresta da Família Potter.

Juntos James e Henry entraram em um salão enorme, Henry olhara para tudo com admiração, o salão possuía janelas enormes com vitrais, e em cada uma delas tinham a representação de homens diferentes, e cada uma desses homens possuía ao seu lado alguns animais incríveis, alguns ate mesmo possuíam dragões ao seu lado juntos com outros animais, porem logo sua atenção foi chamada para sua frente, onde tinha uma mesa grande de madeira, e na ponta esquerda, tinham uma mulher ruiva com os olhos verdes que lembravam muito os olhos do seu irmão, ela era muito bonita e sorria com amor para ele, ao lado dela, sentado em cima da mesa, tinha um homem moreno de olhos azuis e sorriso tão maroto quanto o do seu pai, ele também tinha uma postura nobre, e em pé do outro lado da mesa entre a linda mulher e o homem de sorriso maroto, tinha um homem com cabelos marrons, e olhos verdes, ele tinha algumas cicatrizes no rosto e um sorriso bondoso.

- Henry deixe-me lhe apresentar Lilian Evans melhor amiga e sua madrinha – James falou sorrindo.

Lilian foi ate Henry e lhe deu um abraço e um beijo na bochecha – olá Henry é tão bom te ver de novo – Lilian falou com carinho.

- obrigado madrinha – Henry respondeu meio tímido enquanto Lilian voltava para seu lugar com um sorriso no rosto.

- aquele ao lado dela é Sirius Black, meu irmão de coração e seu padrinho – James falou, enquanto Sirius ia ate Henry.

- oi filhote de veado – Sirius falou abraçando Henry e lhe bagunçando os cabelos.

- é cervo e não veado – James falou nervoso, fazendo todos os outros presentes rirem, enquanto Henry apenas olhava divertido para a cena.

- oi padrinho – Henry respondeu divertido.

- e por fim mais não menor importante – James continuou depois que Sirius viltou para seu lugar – Remus John Lupin meu melhor amigo e seu padrinho – James respondeu enquanto Remos ia ate Henry e lhe abraçava apertado.

 – bem vindo de volta a sua casa Henry – Remus falou com carinho.

- obrigado padrinho – Henry respondeu feliz.

- Remus é seu padrinho oficial, Sirius é o padrinho oficial do seu irmão gêmeo, porem os dois não fazem distinção, para eles, você e seu irmão são afilhados dos dois – James falou enquanto Remus voltava para seu lugar.

Continua.


Notas Finais


Espero que tenham curtido o capitulo.
devo continuar?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...