História A vida vale a pena viver - Capítulo 49


Escrita por: ~

Postado
Categorias Once Upon a Time
Personagens Alice, Anna, August Wayne Booth (Pinóquio), Capitão Killian "Gancho" Jones, Cora (Mills), Daniel, David Nolan (Príncipe Encantado), Elsa, Emma Swan, Henry Mills, Ingrid / Rainha da Neve / Sarah Fisher, Lacey (Belle), Lilith "Lily" Page, Malévola, Mary Margaret Blanchard (Branca de Neve), Mérida, Personagens Originais, Regina Mills (Rainha Malvada), Ruby (Chapeuzinho Vermelho), Sr. Gold (Rumplestiltskin), Tinker Bell, Vovó (Granny), Xerife Graham Humbert (Caçador), Zelena (Bruxa Má do Oeste)
Tags Emma Swan, Onceuponatime, Ouat, Regina Mills, Swan Mills, Swanqueen, Swens
Visualizações 563
Palavras 2.451
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ecchi, FemmeSlash, Ficção Adolescente, Orange, Romance e Novela, Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


gentee, voltei com esse cap só pra n passar em branco hauajau

Relevem os erros e boa leitura!

Capítulo 49 - Não corra na escada Henry Mills!


Emma, Zelena, Regina, Ruby, Graham e Ariel estavam dentro do carro indo para a praia passar o resto da tarde juntos.


- Liga o rádio aí! - Graham gritou.


- Para de se mexer, Ruby! - Zelena reclamou. Ruby teve que ir no seu colo devido ao pouco espaço.


- O que eu posso fazer se a cada dez segundos, Regina pula com esse carro!  


- A culpa não é minha se vocês quiseram vir logo para essa praia! A estrada é horrível! - Regina defendeu-se.


- Liga o rádio porra! - Graham gritou novamente. - Marreco, põe um desses funks aí!


- Claro! - Emma conectou seu celular no rádio e escolheu um funk.


- Finalmente! - Graham disse é a parte de trás do carro começou a balançar. Todos dançavam e cantavam carregado com o sotaque.


- NOSSA QUE DELÍCIA ESSE BAILE TA UMA UVA! - Emma cantou fazendo um microfone com a mão.


- NOSSA QUE DELÍCIA ESSE BAILE TA UMA UVA! VIROU DISPUTA TUM TUM TUM TUM TUM! - Zelena cantou e Ruby tremeu a bunda sobre o colo da ruiva, fazendo Zelena quase pirar.


- QUAL BUMBUM MAIS BATE, QUAL BUMBUM MAIS PULA! - Graham fazia a dancinha que tinha aprendido com Emma e Ariel.


- QUAL BUMBUM MAIS BATE, QUAL BUMBUM MAIS PULA, ENTÃO SOLTA DE NOVO PRA NÓS EMBRAZAR!- Emma gritou mexendo a bunda e automaticamente o olhar de Regina foi para o corpo da loira. Emma começou a rebolar sensualmente com as mãos no joelho e Regina apertou as pernas. Vendo a excitação da morena, Emma pôs a mão na coxa de Regina e apertou. Um sertanejo começou a tocar.


- IÊ IÊ IÊ IÊ IÊ IÊ AAAH ESSE TOM DE VOZ EU RECONHEÇO, MISTURA DE MEDO E DESEJO, TÔ APLAUDINDO A SUA CORAGEM DE ME LIGAR! - Graham cantou. - Me segura que eu vou lembrar do boy!


- É E NA HORA QUE EU TE BEIJEI, FOI MELHOR DO QUE EU IMAGINEI, SE EU SOUBESSE TINHA FEITO ANTES NO FUNDO SEMPRE FOMOS BONS AMANTES! - Emma cantou olhando para Regina e a morena ria.


- Essa é para você Zelena! Não é não lobinha? - Ariel provocou a ruiva e Zelena deu um beliscão nela.


- Eu só queria meu homão aqui! - Graham resmungou. Zelena, Emma e Regina se entreolharam e caíram na gargalhada. - Tão rindo de que suas palhaças?


- Porque não o trouxe? - Regina perguntou.


- TANTO AMOR GUARDADO TANTO TEMPO, A GENTE SE PRENDENDO À TOA POR CONTA DE OUTRA PESSOA, SÓ  DA PRA SABER SE ACONTECER!


- SÓ DA PRA SABER SE ACONTECEER! - Regina cantou rindo.


- Quando você vai contar quem é o seu boy misterioso? - Ariel perguntou.


- Quando for concreto. Apenas sexo casual, até ele se separar! - Graham disse.


- O QUE? - Ariel e Ruby disseram em uníssono.


- Você é uma pervertida! - Ruby bateu no braço de Graham que riu jogando o cabelo.


- Adoro um proibido, mana! - Graham disse e todas riram.


- Chegamos! - Regina disse estacionando. Todos saíram do carro pegando as coisas na mala.


- Está vazia! - Ruby disse animada.


- É por isso que eu sugeri esse lugar. - Zelena sorriu maliciosa para Ruby.


- Já vi que vamos ficar de tocha, peixinha. - Graham disse pegando no braço de Ariel e indo para a areia.


Ajeitaram a canga na areia e colocaram as bolsas sobre ela. Graham, Ariel e Ruby, entraram na água que estava super gelada. Emma começou a beijar Regina e Zelena levantou-se.


- Ai me poupe, vocês não tem respeito mais não? Fica se agarrando na minha frente enquanto eu não posso transar. - Revirou os olhos.


- Entra na água ué! - Regina disse tomando os lábios de Emma novamente e Zelena saiu jogando areia nas duas.


- Porra Zelena!  - Regina disse tacando areia nela e Emma ria.


- Não te vi aí sis, foi mal! - Deu língua e saiu correndo para entrar na água.



- O que foi amor? - Regina perguntou ao ver o bico de Emma.


- Porque não me falou sobre Sidney?


- Ah Emma, para né?


- Eu quero saber o que aquele cara de pau fez - Deitou na canga de bruços. Regina salivou vendo a bunda de Emma empinadinha.


- Em um daqueles dias, ele foi lá em casa e nunca tinha novidade nenhuma, até que Zelena o pegou me secando. Aí eu fui grossa com ele e até então, ele tinha parado de graça. Foi só isso.


- Hm… que safado! - Emma disse ainda emburrada. - Amor, passa o filtro em mim? - Pediu manhosa.


- Claro. - Regina pegou o filtro solar e despejou nas costas de Swan. Começou a espalhar o produto até chegar na bunda de Emma. A loira empinou e gemeu, quando sentiu a mão de Regina invadir o biquíni. Regina apertou a bunda de Swan com desejo e a loira gemeu novamente. - Sabe loirinha, eu nunca fiz sexo na praia…- Regina disse com a voz rouca perto do ouvido de Emma.


- Pra tudo tem a primeira vez…- Emma sentou para que Regina passasse o filtro solar na parte da frente de seu corpo. Regina sorriu maliciosa e passou filtro solar nos seios de Emma, massageando-os.




- Berro, nem aqui elas descansam! - Disse Graham vendo o que Regina e Emma faziam.


- Só porque eu não posso transar! - Zelena reclamou e Ruby riu.





- Amor, vamos para outro lugar. Tem uma trilha aqui perto e quero te levar lá. - Emma disse pegando a mão de Regina e levantando.


- Vou avisar a eles então, pega uma bolsa com algumas coisas para a gente comer lá. - Regina correu até a água. - Hey, nós vamos trilhar, daqui a pouco voltamos.


- Trilhar o caminho do fruto proibido né? - Ariel disse rindo com os outros e Regina revirou os olhos.


- Tão rindo do que? Pelo que eu saiba, as únicas que estão transando aqui sou eu e Emma. Vocês estão em abstinência!


- Pesado! - Graham disse ofendido e Regina saiu rindo.


***

De mãos dadas, Emma atravessou uma pedra que dividia a praia que estavam com a outra. A praia era pequena e tinha uma espécie de piscina no meio dela. As águas eram cristalinas e calmas. Emma ajudou Regina a descer da pedra e empurrou a morena contra ela.


- Hm…- Emma mordeu o lábio de Regina, soltando-o devagar.


- Não faça isso, Em. - Regina disse gemendo.


- Isso o que? - Emma beijou o pescoço de Regina, com beijos quentes.


- Me provocar. - Regina puxou a cintura de Emma para colar mais ainda os corpos. Emma deixou a bolsa na areia onde a água não molhasse. Regina pulou no colo da loira e Emma a deitou sobre algumas folhas de coqueiro que estavam na areia.


- Vamos forrar isso aqui antes, Regis. - Emma tirou o tecido e forrou por cima das folhas. - Pronto. - Voltou a beijar Regina e subiu em cima da morena.


Regina passava as mãos por todo o corpo de Emma, arranhando e apertando. Emma roçou sua perna no sexo de Regina e pressionou seu joelho na vagina de Regina. A morena arqueou o corpo e aprofundou o beijo, puxando a cabeça de Emma para mais contato e logo introduziu sua língua na boca da loira. Gemidos abafados eram dados durante o beijo. Regina desceu a mão para dentro da calcinha do biquíni de Emma e começou a tocar a intimidade da loira.


- Continua...por favor...bem assim. - Emma conduziu a mão de Regina devagar sobre seu sexo e começou a se esfregar na morena, fazendo a mão  de Regina roçar também em seu sexo.


Emma mordeu os ombros de Regina e a morena aumentava a velocidade do vai e vem que fazia com suas mãos, fazendo ambos os corpos, se moverem juntos.


- Emma...eu vou gozar! - Regina diz se sentindo seu corpo convulsionar junto com o de Emma. Regina tirou o dedo devagar de dentro de Swan e levou-os até a boca. - Tão gostosinha. - Emma sorriu e abaixou a calcinha do biquíni de Regina para chupar todo o mel da morena.


- Hmm...tão molhadinha. - Emma lambeu o clitóris de Regina, e depois mordeu os lábios da morena.


- Oh...Emma. - Regina gemia prazerosamente.


Emma subiu lambendo o abdômen de Regina e mordeu os seios, beliscando com os dentes, os mamilos morenos de Regina. Regina apertou a bunda de Swan e arranhou as costas da loira. Assim que Emma chupou os seios de Regina, a morena trocou de posição ficando por cima. Regina introduziu três dedos em Emma, com força e a loira gemeu, mas logo se acostumou.


Regina estocava com rapidez, e massageava o clitóris de Emma com a mão, alternando entre  movimentos circulares e vai e vem. Emma abriu mais suas pernas e arqueou o quadril, querendo mais contato.


- Me fode agora! - Emma ordenou e Regina sentiu suas pernas tremerem só com a fala de Emma. Era isso que ela queria ouvir.


Regina esticou devagar, torturando Emma. Sentindo as paredes do sexo de Emma estremecerem e seu corpo entrar em erupção, Regina tirou os dados de dentro de Swan e enfiou sua língua na entrada de Emma, movendo a língua com maestria e volúpia. Emma tentou fechar as pernas, mas Regina segurou as coxas da loira e chupou todo o sexo de Emma, vezes mordendo, vezes lambendo.  Emma gemeu alto e Regina sentiu o líquido quente escorrer pela sua língua. Emma estava suada, com a respiração fraca e suas pernas tremiam. Regina engoliu todo o gozo de Swan.


- Tão deliciosa. - Disse beijando Emma. Assim que o ar fez-se necessário, elas se afastaram. Regina deitou no peito de Emma e ficaram trocando carícias.


O por do sol estava lindo. Emma  e Regina bateram algumas fotos do céu e da paisagem e logo tiraram fotos uma da outra e algumas selfies. Regina pôs uma flor vermelha nos cabelos loiros de Emma e a loira sorriu para a foto, com o pôr de sol atrás. Depois, Regina fez o mesmo. Encheram a galeria de fotos fofas e quentes.


- Temos que ir, antes que a maré suba e a gente não consiga atravessar a trilha. - Emma disse naturalmente.


- Emma!  Agora que você me fala isso? - Regina disse guardando as coisas com pressa dentro da bolsa.


- Tô brincando! - Emma disse gargalhando. - Ou não né! Vamos, minha rainha? - Deu um selinho em Regina.


- Vamos, amor.


***


Já no outro lado, Zelena, Ruby, Ariel e Graham bebiam cervejas e estavam sentados jogando uno. Zelena ria porque estava botando Ariel para comprar toda hora. Pareciam crianças.


- Cansaram de transar? - Zelena perguntou.


- Sim e você? Já transou? - Emma perguntou rindo.


- Eu tô nessa por culpa sua, sua idiota! - Zelena rebateu e todos riram.


- Eu quero jogar na próxima partida. - Regina disse.


- Eu também. - Emma disse.



Iniciaram uma nova partida e Regina ganhou três vezes. As horas passaram correndo e eles já estavam guardando as coisas no carro para irem embora. Decidiram ficar na casa de Zelena para fazerem um lanche e terminar o noite  na piscina.


- Amor, passa na vovó para eu vê-la e pegar a Ava? - Emma perguntou alisando o braço de Regina enquanto ela dirigia.


- Claro amor. Quero ver logo essa bolinha branca! - Regina disse sorrindo.


- Você vai amá-la. É tão fofa! - Emma fez uma cara fofa e Regina sorriu largamente.




Regina deixou todos na casa de Zelena e foi com Emma conhecer Ava e dar um beijo na vovó.


- Porque você não vai morar lá em casa por enquanto que não nos mudamos? - Regina disse passando o braço pela cintura de Emma, entrando na casa da vovó.


- Está falando sério? - Emma sorriu.


- Sim e podemos levar a ava!


- Ai Regina, eu amo você. - Emma beijou Regina e Granny abriu a porta bem na hora.


- Meninas! Que saudades! - Granny apertou as duas e as encheu de beijos.


- Também estávamos vovó! - Emma abraçou Granny.


- Eu disse que daria tudo certo! - Granny piscou para Regina e foi retribuída.


Entraram na casa e foram recebidas por Ava, que desceu correndo as escadas e começou a fazer festa.


- Ava, essa aqui é sua mamãe dois! - Emma disse pegando Ava no colo e entregando-a para Regina.


- Hey, filha! Hoje você vai pra casa com as mamães! - Ava lambeu o rosto de Regina. - Isso foi um sim né? - Emma riu junto com Granny.


- Vovó, passarei um tempo na casa de Regina, mas virei aqui todos os dias. - Emma disse indo para o quarto arrumar a mala. Com a ajuda de Granny, Emma arrumou tudo o que precisaria ali dentro e desceram rindo de coisas aleatórias.


- Vamos? - Regina perguntou pegando a mala de cheia de coisas para Ava.


- Vamos! - Emma beijou Granny e Regina também.


- Juizo meninas! - Granny gritou e elas responderam com positivamente com a cabeça.



- Não vamos demorar em Zelena né? - Regina perguntou entrando no carro.


- Não amor, eu estou com sono já e quero passar a noite com você. - Emma acariciou os cabelos de Regina com a mão livre.


- Eu amo você, Emma Swan.


- Eu também te amo, Regina Mills.  - Ava mordeu leve o dedo de Emma. - Ai! Isso é ciúmes? - Elas riram e deram partido para a casa de Zelena.



***


- Eu sei a onde você está - Um número desconhecido ligou para Cora. - E estou te observando. - Cora desligou rapidamente quando ouviu a voz da pessoa e se apoiou na mesa. 


- Vovó! Vovó! Eu pesquei um peixe grande com o vovô! - Henry disse animado e Cora o pegou no colo.


- Que lindo meu querido, você mostra para vovó depois? - Disse enchendo Henry de beijos.


- Sim! Será que um dia eu vou poder  pescar com minha mãe? - Cora observou a alegria do neto é sorriu.


- Claro.  - Disse com pesar.


- Você nunca fala muito sobre minha mãe. Eu queria saber mais sobre ela…


- Quando você for maior, meu querido. Agora vamos dormir, tenho uma história nova.


- Obaaaa! - Henry subiu a escada correndo.


- Não corra na escada Henry Mills! - Cora gritou, mas já era tarde.


Foi até a cozinha e bebeu um pouco de água para se acalmar. Afinal, quem seria na ligação? 


Notas Finais


eita! quem será hein?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...